O “delenda Lula” faz editor da Folha inverter chamada

dino3

A boa entrevista feita pela Folha com o governador Flávio Dino, do Maranhão, além de seu lúcido conteúdo, ajuda a mostrar como o jornalismo brasileiro está tão envenenado pelo antilulismo que “puxa” para as chamadas tudo o que possa detratar e intrigar o ex-presidente.

“Governador do MA considera ‘suicídio coletivo’ candidatura de Lula, por beneficiar Bolsonaro”, diz a home da Folha, neste momento.

E o que Dino disse foi que “tirar Lula” da eleição é que seria um “suicídio  coletivo”, por criar a perspectiva de eleição de Jair Bolsonaro.

Não é pelo erro, porque eu os cometo aqui a toda hora, atropelando a digitação.

É por torcer o significado do que é dito até invertê-lo.

Coisa nada rara quando se trata de Lula.

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

  1. Todo político de esquerda que fosse entrevistado pelo PIG deveria gravar a entrevista concedida e divulgá-la à parte na internet. Para servir de contraprova.

    1. Boa ideia. Contudo, melhor não dar entrevistas para globo-folha-estadão-veja, já que vão distorcer com certeza.

  2. E qual a novidade nisso, Fernando Brito? Mentir, manipular, torcer, distorcer, inverter o conteúdo da falas de líderes políticos da Esquerda tem sido a regra no PIG/PPV há pelo menos 8 anos. Ou o Jornalista titular deste blog e seus atentos leitores não se lembram daquela confissão feita por Judith Brito, em 2010, quando presidia a ANJ?

    “- A liberdade de imprensa é um bem maior que não deve ser limitado. A esse direito geral, o contraponto é sempre a questão da responsabilidade dos meios de comunicação. E, obviamente, esses meios de comunicação estão fazendo de fato a posição oposicionista deste país, já que a oposição está profundamente fragilizada. E esse papel de oposição, de investigação, sem dúvida nenhuma incomoda sobremaneira o governo [Lula].”

    Embora haja as exceções de praxe, que confirmam a regra geral, a grande maioria dos que integram as maltas e matilhas da direita nazifascistóide lêem e excretam opiniões apenas com base na leitura de manchetes. É para esses que são elaboradas as manchetes e lides. Desde 2010 tem sido comum as manchetes do PIG/PPV dizerem exatamente o oposto do conteúdo de artigos e reportagens.

    No Brasil jornais e revistas morreram muito antes da ‘morte estrutural’ dos meios impressos. A principal razão é a mostrada nesta nota.

  3. Não entendo porque o Flávio foi conceder entrevista para a Folha! Eles não aprendem! Golpista é golpista! Vão distorcer sempre! Eta esquerda democrática! A Dilma tentou e olhem no que deu!

  4. Enquanto pessoas ligadas a esquerda ocuparem a “cozinha da Ana Maria “saga” para fazer omeletes, fica difícil…

  5. Tirante a meia dúzia de NÉSCIOS que ainda leem O PASQUIM DA DIREITA, poucos levam a sério,o que ali se publica.Estão tentando achar uma maneira,de FALSIFICAR TAMBÉM,AS DATAS QUE ALI IMPRIMEM.|Indago do SR.GOVERNADOR,o por que dar entrevista,que sabidamente será FALSIFICADA.

  6. Essa manipulação funciona para os coxinhas. O que eles leem no PIG é a verdade absoluta, para eles. A imprensa brasileira, já a algum tempo, é feita para indivíduos portadores de miséria moral e cognitiva. Basta ver como se referem ao Lula os coxinhas insanos que postam nos blogs de direita e, também, de esquerda. Aliás, esses débeis mentais nem sequer sabem de onde vem os termos “direita” e “esquerda”.

  7. Em se tratando da famiglia Frias, todos sabemos o quanto essa organização mafiosa quer iludir os que querem ser iludidos, ou seja, os coxinhas e os mal-informados que leem só as manchetes.

  8. Diante das denúncias terríveis de corrupção contra brigadeiros, coronéis e generais feitas pelo senhor Davincci Lourenço Almeida e que, sejam ou não sejam maluquice, estão repercutindo estrondosamente na rede, o que vai acontecer? Vão apurar o quê e como? Há alguma coisa maior por trás disso que procura desmoralizar as Forças Armadas? Por onde vão começar? Se um milésimo do que o denunciante fala sobre a intervenção do FBI no Brasil fosse verdade, o país já não teria soberania e já não poderia ser chamado de país e assim ser reconhecido pela ONU. Ele falou que já está a fazer uma “delação premiada” para o FBI dos Estados Unidos, para quem já teria levado documentos e por aí a gente vê que ele, no seu suposto delírio mental, considera o Brasil como colônia americana, e não país independente. Se ele for levado a sério, e pensamos que não é possível que as FFAA deixem isso tudo passar batido mesmo que se trate de um louco, o que vão fazer? Vão trazer um Moro para intervir dentro da Justiça Militar? Seja como for, as Forças Armadas precisam agir prontamente para resguardar sua honra e seu prestígio, já que o povo nunca foi tão crédulo e desesperançado e o terreno nacional nunca foi tão fértil para a propagação de fofocas desestabilizadoras.
    https://www.youtube.com/watch?v=SujG3H1hews

  9. Além de ser uma mídia obsoleta e desnecessária, o jornais tornaram-se uma mídia nada confiável. Publicam mentiras e distorcem de uma forma tão inescrupulosa que acabam acelerando seu inevitável fim.
    Antigamente colocava-se a condição de “ler jornais” para indicar que alguém era bem informado. Hoje, ler jornais indica o contrários, mostra um hábito nacrônico e indica que a pessoa está desinformada dos fatos reais.

  10. Qdo o governador, ja ento reeleito, estiver pelo fim de seu mandato, temos uma modesta sugestão para ele: nao se contentar com as obras e avanços realizados como o Maranhão nunca viu. Preparar um naco do orçamento e no ultimo ano jogar forte na publicidade de seu governo e sua filosofia de governo- para eleger um sucessor que impeça o retrocesso. Nada de republicanismo neste quesito.Pense nisso.

  11. o PIG já sentiu o cheiro de queimado. Pois se Lula não for candidato, 99% dos seus eleitores votarão em Bolsonaro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.