Multidões mostram que a intervenção também levou um tiro

naufra

As multidões que, como era previsível, encheram as ruas do Rio e de São Paulo em protesto contra os assassinatos de ontem à noite comprovam que não foram só a vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes os que foram alvejados.

A intervenção militar na segurança pública do Rio de Janeiro, apontada como “unanimidade”, recebeu um petardo que, no mínimo, a imobilizará por um bom tempo.

Claro que há de esperar que se investigue o crime, mas é quase intuitiva a certeza de que partiu de grupos policiais criminosos.

E se o alvo era, além de Marielle, também o general Braga Netto, o resultado é visível e audível nos gritos de “não, não, não, não  à intervenção” que se ouviram hoje nas ruas.

E contra isso, não há tanques, tropas ou bloqueios a fazer.

É como se, num instante, se tornasse evidente que o mais forte e impiedoso inimigo da segurança pública está dentro e na periferia do sistema policial.

O general está em seu labirinto, onde sabe que seus movimentos não o levarão a lugar nenhum.

É que na guerra, ceder espaço pode ser a chave para preservar suas forças e avançar de maneira sólida.

Mas na política, nem sempre isso é verdadeiro.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

30 respostas

    1. O golpe mata. 60.000 homicídios por ano no Brasil! Indignação seletiva nada mais é que hipocrisia. Todas as vidas tem o mesmo valor.

  1. Começo a ter sérias dúvidas se os golpistas terão culhões pra prenderem o Lula.O bárbaro episódio da vereadora tá mostrando que pra absolutamente tudo há limite.As reações indignadas vem tomando conta do país.Esticaram demais a corda…..agora……

    1. A pergunta é: Não seria a intenção do golpe esticar a corda até romper?
      Só o fato de proporcionar uma convulsão social suficiente para o cancelamento das eleições, praticamente perdidas, satisfariam essa direita inconsequente.

      1. Acho que é mais ou menos por aí. A questão é que eles também pretendem o impossível – um caos controlado – o suficiente para cancelar as eleições, mas sem correr riscos demais, visto o risco de perderem, definitivamente, as instituições nacionais.

        1. Ditaduras não precisam das instituições. Nas ditaduras as leis são ignoradas. Vale o que o ditador quiser.

    2. Desculpem-me pelo bairrismo mas em BH, proporcionalmente ao tamanho da população, teve muito mais gente.

    3. Eles terão… cafajestes como são, seguiram direitinho o roteiro estabelecido desde as eleições 2014 !

  2. MARIELLE, A PRIMEIRA VÍTIMA DA INTERVENÇÃO MILITAR
    COMANDADA PELO GOLPISTA LADRÃO MICHEL TEMER.
    VIRÃO OUTRAS, ESCREVAM ISSO AÍ.
    FOI ASSIM NO GOLPE DE 64, MATARAM UMA, DEPOIS DUAS, TRES E NÃO TEM CONTA QUANTAS MAIS MORRERAM
    O vídeo no link abaixo, mostra um caso, comprovado, documentado por descuido dos militares, mas quantos outros casos identicos nunca foram mostrados e nem apareceram na contagem dos mortos.
    — Torturada e Morta, Aurora Maria Nascimento Furtado — :
    https://www.youtube.com/watch?v=qyFnYNVlhFo

    DEPOIS DE OUVIR O LADRÃO TEMER FALAR,SURGIU UMA POSSIBILIDACE SOBRE A AUTORIA DO CRIME:
    – QUEM MANDOU MATAR A VEREADORA MARIELLE, FOI ALGUÉM DA COLIGAÇÃO DO LADRÃO TEMER/PSDB, COM UMA GRANDE POSSIBILIDADE DE SER UMTAL MINEIRINHO QUE SEMPRE MANDOU MATAR QUE SE COLOCOU EM SEU CAMINHO, CONFORME DOCUMENTADO NO VÍDEO DO LINK ACIMA.

  3. A omissão das FAAs, sempre tratadas com respeito pelos governos petistas, no GOLPE e na destruição do BRASIL, a colocou em um dilema. Se continuar aceitando ser peão de um governo ilegal se desmoralizará. Se virar às costas e voltar à legalidade provará que houve crime de lesa Pátria, e terá que apoiar o cancelamento do golpe e todos seus atos ilegais. Se correr o bicho pega, se ficar vai ter que comer…

    1. Lamentavel! as FAAs foram levadas a uma cilada. O que vai sair daí não sabemos. Primeiro derruba um governo legítimo, leva ao trono um usurpador, desestabiliza o país, desmoraliza os políticos, o judiciário, os empresarios, vende o que pode, minam as FAs, vendem o resto e vão para as praias no Caribe. E nós só assistindo… E afundando!…

  4. O casca-grossa do Braga nunca leu Sun-Tzu. A Arte da Guerra. No máximo, sabe de cor o RDE. Regulamento Disciplinar do Exército. E outras peças “literárias” inúteis. A burrice é ilimitada.

  5. Incrível como eles se manifestam contra o assassinato de uma vítima do golpe, mas não se manifestam contra o golpe.

    1. Não é incrível, já é uma boa surpresa. A consciência não vem de uma epifania súbita, mas em ondas. Esta pode ser a primeira onda para muita gente.

  6. E pelo menos por enquanto a política governa as forças. Então Temer e Moreira Franco que se danem! A culpa é toda deles.

  7. Precisamos saber quem mandou matar a vereadora e seu motorista. Os assassinos são segundo ou terceiro plano, pois é certo que o crime foi político. Mas o X da questão é que, enquanto todos os blogs ocupam-se da notícia (nada contra), os togados estão preparando a prisão do Lula. NÃO PODEMOS BAIXAR A GUARDA. Se foi a polícia do Rio que matou (a mando de quem?) esse crime abateu 2 coelhos com uma só cajadada: a intervenção e o núcleo do governo, que agora estão num dilema. Esticar mais a corda ou afrouxá-la?

    1. Para obter respostas, só é necessário fechar a delegacia que MARIELLE acusou, demitir todos os seus funcionários, não pagar nada a eles enquanto não entregarem todos os canalhas. ISTO É legal, e eles chamam .DELAÇÃO PREMIADA!! Em uma semana entregam tudo. E daí a delegacia de ASSASSINOS acaba por um banho de represálias INTERNAS. Dedos duros contra ASSASSINOS.

    2. COMO É?
      Por que não publicam a ideia de fazer DELAÇÃO PREMIADA, na DELEGACIA dos POLICIAIS ASSASSINOS? Roubar é crime mais grave que execução ? Por favor, publiquem a ideia ou concluo que ninguém está a favor de descobrir os culpados, nem o pessoal do TIJOLAÇO.
      Entre os assassinos, ninguém que saiba vai abrir o BICO exceto na “marra”.

  8. É impressionante o que tem acontecido no Brasil. Dar o golpe parece que foi fácil, mas TODOS os golpistas e aqueles que os sustentam, estão sendo desmoralizados, destroçados. No dia em que a democracia voltar, que instituição poderá manter a cabeça erguida ?

  9. Na verdade, não há como esconder que este foi um crime político. E os loucos que o cometeram são tão loucos, e tamanha é a inversão de valores propagada pela imprensa doidona, e eles se sentem tão apoiados por ela e seus canais subterrâneos, que se consideram estimulados a praticar tais crimes exatamente pelo fato de estar acontecendo a Intervenção Militar. Eles até podem se considerar a si mesmos como dissidentes da Intervenção, gente que tem a mente tão deformada que acha que a culpa da violência e do tráfico e de todo o mal do mundo é daquilo que eles chamam de “comunistas” e que a Intervenção não está cumprindo seu objetivo de matar “esta raça” sem piedade. Eles podem muito bem se considerar a vanguarda ideológica da Intervenção. E a Intervenção precisará provar ao povo que não está com eles, mas sim, contra eles. Ou não? E terá sido este crime um crime isolado, ou apenas o primeiro de uma série? Olha aí, com tanto mal na barriga para ser parido, não nos admiraremos se o Brasil deixar de ser a lesma que tem sido e exploda como a explosão de um super-vulcão.

  10. A morte da valorosa guerreira Marielle Franco tem as mãos sujas do golpe!
    Independentemente de quem puxou o gatilho da estupidez e da covardia!
    As mãos sujas também dos que há quatro anos se fanatasiaram de lavajateiros!
    “Canalhas, canalhas, canalhas!”

    Marielle Franco vive!

      1. … Enquanto todo um país chorava o assassinato de dois jovens brasileiros, Temer afirmava aos presentes que o evento foi um dos mais alegres já realizados no palácio.
        Em lançamento do programa “Brasil Mais Jovem”, no salão Oeste do Palácio do Planalto

  11. A apuração do crime tem que ser federalizada. Não dava para ser “globalizada”, “internacionalizada”? Acho que vai ter que trazer gente de fora….

  12. Desculpem-me pelo bairrismo mas em BH todo o centro da cidade ficou praticamente lotado. Proporcionalmente ao tamanho da população, teve muito mais gente.

  13. É preciso cautela, golpistas não dão ponto sem nó. Não foi apenas um assassinato, foi um recado, só não se sabe pra quem e de quem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.