Inflação segue em alta; dólar abre a R$ 4,00

Os 0,72% do IPCA-15, a prévia da inflação de abril, indicam o que qualquer um percebe nas suas contas ou nas idas ao supermercado: a trajetória da inflação segue em alta.

E  os R$ 4 com que o dólar abriu, hoje, consolidando o movimento de alta que há duas semanas tem mantido aponta que os preços seguirão, ao menos por algum tempo, pressionados: todas as mercadorias que se baseiam em matéria-prima dependente de preços internacionais tendem a subir de valor. Combustiveis, açúcar, óleo de soja, entre outros,  são candidatos favoritos a novas altas.

Pior: até junho, a tendência é de forte alta no acumulado da inflação em 12 meses,  que suporta os cálculos de preço e de juros com base na variação passada (ex post, na linguagem dos economistas).  Os índices de março e abril deste anos foram o triplo dos correspondentes a estes meses no ano passado e a tendência é que isso se repita, ao menos, no próximo mês, maio, que teve, em 2018, um IPCA-15 de apenas 0,14%.

No ano, o IPCA-15 acumula alta de 1,91% e, em 12 meses, de 4,71%, forte alta ante os 4,18% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores, encerrados em março.

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

6 respostas

  1. Meu gasto em supermercado no mês de março, sem aumento significativo de mercadorias compradas, me levam a suspeitar que os índices estão abaixo da realidade, apesar de subirem numericamente.

  2. Mas cadê o Queiroz? Não era para acabar a corrupção? Cadê o Queiroz? E o dinheiro laranja do Bebiano? Foi para onde? Os moralistas sem moral se fazem de mortos. CADÊ O QUEIROZ? Rede Globo. Os otários que votaram no Bolsonaro precisam de explicação. Alguns continuam babando.

  3. Na Argentina de Macri,o circo acabou e o povo voltou a disputar a tapa as promoções de carcaça de frango ( carcasa de pollo )….
    No Brasil do Bozo, com 30 % de apoio firme, enquanto houver circo , a ópera-bufa vai se mantendo !

    1. O Circo Bozo vai continuar firme e forte em seu picadeiro de horrores. É de quinta categoria, senso de humor zero e péssimo gosto mas a platéia, acostumada às porcarias produzidas pela tevê, vai seguir feliz até que seu bolso esteja completamente vazio. Sem pão, o circo cairá aos pedaços.

  4. Batata, Tomate, frutas comuns, tudo acima de R$ 8,00 o kg. Os indices ainda estao bastantes irreais com a realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *