O cinismo dos predadores do Brasil

Muitos deve se recordar que no final de 2015, já em plena marcha da conspiração que levou ao impeachment, criticou-se aqui um editorial de O Globo que dizia que “o pré-sal pode ser um patrimônio inútil“, defendendo a sua entrega à exploração estrangeira:

(…) Alguns preços de referência de petróleo bateram US$ 37, acima do custo de produção no pré-sal, calculado em junho pela Petrobras entre US$ 40 e US$ 57. Confirma-se que foi erro crasso do lulopetismo, movido a ideologia, suspender por cinco anos os leilões, a fim de instituir o modelo de partilha no pré-sal, com alta intervenção do Estado. Assim , o Brasil perdeu importante janela para atrair bilhões de dólares.

Pois hoje, o Valor, que pertence ao mesmo grupo Globo, publica declarações do  presidente da BP Energy do Brasil, Adriano Bastos, de que a exploração do pré-sal brasileiro se transformou em “low cost” (baixo custo) e “se tornou competitiva em função da redução dos custos e maior conhecimento da geologia”, inclusive comparado com o “shale oil” americano, produção de petróleo não convencional nos Estados Unidos.

O preço que garantiria rentabilidade ao petróleo do pré-sal, diz ele, fica entre U$ 30 e US$ 50. Como as empresas inflam seus custos e eles embutem sempre nestas valores as margens de lucro sonhada, o preço do petróleo do pré-sal deve andar na casa dos US$ 20, menos da metade deles em custos operacionais da produção propriamente dita e o restante de impostos, royalties, remuneração de investimentos, depreciação de ativos e tudo o mais que “penduram” nesta conta.

Como o preço do óleo está à beira dos US$ 70, dá para ver a lucratividade e, portanto, o quanto nos é retirado quando se multiplica a diferença pelos bilhões de barris que cada campo do pré-sal tem para ser extraído.

E é trágico que até um dirigente de multinacional reconheça que a rentabilidade é alta por conta do “maior conhecimento da geologia” que é outra forma de sacar dinheiro da Petrobras, que desenvolveu-a de forma própria e que a vê, agora, ser incorporada aos ganhos alheios.

Os vendilhões do Brasil, além de entregá-lo, cobram bem barato por nosso país.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

32 respostas

  1. Por isso que desde sempre e agora mais do que nunca, pra onde a banda podre da mídia apontar o brasil deve ir na direçao contraria.

  2. Por essas e outros é que há cinco anos defendo um Tribunal e julgamento como de Nüremberg para os criminosos de Estado e de imprensa envolvidos nesse golpe de Estado cuja “sofisticação” , “sutileza” e “inteligência genial” ficaram restritas aos mentores – o Deep State estadunidense. Os operadores em Pindorama, inclusive os do sistema judiciário e do PIG/PPV, são broncos demais como estamos a ver com esses togados do TRF-4, do TSE, do STJ e do STF, além dos procuradores lavajateiros padrão dallagnol e ‘cu-de-frango’ e nesses analistas e colonistas PIGais.

    1. Concordo plenamente, João. Além dos cursos intensivos, há muita tecnologia escondida no sul do país (matrix em SC) que estão conectados ao Deep… Temos que admitir, os “cowboys” daqui são orientados passo a passo, não possuem inteligência ou equipamentos tão modernos… kkkkkkk Abraço.

      1. A direita criminosa, covarde, colonizada e fascista transformou o eterno presidente Lula em ‘O Mito do Brasil’!
        .

  3. Pois é, isso é o que dá deixar o Capitalismo nas mãos do Rentismo. É como deixar o bebê com o tigre…

  4. O pré-sal é resultado de um esforço humano, técnológico e político dos brasileiros. É um bilhete premiado da mega-sena. E foi entregue, a preço de fim de feira, às multinacionais.

  5. Um dia os brasileiros irão rir da pimenta nos olhos dos marinho!

    Canalhas entreguistas, marinhos, pagarão!

        1. As duas coisas : Paredón e (seguido de) guilhotina… com esses FDPs não é bom facilitar, tem que se ter a certeza de que a peçonha deles não continuará.

  6. Eu só queria que com a vitoria das esquerdas e ao tomar posse o governo cancelasse as vendas do Pre-Sal. Que se fizesse uma auditoria para identificar quanto cada um desses vendilhões das riquezas do Brasil cada um deles ganharam. Pois ninguém faz um desastre deste sem ter lucrado pessoalmente milhões de dólar. Ninguém desfaz de um patrimônio pessoal a preço de nada.
    Morte aos traidores do Brasil.

  7. Nada que esses traidores da pátria, bem classificados como PIG, publicam pode ser levado a sério, pois sempre existe um interesse nefasto oculto.

  8. uma hora esses entreguistas vão pagar, com patrimônio aqui e no exterior, dinheiro, perda de cargos. Espero que não demore

    1. … Em primeiro de janeiro de 2019, imediatamente após a posse histórica do TRIpresidente LULA, instalação da Comissão da Verdade, para colocar todos(as) estes(as) nazigolpistas na cadeia perpétua – togados(as) e não togados(as)!

    1. … No Brasil tem-se a pior “classe dominante” do universo!
      A mais canalha, a mais salafrária, a mais corrupta, a mais sem-vergonha, a mais desumana, a mais corrupta, a mais colonizada, a mais antinacionalista… Ufa!

  9. Nem vendilhões do país são. São mesmo assaltantes nacionais associados a assaltantes estrangeiros.
    A ninharia paga apenas mensura o valor do assalto, não o descaracteriza.

  10. Enqto se orgulham de devolver 10bilhões para a petrobrás, os golpistas retiram com a outra mão 10trilhões da mesma…
    10trilhões x 20% = 2trilhões para a educação de futuras gerações… condenando o país do golpe a ser a merda e pária de sempre…
    Tudo por alguns milhões pagos em palestras para esses velhacos se sentirem americanos…

  11. Esses canalhas que venderan (deram) o Pré-Sal, a EMBRAER, a base de Alcântara, a ELETROBRÁS, que deixaram tropas americanas “exercitar-se” na Amazônia, essess canalhas não têm perdão. Serão julgados e condenados por crime de traição. $erra, Parente, Temer, essas pústulas morais vão responder pelos crimes que cometeram contra o Brasil.

  12. Eu só voto em que prometer a retomada do pre sal….da Embraer e retomada da industrial naval…..

  13. E o pior era o cinismo com que diziam que, com seu entreguismo deslavado, se abriria uma janela para atrair bilhões de dólares. Atrair para quem? Atrair como? Para o Brasil certamente não era. Se duvidar, os entreguistas darão não apenas o petróleo que pertence ao povo, e não a eles, mas também todo o maquinário necessário para a exploração. E ainda vão chamar os exploradores para entrevistas na Globo News.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.