Funaro fala em R$ 2,5 milhões da Bertin para Temer

funaroglobonews

O operador Lúcio Funaro afirmou em depoimento nesta terça-feira ter presenciado acerto de propina para o presidente Michel Temer (PMDB).  para o ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Moreira Franco (PMDB) e para os deputados Eduardo Cunha e Cândido Vacerezza (PTdoB, ex-PT). De acordo com Funaro, Temer recebeu”R$ 2 milhões ou R$ 2,5 milhões” em propina do grupo Bertin quando era candidato a vice-presidente. Cunha e Moreira teriam ficado, cada um , com R$ 1 milhão.

O dinheiro entraria como doação oficial ao PMDB, mas acabaria sendo apropriado por eles, pessoalmente.

Na Folha:

O delator disse que ele próprio monitorava quais empresas do grupo faziam as doações e repassava as informações aos políticos. Explicou que o controle dos pagamentos foi feito por ele próprio numa agenda apreendida pela Polícia Federal, na qual registrava informações como “cobrar Natalino Bertin de doação para o Temer”. Dados a respeito também teriam sido anotados num caderno de Natalino, também de posse da PF.

Assista o que foi ao ar há pouco na Globonews:

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

8 respostas

  1. Tenho notado que este tal de Funaro não fez até agora nenhuma menção a propinas para Lula ou Dilma. Ou seja, nada do que ele disse será aceito pelo MP e/ou pelo judissiario brazileiro .
    Nos ainda vamos ver as malas do Geddelzinho caírem na conta do Lula.

  2. Você não lê o Estadão, por isso não sabe de nada. Hoje, 31,/10, em editoral , o Estado de São Paulo garantiu que temer não compra deputados. E quem fazia isso eram os petistas. Viu, só. Leia o Estadão.

    1. Ata agora posso jogar uma montanha e provas contra o MT e acreditar no Isentão de SP.
      Faz me rir

  3. Como? Temer? Eleição de 2010 e 2014?
    Ah, lembrei, ele era vice da tal de Dilma.
    Então o dinheiro do Bertin (*) serviu para eleger a Mulher Mandioca.
    Do jeito que saiu a notícia até parece que o Temer era candidato.

    (*) Bertin é aquele amigão do Lula que se deu bem no BNDES?

  4. Enquanto os coxinhas relincham, a caravana do Lula passa igual à um trator sobre os candidatos da direita raivosa. Parem de relinchar e comam seu capim. Depois vem o complemento: a ração do Doriana.

  5. Com a mídia e os blogs vazando e publicando delações de ladrões que denunciam ladrões, esse país continuará uma imensa Delegacia de Polícia Especializada em Furtos e Roubos.
    Mas, enquanto isso, a nata das riquezas nacionais, vaza direto para os cofres das Multinacionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.