Moro, como o TRF-4, afronta o Supremo. O essencial é o “Lula preso”

Sergio Moro, ao defender o restabelecimento da prisão automática em 2ª instância, alegando que a decisão do Supremo Tribunal Federal ao julgar Ações Declaratórias de Constitucionalidade depois de dois anos (!!) de se encontrarem relatadas e prontas para jugamento, “não está sedimentada” mostra o desprezo do ex-juiz e atual ministro pela posição tomada pela Corte Suprema.

“Um julgamento apertado revendo um precedente do qual havia maioria sinaliza que a questão não está sedimentada”, afirmou Moro. “Cinco ministros dizem que é possível prender em segunda instancia. E o ministro que votou com a maioria, Dias Toffoli, ele mesmo disse que entendia que era uma questão que deveria ser vista pelo Congresso.”

De fato, Dias Toffoli o disse e a fala de Moro sublinha o quanto a observação, que não foi pedida ou solicitada a ele, vulnera a própria autoridade do Tribunal, que está expressa numa decisão incontestável.

Isso não diminui a agressão institucional de que um Ministro da Justiça vá ao Congresso pedir que se a anule por uma chicana legislativa, porque, descreve o UOL, “não importa se essa mudança seria feita por meio de mudança na Constituição, no Código de Processo Penal ou em ambas as regras”.

Ou seja, é o casuísmo levado ao fonte de Direito.

O que anima este “entendimento jurídico” do ministro é uma única razão, evidente apesar de cinicamente omitida.

Prender Lula e mantê-lo preso até que sua vida se esvaia, pelo “perigo” político que representa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. O PRESIDENTE LULA tá solto e não volta mais pra cadeia. Conje BABACA.
    Além da prisão em segunda instância ser ilegal, ficou provada a armação contra o Presidente. Fato. O choro dos fdps é livre,
    assim como o nosso presidente.

  2. Se condenam o Lula por 3 a 2, a situação é normal ou, como o voto foi apertado, terá novo julgamento? Esse jegue não tem senso de lógica?

    1. Pois é…
      Parece piada…
      Mimimi do karai, se o Brasil tivesse justiça de verdade, ele é a patota do PR estariam em cana. Usaram o poder de estado para fins políticos.

  3. A juventude é algo maravilhoso,hoje ela já não me pertence,meu corpo me coloca limítes que antes despreciava ,…é a vida.
    Mas,existe algo que nós mantêm jovens, e é a indignação.a revolta,a procura pela justiça PARA TODOS que ainda nos moviliza.
    Este verme chamado sergio moro ,um esgoto,um lixo humano ,me revolta ,opa! estou vivo !!!! com gosto ,(como o CHE) sem pena ,sem remorço,sem nenhum escrúpulo religioso (não tenho) ou “humanista”, acabaría com a vida deste DELINQUENTE.e olha que tenho pudor (não tinha) de matar uma galinha,porque ela, é vida preciosa.
    Este esgoto de pessoa (tem que lhe dar um nome a sua natureza) não merece o ar que respira ,é a degradação humana em pessoa.
    Agradeça sergio moro ,todos os dias ,de que a JUSTIÇA POPULAR envelheceu ,e hoje mora em corpos velhos.

  4. Um agente da CIA foi dar ordens ao trf-4, ontem; outro agente da CIA, esse um canalha nativo, mantem a ofensiva!

    Um dia irá para a cadeia como lesa-Patria.

  5. Conje idiota, o presidente Lula foi e sera sempre o melhor presidente que o Brasil ja teve e um lixo golpista como você já entrou para a lixeira da historia

  6. Esse arremedo de vestal da justiça tem um plano, que é candidatar a presidencia da república, mas para isto, tem que tirar a pedra que impede ele e qualquer outro verme de alcançar tal objetivo, e essa rocha se chama LULA.
    Então moro, porque você não concorre com o LULA à presidência da república, de igual por igual, no jogo democrático? Medo?

  7. Os Estados Unidos, depois do relatório do analista político de sua embaixada que foi ao TRF4, devem estar completamente decepcionados com ele e com o resto da Lavajato, por que foram prender o Lula com base em invencionices infantilóides. E ele agora tenta ainda sair do prejuízo, mas o bonde já dobrou a esquina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.