Netanyahu dá “bolo” na posse de Bolsonaro. E o Fabrício?

Bibi, Benjamin Netanyahu, o primeiro-ministro israelense, não estará mais na posse de Jair Bolsonaro, dia 1°, em Brasília, diz a Folha.

Ainda vem ao Brasil, almoça com o presidente eleito no Forte de Copacabana e se manda, para cuidar de seus problemas eleitorais em Israel.

Bolsonaro, batizado no Rio Jordão e que arrumou encrenca com nossos parceiros comerciais árabes com a declaração de que nossa embaixada iria para Jerusalém, ficou pagão.

É, em parte, o resultado desastroso da “diplomacia com partido” que o novo governo ensaia.

Mas é, também, o retrato de um país que, salvo nos anos Lula, fez sempre questão de ter uma importância política muito menos que a sua presença – já pequena – na economia mundial.

E que, agora, terá de enfrentar quase uma hostilidade aberta de boa parte da comunidade internacional, a começar da Europa.

À qual, agora, somam-se as provocações gratuitas dos “desconvites”, que já se ombreia à lista dos convidados.

Netanyahu será uma ausência só menos significativa que a da Fabrício Queiroz.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

18 respostas

  1. Quanto mais esses cucarachas tupiniquins do tipo Bolsonaro, ficam de quatro para os líderes do primeiro mundo, mais levam pontapés no fiofó. Kkkkkkkk

    1. Parece que depois do vem não vem, o presidente israelense resolveu vir. Já o ídolo Donald Trump preferiu mandar o secretário e o presidente chinês o vice do presidente do parlamento chinês. Vão aparecer os presidentes latinos. Os europeus mandaram representantes. Resumindo: os presidentes das principais economias do mundo, tem mais o que fazer do que assistir a eventos na colônia…..

  2. O Queiroz não faltará, pelo menos na lembrança dos Bolsonaros e bolsonaristas. Isto já é o suficiente.

  3. O escândalo do motorista dos Embolsonaros impediria a posse do “eleito” em qualquer país sério do mundo.

  4. Boçal Nato tem dívida de gratidão com os “sionistas cristãos”, como Malafaia, bispo Macedo e caterva.

  5. O queiroz não irá? Por que? Lembrando que o bolsonaro quando da diplomação não poderá fazer retirada no banco, o queiroz fará muita falta.

  6. O Fabrício deve está na casa do BBB da globostas escondido com Aecim do pó a pedido do Onyx ! Não tem coisas boa para contar antes da posse dessa turma de aloprados ao vivo pela globosta News de televisão e o Merdal Pereira será o comunicador animador do evento !

  7. vamos lançar a campanha pra o coiso não deixar de convidar o queiroz pro palanque da posse.

    afinal depois da posse não poderá mais ser processado.

  8. Ahh, que pena, NUTyahoo e bozo teriAm tanto o que discutir, especialmente se o assunto fosse balas de borracaha e bombas de fósforo branco…

  9. Resta a pergunta: Os militares do Brasil têm interesse em ficar ao lado de Israel contra o mundo árabe e a ONU? Por que?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *