Tales: o governo quer mesmo a reforma?

O governo Bolsonaro, com as devoluções dos recursos do Tesouro colocados no BNDES e no Banco do Brasil, as privatizações e o s leilões do pré-sal, avalia Tales Faria, em seu blog, iria zerar o déficit público, doce ilusão de que “fechar o mês” é o mesmo que equilibrar as contas.

Bolsonaro toma como base uma projeção do ministro da Economia, Paulo Guedes, para concluir que não precisa tanto assim do Congresso. Nas contas do “Posto Ipiranga” do presidente, já está garantido o cumprimento de sua promessa de campanha de zerar o deficit já no primeiro ano de governo. Nas contas do “Posto Ipiranga” do presidente, já está garantido o cumprimento de sua promessa de campanha de zerar o deficit já no primeiro ano de governo.

Pretensão e água benta, claro, cada um usa quanto acreditar nelas, ainda mais quando contabilidade e caixa podem ser tão diferentes e em governo e em governos do Brasil, sobretudo.

A questão é esta visão de que a reforma da Previdência seria o “sair no lucro” para Bolsonaro e que, portanto, ela deve ser deixada na conta do Congresso, que assumiria todos os desgastes.

Tales, corretamente, observa que “faltou combinar com os russos” como perguntou Garrincha ao técnico Vicente Feola.

Os impasses no acordo para aprovar a proposta de emenda consticucional na Comissão de Constituição e Justiça – aquela na qual governo e “Centrão”, da boca para fora, concordavam em manter tudo, na íntegra, são uma avant-première de que não há tal combinação.

Nem mesmo a ânsia de Rodrigo Maia em cacifar-se junto ao mercado financeiro como “o homem que viablizou a reforma” é capaz de fazer agrande maioria de deputados do baixo clero colocar o pescoço na guilhotina pelos traços mais violentos da proposta, e eles não são só o BPC e a aposentadoria rural.

O governo vai conseguir fazer a reforma nesta primeira etapa, depenada de algumas excrescências – os jabutis admitidos pelo próprio Guedes –  mas não terá como sustentar as “maldades” na segunda fase. E não serão apenas aquelas duas, mas aquelas onde está a chava da economia que se pretende com o saque dos recursos dos trabalhadores: o cálculo das médias de proventos, as regras quase ausentes de transição e o desumano abate das pensões e aposentadorias por invalidez.

A novela da Previdência promete ser longa e cheia de reviravoltas e não creiam que ela será “aquela que o Rodrigo Maia quiser”, como os bolsonaristas passaram a admitir.

Ela será a que o Centrão quiser, se é que será alguma não quase apenas formal.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

5 respostas

  1. COMEMORAMOS A RESISTÊNCIA DO VENEZUELANO,DOS NICARAGUENSES,COMEMORAMOS A REAÇÃO DO CUBANO FRENTE A NOVAS AMEAÇAS NORTE AMERICANAS,A QUEDA A DERROCADA DO ISIS UM ESTADO TERRORISTA CRIADO PELOS NORTE AMERICANOS QUE TAMBÉM CRIARAM A AL QAEDA,O FUTURO PROMISSOR NO MÉXICO DE OBRADOR.
    QUAL A POLITICA DE ESTADO DA NICARAGUA,DA VENEZUELA,DE CUBA,DO MÉXICO E MESMO DA SÍRIA QUE NÃO A SOBERANIA DE SEU PAÍS,O DESEJO DE CAMINHAR PELOS SEUS PRÓPRIOS PÉS?
    VIVEMOS COMEMORANDO VITÓRIAS,AVANÇOS,CONQUISTAS DE POVOS QUE SOFREM INTERFERÊNCIA DE UM ESTADO CONSERVADOR,GENOCIDA E PREDADOR,ESTADO QUE SEMPRE CONSPIROU CONTRA O BRASIL POR MEDO DE QUE NOS TORNASSEMOS UMA GRANDE POTÊNCIA E ISSO SE PRENUNCIOU NOS GOVERNOS DO PT.
    LOGO TEREMOS ELEIÇÕES NORTE AMERICANAS E CA ESTAREMOS TORCENDO POR BERNIE SANDERS MAS QUAL É A POLÍTICA DE ESTADO DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA QUE NÃO A INTERVENÇÃO,QUE NÃO A CIA,A NSA E O PENTÁGONO?
    DE QUE NOS SERVIU AS VITÓRIAS “DEMOCRATAS”NO PAÍS DO NORTE?
    RECENTEMENTE LULA DESABAFOU QUE BUSH E CONDOLEEZZA RICE FORAM MAIS AMIGOS E MAIS HONESTOS COM O BRASIL QUE OBAMA E HILLARY CLINTON.
    FORAM A DUPLA”DEMOCRATA” OBAMA E HILLARY QUEM DEU O GOLPE NO PARAGUAY,FORAM OBAMA E HILLARY QUE ESPIONARAM DILMA,LULA,O PT E A PETROBRAS E FOI OBAMA O PILOTO DE DRONES ASSASSINOS QUE RECEBEU O NOBEL DA PAZ E CHAMOU LULA DE “O CARA”.
    ISSO É POLÍTICA DE ESTADO!

  2. Até parece que a reforma da previdência é a panacéia que vai resolver todos os problemas econômicos do Brasil.
    Vai é aumentar ainda mais a recessão, a miséria e o subdesenvolvimento no Brasil, com a redução ainda maior do poder de consumo da população.
    Já se essa barbaridade for aprovada, os já astronômicos lucros dos banqueiros vão se multiplicar e atingir cifras nunca dantes imaginadas pelas próximas décadas.

  3. bolço, aposentado depois de 15 anos fazendo merda e tramando atos terroristas podia começar a reforma devolvendo o que sugou do povo brasileiro.

  4. INTERESSANTE SERIA VER O “DIA SEGUINTE” DOS BOBÓNALHAS …
    OS AGRICULTORES BOBÓS AGROMINIONS TERIAM QUE PEDIR EMPRÉSTIMOS PRÉ-PRÓ-PÓS COLHEIRA NOS BANCOS PRIVADOS… E NEM PODERIAM DEPOIS PEDIRA ANUAL ANISTIA OU CORTE DE MULTAS !
    EMPRESÁRIOS E INDUSTRIAIS JAMAIS TERIA AS MUMUNHAS DOS PROGRAMAS DE VENDAS DE CASAS AOS BANCOS PÚBLICOS COM A CAIXA PRINCIPALMENTE, O FGTS IRIA SUMIR E OS PREFEITOS TERIAM QUE PEDIR INVESTIMENTOS EM INFRA-ESTRUTURA NA PUCHA QUE OS PARTIU! OS EXPORTADORES E A INDÚSTRIA FICARIAM SEM O BNDS… OS CAMINHONEIROS BOSÓS, UMA TRIBO DA ESTUPIDEZA HUMANA, TERIAM QUE COMPRAR DIESEL DE EMPRESAS INTERNACIONAIS…. A PESO DE OURO!
    ENFIM…
    É PRECISO QUE A ECONOMIA AFUNDE RÁPIDO! ASSIM, A DEMOCRACIA VOLTA MAIS RÁPIDO!
    AFUUUNDA BRAZZZIL!

  5. Não sei. Com eleições garantidas por meios fraudulentos, penso que os deputados esperam apenas uma recompensa maior. São bandidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.