Haddad sai na frente no primeiro confronto do 2º turno no JN

 

Minha impressão sobre o desempenho de Fernando Haddad e de Jair Bolsonaro  foi de franca vantagem para o primeiro.

Embora não estivesse brilhante – ainda não conseguiu colocar emoção na voz – Haddad passou mais serenidade e mais empatia que o adversário, duro, falando atropelado e não deixando pausar para ser absorvido o que dizia.

Haddad saiu-se bem das cascas de banana atiradas pelos entrevistadores – a proposta de Constituinte e a entrevista de José Dirceu ao El País falando em tomada do poder.

Fixou nas reformas – tributária, bancária e a do teto de gastos – e afastou a questão Dirceu: “não faz parte da minhacampanha e não fará parte do meu governo”.

Já Bolsonaro teve de desautorizar publicamente seu vice,  Hamílton Moirão (cujo nome trocou duas vezes com o do General Augusto Heleno) dizendo que “ele é general e eu sou capitão, mas o presidente sou eu”.

Bolsonaro está “duro”, tenso, não transmite sensação de proximidade, embora tenha seguido à risca o roteiro que fez: agradecer núcleos de eleitores – evangélicos,  policiais  e militares – falar de problemas “morais” nas escolas, Nordeste e tentar desmentir acriação da CPMF de paulo Guedes.

Assista e avalie:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

92 respostas

    1. O coiso parece quase morto…será que já era assim antes da facada? parece um morto-vivo …deusmelivre dessa assombração.

  1. Não assisti em devo fazê-lo. E afirmo que influência de qualquer entrevista ou debate televisivo será bem menor do que os jornalistas, comentaristas, analistas e opinionistas de política terá influência MUITO MENOR do que esses profissionais pensam. A colegas, amigos e nos comentários que faço em matérias dos blogs fui categórico ao afirmar que a o horário eleitoral de propaganda no rádio e na televisão não teria influência praticamente nenhuma no desempenho dos candidatos. Mesmo com um latifúndio rádio-televisivo, o tucano Geraldo Alckmin sequer superou os 5% de votos na disputa presidencial. Henrique Meirelles teve um desempenho ainda pior. Além das fraudes no sistema de urnas eletrônicas, o candidato nazifascista teve apoio da turma do dinheiro e da cybertecnologia, além do Deep State estadunidense, que turbinaram a campanha dele no submundo das chamadas redes sociais. A era da velha mídia para fabricar candidatos ficou para trás; esses veículos anacrônicos ainda conseguem desestabilizar e derrubar governos populares e de esquerda, mas já não são mais capazes de fabricar versões pós-modernas de Fernando Collor.

    Fernando Haddad é um candidato fraco e quanto mais se vender como “de centro” de neoliberal de de “cachorrinho do mercado” mais perderá votos. Essa fala de Haddad repelindo José Dirceu muito mais tira do que lhe dá votos. Não saio da minha casa, para viajar e gastar dinheiro para votar em Fernando Haddad. Assim como eu milhares/milhões de brasileiros justificar a ausência no 2º turno ou simplesmente se absterão de votar, pois há coisas mais importantes a fazer. Haddad foi o candidato imposto pelos golpistas – de fora e de dentro da máquina petista – para perder a eleição ou, se ganhá-la, dar continuidade ao desmonte e entreguismo do governo golpista e quadrilheiro de Michel Temer et caterva. Esse Emmanuel Macron tupiniquim corre o ricos de ter menos votos no 2º turno do que os pífios 30% que conseguiu ontem, no 1º.

      1. Reclamar? Eu luto contra os golpes desde 2005. Mas foi essa ORCIM chamada “PT jurídico-judicial’ que propôs e aprovou a legislação punitivista que criminalizou, aniquilou ou prendeu os líderes do PT com origem nos movimentos estudantis, operários, sindicais, comunitários de base, de resistência armada à ditadura militar-empresarial. E Fernando Haddad integrava, até há pouco tempo, exatamente essa ala que destruiu o PT por dentro e levou o Ex-Presidente Lula à prisão, mesmo sem crime. Fernando Haddad já perdeu essa eleição; ele foi imposto como candidato pra perdê-la; o cálculo inicial dos golpistas era para ele ser derrotado pelo tucano Geraldo Alckmin ou qualquer outro que se apresentasse como de “centro”. Mas as ORCRIMs midiáticas e judiciárias ao criminalizar a apolítica abriram a larga avenida para o fascismo, que os engoliu. Para a Esquerda e para o PT era melhor não disputar eleição presidencial, já de saída fraudada, com a ilegal e criminosa cassação da candidatura do Ex-presidente Lula, que poderia vencer a disputa já no 1º turno. Ao entregar a cabeça de lula aos algozes e livrar a cara do STF, o PT legitimou o golpe de Estado e essa eleição farsesca e fraudulenta.

        Enfim: Eleição, PT ou Esquerda, sem Lula, são fraudes. O resto é conversa para boi dormir.

          1. Não. Se as análises minhas e dele têm semelhanças e te incomodam é porque nelas há muitas verdades inconvenientes (para seu governo não é dele, mas minha, a paternidade do uso essa expressão no âmbito da análise e crítica política da esquerda brasileira), que toca pontos nevrálgicos de muitos militantes e petistas históricos. Não existia Duplo Expresso nem se conhecia Romulus Maya quando milhares de militantes e leitores de blogs pediram à Presidente Dilma para vetar parte dessa legislação punitivista, como a chamada ‘lei anti-terrorismo’, que criminaliza os movimentos sociais. Dilma foi alertada também quando foi aprovada a Lei 12.850/2013, essas das delações premiadas e organizações criminosas, que criminalizou o PT, a Esquerda e foi responsável por todo mal causado pela Fraude a Jato. Não havia DE e Romulus Maya naquela época. Os editores do DE também exageram e cometem erros, como em relação àquele movimento dos caminhoneiros – misto de locaute greve, na verdade uma casca de banana lançada pelos golpistas, para que a Esquerda caísse e fosse justificado o fechamento do regime, por meio de intervenção militar e cancelamento das eleições. Não podendo cancelar as eleições, eles resolveram não só fraudá-las de forma escancarada como alijar da disputa os candidatos que pudessem incomodar ‘o sistema’ – os casos do Ex-Presidente Lula e do ex-governador fluminense, Anthony Garotinho, são emblemáticos e mostram isso de forma clara.

            Além de mim, até agora não vi ninguém escrever e descrever as fraudes grosseiras nas eleições senatoriais de 4 estados; MG, SP, PR e RJ, além das eleições para governador em MG e RJ. Se você ler alguma coisa sobre isso lá no DE, saiba que escrevi antes de ter lido isso lá. E não denuncio essas fraude porque acredite piamente em “pesquisas” eleitorais, já que todas elas tem viés manipulatório, dependendo de quem contrata. Malandramente o TSE omitiu o resultado da eleição seção eleitoral, pois dependendo do tipo de fraude, olhando o boletim de urna podemos prová-la e denunciá-la. Minha desconfiança em relação ao sistema de urnas eletrônicas vem de muitos anos, muito antes de haver Duplo Expresso e Romulus Maya se tornar um analista político conhecido.

          2. Afff… vc com certeza é um dos dois ou é uma cola. Não leio de jeito nenhum esses caras pq os considero doentes, fofoqueiros e egolatras. Essas fofocas não podem ser consideradas análises políticas pois são muito romanceadas, pura ficção argumentativa, talvez. Achar q esse monte de asneiras seriam “verdades inconvenientes e estariam incomodando” é resultado da egolatria e narcisismo propagado pela dita seita. Poucas vezes na vida vi fanatismo igual. Espero o dia q Lula poderá desmistificar todas essas fake news inventadas graças a sua prisão. Boa sorte na tua cruzada WC Maya de Paiva.

          3. Você tem o direito de não ler o que não quer e o que não te agrada. Eu leio muita coisa e nem tudo que leio me agrada e não concordo com tudo que leio. Na Idade Média muitos cientistas sabiam que a teoria de Galileu/Copérnico é que estava correta; mas pouquíssimos apoiaram Galileu, pois ante o risco da Inquisição, de serem lançados em fogueiras, preferiram ficar calados, omissos ou fingir concordar com a teoria geocêntrica. Hoje algo parecido ocorrem na chamada ‘blogosfera progressista’, cujos jornalistas experientes sabem muitas coisas, mas fingem não saber ou insistem em continuar ludibriando seu público; muitos desses ditos “blogueiros progressistas” preferiram tentar “matar” o “Galileu” de hoje, lançando-o na fogueira do assassinato de reputação ou privando-s de entrevistar personalidades públicas da Esquerda. Mas pra infelicidade desses “blogueiros progressistas” milhões de leitores e telespectadores atinaram para qual das partes estava e está com a verdade. E quando a verdade é dita de forma contundente por “uma ovelha desgarrada”, o resto do ‘rebanho’ tenta colocar como ‘louca’ e ‘desajustada’ aquela ovelha; é isso o que ocorre em relação ao Duplo Expresso.

            Por fim devo lembrar uma célebre frase do ator Antônio Abujamra: “Nenhuma amizade resiste a uma dose diária de sinceridade e franqueza”. Transportemos esse raciocínio para a política e vejamos como ele se adequa à situação in comento. Os mais experientes podem dizer que faltam malícia e pragmatismo ao Duplo Expresso ou que os editores são arrogantes e ególatras. Mas o que os críticos do DE não têm conseguido é negara as verdades mostradas lá nem minar a credibilidade dos caras, que se arriscam muito mais do que os blogueiros daqui.

          4. João, tenho certeza que os estressados investem na vitimizaçao. Deveriam ser mais profissionais e não trazer para os leitores suas tretas com outros blogs e jornalistas. Vergonha alheia muito lamentavel. Não costumo alimentar esse tipo de atitude na minha vida profissional, e menos ainda na minha vida pessoal. Estabeleço minhas opiniões à partir da observação e valores éticos; essa seita esta completamente fora da seleção qualitativa que faço na hora de procurar informação. Espero que você consiga captar a pluralidade da vida dos teus interlocutores. Saudações. E, parabéns por ter optado a votar no PT seja para ganhar, seja para perder. Estaremos focalizados na luta.

        1. Como eu disse, Pessoal , PODEM HAVER TROLLS INFILTRADOS
          CRIANDO DISCÓRDIA NO LADO DEMOCRÁTICO QUE É O NOSSO. Nao deem ouvidos a
          coisas esquisitas antidemocráticas que alguém por acaso poste aqui,
          fingindo estar do nosso lado. PRINCIPALMENTE SOBRE SE RETIRAR DA ELEIÇ?O, NOSSO
          LADO DA DEMOCRACIA, NUNCA DEFENDEU NEM NUNCA DEFENDERÁ SE RETIRAR DA DEMOCRACIA NEM CAIR NO SECTARISMO ANTIDEMOCRÁTICO. ESSE N?O É O NOSSO LADO DEMOCRÁTICO QUE DEFENDEMOS. O Haddad hoje falou: A Democracia está em primeiro lugar.

          1. Você acredita em democracia depois de um golpe midiático-policial-judicial-parlamentar-militar como o de 2016, que destituiu a Presidenta Da República sem crime de responsabilidade? Você acredita que haja democracia no Brasil, quando o poder judiciário, que organiza, realiza e fiscaliza as eleições é o ator principal do golpe, a ponto de cometer abusos, ilegalidades e crimes, em série, para cassar a candidatura daquele que, pelo voto popular e sem fraudes, seria eleito no 1º turno com mais de605 dos votos, o Ex-Presidente Lula. O maior erro do PT foi justamente legitimar o golpe de Estado e aceitar participar de uma eleição farsesca e fraudulenta. Sinto engulhos em ver candidatos do PT e de outros partidos que se dizem de esquerda ainda falarem em “democracia”.

    1. E quem precisa desse teu derrotismo urubulino ?
      O segundo turno está longe de estar perdido, basta um ajuste no olhar e na força com que o Adadi se expressa.
      Já o Coiso basta ser confrontado e abrir a boca que ele se enterra.
      Mas não dá pra garantir nada, o povo está votando com a bile.

      1. Denunciar as fraudes eleitorais ou mostrar as fraquezas do candidato Fernando Haddad e os erros do PT e da Esquerda é derrotismo? O 2º turno poderia ser uma nova disputa, com alguma chance para o candidato Fernando Haddad se, e somente, não estivéssemos no contexto de um golpe de Estado, em que o sistema judiciário, legislador, organizador, fiscalizador e realizador do processo eleitoral, não estivesse envolvido na trama golpista. Mas no golpe m curso, o sistema judiciário é que lidera os operadores locais. são remotíssimas as chance de Haddad reverter o jogo; e TSE está aí para impedir isso. Não se trata de urubulismo ou derrotismo, mas de realismo duro.

      1. Não tente me calar dessa forma. Indo, ou não, votar eu tenho o direito de debater. Debater é apresentar contraponto, é fazer análise e crítica por ângulo diferente. Ao contrário do discurso chapa-branca e do adesismo e puxa-saquismo, quem debate e apresenta os problemas do PT e da esquerda como realmente são incomoda grande parte dos acomodados. Não estou aqui pra atrapalhar, mas para provocar reflexão, fazer pensar e discutir os erros e problemas que levaram o PT e a esquerda brasileira a essa situação. Não conte comigo para alimentar o auto-engano e o wishful thinking em que muitos querem continuar mergulhados; quando acordarem, será tarde demais.

    2. João, se Haddad não é o candidato dos sonhos de muitos, ele é a única opção ao “capitão” e a tudo o que ele representa. Então, qualquer um que tenha o mínimo de entendimento consciente daquilo que estamos vivenciando tem o dever de se manifestar através do voto, no caso, votando em Haddad.

      Os franceses fizeram assim quando os Le Pen chegaram ao segundo turno. Foram passeatas lindas pelas ruas de Paris, unindo socialistas e liberais. O resultado foi uma humilhante derrota dos fascistas.

      Não estamos em um momento onde o plano de governo sequer mereça ser discutido. É perder tempo. Só importa derrotar essas ideias (ou falta delas) tão absurdas!

      Então, caro João, peço-te encarecidamente para votar no dia 28. E votar no Haddad. Mesmo que seja um voto contra o Boltzo.

      1. Perfeito. Deixar de votar neste segundo turno ou anular o voto com o argumento de que “eleição sem Lula é fraude” é que é compactuar com a fraude, é LEGITIMAR tudo o que vem acontecendo no país. Haddad foi escolhido pelo Lula, está no segundo turno e é o nosso representante. Vencer será difícil, mas de forma alguma impossível.

        1. Obrigado. Ontem, ao votar, eu trajava uma camiseta em que está escrito “Muro da Verdade: eleição sem Lula é fraude”. Essa verdade JAMAIS abandonarei. Eu compareci e ajudei a eleger deputado federal e deputada estadual pelo PT. Mas as eleições majoritárias (presidencial, senatorial e para governador) foram fraudadas de forma escancarada, desavergonhada, como mostrei noutros comentários. No RJ, SP e PR ocorreu o mesmo. Se eu for ao meu domicílio eleitoral no próximo dia 28, darei meu voto no candidato pelo PT.

      2. Se eu for votar, certamente será no candidato apresentado pelo PT, Fernando Haddad. O problema é que, mesmo diante da gravidade da situação, o Ex-Ministro da Educação e Ex-Prefeito de São Paulo ainda não tomou postura e atitudes de candidato presidencial. Ele tem de ser muito mias incisivo e claro nas críticas o nazifascista e assumir postura de estadista, nacionalista e desenvolvimentista; ele tem de falar que vai reverter as medidas executivas e legislativas do governo golpista de MT e camarilha. Mas Haddad está indo na direção contrária, hostilizando José Dirceu e líderes históricos do PT ligados ao campo estudantil, de guerrilha e resistência armada contra a ditadura, sindical, popular e comunitário de base. Haddad chegou ao desplante de fazer chegar ao público que não visitará mais Lula ou que o Ex-Presidente não mais deseja ser visitado por ele. Isso são atitudes e postura de um candidato do PT que pretenda disputar um 2º turno presidencial com alguma chance de ser eleito pra governar o Brasil?

        Na remota hipótese de Haddad se eleger, ele não conseguirá governar, amenos que coloque em prática o programa dos golpistas, iniciado por MT e suas quadrilhas. Haddad será um presidente mais fraco, pressionado e sabotado que Dilma Rousseff no 2º mandato, quando não conseguiu governar, mesmo com o programa do adversário derrotados nas urnas. As fraudes eleitorais tiraram duas vagas senatoriais do PT (uma em MG, com Dilma Rousseff, outra no RJ, com Lindbergh Farias); o partido consegui sobreviver na Câmara federal, perdendo apenas 5 das 61 cadeiras que possuía na casa; nas eleições de governador, a fraude eleitora retirou Fernando Pimentel do 2º turno em MG, mas o partido conseguiu reeleger os três governadores no Nordeste. O PT e a Esquerda se enfraqueceram um pouco, mas sobreviveram ao massacre das ORCRIMs midiáticas e judiciárias. Para os pragmáticos que seqüestraram a DN do partido (PT jurídico-judicial), isso pode ser o suficiente. eleger o presidente da república para este ser deposto de forma ainda mais humilhante que Dilma ou ter de governar como um Emmanuel Macron – tupiniquim e de 2ª categoria – pode ser a morte acelerado não só do PT, mas Da Esquerda Brasileira. A situação é dramática.

    3. Seus argumentos estão cheios de rancor e de ressentimento pelo PT. Comparar Haddad a um projeto Macron é não entender o Brasil. Foi a esquerda mole na França q se fragmentou e abriu espaço para a luta entre a direita e a extrema direita. Não é o caso do Haddad q conseguiu em 22 dias chegar aos 30%. Além do que, se houve fraude, como vc diz, e eu acredito q houve, como podes dizer q os 30% de Haddad são pífios? Salve #LULA Haddad Manu 13????

      1. O Brasil tem diferenças significativas com a França, mas a comparação das esquerdas de lá e de cá é pertinente. E as semelhanças entre Haddad e Macron de fato existem; se as negarmos, estamos nos auto-enganando. A esquerda francesa era até mais aguerrida que a brasileira; ela se fragmentou e foi destruída por dentro, primeiro com Francois Hollande, agora com Emmanuel Macron. Lá também o sistema judiciário tentou criminalizar a classe política (a vítima mais ilustre foi Nicolas Sarcozy, cuja carreira política foi arruinada por uma ‘condução coercitiva’). Na França a extrema direita foi (Marie le Pen) foi colocada como “bode na sala”, como “espantalho” a ser afastado; o antagonista escolhido pela banca e estado profundo de lá foi o neoliberal e financista Emmanuel Macron. Aqui no Brasil o plano era semelhante, mas a situação saiu de controle a banca aderiu ao nazifascista ex-capitão do exército.

        Os cerca de 29% dos votos válidos obtidos por Fernando Haddad não são mérito dele, mas de Lula e da militância aguerrida, que votaria em qualquer candidato apresentado pelo PT. Na verdade o desempenho de Haddad é vexatório se levarmos em conta que, mesmo após 15 anos de massacre midiático e judicial o PT tem a simpatia de cerca de 30% do eleitorado brasileiro – mais que a soma dos da simpatia dos demais partidos. Ou seja: Fernando Haddad sequer atingiu o teto do partido (històricamente entre 30 e 35% do eleitorado). Lula, que era e é MUITO maior que o partido que fundou, possuía, no final de julho, cerca de 41% das intenções de voto (cerca de 54% dos votos válidos); no início de setembro, pouco antes de ter a candidatura ilegal e criminosamente cassada pelo TSE, as pesquisas DataFolha e IBOPE (cujos resultados não foram publicados oficialmente) mostravam Lula tendo entre 49% e 52%das intenções de voto (algo entre 65% e 69% dos votos válidos). Note, então, que Haddad não conseguiu praticamente NENHUM voto lulista e não-petista. Não foi a toa que Ciro Gomes disse, há mais de um ano, que se Lula concorresse ele não seria candidato;os quase 13% de Ciro e outros 15% do nazifascista eram de Lula. Nem mesmo os que votaram em Ciro no 1º turno votarão todos em Haddad.

        Quanto à ocorrência de fraude, e grosseira, eu não tenho a menor dúvida; embora Geraldo Alckmin e Marina Silva estivessem desgastados e mesmo o primeiro tendo um latifúndio no horário eleitoral, não é crível que tenham tido, ambos, menos do 5% dos votos; ouso dizer que, sem fraudes, ambos teriam em torno de 20% dos votos (Alckmin com uns 12% e Marina uns 8%). A anulação de 3,4 milhões de registros eleitorais visou claramente prejudicar o candidato do PT; só aí tiraram dele uns 2,5 pontos percentuais. Outros 5% de votos foram tirados de Fernando Haddad na programação das urnas batizadas, sobretudo em SP, RJ e estados do Sul. Portanto, tirando esses 25% acrescidos pelas fraudes ao candidato nazifascista, este teria, na verdade algo em torno de 21,5 dos votos válidos, que é, històricamente, o teto da extrema direita. Em resumo: sem as fraudes Haddad teria obtido entre 35 e 36,55 dos votos, ainda bem abaixo dos mais de 45% dos votos válidos que Lula já tinha no mês de julho.

        1. Sarkozy sempre foi um direitista puro e duro. Qdo teve a prisão coercitiva já não tinha mais cacife político. Sempre foi um bufão. Quem azedou as eleições de 2017 foi Melenchon q do alto de sua arrogância negou apoio ao Benoît Hamon: um quadro q poderia ter recuperado o pouco da esquerda real do PS em frangalhos deixado por Hollande. Mas o ponto onde a comparação é equivocada é exatamente o PT q é um partido de base popular (mesmo com suas diferentes alas e posicionamentos; fato q inclusive o próprio Lula aprova). O Brasil sempre foi uma colônia e isso mesmo durante os anos de jovem democracia balbuciante. Nunca foi país imperialista. #LULA é figura respeitada na França de esquerda, e o PT tbm, apesar de não ser o partido “purinho” q Lula acabou decidindo não ser para chegar ao poder e governar.

          Não sou militante e tampouco filiado a qualquer partido. Ainda assim, discordo de todos esses cálculos sobre terem planejado um Haddad-Macron para perder na soleira da traição ao Lula. ISSO é grotesco e até pueril. Cara, veja o “caso Lula” em sua lógica inegável. Lula decidiu muito nessa história. Está dando sua vida e sua pele para q o PT possa se reerguer. Os erros fazem parte da luta tbm e é assim q Lula parece entender. Ninguém pode falar em seu nome e criar cizânias em torno de sua pessoa. Vc nunca imaginou por acaso q nosso velho Lula, hoje com 73 anos, possa ter feito tudo isso pensando em passar o bastão para alguém como Haddad? Teremos q escuta-lo um dia sobre isso. Eu não posso afirmar nada mas Lula teria gritado caso estivesse sendo coagido ou traído. Nem tudo na vida, e menos ainda na política, é assim branco e preto, pau e pau. #LULA é muito maior do q todas essas fofocas; o mesmo se aplica ao PT. Sem o PT toda a esquerda será liquidada. Fico por aqui para não ficar repetindo o óbvio. Saudações amigo. Força e coragem.

          1. Você é uma pessoa instruída e conhece bem a esquerda francesa; melhor do que eu, devo admitir. Lá como cá os líderes da esquerda são vaidosos, muitas vezes arrogantes, como você mostrou. Se Melechon e Hamon tivessem se entendido, o PS francês não teria ido para o vinagre e poderia ser hoje uma força capaz de fazer vigorosa oposição, mesmo Macron se sagrando presidente. Mas negar o flerte de Fernando Haddad com a finança e o neoliberalismo e sua grande semelhança com Emmanuel Macron, tentando se mostrar “de centro” ou não petista, procurando se afastar de lideranças históricas, como José Dirceu, tudo isso me deixa de alerta ligado. Como Ministro de Estado da Educação Haddad teve um desempenho muito bom; mas como prefeito de São Paulo, líder político e candidato presidencial ele se mostra fraquíssimo.

            Lula está há 6 meses numa solitária e um batalhão de 30 advogados o enganou, para que ele se entregasse aos algozes; um freira que lá esteve, assim como outras lideranças que o visitaram, confirmaram que o Ex-Presidente realmente acreditava que seria libertado poucos dias depois de recolhido ao cárcere. A meu ver, grotesco e pueril é acreditar que um preso político e incomunicável, que teve um primo assassinado na véspera dele se entregar aos algozes lavajateiros, que tem filhos e netos perseguidos pelo aparelho judiciário, que é mantido incomunicável, sofrendo coações, ameaças e chantagens de todo tipo tenha capacidade de fazer articulação política e definir estratégia de campanha. Lula foi traído e o chamado “PT jurídico-judicial”, que lhe tomou a legenda e criminalizou outras lideranças populares e sindicais que eram predominantes no partido, quer o espólio eleitoral dele. O PT só não foi destruído devido ao gênio político de Lula; mas o Ex-Presidente NÃO escolheu Fernando Haddad para substitui-lo. Qualquer um que tenha participado de alguma reunião da direção nacional do partido ou tenha tido a oportunidade de ouvir pessoas da velha guarda, integrantes da DN do PT, sabem que a ala “Mensagem ao Partido”, também conhecida como “PT jurídico-judicial” tinha por objetivo aniquilar as alas sindicais, populares e ‘guerrilheiras’; para atingir o objetivo trabalharam cerca de 20 anos. Toda a legislação punitivista, incluindo a ORCRIM Fraude a Jato, decorre da atuação dessa ala, que sempre tentou e agora consegue destruir o PT por dentro, criminalizando e colocando em prisão perpétua o maior líder do partido. O Deep State estadunidense rapidamente percebeu essa ambição do “PT jurídico-judicial” e por isso essa ala foi 1ª a ser cooptada; os estadunidenses já controlavam a PF e por meio do “PT jurídico-judicial” passaram a controlar também o MPF e vastos setores do poder judiciário, inclusive STJ, TSE e STF.

            O jurista Luiz Moreira tem feito descrições didáticas mostrando como o “PT jurídico-judicial” criminalizou, aniquilou ou prendeu as maiores lideranças históricas do PT. Negar esses fatos é que me parece pueril.

            A Política é por demais complexa e, de fato, nem tudo é preto-no-branco. Mas o estilo conciliador de Lula também tem seus limites. Lula e o PT operário e popular JAMAIS foram aceitos pelo poder real; eles foram “domesticados” e tolerados. Mas quando o império percebeu que o Brasil poderia sair de sua zona de influência, ainda mais tendo descoberto o Pré-Sal e possuindo a maior reserva de água doce, grandes quantidades de recursos minerais e energéticos raros, além de milhões de hectares de terras agricultáveis, fazendo parcerias estratégicas com China, Rússia, Índia e África, aí os estadunidenses resolveram acabar com a festa; o sistema judiciário, o PIG/PPV e as FFAA vira-latas e entreguistas, assim como as velhas oligarquias brasileiras, todos submissos e sabujos em relação aos EEUU, aceitaram de bom grado destruir TUDO o que, a duras penas Lula e Dilma conseguiram em 12 anos. Os imperialistas sabem que no mundo de hoje os golpes são de outro tipo, assim como as guerras. O Brasil é o “case” mais famoso de guerra híbrida e soft coup. A América Latina inteira está sob jugo estadunidense; a próxima vítima é a Venezuela. O alto comando do golpe JAMAIS permitiria que o PT, por meio de um candidato forte e nacionalista, voltasse ao poder por meio do voto popular, para desfazer o desmonte e o entreguismo destes dois anos e meio; é por isso que Lula está preso; é por isso que os golpistas impuseram Haddad como candidato. É mais fácil um camelo passar pelo orifício de uma agulha do que Haddad vencer o 2º turno, fazer um governo nacionalista e desfazer o desmonte e entreguismo dos golpistas. Ao descartar Lula, o PT legitimou o golpe, por meio da participação em eleição fraudada. Na remotíssima hipótese de Haddad se eleger ele não governa, a menos que dê continuidade ao programa do golpe; e nesse caso será morte definitiva do PT e da Esquerda.

          2. Nossa, vc repete essas ficções impressionantes misturando fatos reais de maneira obsessiva. Característica de todas essas pessoas q se ligam a essa seita. Ainda bem q o Brito está imune a esse tipo de narrativa nociva e distorcida. Lula terá a oportunidade de esclarecer esse monte de FUXICO criado e alimentado para destruir o PT e seus aliados. Por favor, deverias ter seu próprio blog pq aqui não vejo ninguém seguindo os passos dessa cizânia q acometeu um pequeno número de pessoas com essa tendência estressante. Como vc já tem todas as respostas e a certeza absoluta dos fatos no teu reino da ordem narrativa imutável, totalitária e petrificada, nada posso te dizer além de Boa Sorte com teu discurso dogmático. Esse mundo aí descrito é o teu mundo das trevas.
            SALVE #LULA guerreiro???? #HaddadPresidente????

          3. Mas note que rebati todos seus argumentos, sem grosserias e ofensas. Eu digo e escrevo verdades duras. Voto em Lula e no PT há 30 anos; apenas desta vez não votei num candidato presidencial apresentado pela legenda que simbolizou o Partido dos Trabalhadores. Meu voto sempre foi ideológico e no partido, enquanto o PT podia ser chamado de partido. Meu objetivo não é estressar você ou qualquer petista ou eleitor de Fernando Haddad, mas tão somente tirá-los da bolha do auto-engano. Não sou dogmático; observe que minhas análises e opiniões são embasadas em fatos. Não somos nós, os críticos que fazemos a autópsia e expomos as ‘células cancerosas que estão se multiplicando e criando metástases no organismo PT’, os que estamos destruindo o partido fundado por Lula. Ao contrário, ao mostrarmos quem está destruindo o PT por dentro, dando nomes e mostrando as traições cometidas, estamos tentando resgatar e salvar o Partido dos Trabalhadores. Se o PT for para o mesmo caminho do PS francês, a Esquerda Brasileira inteira vai junto. E por pelo menos duas décadas não haverá líderes nem esquerda viável eleitoralmente no Brasil.

          4. João, a “bolha do auto-engano” parece se aplicar a você pois é vc que criou uma narrativa absoluta. O teu nível de arrogância parece não ter limites. Lula é o fundador do PT e ele assume com respeito as virtudes e os defeitos do partido. O PT está fortalecido e continua sendo o maior partido do país. Lula é o primeiro a defender o partido e disse muitas vezes q todas essas críticas não se justificam. O PS francês nunca foi um partido popular comparável ao PT. Tua narrativa, não é a verdade absoluta e acima de tudo não pode falar em nome de Lula. Boa sorte WC Maya da Veiga.

          5. Ninguém, a não ser o próprio, pode falar em nome do Ex-Presidente Lula. Mas basta um pouco de raciocínio lógico e bom senso, para perceber que um preso político e incomunicável há mais de 6 meses, cuja família vive sob coações, chantagens e ameaças, não faz articulação política e muito menos traça estratégia e coordena campanha política de candidato que o substitui na disputa eleitoral. Fico estarrecido quando petistas, militantes e simpatizantes dizem ou proferem esses absurdos, colocando toda a carga e responsabilidade (pelos sucessos e fracassos) nas costas do Ex-Presidente Lula, mesmo depois dle ter sido colocado numa solitária, como preso político incomunicável. Os que responsabilizam Lula não dão sequer uma palavra sobre José Eduardo Cardozo, Tarso Genro, Paulo Teixeira, Wadih Damous, Rui Falcão, Paulo pimenta e outros que fingem defender o Ex-Presidente, mas o traem e apunhalam pelas costas há mais de uma década. Se não fosse o Ex-presidente Lula, o PT já estaria morto e seria hoje um partido de 3º ou 4º escalão e não teria conseguido eleger sequer 30 deputados federais; no Senado o PT tomou uma lavada e perdeu 7 das 11 cadeiras que ocupava na casa revisora. O PS francês não nasceu no sindicatos e no chão de fábrica, como o PT; mas foi popular e fez dois presidentes da França, um deles François Mitterrand.

            Nenhuma narrativa é verdade absoluta; eu nunca tive nem tenho a pretensão de ser portador da verdade absoluta. Você tem o direito de discordar da minha opinião e da minha narrativa; mas está encontrando dificuldades para construir argumentação lógica e válida para refutar a minha.

          6. João, cabe ao Lula somente falar de sua vida e de sua relaçao com o PT. Eu não acredito no que vc escreve nem nas tuas supostas “verdades”, embora saiba perfeitamente da ação dos diversos atores. Mitterant foi um socialista direitista. Isso não é segredo para ninguém nos dias atuais. A França é acima e tudo um pais profundamente conservador e hierarquico que continua controlando e explorando suas ex colonias. Não tenho tempo e menos ainda vontade de refutar ou provar por A mais B o teu discurso e a tua narrativa. Você tem o direito de ter sua opinião e eu tenho o direito de dizer que é muita balela e pouca linha na agulha. Boa sorte com suas narrativas e suas “verdades”. Reitero que não me darei o direito de desrespeitar o Homi, Lula.

        2. João, com as pauladas que o PT tem tomado esses anos todos diariamente na mídia, com o líder preso e incomunicável, com um candidato que fora de São Paulo ninguém conhecia e tendo começado a campanha mais tarde, considero um milagre o partido ter tido 30 milhões de votos. Eu respeito a sua opinião, mas para mim, a essa altura, não pode mais existir essa discussão se Haddad é o homem certo ou não. Ele foi indicado pelo Lula e está no segundo turno. É ele ou Bozo. Fosse Bozo um democrata, tudo bem, não gosta do Haddad, espera 4 anos e vota em outro. No entanto, quem garante que será possível votar em alguém daqui a 4 anos? Estou exagerando? sei lá, pode ser, mas com as declarações que ele, Bozo, dá da boca dele, acho bom não arriscarmos. Deixo aqui no final a quantidade de votos do PT nas últimas eleições, para ilustrar. Recolhi esses dados no UOL [ https://placar.eleicoes.uol.com.br/2018/1turno/ ], trocando ano a ano no link.

          Lula 2006 1º turno: 46.662.365
          Lula 2006 2º turno: 58.295.042

          Dilma 2010 1º turno: 47.651.434
          Dilma 2010 2º turno: 55.752.529

          Dilma 2014 1º turno: 43.267.668
          Dilma 2014 2º turno: 54.501.118

          Haddad 2018 1º turno: 31.341.997

          1. Essa compração não é justa. Em nenhuma dessas que você apontou há uma terceira via forte.

            Veja 1998, onde o próprio Ciro se apresentou:

            Fernando Henrique Cardoso : 35 936 540 / 53,06%
            Luiz Inácio Lula da Silva : 21 475 218/ 31,71%
            Ciro Gomes: 7 426 190 / 10,97%

            O percentual Lula + Ciro foi muito parecido com o de agora.

            Veja 2002:

            Luiz Inácio Lula da Silva : 39 455 233 / 46,44%
            José Serra : 19 705 445 / 23,19%
            Anthony Garotinho : 15 180 097 / 17,86%
            Ciro Gomes : 10 170 882 / 11,97%

            Ciro novamente com 12 %….

            Se você considerar 2002, os votos de Lula + Ciro no primeiro turno dão app 59 %. A votação do segundo turno foi 61 % pró Lula.

          2. Então, salvo algum desastre, e pelo que eu vejo no meu circulo de amigos, onde todos que foram de Ciro e Boulos irão de Haddad, vem mais ou menos uns 10 milhões de votos fáceis para ele. Além disso, estou vendo muita gente que anulou no primeiro turno aderir ao #elenão e indo de Haddad, conheço inclusive antipetistas nessa situação, onde, para eles, mais vale um ‘mal menor’ do que o caos total. Dá para reverter, mas o PT não pode errar.

  2. Eu percebi que numa fala ele disse: “o presidente sou eu”. Ora, ele já se considera presidente?

  3. Engraçado, não vi o Bolsonaro agradecer os católicos, porque será? Esqueceu ou quem sabe ele pensa que só o voto do evangélico tem valor. O que será que ele pensa sobre as outras religiões? Seria interessante que ele esclarecesse nos debates marcados, isto é, se os médicos deixarem, não é mesmo?

