Notícia seletiva? A mídia começa a ocultar Bolsonaro, o filho do ódio

jbdataf

Eu posso detestar Jair Bolsonaro. Posso achá-lo uma abjeção, um protofascista, um oportunista perigoso. E acho tudo isso e muito mais.

Mas não posso, por isso, sonegar fatos e é um fato que não se noticiou a sua impugnação à pesquisa Datafolha, apresentada à Justiça.

Só se vai encontrar a informação em sites bolsonaristas, quando é um fato concreto, que envolve o candidato que todas as pesquisas indicam estar em segundo lugar nas intenções de voto.

Será que, na metodologia entronizada pelo juiz Sérgio Moro, agora temos a informação que “não vem ao caso”?

O pedido de Bolsonaro não parece ter alguma chance de prosperar, mas é um ato político, sem dúvida alguma.

É comovente e inútil, agora, querer deter o processo que se pôs na rua, não apenas com ele, mas promovendo uma dúzia de energúmenos cujos argumentos são o ódio, o xingamento, os conceitos primários de que o Brasil, de 518 anos, é o que é por conta do “lulopetismo”.

Lamento, senhores, não será com isso que se deterá o monstro que criaram.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

12 respostas

  1. Fernando,

    Bolsonaro só serve para manter os antipetistas mobilizados.

    Manter o linchamento de Lula até sua condenação só seria possível se houvesse um aglutinador para o ódio.

    Tentaram Dória, mas ele derrapou na curva (e várias curvas!!!).

    Bolsonaro agora perdeu o seu valor.

    O PIG, agora começará a desconstruí-lo, o que não custa nada.

    Ele tem telhado de vidro e, mesmo que não tivesse, arranjariam um para ele nos próximos meses.

    Não custará nada para a as famiglias Marinho, Frias e Mesquita transformar Bolsonaro em pó.

    Ele não serve nem para Collor, que foi cuidadosamente colocado no papel de antiPT para vencer e que foi cuidadosamente retirado do poder pela mesma máfia que retirou Dilma.

    A mesma.

    1. E mais… Bolsonaro não joga para ser presidente.
      Ele sabe que não tem condições e capacidade política para governar.
      E sabe que seria chutado pela mesma máfia de lombo amarelo que derrubou Collor e derrubou Dilma.
      A mesma máfia que pegou o poder dos militares e ajustou a máquina de corrupção e poder que dura até agora.
      Bolsonaro gosta de ser presidenciável e conta com isso para ser um senador, no máximo.
      Ele é um político-palhaço que surfa na onda do antiesquerdismo vil e barato.

      1. Você acertou na análise. A meu ver as ambições bolsonarianas sequer ultrapassam a confortável e bem remunerada carreira de deputado federal. Para o Senado a eleição é majoritária e para se eleger pelo RJ não bastam os 500 mil votos que esse nazifascista tem e sempre terá. Não me surpreenderei se esse nazifascista asqueroso desistir de outros vôos e se lançar candidato a mais um mandato de deputado.

        1. Lula e Bolsonaro possuem eleitores fieis, não abaláveis pela manipulação do PIG.
          Isto não interessa para eles.
          Eles querem candidatos com eleitores que eles possam jogar para lá e para cá.
          Por isso nomes como Chaves, Maduro, Fidel, Peron ou Lula são execrados por eles sistematicamente.
          E isso não tem nada a ver com comunismo ou esquerdismo.
          Vide Getúlio Vargas.
          Tem a ver com popularidade. Tem a ver com a força que o povo dá á eles o que não permite a manipulação de seus mandatos pelo PIG.
          Ao longo do tempo o 1% sempre precisou de donos de jornais e jornalistas de aluguel para se manter no poder.
          No Brasil, o PIG cresceu tanto que se tornou o 1%.
          E é ele quem dita quem governa ou não.
          O PIG tornou-se uma grande máquina de extorsão de governos.
          Uma máfia que age na cara dura.
          Eles jogam para aparar o espectro político-ideológico pelas pontas, para então manipular a grande maioria.
          E les usam seu poder para demonizar os adversários e endeusar os aliados da hora.
          Ou eles, ou o Brasil.

          1. Mas tanto Vargas como Lula sempre demonstraram ser lideranças populares autênticas legítimas; no poder ambos – com qualidades e defeitos que conhecemos – demonstraram postura, ações e políticas de estadistas, com programas de governo identificados com o desenvolvimento, nacionalismo, soberania e inclusão da classe trabalhadora como prioridade. Em termos de visão e programas de inclusão social Lula está à frente, enquanto nos demais quesitos eles se equivalem ou Vargas está na dianteira.

            Não podemos colocar Boçalnaro nem perto do patamar Vargas ou de Lula.

            O eleitorado bolsonarista pode elegê-lo deputado deputado federal indefinidamente. Para senador ele não possui cacife. Para presidente, por mais que seja preocupante os 15-18% que lhe atribuem, não percebo chances dele sequer ir para um segundo turno.

            Quanto ao PIG/PPV concordo com tua análise; essa mídia golpista representa as oligarquias plutocratas, escravocratas, cleptocratas, privatistas e entreguistas, todas elas parceiras submissas do capital internacional e do aparelho de Estado dos EEUU.

          2. João, nesse ponto já penso diferente e, me aproximo mais da análise pragmática do Brito:

            Bolsonaro tem sim, possbilidade de capitalizar votos (não todos, mas boa parte deles) que iam para o Lula, vindos da classe trabalhadora e menos favorecida.
            Isso ocorre pois, assim como Lula, ele não é só o “político” de carne e osso, mas carrega consigo o simbolismo da “ordem” e determinação de força. Em especial, num momento em que o povão nas grandes cidades sofre com os explosivos índices da violência urbana.

            Ele é um populista, pelo lado inverso ao do Lula. Ou seja, é o não conciliador e o machão sincero.
            E isso é algo que, somando os graves problemas do crime mais ao total descrédito com a política tradicional, levam Bolsonaro a um patamar de poder sim, disputar votos de esperança (que era o que esse tipo de eleitor, esperaria de Lula).

  2. A QUADRILHA CRIMINOSA GOLPISTA TENTANDO EXTERMINAR OS MONSTROS QUE CRIARAM, É A VEZ DO ESCROTO BOLSONARO,DEPOIS VIRÃO OS OUTROS VERMES,KIM KATARRO DE RATO ,OS FROTAS EJANAÍNAS DA VIDA,E ASSIM POR DIANTE,O ÚLTIMO PROVAVELMENTE SERÁ O CRIMINOSO DE CURITIBA E A SUA QUADRILHA DE PROCURADORZINHOS ENTREGUISTAS .
    FAZ PARTE DO JOGO,NO FINAL VIRÁ UM APÁTRIDA TUCANALHA A REINAR NO CEMITÉRIO ,A MENOS QUE A MASSA VIRE POVO E SANGRE A CORJA.

  3. O quinto significado de denûncia, em meu dicionário é : “declaração ou comunicação a respeito de algo que se mantinha secreto.”
    totalmente válido para o caso.
    Tijolaço agora defende abertamente Bolsonaro. Farinha do mesmo saco?

  4. Lula e Bolsonaro possuem eleitores fieis, não abaláveis pela manipulação do PIG.
    Isto não interessa para eles.
    Eles querem candidatos com eleitores que eles possam jogar para lá e para cá.
    Por isso nomes como Chaves, Maduro, Fidel, Peron ou Lula são execrados por eles sistematicamente.
    E isso não tem nada a ver com comunismo ou esquerdismo.
    Vide Getúlio Vargas.
    Tem a ver com popularidade. Tem a ver com a força que o povo dá á eles o que não permite a manipulação de seus mandatos pelo PIG.
    Ao longo do tempo o 1% sempre precisou de donos de jornais e jornalistas de aluguel para se manter no poder.
    No Brasil, o PIG cresceu tanto que se tornou o 1%.
    E é ele quem dita quem governa ou não.
    O PIG tornou-se uma grande máquina de extorsão de governos.
    Uma máfia que age na cara dura.
    Eles jogam para aparar o espectro político-ideológico pelas pontas, para então manipular a grande maioria.
    Eles usam seu poder para demonizar os adversários e endeusar os aliados da hora.
    Ou eles, ou o Brasil.
    Não há outra alternativa.

  5. Com as opções que temos, é uma ótima oportunidade para o TIRIRICA se candidatar. Como o povo é mesmo ignaro e adora ídolos de barro, é bem provável que o elejam, seja por irresponsabilidade, falta de opção ou por pura avacalhação. E como o povo (ainda analfabeto na sua maioria) tem sempre o governo que merece, parece que continuaremos a conviver com presidentes egoístas, ladrões, enganadores, até cairmos verdadeiramente na real e expulsarmos todos esses políticos tradicionais que nos roubam há tantos anos, exceção feita a Getúlio Vargas, que, seja como ditador ou presidente eleito, tirou o Brasil da idade média (seu defeito: ter deixado o Lacerda vivo e ter entregue a mulher do Carlos Prestes aos nazistas, isto foi imperdoável!).

    1. Estava demorando o profissional em mídias sociais (Tissó Kavarinha) em realizar sua tarefa diária, que é só pesquisar o IP para ver que ainda pode ser remunerado para isso, mas que não percebeu que essa atividade já lhe causa doença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.