Genro de SS tem dupla utilidade para Bolsonaro

A escolha do deputado Fábio Faria, genro de Sílvio Santos, para ocupar o Ministério das Comunicações é mais que uma generosidade com o velho empresário de comunicações, embora isso, claro, esteja no “pacote”, tanto que a Secretaria de Comunicação da Presidência – sem qualquer razão técnica para isso – tenha sido anexada à pasta.

É óbvio que a máquina do SBT vai ser – e já vinha sendo, desde o início deste governo – escandalosamente colocada a serviço de Bolsonaro e isso foi admitido, sem qualquer cerimônia, pelo próprio presidente:

“Vamos ter alguém que, ele não é profissional do setor, mas tem conhecimento até pela vida que ele tem junto à família do Silvio Santos. A intenção é essa, é utilizar e botar o ministério pra funcionar nessa área que estamos devendo há muito tempo uma melhor informação”.

Maior confissão de que a máquina pública se amasiará de um concessionário para fins políticos não poderia haver.

Mas há outra finalidade na escolha do genro , além desta.

Fábio é de família política – é filho do ex-governador Robinson Faria, do RN – e hábil em costurar apoios parlamentares, o que o levou a eleger-se 2° vice-presidente da Câmara dos Deputados, da qual é hoje o terceiro-secretário.

É mais um sinal de que Bolsonaro considera certo que, mais cedo ou muito mais cedo ainda, um pedido de impeachment ou uma denúncia criminal irá a exame dos parlamentares e de que ele precisa de mais do que apenas um terço dos votos para livrar-se disso sem tornar-se ainda mais fraco.

Fraco até mesmo para um golpe.

O outro movimento, também em pleno curso, é demolir as bases políticas que os deputados possam ter junto a governos estaduais e, por isso, é bom que dê-se crédito à pitonisa Carla Zambelli nos seus anúncios de que novas operações policiais contra governadores serão desfechadas e, com o padrão de governantes que se elegeram na esteira de Bolsonaro em 2018 não é difícil achar bases críveis para isso.

Bolsonaro entrou em “modo sobrevivência” e que ninguém se espante com o quanto ainda descerá ao fisiologismo, possivelmente com a manutenção e a ampliação das concessões de rádio e televisão, até pouco tempo um dos melhores pitéus que se poderia servir a políticos.

Esperem e verão.

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

7 respostas

  1. E, É PRECISO MANTER O BOLSONARO LÁ POR MUITO TEMPO! BOLSONARO NO GOVERNO É CERTEZA DE AUTODESTRUIÇÃO DA CENTRO-DIREITA E DOS MECANISMOS QUE O CONDUZIRAM AO PODER! ENTRE ESTES, A GLOBO, A FIESP, OS JORNALÕES, A MILICADA ENTREGUISTA TODA, ENFIM!
    VAMOS SOFRER MAIS, MAS É PRECISO!
    ARREGAÇA BOSÓ!

    1. O DANO que Bolsonaro (e MILITARES) tem proporcionado ao BRASIL, nas mais diversas áreas, TRANSCENDE em muito qq prejuízo que a direita ou centro direita poderiam ter nos causado.
      Nossa debilidade é tamanha que hoje o país se vê sem perspectiva, ou paralisado diante de tanta insanidade e ILEGALIDADE cometidas, de tanta ofensa legal, CONSTITUCIONAL e Institucional inclusive.
      FATO, a reconstrução será longa, e pra quem passa dos 40, reconheço que um reencontro com um BRASIL altaneiro, dificilmente será reconhecido em seu tempo de existência.
      EXEMPLO de como a coisa é profunda e trágica nos chegam em sinais do Oriente aonde autoridades chinesas – o império que JÁ NASCEU e que dominará o PLANETA pelos próximos 100 anos – já deu recado de que “não é só o BRASIL que produz produtos agrícolas na América Latina”, e mais..
      ..esta semana já vimos anúncios de acordos SINO-Portenhos, onde a Argentina estatizou seu maior produtor de grãos por dívidas de US$ 1,5 bi (responsável por 15% daquele mercado), e já anuncia que a PRIVATIZAÇÂO será pra breve, não descartando portanto a participação dos chineses na equação do problema.
      ..ainda, os próprios chineses tb, fugindo a sua discreta diplomacia, anunciam seu apoio a CUBA denunciando os ABUSOS cometidos pelos EUA contra aquela ilha ..tudo isso prenunciando que esta AVENTURA de realinhamento tardio com o IMPÉRIO DECADENTE, somado a própria INGRATIDÃO que a estrutura de ESTADO MAIOR brasileiro teve pra com os BRICs (uma oportunidade ÍMPAR e inigualável na história), provocou-nos um risco de retrocesso e ISOLAMENTO que nos faz relembrar SIMONSEN, qdo dizia que crises em contas internas aleijam, mas se em contas externas, MATAM qq país.

  2. A questão, se ele começar a coaptar os vices do executivo, com o intuito de que aja impeacheament e derrubem os titulares. Usando da PF pra isso. o governo estaduais. es.

  3. Bolsonaro está disposto a ir fundo na aliança com o Centrão. E este pessoal do Centrão é tipo macaco jovem, que não rejeita meter a mão em qualquer cumbuca que apareça. O grande trunfo do Centrão é o anonimato. Eles “trabalham” nas sombras. Se os holofotes caem sobre eles, são flagrados com a mão na cumbuca.

  4. Bolsonaro acredita que com o apoio de Silvio Santos, a sua popularidade no nordeste petista (RN) será estancada, mas a incompetência de seu afilhado, poderá irritar ainda mais os eleitores potiguares (norte-rio-grandenses)..

  5. Moro diz, com conhecimento de causa, que o recriado ministério de comunicações funcionará como um ministério de propaganda semelhante ao do nazista Goebbels. Bolsonaro diz: “A intenção é essa, botar o ministério pra funcionar nessa área (onde atua o Silvio Santos), na qual estamos devendo há muito tempo uma melhor informação”. Bolsonaro fala sem ter cuidado com limites. Confessa que quer ter maior espaço na televisão aberta do país para, segundo seu ex-ministro Moro, fazer sua propaganda de modo mais efetivo. Em outras palavras, com a destruição parcial de suas redes de fake news, quer agora dominar a mídia televisiva para compensar. Isso pode não dar certo. Mentir às escuras é diferente de mentir sob holofotes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *