Ministros do Supremo vão se ajoelhar por mais cinco anos de poder?

bengala

A ânsia golpista da mídia brasileira e o nível abjeto de politicagem que ela permite ao Sr. Eduardo Cunha levaram o Brasil a viver algo que jamais pode ser descrito como o preceito de “independência e harmonia” dos Poderes.

A extensão da permanência dos Ministros do Supremo Tribunal Federal até a idade de 75 anos não é, em si, absurda, embora o ideal é que houvesse um período máximo, em nome da própria renovação de sua composição.

Daí em diante, porém, tudo é absurdo.

Primeiro, que isso se aplique aos ministros que assumiram sob as regras que vigiam até hoje. É tão básico que chega a ser custoso explicar como isso fere o princípio de que não se mudam as regras para influir na composição da Corte Suprema do país.

Basta, para isso, imaginar o contrário, que se achasse conveniente, em nome da renovação da Justiça, em baixar a idade máxima dos magistrados para 65 anos, que é a idade máxima de quem venha a ser indicado, segundo o art. 12, § 3º, IV, da Constituição. Osso significaria, na prática, a “cassação” imediata de cinco ministros: Celso de Mello, Marco Aurélio, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber e Teoria Zavascki.

Não é preciso dizer que isso seria o mais desavergonhado golpismo institucional.

Mas o segundo absurdo, agora evidenciado e a “provinha” a que os ministros que pretendam “esticar” seus mandatos até os 75 anos, terão que se submeter perante os Senadores. Como são os ministros do STF que julgam os senadores (e os deputados) por crimes, como seriam independentes para enfrentar o corporativismo senatorial se dele dependerem para continuar no cargo?

Imagine a situação de um ministro, aos 65 anos, para julgar aqueles que, em pouco tempo, vão decidir se ele permanece ou não no cargo?

Claro que, na prática, isso significa a revogação da independência dos ministros do Supremo que se aproximarem da antiga “expulsória” de 70 anos.

Pode, sem qualquer razão objetiva senão o desejo dos senadores, ter permitida ou negada sua permanência na mais alta magistratura. E, por extensão, o mesmo nos Estados, onde os desembargadores farão de tudo para que as assembleias legislativas façam o mesmo.

A ambição, legítima ou ilegítima, de permanecer com o poder, dependerá da vontade dos políticos que, em tese, cabe a eles julgar.

Substitua os militares pelos senadores e teremos, na prática, voltado aos termos do Ato Institucional n° 2, que, um ano após o golpe estabelecia, no Art. 14:

“Ficam suspensas as garantias constitucionais ou legais de vitaliciedade, inamovibilidade e estabilidade, bem como a de exercício em funções por tempo certo.
Parágrafo único – Ouvido o Conselho de Segurança Nacional, os titulares dessas garantias poderão ser demitidos, removidos ou dispensados, ou, ainda, com os vencimentos e as vantagens proporcionais ao tempo de serviço, postos em disponibilidade, aposentados, transferidos para a reserva ou reformados, desde que demonstrem incompatibilidade com os objetivos da Revolução.”

A dupla Renan Calheiros e Eduardo Cunha está operando o milagre de uma “máquina do tempo”, levando o Brasil ao passado.

Bengala que suportam o peso da fragilidade física são boas. Triste é quando se prestam para apoiar a fragilidade moral.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

49 respostas

  1. Existe um vacuo de poder do Brasil, onde o executivo não tem mais quem o represente, já que a Dilma não existe e é um peso morto.
    Com isso os dois bandidos do Congresso e sua quadrilha fazem a festa e levam o Brasil a epoca da oligarquia.
    Temos quatro anos e meio pela frente de caos.
    Dilma “morta” e um congresso maligno.

    1. Dilma?
      Quem é ela?
      Pelo que se sabe, ouve-se falar, mas ninguém viu, ninguém sabe por onde anda.

      1. Que bobagem vc disse, Ana Clara : assista menos a globo , sbt, band e resord e mais a NBR ou TV BRASIL e verá por onde a Dilma anda __ simplesmente trabalhando, trabalhando e trabalhando , além de inaugurr obras feitas pelo Governo Federal.
        Entendeu??

    2. Se ela saisse comprando todo mundo para obter apoio o sr. seria o primeiro a descer o pau nela, o Cunha é um Severino Cavalcante piorado.

  2. Sempre disse, e cada vez mais fico convicto disso, que o grande problema desse país é o PMDB. O PT ‘tem lado’, ou seja, você sabe o que um governo do PT vai propor e realizar. O PSDB também ‘tem lado’. Conhecemos bem as propostas dos tucanos. Agora… e o PMDB. Era governo com FHC, continuou governo com Lula e Dilma… mas sempre amoldando-se à realidade para conseguir seus próprios interesses. Engraçado como o ‘projeto de poder’ de PT é demonizado, mas existe algo mais cristalinamente explícito que o projeto do PMDB? Ser uma força imprescindível à governabilidade de quem quer que esteja no poder?

    1. Isso é o que vivo dizendo: O PMDB especializou-se em achacar governos(qualquer um) em troca de cargos e poder. Aqui no RS, é pior ainda, pois eles se dizem diferentes do PMDB nacional, dizem-se éticos. Só que a ética deles restringe-se a fazer o mesmo que o outro faz, apenas numa versão piorada uma vez que não apoia o PT, ou seja, ele é o mesmo PMDB fisiológico mas que só faz isso com a direita, sendo fisiológico e puramente reacionário.

  3. Parabéns, Fernado Brito. A crise que o Brasil vive, é a crise moral, do homem, consequentemente, das Instituições.

    1. Quem se salva é o ministro Teori que negou HC para o petista Renato Duque, mantendo o deliquente no presídio.

  4. Poderiam interpelar o STF para julgar a constitucionalidade dessa lei segundo os critérios da independência e do balanço de poderes. Seria interessante vê-los julgando o próprio corporativismo.

    1. É exatamente isso o que tem que ser feito, caro Luka. Não entendo como a AGU não providenciou ainda uma Ação de Inconstitucionalidade em face dessa EC. Por tratar-se de poder constitucional derivado, deve submeter-se ao controle de constitucionalidade de todos os órgãos, inclusive do STF. Aliás, com o deferimento de liminar.
      Interessante, mesmo seria se, uma vez concedida a liminar, um “Gilmar” da vida pedisse vistas por tempo indeterminado. Aí, sim, muito interessante…

  5. A cobra se picou – O pedido da Procuradoria-Geral da República para ter acesso a documentos no setor de informática da Câmara foi motivado por depoimento prestado por Luiz Antônio Souza da Eira, ex-diretor da área de informática da Casa. A ação foi realizada entre segunda-feira, 4, e terça-feira, 5, a como parte das diligências da Operação Lava Jato em inquérito que investiga o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Eira foi voluntariamente à Procuradoria logo após ter sido exonerado, no dia 28, pelo peemedebista. O depoimento foi decisivo para que procuradores pedissem acesso a documentos disponíveis na Câmara – a busca não constava na lista de diligências inicialmente pedidas ao Supremo pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Procurado pelo jornal O Estado de S. Paulo, Eira não quis se manifestar.
    Cunha é suspeito de ter arquitetado a elaboração de dois requerimentos de informações sobre uma empresa contratada pela Petrobras que, segundo delação do doleiro Alberto Youssef, teriam sido feitos como forma de pressão para o pagamento de propinas. Os pedidos foram apresentados na Câmara em 2011 pela hoje prefeita de Rio Bonito (RJ), Solange Pereira de Almeida, na época suplente de deputado, mas registros eletrônicos mostram Cunha como autor desses requerimentos.
    Eira foi exonerado do cargo na Câmara um dia após o jornal Folha de S. Paulo revelar que Cunha era o autor dos requerimentos. Esse fato chamou a atenção dos procuradores. Ao justificar a demissão, Cunha sugeriu ser alvo de “represália” por ter alterado a carga horária dos funcionários do setor. Ele também vê nas ações de Janot “desespero” em querer “provar o que não aconteceu”.http://www.dgabc.com.br/Noticia/1339853/ex-diretor-demitido-por-cunha-deu-base-a-pedido-de-buscas-na-camara

  6. Fernando, muito boa sua observação e analogia na análise do caso ao comparar a elevação para 75 anos à redução da idade limite dos magistrados da Suprema Côrte. Deixa claro o absurdo da alteração para aqueles que se enquadram nesta situação no presente momento. Por óbvio, em qualquer país do mundo isto somente valeria para os novos nomeados.
    Brilhante!

  7. Totalmente equivocada essa PEC. Para se dizer um pouco mais justa, que fosse, deveria limitar por mandato o tempo de atuação de um Ministro após sua indicação. Forçando assim, um mínimo de renovação.

    Originalmente, imagino que o mais adequado seria que Procuradores e membros de uma Suprema Côrte, ocupassem suas posições por mandato popular (votação universal).

  8. O que está colocado na mesa , ao menos de imediato , é isso aì :
    Renan e Cunha , de dentro da Lava Jato , dão um pirulito ao supremo ( há muito já minúsculo ) , pra depois ganharem um suspiro. É só uma questão de acertar o preço .

  9. Quando Dilma propôs plebiscito popular para reforma política, fim de financiamento privado, criminalizar caixa dois. Quem se opôs? A Mídia a frente, Eduardo Cunha e Renan Calheiros. Não querem mudar a corrupção, aliás querem aprofundá-la, pois vivem e se alimentam da corrupção como se comprova pela projeto imoral da bengala p/ judiciário. Se o Judiciário tiver dignidade deveria rejeitar essa imoralidade, que nos coloca como um país degradado.

  10. E agora? O militante dos direitos humanos e ambientalista Brad Pitt vai ficar ao lado de quem? Da Chevron ou das suas vítimas equatorianas e da selva amazônica que foi por ela arrasada?

    Presidente Rafael Correa invita a Brad Pitt a ver la contaminación en Amazonía de Ecuador

    El Universo

    El presidente de Ecuador, Rafael Correa, invitó hoy al actor de cine estadounidense Brad Pitt a que visite la Amazonía y constate la contaminación en esa zona del este del país atribuida a la petrolera Chevron.

    El mandatario ecuatoriano lo anunció durante su habitual informe de los sábados en el que señaló que la petrolera, condenada a pagar una multimillonaria indemnización aunque se niega a hacerlo, prepara un filme con Pitt sobre un supuesto fraude legal contra dicha compañía.

    La Justicia ecuatoriana condenó a la petrolera a pagar 9.500 millones de dólares para remediar los daños ambientales y sociales que le imputan haber dejado mientras operó en el país entre 1962 y 1990, sentencia que la compañía se niega a cumplir por considerar que fue producto de una trama de fraude en su contra.

    Chevron también ha acusado al Estado ecuatoriano de estar detrás de esa supuesta conspiración, pese a que el Gobierno y los demandantes -colonos e indígenas de la selva amazónica perjudicados por la contaminación- lo han negado.

    Correa indicó que los abogados de la petrolera “usan todas las artimañas, presionan jueces” y que han organizado una “campaña de desprestigio contra Ecuador”, con el objetivo de evadir sus responsabilidades legales.

    La compañía ha intentado “desprestigiar al sistema de Justicia ecuatoriano”, pese a que la misma petrolera pidió que se cambiara al país andino la jurisdicción del juicio interpuesto por los habitantes amazónicos, que en inicio se instauró en EE.UU., recordó Correa.

    Además, dijo que con la financiación de la petrolera ha aparecido un libro titulado “La ley de la jungla”, que según el mandatario busca dar la imagen que en Ecuador “todos somos unos salvajes, que aquí todo es una corrupción, que aquí no hay separación de poderes”.

    http://www.eluniverso.com/noticias/2015/05/02/nota/4831301/presidente-rafael-correa-invita-brad-pitt-ver-contaminacion

  11. Uma pergunta, e a sua resposta pode dizer mais do que rios de tinta:
    A Presidenta vai a Moscou, ou vai aderir ao boicote do Obama?

  12. Uma situação deveras interessante, termos menos de um ano para começarmos a conhecer o padrão moral do nosso Judiciário; o do nosso Legislativo, considerando Renan e Cunha, será que ainda existe esta tal de Moral?

    1. Teori é a moral, deu razão ao Moro mantendo o DUQUE preso.
      Já o Facchin, o da conduta libada, não passa.

  13. A estratégia da Presidenta Dilma se confirma. Ela criou um processo de aprimoramento da Justiça dando grande autonomia para investigações e acabou a Justiça chegando bem perto dos mais diversos políticos, grupos de mídia e empresários que comentem ilicitudes do País.

    De modo que acontece uma luta fratricida entre todos os apaniguados da oposição: moralistas, maniqueístas e que se sustentam no Poder Midiático e na parte do judiciário partidarizada por suas sobrevivências.

    Por exemplo, a briga pelo Poder fez o Juiz Moro, em defesa dos tucanos, partir para cima do PMDB, fez o PSDB ficar, praticamente, livre de acusações na Lava-Jato.

    O Juiz Moro na sanha de pegar o PT para Cristo está bagunçando com tudo e tornando a Lava-Jato uma “inconstitucionalidade só”.

    O Janot aceitou o arquivamento do inquérito contra Aécio Neves, mas, manteve o de Eduardo Cunha e de Renan Calheiros. O PMDB não aceita assim de maneira tão amigável, certo?

    PSDB pensando que saiu por cima, mas a população sabe que nunca o Mensalão do PSDB teve julgamento definitivo, sabe da Lista de Furnas e do Trensalão. Os políticos deste partido não estão bem na fita, como pensam, não! Não vale pesquisa Datafolha depois de manifestação insuflada e apoiada por toda a mídia tucana.

    Tudo está escancarado. A mídia e o HSBC e a Zelotes e o Processo de sonegação da Rede Globo. E ainda temos o José Agripino e a briga do Demóstenes com o Ronaldo Caiado. Todos muito próximos uns dos outros e muito próximos de pegar pela frente um Tribunal isento e de se verem frente a frente com uma condenação.

    Uma hora dessas não escapa. Chegou muito perto das elites a Justiça que os governos do PT aprimoraram e investiram recursos e ampliaram a sua capacidade de investigação de forma autônoma. Tudo o que fazem os da Direita hoje é por desespero.

    A Presidenta Dilma faz o certo, fica em silêncio e Governa, se distância desse suicídio político de PMDB, PSDB, Velha Mídia, Juiz Moro, DEM, Roberto Freire, etc.

    Em melhorando a Economia, a tendência é que aconteça uma virada já a partir do terceiro trimestre deste ano, ela recupera sua popularidade e credibilidade aos poucos.

    Os outros agentes com Poder e que a velha mídia sustenta estão em situação real bem mais complicada. Falta D´água em São Paulo + dengue. Estado quebrado no Paraná. Aécio Neves sendo escanteado pelo próprio partido via noticiário. Apoiando a violência, até gente que pede a volta da ditadura militar e a intolerância explícita contra todo tipo de manifestação e contra todas as diferenças de padrão de comportamento, opção sexual, crença religiosa, etc. Uma hora dessas este caldeirão vai ferver a tal temperatura, que explodirá no meio deles.

    O Governo Federal deve manter certa equidistância do momento atual. Legislativo conservador, Judiciário aparelhado do PSDB e Velha mídia que se biquem com o PMDB. Fez bem Dilma deixar que o Michel Temer cuide do seu próprio galinheiro.

    Irresponsabilidade tanta uma hora acontece como diz o ditado: “o Santo desconfia”. Assim anda o conservadorismo no Brasil, em estágio de suicídio.

    Até 2018 tem chão. Deixa esse bando de malucos se matarem por hora. No Congresso Nacional não vamos ver por muito tempo essa luta fratricida, porque o instinto de sobrevivência de muitos políticos vai falar mais alto.

    Cabe ao Governo Federal, isto é importante, diminuir por completo, toda a publicidade governamental na velha mídia para quebrar de vez as pernas dela. A cada dia eles falam para uma parcela menor de brasileiros. Em perdendo força a velha mídia esses malucos de PSDB, de boa parte do PMDB, do DEM, do Judiciário enfraquecem juntos.

    É preciso paciência. A bola não deve ser dividida para não ficar a imagem de se misturar a esta “patifaria” toda. A Presidenta Dilma é mais esperta do querem crer muitos analistas políticos, penso eu. Sobriedade neste momento é tudo!

    A Direita surtou, quer destruir tudo num passe de mágica e está metendo os pés elas mãos. Vai ter de se ver com a população uma hora dessas. O PT se resolve. Já está se resolvendo e tomando posições mais claras sobre o que interessa. Sabe que o cálculo eleitoral dos trackins se findou e está propondo, por exemplo, o fim do financiamento privado das campanhas eleitorais, taxação das grandes fortunas, uma reforma política séria, etc.

    E a Direita? A tendência é perder o bonde da história. 2018 se Lula for candidato teremos 20 anos de PT no Poder. E é isto que incomoda. PEC da Bengala é um caminho para impedi-lo de voltar. Se for necessário o fim da reeleição, e o que mais der, até já falaram em caçar o registro do PT, não foi?

    Porém, será que devemos subestimar o povo brasileiro tanto assim?

    Uma hora dessas fica tão explícita a coisa que a casa cai.

    1. Falta ao governo Dilma um Ministro da Justiça com conhecimento de suas atribuições e forte o suficiente para fazer com que a milícia tucana volte a ser a Polícia Federal dos tempos de Paulo Lacerda.

    2. Alexandre Tambelli:
      Magnífica manifestação. Vc, meu caro, falou tudo; colocando os ptos nos devidos lugares, em toda a extensão…
      A Presidenta Dilma, realmente, está se comportando da melhor forma, qdo se afasta da área política, conturbada, e fica atenta aos seus afazeres… do Executivo. Nota q ela não perde a oportunidade de afirmar q deu e dá todas as liberdades à Justiça, pra exercer competência.
      Qdo as grdes obras de infraestrutura forem entregues; isto somado ao sucesso, nacional e internacional, das Olimpíadas no Rio de Janeiro… a avaliação do Governo Federal, da Presidenta vai estourar, nas alturas. Ai, estaremos em 2018, com o eleitorado estendendo a permanência do PT por mais e mais anos.
      Por isso, é q tenho cada vez, mais, Fé no futuro de nosso Pais. Pq, convenhamos, o orgulho vem à galope, junto.
      Abraço, fraterno

  14. Se Aécio tivesse ganho a eleição, essa PEC não seria aprovada e ele nomearia mais 5 ministros no Supremo iguais ao Gilmar Mendes.

  15. Fachin vai ficar até os 75 anos de idade e Lula irá indicar Ministros até Janeiro de 2027 e esses vão ficar até os 75 anos também.

  16. O STF vai se acovardar diante dos senadores e deputados pilantras (com exceção de alguns deputados e senadores) como já está acovardado diante da pressão das famiglias do PIG?

    O que o STF e as pessoas honestas querem que os brasileiros que perderem a confiança no STF e no Congresso Nacional façam? Eles pretendem causar uma guerra civil no Brasil em nome da covardia do STF?

    O STF tem que voltar a ser independente e defensor dos interesses do povo brasileiro.

  17. E o VAMPIRO DA MOÓCA, zÈ CHEVRON $ERRA, já quer estender para 75 anos a idade máxima para aposentadoria para todos os servidores. Viraremos uma república de anciãos conservadores e arcaicos !?!? O Brasil está à mercê dos aventureiros do PMDB e do PSDB e sem Ministro da Justiça… Que esse MAU tempo acabe logo, para o bem de todos nós, e antes que a NAU BRASIL vá a pique.

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÂO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  18. -Se os ministros,tiverem a dignidade e o respeito,quando completarem os
    70 anos,pegam o chapéu e a bengala e tchau para casa e para o crápula
    do Eduardo Cunha e companhia.

    1. gilMAU Dnat$ Mende$ ficará no STF até 2030 !?! Isso é um ABSURDO TOTAL !!!! Ninguém aguenta esse mala sem alça por mais 15 minutos que seja, que dirá 15 anos anos !? SOCORROOOOOOOOOOOOOOOOOOO ….

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÂO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  19. E podem ter certeza de que se o LULA se eleger em 2018, eles vão dar um jeito de aprovar o fim da reeleição, se é que já não estão movendo os pauzinhos para aprovar isso, se pelando de medo da volta do melhor presidente do BRASIL de todos os tempos (junto co Getúlio).

    AVE LULA !!

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÂO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  20. Fernando eu vou um pouco mais longe que você na análise deste fato, faço uma análise de Direito Constitucional, enquanto CORTE CONSTITUCIONAL o STF tem a OBRIGAÇÃO INSTITUCIONAL de declara inconstitucional a PEC da Bengala.

    SE não fizer isto o próprio STF se desqualifica como corte constitucional pois é um preceito constitucional que medidas inerentes a outros poderes são votadas pelo poder legislativo mas tem que ser PROPOSTAS pelo poder interessado.
    A Jurisprudência da Corte é FARTA neste sentido, qualquer alteração proposta pelo Legislativo para alterar os demais poderes é constitucionalmente NATIMORTA.

    Como é por exemplo a tentativa de Eduardo Cunha de LIMITAR o número de Ministérios do Poder Executivo.

    Se a alteração da idade expulsória é originada no Legislativo e o STF SABE que a iniciativa do Poder Legislativo TEM um cunho político-partidário de disputa com o Poder Executivo, os atuais Ministros do STF TEM OBRIGAÇÂO FUNCIONAL COMO SERVIDORES E OPERADORES CONSTITUCIONAIS DE DIREITO:
    a) Declarar a inconstitucionalidade da iniciativa legislativa;
    b) analisar o mérito da proposta de aumento da idade expulsória e SE o STF julgar que ela deva ser aumentada propor a medida ao poder legislativo;
    c) neste caso como até um dos Ministros “falsamente constrangidos” admitiu propor a medida CORRETAMENTE do ponto de vista constitucional, que a medida valha para os próximos nomeados à Corte e não aos atuais.

    SE isto que relato não acontecer, o STF perderá o RESTO de dignidade institucional que SOBROU pela passagem do furacão Barbosa e que continua sendo destruída pelo atual Furacão Mendes…

    1. È prerrogativa exclusiva do executivo a extinção e criação de ministérios cargos e funções pública,s isso que o cunha faz fere o princípio da harmônia e independência entre os poderes.

  21. Gilmar Mendes tem 59 anos, completa 60 no final de dezembro. Pelas novas regras fica no STF até 2030. Deus é mais.

    1. Na minha opinião o pedido de vistas da ADIN da OAB contra o financiamento privado de campanhas eleitorais foi uma barganha do Gilmar com a câmara presidida pelo Cunha, eu seguro aqui e vocês aprovam a bengala ai.

  22. Irretocável a sua conclusão, Fernando Brito:
    “Bengalas que suportam o peso da fragilidade física são boas. Triste é quando se prestam para apoiar a fragilidade moral.”.

  23. Vamos dar o nome correto aos bois. No caso, a abjeta politicagem (pelo menos essa) é do Renan.
    Mas acaba dando no mesmo. Um vota a PEC para tentar agradar os juízes. Outro cria uma ameaça para quem “não se comportar” como deve. Vamos ver como vai rolar o julgamento da Vaza Jato.

  24. O congelamento da composição dos tribunais superiores pode não ser um mal necessariamente. O que é certo, porém, é que, com a PEC da bengala, pode-se esperar uma sensação de alívio na banda conservadora da sociedade, que é menos frenética que sua banda reacionária, muito enfurecida na presente conjuntura. Refreiam-se naqueles segmentos os receios de uma aceleração nas mudanças do modo de produção do Brasil. Quanto aos que insistem no pessimismo, gostaria de lembrar o que acontece no Supremo da Argentina, país que tem a infelicidade de contar com um magistrado de 94 anos, sabe-se lá como ainda prolatando suas sentenças, o Juiz Fayat. As coisas podiam ser piores, como se vê …

  25. Muito bom, Brito! Não me lembro que Congresso já eleito trouxe tanta instabilidade ao país como esse dos senhores Renan e Cunha.

  26. Podem fabricar quantas PEC’s quiserem, mas um mínimo de decência obrigaria a colocá-las em vigor apenas para os que adentram á carreira depois da data da promulgação. Senão é a mesma coisa que no intervalo de um jogo mudar as regras para o 2º tempo.

  27. É claro que a coisa está ficando cada vez mais difícil e emperrada porque, o presidencialismo é um sistema impossível de funcionar (Como uma pessoa só pode ser chefe do governo (partidário) e Chefe de Estado (nacional)? Três Poderes iguais e realmente distintos, sem conques nem intromissões só a Trindade Divina. Não pode haver trindade humana. Mudem esse arremedo de ianquismo, que a coisa vai começar a funcionar.

  28. Prezado Yacov, falando em um sujeitinho da Mooca, o tal vampiro ou Cerra, eu vi que ele sustentou no Senado que a idade para aposentadoria do servidor público deve ser fixada em 75 anos, assim como a pec da bengala: IMAGINE, logo esse escroque que NUNCA trabalhou em sua vida, não tem qualquer profissão, e sua única ocupação é tramar contra os interesses do País!
    Para esse senador pentelho, que nunca suou a camisa (talvez tenha suado a cueca), para essa figura ridícula, trabalhar até 75 anos é moleza! Sabe esse imbecil o que está falando?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.