Moro espionava PGR para procuradores do Paraná

A reportagem da Veja que vai amanhã para as bancas agrava um pouco mais a já delicada situação da Força Tarefa da Lava Jato do Paraná, com a suspeita de que os procuradores chefiados por Deltan Dallagnol fizessem escutas clandestinas.

Mas a revista registra algo que vai além de encrencar os procuradores, mas compromete o verdadeiro chefe da Força Tarefa, Sergio Moro, que teria obtido informações dentro da Procuradoria Geral da República e avisado a turma de Deltan que o “chefe” – Augusto Aras – estava (como é seu papel)interessado em saber da “face oculta” da Lava Jato.

Um alerta enviado pelo próprio Moro a integrantes do MP paranaense reforçou a suspeita. “O chefe de vocês está indo pra cima”, alertou o ex-juiz em uma mensagem a um dos procuradores da Lava-Jato.

É evidente que um ministro da Justiça não pode fazer o papel de “araponga” que vigia o Procurador Geral da República e avisa aos procuradores que são objeto de uma investigação funcional.

Moro, entretanto, continuou, como Ministro, a ter a relação de cumplicidade que tinha com a Força Tarefa que teve em seus tempos de juiz, abandonando, por evidente, a sua obrigação de imparcialidade.

A decretação da suspeição de Moro, que o STF deve analisar em setembro, está sólida. Se não acontecer é que, também ao ser julgada, ela leva em conta o interesse político.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

18 respostas

  1. Não acredito em suspeição. Essa vagabundalha ainda está afinada com a quadrilha de Curitiba.

    1. Devido a Lava jato compreende se a covardia do STF na demora de julgarem a Suspeição do Moro. Rabo preso de alguns do STF e do Legislativo.

    1. Um autêntico fofoqueiro. E o pior estava por vir. Dallagnol deve se achar, pois quer mesmo briga com o Supremo. Acaba de vazar do estoque da Lavajato (estoque que não quer mandar a seu chefe da PGR) aquela velha denúncia de que uma empreiteira bancou reforma na casa do Toffoli. Talvez o Gilmar entre no jogo e chame para si a tarefa de jogar Dallagnol aos tubarões.

    2. Um autêntico fofoqueiro. E o pior estava por vir. Dallagnol deve se achar, pois quer mesmo briga com o Supremo. Acaba de vazar do estoque da Lavajato aquela velha denúncia de que uma empreiteira bancou reforma na casa do Toffoli. Talvez o Gilmar entre no jogo e chame para si a tarefa de jogar Dallagnol aos tubarões.

      1. Pelo visto o Dalagnhol deve ter muito mais. Não apoio este picareta do Moro e também esta força tarefa de Curitiba, mas torço para briguem no cacete. O tofinho monte e mais alguns do STF se merecem.

  2. Repito o que sempre escrevi: o alvo nunca foram as pessoas envolvidas, mas a estrutura intrinsecamente autoritária da Lava-Jato. Enquanto esta espinha dorsal não for quebrada, os nomes poderão até ser trocados, o risco à democracia será o mesmo ou pior. O problema sempre foi a existência de uma entidade operando ao arrepio do Estado de Direito e com capacidade de ameaçá-lo, um arremedo de Stasi com SNI. A demanda precisa ser pelo fim imediato da operação e pela investigação de seus integrantes e métodos, com a anulação imediata das injustiças processuais deles derivados. Ou então abdiquemos logo do Estado Democrático de Direito e nos conformemos em ser um arremedo de País.

    1. Mas, e o Paludo e o Dario Messer vão desparecer do noticiário?
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      1. Enquanto o mecanismo espúrio de inacessibilidade que cerca a Lava Jato permanecer, eles continuarão desaparecidos mesmo. Para que o véu de silêncio seja rasgado, é a ideia-força da operação, de “intocáveis brasileiros”, que deve cair. Senão, podem trocar Dallagnol e sua troupe inteira por outros pseudo-justiceiros iguais, eles existem às centenas no Judiciário. E Moro nem fará falta, pois há muitos juízes “toddynho” de onde ele veio, prontos e sequiosos para assumir o papel.

  3. Isso quer dizer que o Moro nunca deixou de ser o chefe da Lavajato. Isso tem grande significação e se a coisa estourar para valer vai sobrar principalmente para ele.

  4. Da Lava jato pode se esperar de tudo! Ela, Lava jato tinha em seu pode,r três aparelhos que se chama Guardiões! Eles bisbilhotavam a vida de todo mundo. Por isto, sabem da vida de todo mundo (desde de quem dava pra quem,, quem comia quem e que hora, sabia dos caras que se escondia no armário, tudo!! Vejam ai o caso do tofinho monte de estrume. Agora dá para perceber (apesar de que sempre foi comentado a boca pequena). Por isto a covardia de sempre dos integrantes (com raríssimas exceções) da turma do STF.

  5. Porque Setembro, pois tiveram o ano de 2019 inteiro para julgar a suspeição do Moro e não o fizeram, agora porque Setembro, porque este jogo de empurra. Este STF cada dia dá -nos mais razão em acharmos que o Weintraub tem razão.

  6. No julgamento da lambança mais do que notória da lava-jato saberemos até onde o FBI chegou no judiciário brasileiro.

  7. O STF PELA SUA MAIORIA COVARDE NÃO VAI ALEGAR IMPEDIMENTO DO SERGIO MORO ESPEREM E CONFIRA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *