Militares do Planalto terão de depor sobre Moro

Saiu agora há pouco a lista das testemunhas que serão chamadas para depor no inquérito que apura a troca de chantagens entre Jair Bolsonaro e Sérgio Moro.

Como se previa, uma saia-justa para o núcleo militar do Planalto – Mourão, Braga Netto, Heleno e Luiz Carlos Ramos – que deve ter revisado, estes dias, as mensagens que mandaram para o ex-ministro.

Certo que o ministro Celso de Mello terá ainda de aprovar os pedidos da Procuradoria Geral da República, mas dificilmente os negará.

Menos duvidoso é que, nos diálogos pessoais – e quem sabe nos eletrônicos – tenham sido ditas barbaridades a Moro sobre o comportamento do presidente, quem sabe em termos poucos protocolares.

O Morogate vai respingar, e forte, sobre a ala de pijama verde-oliva do Planalto.

Estranha república é esta onde uns falam com os outros gravados, como em negócios de bandidos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

17 respostas

    1. Logo, logo farão reunião peladinhos dentro de piscinas térmicas… coisa de mafiosos1
      E, o Exército, héin? Quyêêêê vêêêreguêênça, sôô!
      Pobre das FAAs… sendo prostituídas assim, na cara dura!
      Quando tudo acabar em Caos… a conta vai lá pra caserna!
      Pobre Brasil!

  1. SE TRATA DE BANDIDOS ,QUADRILHEIROS DA PIOR ESPÉCIE.
    AS DIFERENTES GANGUES SOBRE O COMANDO DA GANGUE MAIOR ,OS FARDADOS ,ATENTARAM CONTRA A REPÚBLICA,E AGORA BRIGAM PELOS RESTOS DO QUE UM DÍA FOI O BRASIL.
    Mas a pergunta que acho necessário fazermos???QUE É QUE —–NÓS—-PODEMOS FAZER???além de ficarmos inutilmente teclando nossa raiva e o “como eles são maus !!” ,que podemos fazer que tenha um peso maior que o choro diário.?????

  2. Bom que saia muito excremento, para que esses milicos idiotas, presos anacronicamente na Guerra Fria, com ódio de tudo que venha da esquerda, sintam na pele o que é um canalha arrivista de extrema direita. Né não?

  3. Acho que, desta vez, meu analista político favorito, o grande Fernando Brito, cometeu um pequeno lapso, no final do artigo: “[…] como em negócios de bandidos”. SÃO, mesmo, NEGÓCIOS — e feitos por BANDIDOS, recém-divididos em duas quadrilhas.

  4. Essas são as testemunhas de defesa do Moro? É melhor ele já ir negociando a delação premiada com o Dalanagnol e filhos do Januário.
    A tempos se o Glenn tiver mais alguma munição não seria ruim dar umas salpicadas.

  5. Quando (se) for divulgado o conteúdo das mensagens e oitivas de testemunhas, ter-se-á um material interessante para análise.
    Por exemplo, quanto ao papel do marreco e dos bananas de pijamas na derrocada da democracia e a relação de todos com o deep state.

  6. Nunca vi um governo mais chulo do que esse que estamos vivendo, com direito a tráfico de drogas em avião presidencial, milicianos controlando a criminalidade a mando dos filhos do Presidente, crente fundamentalista que fuma maconha em cima de goiabeira em companhia de Jesus, políticos corruptos que trocam cargos por facilidades políticas para presidente corrupto, suspeita de adultério da 1ª Dama com Ministro sexagenário e Ministros militares da reserva que acham que ainda controlam as tropas e ainda tem a falta de respeito de se apresentarem com fardamento onde se vê propaganda da escola de terroristas dos EUA onde aprenderam táticas de tortura dos cidadãos brasileiros na Operação Condor.
    Essa situação horrível criada por esse juizeco corrupto, que a essa altura da caminhada não se sabe nem se realmente fez o concurso público, mais parece aqueles filmes de espionagem de quinta categoria, onde se esconde microfones e câmeras fotográficas até na cueca. No caso presente, na parte de trás da cueca.
    E o pior ainda está por vir, a campanha da Rede Globo para eleger o Marreco de Maringá. Afinal, ainda restam alguns recursos que escaparam do Banestado.

  7. É difícil imaginar maior descaramento de um governante do que neste caso envolvendo a Polícia Federal. A família do governante tem problemas com a polícia. E o governante vai lá e substitui o chefe de polícia por alguém amigo de sua família. Chega a Justiça e diz que ele ultrapassou todos os limites da impessoalidade com esta nomeação, e a proíbe. Não tem problemas, ele vai lá e nomeia para o mesmo cargo o braço direito do amigo de sua família. E a primeira providência do novo chefe depois de tomar posse é substituir o superintendente da mesma polícia lá no Rio, onde mora o governante e onde há fortes indícios criminais sobre sua família. Seria incrível se fosse uma trama de ficção. A impressão que dá é que a Federal, depois de tanto vexame, jamais será a mesma.

  8. Brito. Você é muito polido. Pijama verde oliva? Aquilo não passa de pano de chão imundo. Nunca defenderam o povo brasileiro. Sempre na defesa das elites, dos EEUU e de sua própria sanha de poder , carregando marinha e aeronáutica como capachos.

  9. Ora, ora! Se eles mentem descaradamente para o povo que os sustentam como não vão mentir em depoimentos?
    Não existe dignidade meia-boca, ou você tem ou não tem.

  10. kkkkkk vai acabar em pizza. são todos farinha do mesmo saco. Mais uma matéria comentando sobre absolutamente nada.
    E meu comentário igualmente inútil.

    Att

    Tio_Zé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.