Governo segue na liquidação do pré-sal para ter dinheiro à vista

uirapuru

Como o sujeito da fábula da galinha dos ovos de ouro, que abriu o bichinho que lhe dava um precioso presente todos os dias por burrice e ambição, o Governo Temer  leiloa hoje mais áreas do pré-sal.

Como ainda são dentro do modelo de partilha, isso lhe dá direito de outorgar a exploração por uma taxa de participação no petróleo que será produzido – são áreas sem risco de dar no “seco” –  por que perfurar os campos de Itaimbezinho, Três Marias, Dois Irmãos e Uirapuru, nas bacias de Campos e Santos.

O governo Temer, porém, optou por estabelecer percentuais muito baixos pelas outorgas e, em lugar de garantir receitas permanentes, prefere que a bolada venha cash para suprir suas dificuldade orgamentárias.

O mais promissor dos campos, Uirapuru, para que você tenha ideia, tem um bônus a ser pago à vista de R$ 2,6 bilhões, e, pela área (1.285,33 km²) e pela localização (próximo ao megacampo de Carcará, na Bacia de Santos) pode representar lucros imensos, com bilhões de barris. Ocorre, porém, que há certeza de que ali há muito petróleo, mas não quanto, porque nem mesmo um poço foi perfurado, para dimensionar a reserva.

A Associação de Engenheiros da Petrobras acha “muito estranho que dentro da ANP os técnicos não tenham conhecimento destes fatos. E mais estranho ainda que os sumários exploratórios dos campos disponibilizados pela ANP omitam os volumes originais in place de petróleo (VOIP) e de gás (GOIP)”.

Quão conveniente é para um governo ilegítimo, que tem pressa de leiloar o Pré-Sal, que o povo brasileiro não tenha conhecimento sobre os volumes destes campos gigantes e supergigantes? Será que tal “esquecimento” não seria proposital para facilitar o ataque ao Pré-Sal através de leilões e das “parcerias estratégicas” com as multinacionais de petróleo?

Proposital ou não, o leilão de hoje, com a alta do preço do petróleo e as condições generosas que se oferece atraíram um número recorde de multinacionais interessas em arrematá-los: 14, no total.

Onde tem doce, tem mosca.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

7 respostas

  1. Assim que o país voltar à normalidade jurídica e democrática, esses absurdos devem ser investigados, responsáveis processados e, se tivéssemos na possibilidade legal atual, serem sumariamente fuzilados. Assim que são tratados os traidores de seus países.

  2. O governo golpista acelera o Black Friday do Pré sal, consciente que Lula volta à Presidência e a farra lesa pátria terminará:
    #GolpistaVendemoOPreSalAXepaDeFeira

  3. Esse cara tá roubando a nação, uma riqueza que pertence ao povo brasileiro e não a Petrobrás, que é apenas um instrumento para processar toda a riqueza do pré–sal em benefício do seu dono que é o povo brasileiro, isso é roubado, apropriação indébita, crime ediondo praticado por esse marginal que está na presidência ilegalmente, ele não tem legitimidade para fazer o que está fazendo, roubando a nação e jogando na miséria os verdadeiros donos dessa riqueza com uma política que só favorece o mercado financeiro internacional, ao capital especulativo que só visa altos lucros sem contrapartida que beneficie a nação, uma politipo de preços abusivis e nocivos a sociedade brasileira, onde está o STF que não ver isso, esse mafioso do MT merece ser condenado junto com sua quadrilha e mofar na cadeia por roubo, formação de quadrilha e por auto condenar o povo a viver excluído do acesso a educação, saúde e trabalho, por jogar na miséria grande parte da população, o dia dele vai chegar, a justiça irá alcança–lo em breve, será cobrado tbm pela justiça divina por roubar o que não lhe pertence exclusivamente. O destino dele será sombrio, velho sem vergonha, sem caráter humano, lixo da história.

  4. O valor a ser arrecadado deve dar para pagar umas duas semanas de juros da dívida publica, e c’est fini. Mas a Globo continua a teimar que a corrupção – e apenas ela – é a responsável por toda falta de recursos do governo.

  5. Vale lembrar que a arrecadação Federal é algo como 1, 5 trilhão de reais por ano. Simplificando uns 5 bilhões por dia. Resumindo: a entrega dos campos de petróleo de hoje mantém o funcionamento da máquina por um dia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.