    1. Historicamente, os evangélicos sempre foram contra o PT devido às fortes ligações do partido, em suas origens, com a igreja católica. O Bolso teve de escolher entre uma ou outra…

      1. Mas agora virou um complô generalizado. Vide Livro de Edir Macedo intitulado “Plano de poder”. A idéia deles é invadir o palácio do planalto e os demais que se lixem. A pastorada irá agradecer muito e ficará complicado expulsá-los de lá, caso obtenham êxito. O povo brasileiro infelizmente esta sendo seduzido e abduzido por estes seres malignos que querem vender Deus a qualquer preço. É quase o apocalipse.

  4. Acho o Adadi um tanto picolé de xuxu.
    Desconfio que o povo sentiu essa falta de vibração e aproveitou para experimentar o Coiso, que nem precisou abrir a boca.

  5. Discordo de você sobre Bolsonaro. Ele foi muito bem, dentro daquilo que ele propõe ser e fazer. Pode até ter ganhos votos (não o meu).

    Ao PT, há que se escolher entre dois caminhos: ou cria uma frente ampla, de fato, já deixando claro o que está sendo negociado (tanto em programa quanto em cargos) e usando para defender enfaticamente a democracia, ou então radicaliza na defesa do próprio partido, algo que o PT não fez nos últimos anos e foi um dos motivos para nós estarmos nessa miserável situação atual, de ver o fascismo à beira de assumir o poder.

    Em qualquer caminho, será necessário muita firmeza da defesa das ideias, pois o mantra da horda fascista está muito enraizado na sociedade.

    1. Aposto como ele já está tendo aulas exaustivas de como se comportar nos debates, já que será impossível fugir de todos eles. O que acontecerá é que ele tentará ir a apenas um debate, na última data, para não parecer que fugiu dos outros. Seu desempenho neste debate será seu grande trunfo. Vão instruí-lo a levar o Haddad para uma armadilha daquelas de lógica simplória, e deixá-lo sem tempo de explicar uma resposta complexa e confusa. Assim, ele pretenderá vencer o debate aos olhos do povo e do povão. A estratégia quanto a isso será levá-lo para outra armadilha diferente. Tentar fazê-lo comer civilizadamente com talheres que ele não sabe como usar, pode ter efeito contrário ao esperado, porque se ele resolver quebrar as regras e comer com as mãos, o povo poderá aplaudi-lo e delirar com seu gesto simples e ousado. Haddad tem que pensar sobre o assunto. Não poderá ir a este debate desarmado, sem ter uma saída para todas as variáveis possíveis, lembrando-se sempre que o fim último do debate será conquistar votos e evitar perdê-los.

      1. É verdade. Tomar cuidado pra não dar margem pra ser chamado de arrogante, com o Bolsonaro, mais uma vez, saindo de vítima e visto como “gente do povo”. Os caras só fazer isso. Acusam os outros de usarem as sujeiras que eles usam e posam de vítimas.

  6. Em condições normais de pressão e temperatura das massas, eu também diria que Haddad se saiu melhor. Ele nem precisaria abrir a boca para isso. A diferença de nível é tão absurdamente grande que só aumenta a perplexidade. Como fomos parar no lugar em que estamos?
    Mas…
    Não podemos avaliar o presente a partir de qualquer visão “clássica”. O que está aí colocado é estado da arte. O que vemos não é o que eles vêem. Haddad vai precisar de uma rede capaz de compreender essa novidade para conseguir reagir.
    Pois…

    Eleger um Tiririca, vá lá…é o voto da piada. Mas eleger de uma vez só Tiririca, Alexandre Frota, Kim Kataguiri e Eduardo Bolsonaro não se explica com o conhecimento dominado. Trocar Suplici por Major Olimpo, tampouco.

    Botemos a cabeça para funcionar em rede para quebrar esse código…Tem um vírus espalhado pelo sistema e precisamos criar a vacina!!!!

    1. Acrescentaria ai a Janaina do impeachment , pura expressão do ódio e da intolerância. O povo está trocando o circo pelo pão, o ódio pela esperança, a violência pela paz. Resta saber quantos estão dispostos a embarcar nesta aventura fascista sem volta. Eis a questão.

  7. Achei que o Haddad foi bem, mas que o Bolsonaro falou melhor pro povão. O Haddad se defendeu e falou pra classe média. O Bolsonaro fez a média com eleitores e se defendeu de um ataque + leve.

  8. Analisando as entrevistas friamente não vi “vitória” de nenhum dos dois candidatos. Haddad falou o que precisava em pouco tempo, mas acho que deveria ter colocado ser uma disputa entre a democracia e o Fascismo. Boçalnaro falou para o seu eleitor, inclusive no vídeo é aplaudido por uma alienada. Muito cedo pra dizer quem foi o melhor, mas considerando-se que o Boçal já larga na frente, será preciso que Haddad faça muito mais.

  9. Brito, você esqueceu de um detalhe. Ele falou que vai isentar do IR, até 5 mínimos, mas disse, em seguida, que daí pra cima, ou seja, mais de 5 mínimos, vai igualar a cobrança em 20% para todos. isso significa uma perda para todos que estão entre 5 mínimos e 10 mil. É uma grande massa de classe média.

  10. Eu li na sputinik que as disparidades entre o resultado das pesquisas de opinião e o resultado da votação aconteceram em SP, MG e RJ, ou seja, na região sudeste. Pergunta que não quer calar: os mesmos institutos não fazem pesquisa no restante do país nao? Se fazem, por quê erraram só no sudeste?

  11. O COISO é isso mesmo: uma pessoa seca por fora e por dentro. Imagine só o vampirão entregando a faixa para o bronco fascista? Grotesco! Nosso país virou um filme de horror que agrada 50% da população, isso sim é assustador!

    Haddad foi perfeito como sempre. Contudo deu pra sentir q mesmo q ele grite ou vá para o ataque não adianta pois o CIRCO está montado numa correlação de forças desiguais e assassinas. Não sei e não vejo como o Brasil sairá dessa com 50% de pessoas apoiando um tosco bronco abjeto.

    Talvez o Brasil devesse se separar mesmo. Fundaremos outro país no norte/nordeste e deixaremos o sul/sudeste para os nazifascistas. Essa poderia ser uma solução.

    Essa entrevista absurda com pessoas controladas e recortadas em imagens virtuais parece ser o nosso futuro JÁ.

    1. Jamais repita essa conversa de separação. Este sempre foi o sonho dos países imperialistas. Dividir territorialmente o Brasil, para não ter um país gigantesco como potencial concorrente, foi o que levou os Estados Unidos, que já naquela época tinha assentado seu “destino manifesto” de dominar o mundo, a estimular o separatismo em 1824 e contrabandear armas para separatistas do Brasil, como os de Pernambuco na tal Confederação do Equador, que estava correta do ponto de vista ético, mas que dividiria um gigante em dois ou mais países pequenos, inexpressivos e facilmente domináveis. Ainda bem que a marinha do recém-instalado governo imperial foi alertada e afundou um cargueiro americano repleto de fuzis, logo que ele chegou na costa do Recife para armar os insurgentes. O fascismo, se vier, será passageiro, mas o Brasil unificado, com a sua riqueza cultural única, será eterno, para o bem da humanidade.

