O ‘crepúsculo do macho’ de Bolsonaro

Que me desculpe o Fernando Gabeira pela a apropriação indébita do título de seu livro para definir a situação do atual (com 48 dias já temos de nos referir assim a ele) Presidente da República.

Quem prometeu tanto para os “100 dias de governo” completa amanhã, quando sair – se sair – a exoneração de Gustavo Bebianno, 100 horas de um impasse impensável, com a manutenção de alguém que chama de “mentiroso” e que vaza para a imprensa barbaridades em off contra seu governo.

Nada pior para alguém que se elegeu apresentado-se como o “macho” que, no peitaço, ia por ordem no governo.

Pois Bolsonaro, ao contrário do Capitão Rodrigo Cambará de Érico Veríssimo – o do “Buenas e me espalho, nos pequenos dou de prancha e nos grandes dou de talho” com que explicava o manejo do facão – está “tirando o papel de fraco” na briga de botequim quese transformou a demissão de Bebianno.

Não demitiu, ofereceu uma sinecura de R$ 67,6  mil mensais como “cala a boca”, fez que aceitaria manter o ministro “mentiroso” e dar um puxão de orelhas no filho.

Horas depois, “última forma” e a caneta BIC, em tese, voltou a ser um machado.

Se Bebianno disse ou não que Bolsonaro “é um louco”, um “perigo para o Brasil” – expressões registradas por Lauro Jardim – ou  se chegou a admitir, como informa Gerson Camarotti, do G1, que tem o dever de “pedir desculpas ao Brasil por ter viabilizado a candidatura de Bolsonaro” é o de menos.

Ainda que não tenha dito – e duvido – tais coisas, encontrou integrandes do governo Bolsonaro a dizerem o que disse, até como forma de expressarem o que pensam.

Sinal de que não se tem tanto medo mais  do “facão do capitão”.

Que descerá, é certo, nesta segunda-feira sobre o pescoço de um Bebianno que é imensamente maior do que era 100 horas atrás.

Mas que está impedido, pelo menos por algum tempo, de descer sobre qualquer outro pescoço.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

30 respostas

  1. Até 2022, muitas laranjas vão rolar pela esteira, muito suco será produzido. Esse laranjal, tão badalado não está só em Minas Gerais ou Pernambuco, mas em todo o território Nacional, produto do PSL, partido de Bolsonaro, e que impulsionou a chapa Bolsonaro/Mourão, uma verdadeira chapa laranja, que jamais venceria LULA-“O Melhor Presidente da História do Brasil”, “O Maior Líder do Povo Brasileiro”, em todos os tempos. LULA LIVRE ! LULA É UMA IDEIA ! NINGUÉM SOLTA A MÃO DE NINGUÉM !

  2. O que eu sei é que a Cora Ronai está mais sumida do que o Queiroz. Logo ela que dava pitaco sobre tudo não teve nem coragem de aparecer para falar daquele roupa feia do Bozo pai.

  3. Tudo que os estados unidos queriam era isso. Total bagunça, desgoverno.
    Generais já trabalham para eles, assim como milhares de brasileiros por aqui.
    Seremos um gigantesco “Porto Rico do Sul”.
    Parabéns “Camisinhas Amarelas”!

  4. Esse governo só continua em pé, devido à atuação do general Mourão e da ala militar. No caso de Gustavo Bebianno agiu para que a coisa não desandasse de vez, e botou ordem na familia (até o pitifilho agradou o general com uma medalha…). Mourão está no aquecimento, aguardando o melhor momento para entrar em campo. Já a turma do Mercado (dona do golpe), só está esperando a Reforma da Previdência e a blackfriday prometida pelo Ministro Guedes, para descartar os trapalhões e substituí-los por gente mais competente. O clã Bolsonaro começa a perceber que está na corda bamba.

  5. Ao presidente demagogo que assina com Bic, sugiro usar lápis com grafite 6H e escrever bem de leve – caso precise passar a borracha depois, não ficam muitas marcas.

      1. Até onde sei, o 6B (blackness) é para deixar traços bem negros e firmes. Grafite bem macio, ao apagá-lo borra-se tudo com facilidade.

        Os grafites tipo H (hard – duros) deixam linhas cinza-claro e, desde que não sejam pressionados demais (o que arranharia o papel) tornam-se mais fáceis de apagar – tanto que são usados mais frequentemente nos estágios iniciais de um desenho. Sds.

  6. Quem tem Queiroz não precisa de Bebianno para implodir o governo do Bolsonaro. O MP do Rio de Janeiro está a passos de tartaruga neste processo. O caso Queiroz é batom na cueca. Não tem como explicar. Como vocês explicariam? Oito funcionários colocam sistematicamente dinheiro na sua conta coincidindo com as datas de pagamento dos funcionários. Você faz num ano 176 saques em espécie, boa parte na agência da Alerj, até tres dias depois do recebimento e em valores de 5.000 reais. O Queiroz é demitido da assessoria de Fávio e a filha da assessoria de Bolsonaro um dia antes da primeira comunicação da operação Furna da Onça na Alerj. Coincidência? Finalizando “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”, frase do Evangelho segundo João, que Bolsonaro adotou na campanha e esqueceu convenientemente.

    1. Quem realmente precisa conhecer a verdade são os bolsominions. O pior cego é aquele que não quer ver.

  7. Os milicos ainda não chutaram o pau da barraca para o Bozo cair porque não conseguiram avaliar qual será sua reação. Eles sabem que o Bozo tem uma legião de malucos como seguidores, sabem de seu prestígio junto as PMs, religiões, milícias e exército (patentes baixas ou sem elas). Se o Bozo convocar todos, as ruas vão ficar cheias. E aí? Esse é o X da questão.

    1. Penso a mesma coisa, os generais de pijama sabem que talvez não tenham cacife para tirar o bolsa, como era o plano inicial. Acho que os milicos estão esperando o desgaste, que esta acontecendo muito rápido, para dar a rasteira. O problema são as milícias, pois ele e os filhos são integrantes ativos da organização criminosa.

  8. :
    : * * * * 04:13 * * * * * : Eles (Ou Mal lutar é lutar mal)

    Nunca se viu povo tão idiota
    militando contra a própria sorte!…
    Mesmo toda paciência se esgota
    quando os “fracos” idolatram o “forte”.

    E ainda esperam alguma cota…
    Coitados! Que o tempo não lhes corte
    a memória em meio à tal rota
    da vida indo ainda mais para a morte…

    ……………………………. Cláudio Carvalho Fernandes
    ……………………………. (Poeta (anarcoexistencialista))

    Poema dedicado ao eleiTORADO brasileño, no pós-eleições de 2018…
    (Se é que não houve participação ativa da maquininha caixa-preta do TSE nos resultados de 2018…)

    :.:

    Poema “Z”

    Para Dilma, Lula e o PT e todos/as os/as progressistas do mundo inteiro. Sinta-se homenageado/a, também.

    Penso

    Logo(S)

    ReXisto

    :.:

  9. O típico “machão” de arma na mão (se o outro estiver desarmado),o machão quando está em grupo (se não houver um outro grupo a enfrenta-lo).
    O “machão” que avança enquanto não é confrontado,e quando acontece vira uma “moça educada”.
    O “machão” homofóbico tentando matar o gay que carrega dentro .
    Todas estas surradas verdades sobre os machões aplicam-se a famiglia asno e a seus eleitores.Todo o resolvem na porrada até que levam uma na cara.
    Triste é o Brasil estar (ao menos na aparência) sendo presidido por um imbecil destes.

  10. Eu só queria lembrar a todos que o Ministro do Turismo, acusado do mesmo crime do Bebbiano, continua lépido e fagueiro em seu cargo, sem ser importunado, nem pelo Jair e prole, nem pela imprensa.

  11. A caneta BIC precisará de um grande programa publicitário para recuperar a imagem do produto.

  12. Esse “machado”, se descer sobre o pescoço grosso de Bebbiano, não será suficiente para decapitá-lo no sentido que todos pensam. Com o poder de chantagem que possui (basta analisar o que disse o advogado Sérgio Bermudes, avisando que custaria caro ao clã criminoso e ao generalato golpista atirarem às hienas o ‘parceiro’ que alugou uma sigla e agasalhou o clã criminoso, possibilitando o empoderamento deles por meio de uma eleição farsesca e fraudulenta), Bebbiano deve ter precificado sua saída do governo à la Eduardo Cunha, preso fake da ORCRIM Fraude a Jato (que ninguém vê ou confirma se está em estabelecimento prisional, que dele não possui sequer prontuário) cuja família não é molestada pela meganhagem, apesar de todas as evidências e provas de que usufruíram e usufruem de recursos oriundos das práticas criminosas do ex-deputado e ex-presidente da Câmara Federal, encarregado de tocar o golpe de Estado em seu estágio parlamentar.

  13. Só lembrando que o Capitão Rodrigo Cambará teve que engolir essa fala no primeiro homem de verdade que encontrou, Juvenal Terra, que não estava nem um pouquinho interessado em suas gracinhas.

  14. Cada vez que leio um texto do Brito (os quais eu amo), penso na história por causa de sua escrita, que quase sempre remete a algo do passado e me pergunto se esse presidente vai resistir, se já não pensou em se livrar desse inferno por meio da renúncia. Alguma intuição, que às vezes se revela premonição, me diz que esse pensamento o atormenta e que isso pode vir a acontecer.

  15. Acho ótimo o que está acontecendo! Estamos num governo militar! Os militares sabem quem é Jair Bolsonaro! O apoiaram e estão juntos com ele! Então tudo o que esta acontecendo, tem participação ativa desses militares! A mascara caiu!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.