Laudo mostra que porteiro da Fiocruz foi alvo de “sniper”

O jornal Extra obteve o laudo pericial que indica que Rômulo Oliveira da Silva, de 37 anos, porteiro da Fundação Oswaldo Cruz, assassinado quando estacionava sua motocicleta na Favela de Manguinhos, há dois meses, foi morto por um tiro de fuzil, disparado de cima para baixo.

O laudo é compatível com a acusação de testemunhas da morte, de que o disparo foi feito por um atirador de precisão do alto da torre da chamada “Cidade da Polícia”, vizinha à comunidade.

É, provavelmente, a primeira vítima fatal dos ‘snipers’ que o governador Wilson Witzel diz já estarem em ação para “mirarem na cabecinha” de quem julguem estar armado de fuzil.

Rômulo não estava, é claro.

Mas, diz o governador, isso não é problema dele.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

20 respostas

  1. um dia vamos saber em quais condições esse psicopata foi eleito
    pouco antes do 2° turno ele era um completo desconhecido

    1. Tem um outro chamado Romeu Sem a também um desconhecido foi eleito governador de Minas. Ja estão pedindo a cabecinha dele!

    2. E as tais urnas que podem ser fraudadas, Boçal Nato?

      Após sua eleição tornaram-se confiáveis por um passe de mágica?

      1. tem essas das acusações sobre as urnas tbm,
        mas ao que parece não foram as urnas

        mas como por encanto candidatos que estavam liderando as pesauisae derreteram e outros desconhecidos apareceram vencedores em poucos dias

        Dilm, Requião – são 2 exemplos disso
        e sabemos muito bem que a industria de FakeNews trabalhou a todo vapor nesses últimos dias e que a eleição – como um todo – foi uma grande fraude

        1. Bolsonaro ganhou na fraude das urnas… Ele dizia que não confiava, mas sabia que ia ser beneficiado pela fraude da “Justica” Eleitoral… Era para disfarçar… Tudo combinado…

          1. não duvido de nada
            e não só ele né? o governador do Rio poucos dias antes nem pontuava

            uma coisa é certa
            essa eleição foi uma fraude total e completa

  2. No interior há um ditado popular simples, que sintetiza o que os cidadãos cariocas, fluminenses e brasileiros, com alguma dignidade, pensam a respeito desse miliciano que hoje se diz governador do RJ: “Que a ti seja dado em dobro tudo o que aos outros desejares”. O crime só é organizado quando praticado ou aceito pelas instituições e corporações que compõem o aparato estatal. No RJ e no brasil o crime organizado controla os três poderes.

  3. Quando alguém lograr acertar a cabecinha dele, aí será tarde demais para ” acabar com esse negócio”!

  4. PITACO DO BORÔ; NÃO SERIA O CASO DO GOVERNADOR RESPONDER NO TRIBUNAL INTERNACIONAL DE HAIA, JÁ QUE NO BRASIL NÃO EXISTE MAIS O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO?

  5. Estamos marchando para o estado autoritário policialesco, implantado graças ao desejo da elite econômica nacional, que não tem condições de filosofar sobre o país e a Humanidade. Virá o momento no qual ninguém mais terá coragem de sair às ruas, a não ser em carros super-blindados, que trafeguem de uma toca para outra em alta velocidade, sujeito a saraivadas de projéteis de todo tipo. O povo pobre não vai morrer, vai se espremer como puder, nos guetos das periferias, contidos por muros. Terá armas, porque a corrupção vai aumentar e muito, já sem freios morais para ser contida. O capitalismo avançado nada mais é do que uma espécie de pirataria. Ele transforma as próprias igrejas em pirataria. A falência da Democracia é a mais terrível doença social, porque é uma doença mater. Diz Hannah Arendt: “A dominação total não permite a livre iniciativa em nenhum campo da vida, em nenhuma atividade que não seja inteiramente previsível”. “O totalitarismo no poder substitui invariavelmente a todos os talentos da primeira fila, sejam quais forem suas simpatias, por aqueles fanáticos e lunáticos cuja falta de inteligência e de criatividade segue sendo a melhor garantia de sua lealdade”. (Hannah Arendt, Origens do Totalismo”.

  6. Requião e Dilma “perderem” foi armação clara da “Justiça” Eleitoral. Jamais perderiam com aquelas pesquisas que ganhariam com grande folga. A maior fraude da História, sem dúvida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.