Mourão, o “bocão”, transforma até barragem rompida em perseguição ao “Mito”

Alguém tem de avisar ao general Hamílton Mourão que ninguém está acusando  Jair Bolsonaro e seu governo de serem os responsáveis pelo rompimento da barragem de Brumadinho. E que fica muito feio que ele tente tirar proveito político dizendo que “não tem nada com isso”.

— Essa conta não pode vir pra gente, não pode vir para nosso governo. Porque nós assumimos faz 30 dias. Ali é uma empresa privada, a Vale é uma empresa privada.

General, é claro que a responsabilidade civil e criminal é da Vale, que não poderia, mesmo com qualquer grau de imprevisibilidade, deixar uma barragem de rejeitos se romper. Se os laudos que tinha estavam errados, que ela processe (chama-se, juridicamente, de regredir) contra quem os deu.

A responsabilidade do Governo, se o senhor não atinou, é a de fiscalizar com eficiência e capacidade técnica não aceitar passivamente a “garantia da empresa”. E de só permitir o que seja seguro e sem risco para a população e o ambiente.

É por isso que não estamos culpando Jair Bolsonaro pelo que aconteceu em Brumadinho, mas pelo que pode acontecer daqui para a frande se prevalecer o que ele disse à Folha, não tem nem dois meses. Está na Folha, mas coloco o link, para facilitar sua agenda pesada.

Bolsonaro diz que licença ambiental atrapalha obras e que vai acabar com ‘capricho’ de fiscais

Há notícias iniciais de que licenças facilitadoras e fiscais sem capricho andaram acontecendo por lá, a ver.

O que se quer do governo federal, que é quem detém competência para as licenças minerárias e que faça quem lucra bilhões extraindo minérios pague, com impostos e royalties, a manutenção de um corpo técnico capaz, com instrumental suficiente para fiscalizar sua atuação.

E com independência, para não acontecer como com a multa que deram ao “chefe” por pescar numa reserva  e anularam depois.

Porque um governante dá exemplos – o Temer diria: verba volant, exempla trahunt –  e ao sinalizar que demoniza a fiscalização “no cangote dos empresários”  Jair Bolsonaro abre caminho para que tragédias aconteçam.

E aí, sim, a conta irá para os senhores.

Merecidamente.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

21 respostas

  1. É uma besta esse general. Não que seja novidade pois em tempo recorde vamos nos acostumando a encontrar absurdos e assomos de suprema ignorância todos os dias no noticiário oficial. A ignorância só não ganha da arrogância e da falta de tato dessa gente, que também são supremas.

    1. Perdão, Fernando, mas não consigo enxergar as coisas desse modo. Justo na clássica sexta-feira, quando o JN cospe o melhor do seu veneno, o Altíssimo resolve se divertir e detonar uma comunidade, matando duzentas ou trezentas pessoas, quem sabe, para dar umas risadas? Diante do que vimos em Davos e considerando o que tem acontecido no nosso país nos últimos dias, não me parece plausível que, justo hoje, quando esses vermes estão vindo abaixo, aconteça uma tragédia dessas proporções. Lamento estragar o jantar de alguns crédulos, mas isto me cheira mais a 11/09, WTC. A Águia de Davos está no fio da navalha e Flaveco já escorregou. Eles necessitavam, desesperadamente da ação da “Providência Divina”, como homens de fé que são. E, enfim, parece que a “Divina Providência”, montada num belo potro marchador, tirou a Águia de Davos e o 01 na garupa, enquanto derrubava não uma, mas, TRÊS BARRAGENS! Isso cheira a podre e logo irá cheirar a cadáver de gente inocente.

        1. A Águia de Davos, na Câmara, apoiava as milícias e 01, na Assembleia do Rio, fez movimentos no sentido de legalizar e apoiou milícias e milicianos, inclusive, condecorando um dos chefes da milícia de Rio das Pedras, a turma que, provavelmente, matou Marielle e Anderson. Esse pessoal tem estrada.

      1. Eu temo que você esteja certo. Para quem queria explodir um gasoduto…. acho que vou no boteco tomar uma cerveja, senão vou pensar besteiras.

  2. A Vale foi privatizada por FHC no embalo da panacéia de que a privatização é o antídoto contra todos os males que aflige o Brasil e a humanidade. A Vale depos de privatizada não para de cair barreiras, por falta de fiscalização e desleixo dos privatistas que só se preocupam com seus lucros e que se dane o povo.

  3. A cada dia que passa, o Brasil se consolida como um país de “cidadões”, segundo o novo presidente do Inep.

  4. Segundo a Folha de S. Paulo: “A aprovação, com um licenciamento único e mais rápido, foi obtida através de uma diminuição, sem explicação, do potencial de risco da barragem, segundo pesquisadores.
    O caso foi discutido em reunião extraordinária do órgão. Segundo a publicitária Maíra do Nascimento, 32, membro do movimento Águas e Serras de Casa Branca, que trabalha para preservar a biodiversidade da região, o processo foi feito de forma irregular.
    O licenciamento deveria ter sido realizado em três fases —de licença prévia, de instalação e de operação—, mas foi feito de uma só vez. “Foi aprovado a toque de caixa, para poderem começar a operar logo”, diz.
    Membros do movimento pediram vistas do processo, apontando irregularidades, mas não foram atendidos. (…)” Resumindo: foi feita uma vistoria meia boca e às pressas (para não atrapalhar a empresa, os negócios e os acionistas), e deu no que deu.Quem paga a ganancia pelo lucro é o meio ambiente e a população.

  5. Essa conta não pode ir para o governo, mas com esse ministro do meio ambiente envolvido com mineradoras e com processo judicial nas costas é hora de irmos pra cima do capitão pelo que ele quer fazer com o meio ambiente. Até porque, esse ministro é um prato cheio para nós mostrarmos na pratica que tipo de coisa que pode acontecer se a raposa tomar conta do galinheiro. Ora, se com as regras atuais ainda acontece isso, imagina se elas forem flexibilizadas. Soube que houve tremores de terra de 2 a 3 graus na regiao. Pelo jeito a natureza não está a favor do que o capitão quer fazer ao meio ambiente.

  6. desses que perderam as casas e morreram, quantos são eleitores do coisa ruim? a maioria? bem feito! brasileiros tem mais que morrer porque são a escória da humanidade. Um povo que elege esse mito merece sofrer muito mais. Eu torço para que milhões morram, não centenas. Já acendi vela preta.

  7. É duro ocupar um cargo e não ter noção de quais responsabilidades çhes compete. Dá nisso: só baboseiras…

  8. O ARIANO MULÃO PREPARANDO-SE PARA ASSUMIR O LUGAR DO ASNO.
    É EVIDENTE QUE ELE NÃO DEIXA PASSAR CHANCE DE SE MOSTRAR,MAS,CUIDADO,QUANTO MAIS SE APARECE,MAIS OS NOSSOS DEFEITOS FICAM A AMOSTRA.
    É difícil que um ser limitado como este sujeito consiga segurar sua sede de poder ,a briga com o capitão imbecil (tem algum que não seja ?) será pra valer.
    Dois simios .

  9. O repetido caso da barragem mostra mais uma vez que a massa brasileira ,não pode ser chamada de povo.ATÉ QUANDO???
    Pacífico falam alguns ,bundão outros ,estes últimos COMETEM ENORMES INJUSTIÇAS COM OS LUTADORES ,MAS,E COM O RESTO?

  10. No fundo eles são cruéis, acho que estão comemorando esta tragedia, ela desviará o foco do filhinho,Queiroz e milicias.

  11. “meodeos”!!! Famílias destruídas, vidas perdidas e o infeliz discutindo culpa.
    Nesses momentos penso no que Lula faria. Sei que imediatamente (e sem discutir culpa e etc) cuidaria de enviar recursos para acolher os sobreviventes e tudo o mais que um GRANDE homem é capaz de fazer.

  12. Fala se por ai “Boca pequena” que um Bolsominio deu sua versão sobre o desastre com a seguinte desculpa: É culpa é dos pobres que tem esta mania de almoçar todo dia. Poderia ter sido evitado a tragédia, bastaria que que almoçassem de vez e quando, mas!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.