      1. Claro e óbvio caro Alecs, faça uma leitura simbólica e não literal. Até pq isso só seria possível com um banho de sangue. Leia como constatação de um fato insuportável no jogo desigual das relações de forças. Não seja mais alarmista do q os fatos q estão nos desafiando. Estamos em pleno século 21 e somos dominados pelo whatsapp… rsrsrsrs. O Imperialismo não precisa mais separar o território pois o faz através da tecnologia. Não, nunca quis esse dispositivo no meu telefone, invasivo demais para o meu gosto.

    2. As vezes eu acho, que a separação, diante de um SE, S e CO que preferem se subestimar e adorar o ‘glamour’ e o estilo dos cidadãos das cidades europeias e norte-americanas a ponto de dar-lhes de mão beijadam, então seja o caminho certo.
      Se o Nordestino e Nortista tem amor próprio e preferem a soberania e auto-afirmação, além de cobrar justo pelos seus meios de produção, então o S, SE e CO, que vão e se vendam barato.
      Entretanto, a separação será uma pena de qualquer forma.

      1. Essa idéia de separação sempre vem à tona quando algo dá errado, mas basta uma simples olhada nos mapas de votação para vermos que os votos do Nordeste são majoritários para Haddad, mas o Coiso também teve expressiva votação. E o mesmo se repete nas demais regiões, com vantagem para o Coiso, mas Haddad também foi bem votado, exceto em alguns Estados. Estamos todos juntos e misturados! Ainda há pouco um capoeirista baiano, em uma roda de amigos petistas, foi morto por um bolsonarista. Isso em Salvador, Bahia, um dos Estados mais petistas do Brasil! Minha conclusão: vamos ter que conviver com esses projetos de fascistas no dia a dia, pois eles estão infiltrados em nossas famílias, círculo de amizades, conhecidos, vizinhos, ambiente de trabalho, nas igrejas, etc. Afe!!!

    3. Essa idéia de separação sempre vem à tona quando algo dá errado, mas basta uma simples olhada nos mapas de votação para vermos que os votos do Nordeste são majoritários para Haddad, mas o Coiso também teve expressiva votação. E o mesmo se repete nas demais regiões, com vantagem para o Coiso, mas Haddad também foi bem votado, exceto em alguns Estados. Estamos todos juntos e misturados! Ainda há pouco um capoeirista baiano, em uma roda de amigos petistas, foi morto por um bolsonarista. Isso em Salvador, Bahia, um dos Estados mais petistas do Brasil! Minha conclusão: vamos ter que conviver com esses projetos de fascistas no dia a dia, pois eles estão infiltrados em nossas famílias, círculo de amizades, conhecidos, vizinhos, ambiente de trabalho, nas igrejas, etc. Afe!!!

      1. Brasil: nossa sina e nosso salut. Claro q é muito duro mas precisamos continuar a luta. Continuaremos certamente unidos até o fim com #Lula Haddad Manu 13 com a força do povo ????

    4. Sem sacanagem, já penso nisso há muito tempo. Por que não isolar São Paulo num outro país, que eles com certeza batizariam de “East Brazil”, “East Newland”, ou coisa que o valha. Aí e ali eles poderiam fazer o que bem entenderem – manter esta maravilhosa política cultural da Grobo, Band, Record, “Cultura”, etc, tornar o inglês o idioma oficial, firmar um acordo de Estado Associado com os Estados Unidos (como Porto Rico), entupir suas avenidas de “deliverys”, “drive-thrus”, “sales-off” e “drive-ins”. Com uma única condição – as imagens de suas tvs e o som de suas rádios não poderiam mais cobrir o Brasil remanescente. Já pensou o alívio geral, nacional, gente? Cada região poder criar e divulgar seus talentos locais na música, na literatura, no teatro, na própria política desvinculada do poder econômico de São Paulo, com suas rede bancária própria montada de forma bem mais desconcentrada e realmente financiadora da produção! Sem dúvida perderíamos a tal “Locomotiva” que puxou “25 vagões vazios”, segundo os ideólogos da “Revolução” de 32, mas com certeza as indústrias do Rio Grande,do Rio, de Minas, da Bahia, de Pernambuco e do Ceará forçosamente equivaleriam ao atual parque paulista. Pensem nisso.São Paulo – anchors aweigh! God bless Avenida Paulista!

      1. Ruyde ???????????????? Ainda não fomos proibidos de continuar criativos. E eles se tornariam a região brega do Brasil, enquanto NÓIS seríamos a vanguarda da brasilidade feita do Brasil real. Darcy Ribeiro e Paulo Freire ficariam felizes. Vale sonhar para sair do torpor da pancada do dia 7. Respiração voltando ao normal… rsrsrs

        1. Sem dúvida. Bem, dia 7 foi realmente um tanto desagradável, mas ainda estamos muito longe da derrota. Vários partidos estão se unindo a Haddad (é verdade que para o outro lado também) e até dia 28 vários outros com certeza aparecerão. De qualquer forma, é mesmo impressionante o vulto que o reacionarismo, ou mais exatamente, o nazismo tomou entre nós, na calada da noite, nos últimos tempos. Como é possível, se tudo estava razoavelmente bem (em certos aspectos, até extraordinariamente bem) até 2013? Bem, dia 28 está chegando e temos mesmo é que cruzar os dedos, porque se não vai ser algo de muito trágico mesmo para o Brasil.Vamos passar a invejar Porto Rico, Panamá,Paraguai,etc.

    5. Na verdade, não são 50% das pessoas. Bozo teve 32% dos votos totais, ou seja, 68% dos eleitores não votaram nele, além do mais, 40 milhões de brasileiros aptos a votar não compareceram às urnas e isso dá uma certa esperança pro segundo turno. Sei que é difícil reverter, mas não impossível!

      1. Ainda assim o susto é imenso. A dor tbm. Dai pensarmos no extremo, mesmo sabendo q o caminho de fato não é esse. Helas.

  12. Parece que o povo se cansou da narrativa da lava jato que sequer respeita o princípio da verossimilhança.
    Essa lava jato mais atrapalhou o povo do que ajudou. E todo mundo já percebeu que caiu no conto do vigário.
    Só o juiz do universo ainda não percebeu que é um jenio.

  13. Essa fala equilibrada, contida é próprio de um professor. Já melhorou muito e vai melhorar mais. Para dizer a verdade, não existe ninguém como o Lula cuja fala brotam do fundo da alma, é emoção pura. Essas dicas são ótimas para a assessoria do Haddad.

  14. Batalha perdida… Percebam que no vídeo do Bolsonaro, por mais ridículo que possa parecer a “eleitora” aplaude, grita o nome do candidato – ou seja, como uma torcedora fanática. O que a faria abandonar esse fanatismo? Não serão ideias, propostas, projetos.

  15. Pessoal , É importante lembrar que PODEM HAVER TROLLS INFILTRADOS CRIANDO DISCÓRDIA NO LADO DEMOCRÁTICO QUE É O NOSSO. Nao deem ouvidos a coisas esquisitas antidemocráticas que alguém por acaso poste aqui, fingindo estar do nosso lado. PRINCIPALMENTE SOBRE SEPARATISMO, NOSSO LADO DA DEMOCRACIA, NUNCA DEFENDEU NEM NUNCA DEFENDERÁ SEPARATISMO, DIVISAO, NEM SECTARISMO.

  16. Não adianta querer se iludir ou criar cortina de fumaça, Bolsonaro foi rigorosamente o de sempre.
    Fez um aceno claro para o Nordeste, agradecendo os votos que teve na região e, segundo ele, desmentiu fake news sobre bolsa família e tributação. Aparou as asas de mourão, mas, nesse momento, pareceu irritado e errou o prenome de seu vice duas vezes ao substituir hamilton por augusto, quando desautorizou as falas do tagarela quanto a autogolpe e constituinte composta por notáveis. Esse é um ponto que tem tudo para fogo amigo depois de eleitos, pois o general já demonstrou não ter freio na língua e nem vontade de aprender sobre comportamento de um político.
    Haddad foi o morno de sempre, que pra morrer de repente leva uns 10 anos. Não tem pegada para esgrimir com oponente, que tende a fugir das questões cujas respostas desconhece, caso vá a debates, sempre apontando para a corrupção do pt, ze dirceu, lula preso e fake news do pt, quando a campanha do milico despeja, diariamente, inúmeros posts.
    Valeu como largada do segundo turno.
    P.S.: A ida de haddad a Curitiba, hoje, conversar com o “gênio” responsável pela tsunami de domingo foi de lascar.
    – Meu garoto!
    – Meu pai-pai!

    1. Como assim, aceno para o nordeste? Em uma só frase foram vários absurdos:
      1 – Ao dizer que o nordestino não votou nele com medo do corte no bolsa família, assumiu que o eleitor do nordeste majoritariamente depende do benefício.
      2 – Mostrou claro desconhecimento do Brasil real. Como se o nordeste fosse aquilo que a Rede Globo mostra em suas novelas.
      3 – Não conhece os números do bolsa família, que atende a todo o país. Sim, o nordeste tem um número maior de beneficiários, porém, não justifica o preconceito.

      Esse Boltzo tem um estilo de linguagem completamente “fake news”. Tudo o que ele fala são exageros, meias verdades, falácias. Zero credibilidade.

      Outra, como assim ironizar o Lula? Até dias antes da eleição ele era reconhecido por todos como o maior estrategista político do país. Não deu vitória no primeiro turno para o PT e agora creditam nele a derrota parcial de domingo?

      Qual teria sido a manchete de todos os jornais hoje se Haddad não tivesse ido a Curitiba?

      a) ” Haddad mostra a sua cara e ignora o seu padrinho político”?

      b) ” Haddad, o desleal” ?

      Ora ora ora, um jogo se ganha com um time coeso, unido do começo ao fim.

      O Haddad tem se mostrado uma pessoa de espírito muito elevado. Muito acima da média do brasileiro. Não tripudia, não trai, não ignora o seu lugar, tem empatia.

      Quem dera o país estivesse sóbrio para reconhecer estas qualidades.
      Nos inspiremos nele!

      1. Menosprezar bolsonaro é um equívoco. Ele quis errar. Irritado com as duas questões, publicamente, mostrou que está se lixando para o vice dele.

  17. Já sabemos da renovação do Legislativo. Muitos que contavam em ser eleito ou reeleito ficaram pelos caminhos. Agora sim temos a eleição mais importante que é do Presidente da República.no primeiro tuurno gastamos muita energia dispersada, mas agora é nós contra o “coiso”. É muito importante.

  18. Haddad está discursando para os moradores do centro das cidades, que não votarão nele. Precisa urgente mudar a abordagem de apresentação de suas propostas, para que alcance o coração de quem talvez vote nele. O Bom mocismo não vai ganhar esta eleição marcada pelo ódio. Somos a última trincheira da democracia. O Nazi, no alto de sua prepotencia e ódio, dialoga bem com o povo e o tem convencido a ser mau como ele é. Ou o Haddad coloca emoção, vigor, força e muita sinceridade em seu discurso, ou não teremos chance. Acho que precisa focar firme no nordeste, é lá que talvez consiga virar o jogo.

    1. É isto ai. Tem que dizer que o Mausonaro insinou que iria fuzilar os petralhas, daí também a fuzilar os nordestinos, pois setenta por cento são petralhas. Abra o olho Nordeste, vocês poderão ser varridos do mapa. Gostaria de dizer Bomsonaro, mas não é possivel. O homem é mau mesmo.

  19. Embora alguns digam que a vitória da direita foi acachapante, entendo que isso não corresponde à verdade! Fazendo uma continha simples entre os candidatos de direita e esquerda, cheguei a 54% dos votos para a direita e 44% dos votos para a esquerda. Não vejo nada de acachapante nessa derrota no primeiro turno. Se a esquerda conseguir fazer um pacto e juntar forças para o segundo turno, tudo é3 possível. Até uma vitória da esquerda!

  20. Tem muito eleitor dizendo por ai o seguinte: Estou cansado, ou cansada de perder eleições para o PT, desde 2002, não guento mais. Indagados sobre o adversário, eles dizem: Não me interessa, voto até no cachorro, mas no PT eu não voto. É o que está acontecendo.

  21. Tem muitos jovens por ai sob ameaça dos pais, filhos de bolsonaristas, que não querem de maneira alguma votar no Bolsonaro. Estão sendo coagidos pelos pais, inclusive com ameaças de corte de mesadas, regalias e tudo mais. Dizem aos filhos que quando isto aqui virar uma Venezuela ou uma Cuba, ou quando os pobres lhes tirarem o que eles tem, terão que viver na miséria, ai eles verão o que é bom para tosse.Puro egoismo. Esta geração do futuro irá salvar a nossa pátria, não tenham dúvidas. É preciso tranquilizar estes jovens e dizer aos pais que o PT nunca foi e nunca será o bicho papão que muitos estão pintando.

  22. Nem vou comentar o ridículo do “depoimento” do nosso querido Hitlerzinho Requentado Tropical. Primeiro,lamentar que Haddad fique “frequentando” a Grobo, como todos os seus antecessores fizeram, o que ela, Grobo, entende como sendo medo dela e preocupação com ela, o que tem um certo fundo de verdade.(Ah, esquerdas nossas…) Vou só sublinhar o paroxismo do ridículo destes manipuladores de imagem e áudio, que eles aprenderam com a Fox, a CNN, a CBS, a NBC e a ABC, que é a risível Renatinha. Nos dias comuns, ela aparece toda jovial, sorridente,dando pulinhos sensuais e com um indefectível “até jjjjjjjjjjjá!”, quase no fim da novela, dito de uma maneira meio safada, querendo denotar intimidade e malícia com o telespectador. Agora quando vai entrevistar o “kumunista”, o “arrombador de cus”, o estuprador Fernando Haddad, é fundamental (segundo esses cânones televisivos norteamericanos) que ela se apresente com o máximo de austeridade, seriedade, frieza, “objetividade” e contundência. Qual é o melhor caminho para isso, dentro deste modelo? Encarapitar grossos óculos escuros na cara, botar o cabelo bem justo e falar com o máximo de impessoalidade na voz. É uma pena que a era stalinista tenha acabado em 1953. Ela faria um enorme sucesso por lá e seria bem mais conhecida que Tovaritch Bonner.

      1. Desculpe mas o meu marciano anda um pouco enferrujado ultimamente.Estes 9 quadradinhos não me transmitiram muita coisa, lamento informar. Tente o jupiteriano.

        1. Ruyde, adorei a tua verve divertida e criativa sobre o Haddad e a moça Renatinha. Muito bom, adoro gente que é capaz de escrever criticas com humor e inteligência.

          1. Obrigado, caro Atineli, sou apenas um modesto palpiteiro. Você também tem feito muitas críticas procedentes e contundentes. Acompanho sempre.Um abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.