Moro dos tolos, vira leão de chácara e ataca as “hienas”

“Eu não voto”, disse hoje Jair Bolsonaro sobre a pirotécnica emenda constitucional que permitiria a prisão em segunda instância.

Não vota, mas açula o seu ministro da Justiça, Sergio Moro, a colocar como causa do Governo.

Siderado por seus sonhos de poder, o ex-juiz sai a exibir-se, em outdoors de origem pouco esclarecida, como o “leão de chácara do leão velho”, mostrando os dentes para as “hienas” do Supremo.

Sua turma, minguada e minguante, vai para a rua brincar de jogar tomate em retratos dos ministros do Supremo.

Não haveria pior tática para quem está para ser julgado, exatamente lá, por sua parcialidade – e politicagem, e exibicionismo, e intolerância… – no processo que tirou o favorito das eleições e que, cumprida esta missão, permitiu eleger o Bolsoleão.

E com o prestígio minado pelas revelações da Vaza Jato, pela reação dos políticos e pelo fim do “faremos tudo o que o Moro mandar” no Supremo, o jogo já foi dem melhor para o ex-juiz.

Bolsonaro vai só dando corda para Moro enforcar-se.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

7 respostas

  1. Não sei não… Vejo as coisas caminhando para a tragédia com cada vez mais firmeza. Estamos promovendo golpes em outros países. Por aqui, até que algo o desminta, todas as instituições armadas e mais a parcela armada do povo, estão com Bolsonaro. O que nos espera ?

    1. Não estamos “promovendo golpes em outros países”. Não temos essa bola toda. Estamos, sob o signo do fascismo tropicalista, obedecendo as ordens do departamento de estado norte-americano e cumprindo o papel de coadjuvantes sem direito a voz e a voto. Mais uma vez, bozo e sua corte nos fazem de bobos da corte a serviço dos donos do mundo lá em Wasghington. Aqui, a parcela bolsominion é cada vez mais restrita aos mais trogloditas. Que são também os mais covardes. Mesmo no alto comando das forças armadas, tenho a impressão de que o jogo é muito mais pró neoliberalismo e farra nos mercados financeiros do que disposição de polir os coturnos para comandar tanques contra o povo. Mudam seu apoio do capitão pateta para o Huck ao menor incentivo. Aguardemos os sinais dos EUA, como de hábito…

    2. Não estamos “promovendo golpes em outros países”. Não temos essa bola toda. Estamos, sob o signo do fascismo tropicalista, obedecendo as ordens do departamento de estado norte-americano e cumprindo o papel de coadjuvantes sem direito a voz e a voto. Mais uma vez, bozo e sua corte nos fazem de bobos da corte a serviço dos donos do mundo lá em Wasghington. Aqui, a parcela bolsominion é cada vez mais restrita aos mais trogloditas. Que são também os mais covardes. Mesmo no alto comando das forças armadas, tenho a impressão de que o jogo é muito mais pró neoliberalismo e farra nos mercados financeiros do que disposição de polir os coturnos para comandar tanques contra o povo. Mudam seu apoio do capitão pateta para o Huck ao menor incentivo. Aguardemos os sinais dos EUA, como de hábito…

  2. Moro e os moristas caíram que nem patinho – marrequinhos e patinhos – Tudo que o Bozo quer é acabar com o Moro e para isso usa a prisão em segunda instância para dar mais uma torradinha no marreco. Transito em julgado é tudo que o Bozo quer para proteger sua familícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *