Folha confirma bloqueio de bens de auxiliar de Wajngarten

Em reportagem na Folha, Catia Seabra, Flávio Ferreira e Wálter Nunes aprofundam o que já tinha sido antecipado por este Tijolaço e revelam detalhes das supostas fraudes fiscais que levaram ao bloqueio judicial dos bens de Samy e Fábio Lieberman, respectivamente o “segundo” de Fábio Wajngarten e o nomeado administrador da empresa do secretário de Comunicação de Bolsonaro.

Órgão do governo federal, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional acusa o atual número 2 da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Samy Liberman, de participar de um esquema empresarial de fraudes e crimes tributários. Ele está com bens bloqueados pela Justiça. Segundo a ação, Samy está no centro de irregularidades encontradas pela Receita Federal que incluem criação de empresas fantasmas, emissão de notas fiscais falsas, simulação de contratos e sonegação de impostos nos anos de 2014 e 2015. As multas aplicadas pelo fisco no caso somam R$ 55 milhões.

Samy e Fabio são acusados de se beneficiarem de “créditos fajutos de impostos” através de uma empresa do pai, Jack Lieberman, a fábrica de alto-falantes Bravox. O irmãos são sócios em diversas empresas, e uma delas, a Lelon Participações, foi acusada pelo contador que produzia as fraudes como a beneficiária dos valores desviados.

Os dois – e o pai, Jack- são sócios num emaranhado de empresas, transferindo cotas entre si de forma sistemática, num verdadeiro consórcio e interesses empresarias. E, pelo que se vê, fiscais.

A coisa não vai parar aí, porque os depoimentos já prestados no processo acusam os irmãos de serem operadores do esquema de fraude.

O “se tiver algo de errado a gente vê lá na frente” e Jair Bolsonaro em relação a seu auxiliar está chegando.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

3 respostas

  1. Interessante é notar a origem em comum destas famílias sonegadoras de impostos e estelionatárias, portanto, criminosas. Será que estas pessoas estavam na Hebraica aplaudindo o discurso de Bolsonaro na campanha eleitoral ?

  2. Existem muitos eleitores que acreditam na seriedade desse governo. Além de aumentar a corrupção. ele dá cobertura com
    cargos públicos aos corruptos;Acordam brasileiros que se dizem politizados

  3. É ou não é o governo da corrupção ? kkkkk você foi enganado, agora finge de morto. Kkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *