O Exército brasileiro admite ser visto como “grupo de extermínio”?

mib

A reportagem do El País hoje, informando que homens de capacetes, vestidos de negro e com miras laser nos fuzis, são apontados como responsáveis pela chacina de pessoas no Salgueiro, no município de São Gonçalo, periferia do Rio de Janeiro, deve – ou deveria – estar preocupando a parcela, ainda grande nas Forças Armadas, dos que vêem a necessidade de disciplina e profissionalismo na atividade militar.

A história do padeiro de 19 anos atingido por tiros de fuzil e deixado a sangrar toda a madrugada. Atingido pelos “homens de preto”  e agonizando enquanto carros de polícia, “caveirão” e blindados passavam a seu lado, sem se  importarem com um ser humano sangrando no asfalto.

Atividades internas encobertas têm, na história militar recente de nosso país um nome nada honroso, que era conhecido por suas siglas: Doi-Codi .

E custaram ao Exército a criação de quistos difíceis de extirpar e que levaram quadros da instituição para o crime e , até, para a contravenção.

O poder de contaminação pelo crime de gente liberada para matar clandestinamente é imenso.

Como a maior parte da tropa é temporária, para onde irão quando se desligarem do Exército?

Não é difícil imaginar, não é?

Já é corriqueiro, aqui no Rio, o tráfico absorver ex-soldados, hábeis no manejo de armas pesadas, pelo treinamento que receberam.

Se receberem o “treinamento” de matar clandestinamente, imagine o que será.

Ou, ainda pior, se o Exército estiver pagando pela ação de grupos da Polícia Militar cuja associação ao tráfico o próprio Ministro da Justiça proclamou, outro dia e que ficou “barata”?

Sempre tão preocupado com “infiltrações”, as Forças Armadas deveriam se preocupar com a infiltração do crime em suas fileiras.

Homens de preto, de mira laser, executando “alvos”  ao acaso é a melhor maneira de abrir esta porta, que já não estava fechada.

Os altos oficiais do Exército devem lembrar do que aprenderam sobre Caxias deixar a guerra do Paraguai quando ela virou genocídio, ficando a cargo do Conde D’Eu a fase criminosa do conflito.

 
contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

25 respostas

  1. Capitão Guimarães, exemplo maior. Atuante na repressão (tortura) a presos políticos e “suspeitos”, adquiriu poder suficiente para se “estabelecer” como Capo do jogo do bicho à época (contravenção penal).

  2. É preciso responsabilizar os comandantes destas aberrações confessadas ou não de grupos de extermínio no Exército brasileiro. A ONU tem de investigar e punir com bastante severidade estes facínoras fardados ou não.

  3. Puxa! Os colectivos chavistas matam da mesma forma na Venezuela e eu nunca vi uma vírgula de indignação do dileto blogueiro sobre eles. Aqui, vez ou outra morre uma pessoa de bem entre os vagabundos, o que é lamentável. Quem sai pra matar vagabundo não pode confundir o alvo. Tem que ser 100% de acerto. Mas na Venezuela, os colectivos matam cidadãos que querem um país livre e se manifestam contra uma ditadura opressora. Vou aguardar a postagem sobre os colectivos, viu Fernandinho?

    1. “cidadãos que querem um país livre” aqui tem nome de coxinha, e matar coxinha é obra de higienização social-política onde quer que ocorra.

    2. Warinha
      Deu muito cu no final de semana passada ?
      Tá se preparando para essa semana.
      Tá cansadinha vagabunda?
      Aproveita sua vidinha cachorra!
      Cansou de escrever MERDA, filha de uma puta ?
      Pederasta.
      Xibunguinha!
      Molequinha !
      Vagabunda !

      1. Sergita, está nervosa mona calma você vai conseguir comprar calcinha nova para o fim de semana e trabalhar bastante até ficar ardida sua bucha vagabunda

    1. Capiau Venha Chupar Meu Pau
      Tá sumida heim vagabunda ?
      Deu muita bunda no final de semana passada ? Tá se preparando para está semana ? Solta a franga vagabunda.
      Pederasta.
      Xibunguinha.
      Moleca !

      1. Vai dar muito cu no final semana ?
        Você não se cansa, cachorrinha vadia ?
        Tá cansadinha vagabunda?
        Aproveita sua vidinha cachorra!
        Cansou de escrever MERDA, filha de uma puta ?
        Pederasta.
        Xibunguinha!
        Molequinha !
        Vagabunda !

