Janio e o STF: “ruim com este, pior sem ele”

Do mestre Janio de Freitas, para quem ainda não entendeu o que está sendo jogado na crise do STF:

Por mais que a atual composição do Supremo possa ser insatisfatória, na média, para o devido pelo mais alto tribunal, por certo o é também para o plano de extrema direita. Por isso, Bolsonaro e os direitistas que o circundam incluíram no projeto da Previdência, apresentado por Paulo Guedes, a antecipação de cinco anos na aposentadoria compulsória de ministros dos tribunais superiores. Do Supremo, pois. Se aprovada, a antecipação permitirá a Bolsonaro nomear ministros ao seu feitio. São citados, aliás, para a primeira nomeação, João Gebran, desembargador da corrente extremada no Tribunal Regional Federal do Sul, e depois, claro, o retribuído Sergio Moro.

Desgaste maior do Supremo, portanto, fortaleceria o plano da extrema direita. Duvidosa embora, para muitos estarrecidos com a série de decisões decepcionantes do tribunal, ainda é lá que permanece a possibilidade de dificultar-se o plano medievalesco personificado em Jair Bolsonaro.

Ter personagens como Dias Toffoli, Alexandre de Moares e Gilmar Mendes como guardiões da institucionalidade é, convenhamos, desaminador. Mas é o que temos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

27 respostas

  1. Se aprovarem essa medida, quando a democracia voltar ela terá que ser anulado e os novos nomeados exonerados.
    Esse tipo de alteração só poderia ter validade no próximo governo, para descaracterizar a politicagem no judiciário.

    1. num mundo ideal isso nem deveria ser cogitado. Mas como estamos em outra galáxia….

    2. O problema é que a esquerda, quando está no poder, não anula os feitos da direita!! Veja o caso da Vale e de outras empresas!!! Se tivessem revertido tudo, nenhum empresário estaria apostando seu dinheiro nas privatizações. Pensariam duas vezes, pois correriam o risco de perder o investimento!!!!!

  2. Manter em funcionamento , nem que seja pelo emprego . Pois a maioria deles estão pra lá da direita .Infelizmente precisamos deles neste momento .

    1. sei que há muita gente seguindo esse raciocínio e quem sou eu pra contestar o mestre Jânio. Mas, como pessoa física, precisamos deles agora pra que, exatamente? Pra ficarem jogando ping pong com a prisão em 2ª instância e manter Lula sequestrado? Pra José conceder HC e Maricota revogar? Pra um liberar entrevista de Lula e outro revogar? São 11 supremos?

      1. Para adiar o máximo essa tragédia que é bozonazi nomear Gebran, Moro, e Bretas para o STF, e Dallagnol para a PGR. Na expectativa de que antes o bozonazi seja apeado do cargo de presidente. Enfrentar o Mourão é tarefa pra depois.

        1. como disse, a CF agora é publicação semanal. O que custa ao bozo ou seus chefes, aumentar o número de membros do STF? isso foi feito na ditadura anterior, sem maiores consequências. O que lhes custa diminuir a idade pra saída compulsória? Como respondi pro Alecs, em nome da colegialidade, me considero voto vencido e vamos à defesa da corte, que não defende nada além de seus interesses.

  3. Mas que essa corja é formada por covardes, canalhas e golpistas, isto é. A atual composição do STF vai ficar marcada para sempre por esses predicados. É necessário não ser republicano para a indicação de seus membros, principalmente quando os governantes são progressistas.

    1. Acho que tem que ser republicano. Não pode ser é idiota!! Ser republicano não é escolher através de indicação da direita. É escolher gente REALMENTE de esquerda. Apesar da escolha do Toffoli ter sido, supostamente, de esquerda, e se verificou que ele é de direita, devemos insistir no “republicanismo de esquerda”. Quando governo, escolher juízes, a pessoa tem que ser desde pequeno de esquerda. Acredito que, ao mudarmos o significado de republicano para indicar escolhas erradas, que são feitas independentemente de ideologias, damos abertura para a direita nos criticar como não democratas. A linguagem é muito importante no combate de ideias!!!

