Novo ministro, novo ‘lockdown’. Nos números

Depois de um recorde ontem, o número de mortes por Covid-19 vai baixar fortemente hoje.

Infelizmente, porém, não é porque tenham morrido menos brasileiros, mas porque o Ministério da Saúde, assim como fez quando o general Pazuello o assumiu, “mudou” a forma de registrar óbitos no Sivep, o sistema eletrônico usado pelas secretarias estaduais de Saúde para relatar os eventos fatais – e os casos confirmados de contaminação – diretamente no banco de dados federal.

São Paulo e Mato Grosso do Sul já avisaram que estarão registrados números bem menores dos que os reais em seus boletins de hoje.

É o governo federal trabalhando com sua maior expertise: a de mentir.

Agora, use a sua capacidade de raciocínio e diga se os “técnicos” iriam fazer, distraídos que são, esta “mudança de critérios” justamente nos dias de mudança na direção do Ministério da Saúde sem autorização superior.

E sem um aviso prévio a quem, na ponta do sistema, o alimenta de dados.

Lida-se com bandidos e idiotas, é bom não esquecer.

E , tomando a melhor hipótese, tudo o que conseguirão é, talvez, “dobrar a meta” quando restabelecerem o sistema, e nos levar logo de uma vez aos quatro mil mortos por dia.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.