Lucena, no ônibus: “foi um atentado”

miguelito

Poucos jornalistas acompanharam, como sempre, a caravana de Lula pelo Sul, mais interessados em dar espaços aos grupos de agressores que, primeiro com pedras e ovos, tentavam impedir os atos pacíficos do ex-presidente.

Uma, porém, e das mais respeitadas do país, cuidava de ver o que se passava. Eleonora de Lucena, ex-editora executiva da Folha, descreveu o que houve, sem a falta afetação de gente que trata atentado como “incidente”.

Aliás, antes, ela já nominava os grupos de agressores pelo nome, ao dizer que “milícias fascistas tentaram novamente  acabar com a caravana do presidente Lula no Sul.”

Jornalismo não é uma atividade “neutra”, a não ser quando é cínico.

Pedras de novo, pensei;
mas o ruído era diferente

Eleonora de Lucena, na Folha

O barulho seco no lado direito do ônibus provocou silêncio. Pedras novamente, pensei. Pedras, alguém falou. O ruído foi diferente. 

Tínhamos recém partido de Quedas do Iguaçu, onde Lula fizera ato. Dez minutos de viagem e veio o impacto. Era local de vegetação fechada, mato alto na borda da estrada. O comboio continuou.

Minutos depois, carros da PM passaram pela caravana. Não pararam nem acompanharam o comboio.
No trajeto, manifestações de apoio de moradores. Crianças ensaiavam corrida para acompanhar os ônibus.

A 1 km do destino, Laranjeiras do Sul, o motorista reduz a velocidade. Para. Descemos. Pneu furado, alguém disse. Saltamos. Miguelitos (ganchos de metal) nos dois pneus da direita. Logo identificamos as marcas dos projéteis.

Foi um atentado. A escalada fascista subiu mais um degrau. Grupos ultradireitistas não enxergam limites. Ovos, pedras, projéteis, chicotes. São milícias armadas que planejam atentados. Como as gangues que precederam as SS nazista. O mesmo modus operandi terrorista.

Vi isso num crescendo nos últimos dias. Adeptos de Bolsonaro, ruralistas, pessoas violentas que berram e xingam. Eu mesma levei uma ovada na cabeça no sábado só por estar saindo do hotel onde estava hospedado Lula. “Lincha, é comunista”, ouvi em algum momento.

O país precisa reagir. O atentado não foi só contra Lula. O projétil foi contra a democracia. Democratas precisam aprender com a história e formar já uma frente ampla contra o fascismo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

23 respostas

    1. É bom que o STF veja isso, e nas mãos de quem irá parar o Brasil se derem prosseguimento ao golpe Sem Provas, volume II.

    1. Esse “fraquim” (minúsculo mesmo) além de covarde e mal agradecido é um verdadeiro canalha! Enquanto isso, o Lula mostra o quanto é cabra macho para valer, com uma inteligência brilhante,muita dignidade, ousadia – comprova sua inocência e competência inquestionável para gerir os destinos do Brasil. Por isso, pretendem calá-lo!

  1. É bom reagirmos agora, porque se descermos um pouco mais, vai ficar muito CARO sairmos dessa pocilga.

    1. Não dá para confiar nessa imprensa dependente de patrocínio, seja oficial, seja empresarial. Necessário se faz cumprir a Constituição que manda democratizá-la, ou seja, pulverizá-la, acabando com a dominação de vários órgãos de imprensa sob um único controle familiar moldando as notícias conforme interesses particulares, deformando a correta informação da população, formando robozinhos papagaios de repetição..

  2. O que mais me impressiona é a falta de reação dos democratas brasileiros. Na realidade parece que são poucos, diante da horda fascista. O Brasil é um país podre em suas esferas mais “educadas” e de maior poder.

    1. Os fascistas são pucos mais fazem muito barulho porque não enfrentam reação na mesma moeda.
      Em todas as fotos havia uns dez ou vinte deles nas agressões. Claro que estavam escoltados pela polícia, que hoje, é a verdadeira milicia bolsonarista.

      1. Adeptos da continuidade da corrupção descontrolada entesourando a parte impatriótica de uma elite descomprometida com o futuro do Brasil, facilitando a entrega de nossas riquezas à cobiça internacional em troca de propinas.

    1. Não ponha a mão no fogo por esta gente. Você pode sofrer queimaduras de terceiro grau… até na bunda!

    2. Não, não! Eram todos apoiadores de Aécio e Beto Hitler. Eles gritam “Boçalnaro”, tem pagina na internet em apoio a Boçalnaro, usam camisa de Boçalnaro, mas são eleitores do Aécio!

  3. QUEM está financiando estes grupos? QUEM são estas pessoas? Duvido que tenham se agrupado por iniciativa própria. Investiguem o psdb. Tenho certeza absoluta que partiu daí as ordens e as informações para que estes atentados se concretizassem.

  4. A equipe de organização e segurança das caravanas do Lula, deve se atentar aos acontecimentos e às estratégias de ataques que seguem num crescendo. Chico Mendes, foi alertado…

  5. A união do povo de bem tem que ser para “JÁ”, os “DEMOCRATAS” não têm como vacilar, o povo brasileiro exige “Eleições Democráticas, sem traidores e sem oportunistas, que não serão varridos, imediatamente,…sem essa de serem esquecidos no futuro, o “Brasil é Hoje” ! Nas eleições de 2018, o povo brasileiro, que já conhece os “golpistas corruptos, entreguistas e assassinos”, tem o compromisso patriótico de eliminá-los da política brasileira. DEMOCRACIA JÁ ! LULA LIVRE !

  6. O povo brasileiro já sabe que LULA é inocente, só a família Marinho não sabe, e o desespero já bate nos analfabetos políticos criados pela Globo, com a participação exaustiva do juiz tucano Sérgio Moro, e dos tucanos, principalmente de São Paulo e do Sul do Brasil. LULA LIVRE ! ELEIÇÃO SEM LULA É FRAUDE !

  7. É O PÂNICO FASCISTA DOS SEM-CANDIDATO!
    PESQUISAS ELEITORAIS SUMIRAM…
    GOLPE DEU RUIM E DIREITA AFUNDOU …
    AGORA RESTA AOS KOXINHAS APENAS INCENDIAR O CENÁRIO ELEITORAL …
    ENQUANTO ISSO, A CULPADA NÚMERO UM PELOS AGRESSÕES, A EMPRESA GOLPISTA GLOBO-MOSSACK, TENTA SE AFASTAR DA CENA DO CRIME!
    Esmeraldo.

  8. É daí? Não importa, os alienados coxinhas destruíram o país e não acordaram. Claro envergonhados pela burrice que fizeram nan tem saída, continuarão esse caminho suicida. Enquanto isso para disfarçar vamos caçando bandidinho pé de chinelo no Rio.

  9. Pior é que não vejo nenhuma reação na esquerda.Parece 1964,quando a esquerda pensava que se manteria no poder apenas com palavras mansas e que na hora H forças populares sairiam à rua para defende-la.Puro engano.Foram expulsos,presos,torturados,como ovelhas indo para o matadouro.Nenhuma reação.Tudo na base do “o amor vence a violência”,”só o amor constrói” e outras babaquices.Ainda bem que Lenin não era brasileiro,senão estaria até hoje preso na Sibéria!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.