    2. concordo com a formção da corja. quanto a não ser republicano, é outra história

  4. Temos engolido muitos sapos, em nome de um bem maior. As togas supremas criaram a PEC da bengala, se não me engano pra evitar que Dilma nomeasse alguns ministros. Como a CF virou uma publicação em fascículos semanais, mudando de acordo com interesses mesquinhos, temos que nos contentar e até mesmo aplaudir a mediocridade, o arrivismo, as lutas intestinas do que se diz ser a mais alta corte. O STF não atendeu o básico, de respeitar a CF (antiga), as leis e os direitos. Mais uns ao gosto do freguês atual não reverterá o mal que já fizeram. É triste demais a gente viver ao sabor de birutas com poder. JB de toga dosou milimetricamente a pena de Dirceu, pra não permitir recursos de defesa, além de aceitar a teoria do domínio do fato. Rosinha utilizou a “vasta” literatura compilado por sujomoro, pra condenar sem provas. Carmen Lucia postergou a votação da questão da prisão em 2ª instância. Lewandowski lavou as mãos no show do golpe. GM impediu Lula de ser ministro. Os farsajatenses fizeram gato e sapato das leis, das normas, do respeito ao próprio stf. Não vejo que mal maior 2 deles poderão fazer, além do que já fizeram. Estado policial? Já estamos nele? Perseguições? Aos montes, que vão desde deputados e filósofos exilados a perseguições a professores de escolas pequenas. Desculpem o tamanho do comentário, mas não vejo porque defender essa corte, que nada faz pra se dar ao respeito. Que sejam colocados todos os farsajatenses de uma vez. Pelo menos são cínicos o suficiente pra gente não se surpreender.

    1. Eu vejo porque defender essa corte. A Globo está contra ela e ela está contra o Antagonista e a Lavajato.

      1. a globo está contra alguns. Duvido que esteja contra o Barroso, por exemplo. A corte também não está contra o antagonista e a farsa jato. Está, momentaneamente, se defendendo de acusações que atingem um dos seus, sejam verdadeiras ou não, coisa que tolera há mais de 5 anos, quando o alvo eram Lula e o PT. E, diga-se de passagem, tomou o pior caminho pra se defender: a censura, quando há N mecanismos legais e legítimos pra coibir calúnias e difamação (mas devem ter esquecido ou desaprendido como se usam as leis). Podemos falar em preservar a instituição, mesmo que ela não tenha feito nada pra se dar ao respeito. Tivemos uma presidenta sendo “homenageada” na porta de um bordel, lembra disso? Mas acho que sou voto vencido e, pela colegialidade, vamos tentar preservar essa corte em quase extinção

      2. Muito pouco para quem usou e abusou de atitudes desrespeitosas com a carta Magna do país. Principalmente por ser pago para isso.

  5. URGENTE !!

    Espero que este blog tome ciência e faça um artigo sobre uma notícia estampada no Jornal O Dia (RJ) :
    ” Governador Witzel quer derrubar possível candidatura de Eduardo Paes à Prefeitura do RJ utilizando o Juiz Bretas ”
    A utilização do judiciário para atingir adversários políticos escancarou-se .
    VERGONHA MUNDIAL !!

  6. como diz o feirante, é o que tem para hoje. me parece que as escolhas para o supremo foram as piores possíveis, maior erro do pt.

    1. Não se esqueça que o Poder Executivo indica, quem aprova é o Senado Federal, depois de sabatinar o indicado, e em votação secreta.

  7. Estamos chegando no seguinte impasse, mantendo o tipo de nomeação do STF: revolução ou abandono do país!!! Se correr, o bicho pega (Bolsonaro implanta juízes de extrema-direita amigos dele). Se ficar, o bicho come (continuamos com um Judiciário inimigo da esquerda). No final, manter este Judiciário não tem o mesmo efeito do que permitir trocá-lo? O único jeito é termos um Judiciário Supremo com eleições diretas!! Com tempo de permanência no cargo.

  8. A democracia acabou faz tempo. Agora caminhamos rumo à inquisição. Nuvens negras no horizonte. Quando reagiremos?!

  9. Ao autor da charge: troque Alexandre de Moraes de lugar com o Moro. O papel de Judas Iscariotes cai melhor no Marreco de Maringá.

  10. Tiraram de pauta a prisão de condenados em segunda instância para não libertarem Lula. Infelizmente retornamos ao tempo que a lei não valia para todos. Mas mesmo assim, quem viveu o governo Lula e Dilma jamais irá esquecer que é possível um país onde todos tem oportunidades iguais, onde todos podem ser felizes.

  11. Jânio de Freitas está certo. Precisamos fechar o nariz e impedir a destruição do STF.
    Precisamos, também trazer os movimentos sociais e a classe média de volta às ações políticas.
    E necessário, também, aproximarmo-nos dos empresários nacionais que se ferraram com o desmonte do parque industrial do petróleo e gás e da cadeia produtiva do setor automotivo.

  12. VAI SER PRECISO NOVA CONSTITUINTE E VARRER O PARTIDO NAZI-JUSTICIALISTA MAÇÔNICO DO PAÍS!
    AFUNDA BRAZZZIL!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.