O segredo dos culpados

Só não é inacreditável a notícia de que Paulo Guedes decretou “segredo de Estado” sobre os pareceres e os números que embasariam sua proposta de mudanças na Previdência Social porque, no Brasil de hoje, é preciso acreditar em monstruosidades.

A explicação pífia de que estes estudos seriam “preparatórios” é absolutamente ridícula, porque eles já geraram uma ação de governo – a apresentação da PEC – e, portanto, já produziram efeitos e não se tratam de abstrações ou ensaios teóricos.

Sabe-se, graças à Instituição Fiscal Independente, que não é de R$ 1,1 trilhão a “potência fiscal” alegada por Guedes. Dizem os técnicos do Senado que é, na verdade, de R$ 670,9 bilhões, em dez anos. Nesta conta não está incluída a “mordida” nos abonos do PIS para quem ganha entre R$ 1 mil  e R$ 2 mil, que, isolada, jamais passaria no Congresso.

Mais da metade daquele valor apontado vem do adiamento das aposentadorias por tempo de contribuição, que sofram duplo desconto: o tempo extra, até que se completem os 62/65 anos do segurado, a nova fórmula de cálculo que estende para  toda a vida laboral – e não mais para os 4/5 melhores dos seus recolhimentos nos últimos 25 anos –  e ainda o brutal aumento para 40 anos de recolhimentos para que os segurados do INSS tenham direito a 100 desta média já rebaixada.

É daí, do trabalhador privado por tempo de contribuição – onde quase 90% ganham menos de R$ 2 mil mensais que virá mais da metade da “garfada”: R$ 352,2 bilhões.

Das pensões por morte do segurado, tira-se mais R$ 100 bilhões, diz o IFI e dos inválidos mais R$ 75 bilhões, enquanto a redução das aposentadorias rurais renderia mais R$ 50 bilhões.

A tal “justiça social” contida no aumento das alíquotas para os melhores salários dos servidores públicos da União, tão alardeada como mérito da reforma contribui com menos de míseros 3%  da economia: R$ 25,5 bilhões em 10 anos, brutos, e menos 28% disto, se compensado o valor da redução do IRPF, pois as contribuições previdenciárias são dedutíveis da base de cálculo.

Aliás, menos que a redução do IR recolhido com a faixa mais alta – de dois a cinco SM – que, segundo o IFI, “situa-se entre R$ 23,1 bi e R$ 32,5 bi, no período de 2020 a 2029”.

Tudo isso, porém, foi calculado com base nos resultados fiscais agregados de que se dispõe e não pelos ensaios específicos feitos pela equipe de Paulo Guedes.

Terça-feira, na Comissão de Constituição e Justiça, espera-se uma saraivada de cobranças pelo levantamento do sigilo imposto por Guedes às contas que embasariam seu projeto.

Mas, como somos o país onde o inacreditável acontece, é provável que a base do governo diga que não tem problema e que guedes, como aquele camelô do comercial de TV é a própria garantia de que as contas estão certa e salvarão Brasil.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

26 respostas

  1. Eu entendi bem? Os estudos e pareceres que embasaram a reforma da previdência elaborada pelo mercado estão sob sigilo? Isso não é inacreditável, isso é INACEITÁVEL.

    1. Ah tá. Depois que a vaca foi para o brejo, digo, depois que a proposta for aprovada, os afetados terão acesso aos dados.

  2. As más intenções têm assim um atestado oficial. Impossível de ocorrer isso em uma democracia. O Congresso tem que ter acesso a todo e qualquer material relativo a isso, e por sua vez franquear este material à imprensa.

  3. As más intenções têm assim um atestado oficial. Impossível de ocorrer isso em uma democracia. O Congresso tem que ter acesso a todo e qualquer material relativo a isso, e por sua vez franquear este material à imprensa.

    1. O Brasil vai demorar pra cair no abismo de verdade. Os governos do PT deixaram a economia com bases tão sólidas (Meirelles disse isso por sinal), que o país ainda resiste, depois de cinco anos de ataques e destruição.

    2. Se cair no abismo, como você escreveu, será com certeza, obra do Bozo e seus Boçalnetes (estúpidos, amantes da ditadura, viúvas do Aécio e racistas de plantão).
      Sem esquecer que o abismo está mais perto dos seus “jênios” que afirmam que a terra é plana….

    3. Vamos deixar de idiotices… o Brasil é parte de um continente que faz parte de uma placa tectônica e não tem nenhum abismo à espreita no lento deslocamento desta…..

    4. A paspalhice está mesmo tomando conta do Brasil. Seria de bom alvitre você deixar de ser paspalho, bobo e burro e ir estudar! Tipos como você, que dão apoio a esses vagabundos que tomaram de assalto o governo, atrasam o Brasil!

  4. Esse governo não surpreende nunca. Aliás, vai sobrar quantos para contribuir? Eles não avaliam n|m a realidade com competência. Repetem as ilusões de sempre. Sem o PT iriam crescer …

  5. Fernando, apesar disso tudo, acho que a reforma da Previdência passa, apesar de injusta por não combater os maiores privilégios (judiciário, legislativo e militares) e por não combater a sonegação. Talvez seja um pouco suavizada na sua versão final, mas acho que passa.
    Digo isto porque essa reforma é uma demanda do sistema financeiro e empresarial, o mesmo sistema que financiou as campanhas de vários deputados e senadores eleitos.
    Os congressistas vão votar para atender as demandas de seus financiadores.

  6. Em qualquer país decente, a correção de problemas no financiamento do Estado se faz mediante REFORMA TRIBUTÁRIA. Só nesta terra governada pela barbárie os rombos orçamentários são cobertos mediante assalto às economias dos mais pobres (e até dos miseráveis), enquanto os ricos permanecem intocáveis. O que causa perplexidade em todo o mundo é que tamanha desumanidade é aceita com uma naturalidade bovina por toda a sociedade brasileira.

  7. 1) e o governo se atreve a apresentar uma proposta baseada em “estudos preliminares”? Ótima oportunidade para rejeitar tudo, vá terminar seus “estudos”, depois faça uma proposta séria e apresente para nossa avaliação.

    2) já vimos a merda que foi empossada quando aceitamos eleger sem que participasse dos debates e portanto sem mostrar seus “dados”. Será que no congresso tem tanto bovino assim para repetir este erro?

  8. Caro Fernando:
    Palavra de Pericles aos atenienses:
    ” deveis ter em mente que nao ha felicidade sem liberdade e o fundamento da liberdade e’ a coragem”. Enquanto nao formos para as ruas para destruirmos os fascistas opressores e seus admiradores, nao havera’ liberdade. Percamos o medo e a reto’rica e vamos a luta. Nao podemos deixar a democracia morrer na nossa geracao. Se fos a luta em 1968, por que nao agora. Levantemo-nos oh oprimidos, o clarao da liberdade esta na nossa frente.

  9. Teve um cara que apareceu numa live da TV Solnik…vc ouvindo o cara não acredita no discurso dele…São todas as abrobinhas vomitadas diariamente no grupo Globo….e o cara está convencido que é verdade!!! Quando o Solnik apertou um pouco o intelecto dele o cara foi embora gentilmente…a guerra é de informação pessoal….tem um vídeo do Eduardo Moreira no qual ele posta 44 motivos num documento pra não aprovar a deforma da previdência…imprimam e distribuam
    …é incrível mais é o que podemos.usar pra contrapor essa máquina de destruição

    1. O cara absolutamente sem noção, se achando muito intelgente sendo que comentarios absolutamente idiota. Solnik tentou lhe dar umas orientações mas …te digo….foi absolutamente ignorado. Para mim um perfeito bozominiom….

  10. O Congresso tem parlamentares e parlamentares. Os progressistas podem fazer um barulho enorme apenas com as informações acima. Veremos.

  11. Talvez o povo brasileiro entenda, finalmente, que nem todo político é igual, que política é para discutir sim senhor, que o voto é importante, e que o que o jornal diz nem sempre, mais corretamente quase nunca, é o que interessa ao leitor.

    Talvez o cidadão de classe média entenda que se os mais pobres melhorarem de vida ele também melhora, mas se os muito ricos ficarem mais ricos provavelmente ele piora.

    O mesmo ocorre nas empresas: chefes que ajudam os subordinados a crescer costumam ser empurrados por eles para cargos ainda mais elevados.

    Mas talvez isso tudo signifique apenas sofrimento e nenhum aprendizado.

  12. Alguém já viu esses estudos? Será que existem? rs
    Numa reunião da CCJ que eu assisti o Paulo Guedes foi cobrado – os parlamentares queriam ver os dados, os números, as bases das quais partiu para chegar no tal objetivo de 1 trilhão. Guedes não respondia essa questão.

    1. Para mim, se os parlamentares tivessem o mínimo de decência (ou fossem duramente cobrados por seus eleitores – nós), não votariam a proposta enquanto esses dados não aparecessem.

  13. Guedes é o Pinotchuca, o tchutchuca pinochetista.
    Tchutchuca dos bilionários, pretende implantar o mesmo programa econômico que ajudou a implantar no regime pinochetista.
    Serve aos mesmos senhores desde então e as vítimas também são as mesmas.

  14. Os “inacreditáveis ” por parte da quadrilha liberal,simples bandidos de gravata e perfume francês ,são fartamente conhecidos ,aguardados e já não sorprendem ninguém.
    O INCREDITÁVEL QUE ESTE PAÍS PRECISA,É ESSA MASSA DEFORME BURRA E IMBECIL QUE COMPÕE A POPULAÇÃO BRASILEIRA ,ACORDAR E PARTIR PRA CIMA DELES.
    ISSO DE TÃO INACREDITÁVEL ,VIROU IMPOSSÍVEL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.