Filho de Bolsonaro ameaça Paes por eleição na Câmara

Pelo Twitter, o filho presidencial Flávio Bolsonaro ameaçou – nem tão veladamente – o prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes, que recebeu ontem uma comitiva de deputados, encabeçada por Rodrigo Maia, para assumir o compromisso de devolver dois de seus secretários – Pedro Paulo (Fazenda e Planejamento) e Marcelo Calero (Governo e Integridade Pública) – à Câmara para votarem em Baleia Rossi.

“Tem gente da foto abaixo que ainda não entendeu que a relação que precisa ser construída é com o governo federal, e não com o ex-presidente da Câmara”, tuitou.

Com as investigações da “rachadinha” congeladas e Fabrício Queiroz recolhido em casa e um governador inexpressivo e desconhecido, Flávio está posando de “dono do Rio”, dando ordens no governo do Estado e pretendendo dá-las também ao prefeito da capital.

Recomenda-se cuidado ao prefeito, porque o vácuo de poder político no Estado e as dificuldades econômicas que o Rio atravessa são a via da completa milicianização da política carioca e fluminense.

O que Flávio Bolsonaro diz não tem importância porque ele disse, mas por quem mandou que ele dissesse.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *