Maia, o general do Centrão, empurra Bolsonaro

Jair Bolsonaro reuniu a “tropa parlamentar”, ontem.

O que se deixou vazar é que pediu para que “engolissem o sapo” das derrotas sofridas ontem, nas realocações do Coaf e da Funai, retiradas, respectivamente das mãos de Sérgio Moro, da Agricultura e da ministra Damares Alves.

Pior, para se livrar da ameaça de que Rodrigo Maia, em razão da tentativa do que há de base governista (PSL, Novo e Podemos) de recuperar o texto original da MP que reorganizou a Esplanada, “melar o jogo” e fazer a reforma dos ministérios caducar.

Maia se tornou “dono” do Congresso, uma espécie de Eduardo Cunha sofisticado, que gradua de maneira mais refinada as bombas que planta  no caminho do Governo.

Seu maior alvo, neste momento, é Sérgio Moro, que vem sendo forçado aos limites da exasperação.

O que todos apontaram como um “acerto” e um gesto de humildade – o fato de o Ministro da Justiça ir negociar, pessoalmente, no Congresso, a manutenção do Coaf em sua pasta – foi um erro grosseiro, típico de quem não tem experiência política: não era tema a negociar no varejo, mas com os chefes políticos do parlamento.

Maia o esmagou e não é outra a razão de Carlos e Eduardo Bolsonaro terem elevado a temperatura dos ataques ao presidente da Câmara, escudando-se, claro, no que seria a defesa de Sérgio Moro.

Há um evidente jogo duplo.

Da parte de Bolsonaro, promessas de concessões a Maia e ao Centrão. De outro, para a platéia, a “live” dizendo que “espera que o plenário da Câmara e do Senado mantenham o Coaf lá com o Ministério da Justiça, nas mãos do ministro Sergio Moro”.

Do lado de Maia, que tem a tropa parlamentar, é esticar a corda até obter concessões e, por elas, ir cedendo um palmo de cada vez.

Mas não se pense que iso é tarefa de pouco risco: Bolsonaro, como mostrou no episódio “Olavo vs. Militares“, não vai cnter suas feras.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

25 respostas

  1. quando chegamos oa ponto de torcer por Maia, é porque está tudo do avesso mesmo

        1. Quando se tem um lugar que pode piorar com a saída dos militares, aí é o fundo do poço mesmo.
          Não tem como cair mais.

  2. Maia sabe (e as lideranças partidárias da direita também) que uma pressão e pautas bombas facilitam a obtenção do toma-lá-dá-cá. Do nada o coiso autorizou a criação de mais 2 ministérios. Depois da porta arrombada, tudo pode acontecer. É a “nova” velha política de sempre. O Brasil mudou! Para pior.

  3. Poucas coisas do atual cenário político/institucional de pesadelo que somos obrigados a viver me alegram. Uma delas é imaginar o arrependimento do Bozo e seus próximos por terem trabalhado contra Renan Calheiros (se é que eles alcançam a percepção de que Renan poderia ser o seu líder neste momento). Em vez disso contam com Alcolumbre no Senado…rsrsrsrs

  4. Bolsonaro talvez não esteja engolindo sapos, mas apenas deixando o barco correr até o momento da instalação definitiva da ditadura olavista/lavajatista, quando vão passar com a patrol por cima de toda e qualquer instituição que ainda esteja resistindo. Aí se verá o sonho do Moro voltar a ser realidade, a terrível reforma sair bem pior do que entrou, as universidades virarem pasto e o FGTS, ao invés de financiar habitação para quem precisa, se transformar em mais um saco de dinheiro para alimentar os tubarões bilionários.

  5. Vamos combinar que o Rio tem várias facetas. Uma delas , que é Histórica, é a capacidade de dar poder a quem não merece.

    Imagina se nesta altura dos acontecimentos, acreditar que o 01 do césar maia é salvação pra alguma coisa , fora os interesses da familia,não é quase que um suícidio politico.

    A tristeza é que o mesmo Rio que produz a Marielle é que deu ao Brasil o angorá, o cunha. o cabral e o roberto jefferson e agora o crivela e o neo justiceiro governador do Rio.

    Gostaria de entender melhor a fonte de tanto Poder. Mas pelo que parece, ele anda de mãos dadas com os esquemas no Judiciário e com quem tem grana pra investir nos seus próprios negocios

    1. Enterro de anão, cabeça de bacalhau e eleitor do Rodrigo Maia são coisas que nunca vi.

      Sempre me pergunto: como esse cara se elege?

