Novo poço amplia potencial de petróleo em Sergipe

sergipe

Ainda não há detalhes, mas o comunicado feito hoje pela Petrobras à ANP amplia ainda mais as perspectivas de rendimento da Bacia Sergipe-Alagoas em águas profundas, com a notícia publicada agora há pouco pelo Valor.

Provavelmente, trata-se do poço delimitador da acumulação descoberta há alguns meses e batizada de “Moita Bonita”, a cerca de 90 km de Aracaju e que indicou uma extensa acumulação de petróleo leve a cinco mil metros de profundidade, com lâmina d´água de 2800 metros.

Ao lado deste bloco, o BM-10- SEAL, que é integralmente da Petrobras, ficam o 4 e o 11, onde tem sido registradas descobertas semelhantes, onde a Petrobras tem 60 e 75% respectivamente, em sociedade do uma petroleira indiana.

Ao lado de Barra e Farfan, Moita Bonita é a terceira área já delimitada para exploração. Acima dela,e ao lado esquerdo das outras duas, em delimitação, está a área de Muriú, onde dois poços já encontraram petróleo também. A esquerda, em direção ao litoral, fica a área de Poço Verde, onde a  Petrobras faz estudos sísmicos para ampliar o que descobriu na primeira perfuração.

A Petrobras já considerar reavaliar o plano de exploração de Sergipe, que prevê um navio FPSO com capacidade de processar 100 mil barris diários.

A declaração de comercialidade da área é esperada para qualquer momento e vai ser muito bacana se derem ao campo o nome de Déda, o governador de Sergipe  que morreu dias atrás e foi, ainda no Governo Lula, um dos grandes incentivadores daexploração de águas profundas em Sergipe, onde se explora petróleo em terra e em águas rasas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

4 respostas

  1. Bacana a informação e Boa a sugestão do Jorge Leite de atribuir a esse campo(ou área)o nome do Deda. Abs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.