    2. Bronco aqui só tem comédia kkkkkkk
      Só venho aqui para zoar esses pela saco um bando de santo do pau oco, achando que irão fazer daqui a porra de uma Venezuela ( com todo respeito ao povo sofrido me refiro a esse maldito ditador que só está vivo por motivos óbvios igual ao LULADRAO), aqui é diferente essa corja nunca voltará ao governo nunca deixaremos somos eficientes em …….

      1. Vai dar muito cu esse final de semana passada ?
        Tá cansadinha vagabunda?
        Aproveita sua vidinha cachorra!
        Cansou de escrever MERDA, filha de uma puta ?
        Pederasta.
        Xibunguinha!
        Molequinha !
        Vagabunda !

        1. Sergita sua putinha vagabunda, não sabe nem fazer sexo gostoso tua família todinha já sentiu aqui é também fizeram um vila gato gostoso. Kkkkkkknk falaram que você é borracha mole kkkkkkknk

  4. Escrevi aqui que vamos ter inveja da Síria. Graças ao DEUS EOLO estamos caminhando, passos largos, ficaremos pior que à Síria.

  5. Os caras ficam treinando e aquartelados no come e dorme, e quando saem, saem para matar seu próprio povo, se tem tanta vontade de matar, faz um comando e invadem a Síria que já está em guerra e lotem de igual para igual, matar o povo brasileiro além de covardia é cuspir no prato que lhes pagam e muito mais que merecem. Se isso for verdade é uma decepção, além de terem perdido a guerra hibrida e deixarem os EUA tomar o Brasil, só bostas fariam covardia neste sentido narrado, tomara que não seja verdade.

  6. Os assassinos da IDF de Israel fazem isso em Gaza e nos territórios ocupados bastando que se incomodem com um protesto dos moradores, em geral com garotos jogando pedras.
    Atiram usando miras telescópicas após observarem á distancia os protestos com potentes binóculos militares. Em quem? naqueles que pelos gestos e atitudes lhes parecem ser os ‘lideres’.
    Com quem será que aprenderam lá e aqui?

      1. Warinha
        Deu muito cu no final de semana ?
        Tá cansadinha vagabunda?
        Aproveita sua vidinha cachorra!
        Cansou de escrever MERDA, filha de uma puta ?
        Xibunguinha!
        Molequinha !
        Vagabunda !

  7. esquece o exercito como defensor do BRASIL como nação não existe mais, tornaram-se meganha de soldado dos USA o treinamento e contra os pobres da rocinha e amanhã sera contra a periferia em defesa da elite

  8. Salvo engano, o Brasil é um dos poucos países em que a polícia que faz operações ostensivas é militarizada e considerada força auxiliar do exército. O Rio de Janeiro é o caso mais flagrante de polícias corrompidas, com destaque para a militar, que faz o policiamento ostensivo e que usa equipamentos de guerra. Mas em outros estados – como SP, MG, PR, SC, etc. – e no DF as polícias são tão violentas, corrompidas e criminosas quanto no estado fluminense. Em recentes reportagens o Jornalista Marcelo Auler mostrou que a PM-MG comete crimes de extorsão, tortura e assassinato. Em SP a maior parte das chacinas que ocorrem na região metropolitana da capital têm as digitais da polícia militar.

    Como tenho comentado, há pelo menos três facções nas FFAA: uma legalista/nacionalista, uma reacionária/nazifascista/assassina e outra entreguista. Embora possua o maior contingente humano, o exército é a “ralé” das três FFAA e aquela em que se encontram indivíduos cujo caráter, formação e origens fazem com que sejam facilmente corrompíveis e/ou aliciáveis pelo mundo do crime. Basta observar que um general cheio de estrelas de qualquer da três FFAA recebe vencimentos inferiores a R$15 mil, enquanto um reles procurador do MP, em início de carreira, apenas com graduação em direito, recebe vencimentos superiores a R$ 30 mil. No mundo do crime – em especial no tráfico de drogas e de armas ou roubando e desviando cargas – um sujeito de média patente pode auferir renda bem maior. Portanto existem três elementos explosivos, que estimulam o ingresso de militares no mundo do crime: a perícia no manuseio de armas; a baixa remuneração e deficiência e de caráter; a oportunidade de ganharem bem mais dinheiro cometendo crimes.

  9. São para militares. Playboys no comando de jovens ex-recrutas mal doutrinados.

    O que se está fazendo hoje terá consequência pelos próximos 20, 30 anos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.