  6. Para os brizolistas e esquerdistas verdadeiros, entre os quais me incluo, não há nenhuma ilusão quanto ao que é, o que representa e quais interesses defende Rodrigo Maia, filho de César Maia, um dos mais emblemáticos exemplos dos que se criaram às custas do velho gaúcho e que, na 1ª oportunidade, traíram e apunhalaram pelas costas o velho líder trabalhista dos Pampas, depois radicado no RJ. Rodrigo Maia representa as oligarquias, a casa grande, o neolibelismo, rentismo, o desmonte do Estado Social, a privataria, talvez até mesmo o entreguismo; mas neste momento ele representa a política, tentando sobreviver aos agentes e instituições do Estado (cooptados pelo Deep state estadunidense, finança transnacional e oligarquias), que não são eleitos pelos cidadãos e possuem vitaliciedade nos cargos públicos, para implementarem as maldades contras os pobres, contra os trabalhadores, contra os secularmente explorados e excluídos. O torquemada araucariano, com ambição desmedida pela cadeira vitalícia no STF, prometida a ele pelos bozo-milicianos, está reduzido ao nada que sempre foi; mas covarde e canalha que é, não demonstra sequer coragem e hombridade de pedir demissão, pois no dia seguinte sequer poderá advogar. O consolo desse criminoso que deixou a toga para ser o “xerife do brazil” é ser convidado para ministrar aulas em alguma faculdade estadunidense; mas depois de usado pelo Deep State e sem serventia, pode ser descartado até por esses chefes de quem ele é refém (afinal a lista de crimes dele, esposa e amigos é extensa, abrangendo desde o escândalo do Banestado, passando pelas APAES, até desembocar na ORCRIM Fraude a Jato) e aos quais sempre serviu.

  7. E cadê o Queiroz? Um ex presidente pode ser achincalhado em sua casa e ter tudo confiscado, até o Tablet de um de seus netos. Já o Queiroz….. E quem matou Marielle ? Passou por um de pinto, passou por uma de pato ?!!! Ô, meu Brasil !! Onde te conduziram ?!!!

  8. Soube que a bancada evangélica está contra o decreto que permite porte de armas para várias categorias, e indiretamente até para adolescentes. Também pudera, se eles realmente professam o que está na bíblia ou mesmo querem apenas nos fazer crer que assim o fazem, não podia ser outro jeito. Eu penso que eles deviam fazer uma mea culpa e deixar de apoiar Bolsonaro antes que se comprometam definitivamente com as maldades e se tornem cúmplices dele. Além disso, só cego é que não vê que o homem está indo para o fundo do poço. Eles erraram em apoia-lo. Reconheço que eles podem ter sido enganados pelo capitão com as tais fake news como tantos outros brasileiros foram enganados. Mas agora a máscara do capitão já caiu. O fato é que se não queriam o PT podiam ter prestigiado a Marina ou mesmo o cabo Daciolo eis que ambos são evangélicos. Poderiam até ter votado no Alkimin que é claramente de direita mais preferiram votar num homem que já fazia barbaridades muito antes das eleições. Se conheço um mínimo da bíblia posso afirmar com absoluta segurança que as atitudes de Bolsonaro não são cristãs . Esse decreto é uma prova disso. Ele não dá valor a vida e sim a morte. Coloca em risco nossos jovens e adolescentes. Quer cortar os direitos que eles têm a educação para ensina-los a atirar em clubes de tiro. Errar é humano senhores, mas permanecer no erro não é. Espero que reflitam sobre isso.

    1. Eu até concordo que os evangélicos podem ter sido enganados pela enxurrada de fake news. Eu, que sou evangélico, vi muita gente se deixar iludir por isso. Mas não acho que isso possa ser dito da tal bancada evangélica. Esses são oportunistas de carteirinha e jogam o jogo do poder pelo poder, como sempre jogaram.

    2. É o próprio Anticristo. Mais armas, licença para matar; menos educação e saúde; menos médicos; mais impostos nos medicamentos, menos no cigarro; mais agrotóxicos; menos previdência… tudo feito por ele é no sentido de causar MAIS MORTES. Quem é conivente com isso, está assumindo a corresponsabilidade perante o todo. O cristão, se é temente a Deus, deve saber que isso lhe será cobrado no juízo final. O espiritualista, que esse é o karma que estará carregando para as próximas vidas. O ateu, que esta é a responsabilidade perante os demais. Quem tiver ouvidos, ouça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.