Mesmo com liberação médica, Bolsonaro não vai a debate da Globo

Apesar das declarações dadas ontem  por Antonio Luiz Macedo, chefe da equipe médica que acompanha o presidenciável no Hospital Albert Einstein ao jornal O Globo, Jair Bolsonaro não irá ao debate final de 1° turno, promovido pela Globo, marcado para quinta-feira da semana que vem.

O presidente do partido arrendado ( segundo a revista Piauí) a Bolsonaro, Gustavo Bebiano, disse que “há uma forte recomendação médica para que ele evite ao máximo falar porque na fala ele produz gases no abdômen e isso dá uma distensão abdominal, aí ele sente muitas dores”.

O Dr. Bebiano, que é advogado, tem entendimentos diferentes do Dr. Macedo, médico, ao menos no que narra O Globo:

“Questionado se haverá alguma recomendação médica para que Bolsonaro não compareça aos debates, o cirurgião disse que não.”

Não é implausível que, pela saúde, seja melhor faltar.

Mas a prudência de Bolsonaro é, talvez, mais política do que médica, para evitar “saias-justas” provocadas pelos adversários de direita (leia-se Geraldo Alckmin, sobretudo) que tentam lhe roubar votos na reta final.

Matéria prima para constrangimentos não falta, mas certamente não viriam de Fernando Haddad, a quem não interessa entrar em bate-boca com quem não tem outra proposta senão ser “anti-PT).

No segundo turno a história será outra, até porque Bolsonaro, com 10 minutos de televisão diários, talvez prefira evitar o confronto que não ocorreu por força da agressão a faca que sofreu em Juiz de Fora.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

25 respostas

  1. Debater idéias só é possível prá QUEM as TEM…. Brucutu não consegue….rs rs rs rs rs rs rs…..

  2. É bom mesmo que não vá. Em tempos de esfakeamento poderia ter um desfakecimento súbito e causar comoção, o que não é a finalidade de um debate.

  3. Vou colocar algumas questões que muitos podem chamar de teoria conspiratoria, mas pra mim, são apenas considerações plausiveis:

    1. Parece muito estranho que uma pessoa possa tomar uma facada, uma médica que o atende dizer que a vítima perdeu mais de 2 litros de sangue e ninguém questiona por que nem uma pequena parte desse sangue tenha escorrido pelo orifício da facada.

    2. Ninguém até agora requisitou uma perícia mais acurada do episódio, a fim de demonstrar que a suposta facada foi mesmo desferida e tenha causado mesmo o ferimento grave, embora não tenha havido hemorragia externa visível, e como isto foi possível.
    Isto leva à suspeita de que a facada pode ter sido superficial e, sendo assim, não houve a alegada perda de mais de 2 litros de sangue.

    3. A imagem que mostra o candidato com um corte considerável do peito até abaixo do abdômen …
    Que necessidade haveria de uma cirurgia tão extensa por causa de uma perfuração localizada pouco abaixo do estômago?

    4. No episódio da “bolinha de papel”, por exemplo, a Globo mostrou imagens, de quadro a quadro, de um suposto objeto que teria atingido o José Serra, com um perito experiente fazendo análise daqueles quadros.
    Por que desta vez ninguém se preocupou em fazer análises pormenorizadas da facada?

    5. Não seria de se esperar que fossem mostradas imagens do candidato entrando na emergência com a roupa ensanguentada ou, ainda que não houvesse sangramento acentuado, que fossem feitas imagens do ferimento?
    Isto parece ter sido escondido de propósito, para que as pessoas não pudessem avaliar a real intensidade da suposta facada.

    6. Sabe-se que, sob o ponto de vista eleitoral, o candidato foi beneficiado com considerável aumento nas intenções de voto.
    Isto não sugere que o episódio pode ter sido forjado, com uma encenação de facada, para que muitos eleitores passassem a imaginar que seu principal adversário político estivesse por trás de uma tentativa de homicídio, contando com o acobertamento da imprensa e de setores do sistema de saúde do nosso país?

    Esses são alguns dos questionamentos que levanto sobre esse episódio.

      1. Viviane, obrigado pela informação.
        Desculpe demorar a lhe responder sobre esse assunto.
        Li o artigo do site cinegnose. Achei muito interessante. Reforça minha suspeita de que isto não passe de uma encenação para “anabolizar” a campanha do Bolsonaro. O que, de fato, ocorreu. Provavelmente ele não teria toda essa vantagem, se não fosse esse episódio.
        Mas o que me entristece é que nenhum dos blogueiros progressistas levantaram essa suspeita.

    1. penso, exatamente assim… isso foi uma armação e tanto, só ñ vê quem ñ quer. imagina se fosse outro candidato, leia-se, hadadd, por ex. se ñ estariam em cima, filmando tudo, médicos, enfermeiros, motoristas e o escambau dando “boletins” da situação sem contar as velhotas feias de plantão na porta do hospital sugerindo atendimento do SUS, igual fizeram com d.mariza
      só que ao inves de desmascararem o coiso vão achar um outro culpado e”oculto” com camiseta do PT, bem próximo das eleições (se acontecerem) e escancararem no jn da gloBOSTA e esse filme já vimos.
      e o otário e manipulado não vai a nenhum debate porque vai por o pouco de votos que tem à perder, pois até os ignóbeis da laia dele já estão com a pulga atras da orelha e se dando conta dessa maracutaia toda, portanto, vai ficando escondido entre os lençóis do hospital até a poeira baixar e os “cabos eleitorais” catarem votos, porque bundão é ele, é mt. grito e pouco pêlo que nem tosa de porco!

      1. Na verdade, como o incidente ainda está sendo investigado as duas versões são validas. Rsrsrsrs
        Um grande abraço!

  4. A Globosta vai desmarcar o debate, por quê o 1º colocado não estará presente. KKKKKKKKKKKKKKKK

  5. Podem estar escondendo o fato de que a facada rompeu a conexão intestinal com seu cérebro, cujo sistema de irrigação híbrido perderia sua principal substância.

  6. Ele não é totalmente tolo. Sabe que se for vai se dar mal e Haddad ganha no primeiro turno. Covarde e consciente de seus limites.

  7. Ele bem antes da facada já dizia que não iria a debates, ora debates é para defender idéias e isso ele não tem. Bolsonaro de boca calada é um gênio. Deixa que o general fale por ele, apesar de estabanado ainda é um pouquinho mais inteligente. Está com muita honestidade mostrando as idéias do grupo. Eu não aprovo mas talvez seus eleitores sim. Viva o general.

  8. Claro. Bolsonaro já está no segundo turno, infelizmente. Agora é insistir em protestos como o #EleNão para tentar evitar que ele vença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.