O fim do Semente e o cheiro da morte no Rio

sementeyamandu

O jornal O Globo noticia o fim do Bar Semente, um ícone da nova (ou já nem tanto) boemia carioca, palco de shows e de “canjas” – as apresentações espontâneas e gratuitas de artistas, apenas pelo prazer da música – lugar de encontro na Lapa do Rio de Janeiro.

O genial  cariucho Yamandu Costa,  carioca gaúcho nascido no Uruguai define: “é uma fotografia da vergonha que nós temos da cultura popular. Nossa elite tem vergonha de ser América Latina, de ser samba, de ser choro”.

Não quer, mas paga dez vezes mais por qualquer porcaria que não é rock nem é Rio.

Diz o Datafolha que “72% dos moradores dizem que iriam embora do Rio por causa da violência”.

E que o governador Pezão e o Marcelo Crivella, mais o primeiro que o segundo, têm índices “temerísticos” de aprovação.

O povão, sabido como é, não confia na polícia (70%, entre os que ganham até dois mínimos) e a teme como aos bandidos.

O Datafolha também quis saber de quem os moradores do Rio têm mais medo. Entre as opções no questionário, 49% disseram bandidos, 23% polícia e outros 23% [medo de] ambos na mesma proporção. Só 2% responderam não ter medo de nenhum deles. O temor da polícia cresce a 28% entre os mais pobres (até dois salários mínimos de renda familiar mensal) e os mais jovens (16 a 24 anos).

A polícia – embora não todos os policiais –  está metida até a medula na criminalidade  e na opressão aos pobres por aqui.

Só quem não viveu nas beiras de favelas ou não convive com pessoas que moram nas comunidades pobres não sabe o que o “acerto” é a a regra por ali.

Mas é algo que nem mesmo se pode dizer que venha só deles: quando se concede poder supremo ao policial para “barbarizar”, quem se interessa em investigar e punir?

Saí do Rio, tangido pela necessidade de dar, ao menos nos finais de semana, espaço, liberdade e companhia infantil a um filho que precisava disso para se desenvolver e superar problemas.  Missão cumprida, estou voltando pra lá, apesar dos avisos apavorados amigos que entram nessa justificada neura.

Não importa, o Rio é minha mãe e meu pai, foi quem me criou, quem me formou, quem me fez ser o que sou.

Não vai morrer sozinho e vai me fazer viver melhor, com a gente que tem.

E, desconfio eu, não vai morrer, por mais que o Brasil “moderno” e desumano o queira matar.

Lá no finzinho da reportagem da Folha se registra que outro cariucho como o Yamandu Costa ainda é considerado o melhor governador que este Estado já teve,  Leonel Brizola, o mais citado como o melhor ocupante do Palácio Guanabara. Entre os que eram jovens ou adultos onde andou por lá (até abril de 94, 23 anos atrás),  24%  para os que que têm entre 45 e 59 anos e, portanto, tinham até 22 anos quando ele deixou de governar.

Apanhou com se apanha hoje, porque Brizola era o que “defendia bandido”, porque jamais aceitou que pobre pudesse ser menos cidadão que os ricos.

Eu conheço essa gente. Conheço faz tempo. Talvez não tenha a força que tinha para lutar contra ela como quando tinha aqueles 20 e poucos anos.

Mas a vida longa me fez ter menos medo da morte e mais amor à vida, mesmo que a vida já não seja a minha.

O Rio é um resumo da história de meu país, a cidade capital que sempre aceitou todos e onde, para nascer aqui, basta amar a diversidade e a beleza que junta tudo.

Essa gente que quer todo mundo igualzinho, arrumadinho e cínico vai passar.

Mas a alma carioca, não. Vai ficar pra semente.

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

23 respostas

  1. Tudo bem bem: o Rio é uma maravilha, vai “sobreviver”, show de bola, mas… precisa caprichar muuuuito mais no voto…

  2. Caro Colunista, por enquanto Passo Fundo ainda não foi anexado pelo Uruguai, mesmo que, para muitos, não falte vontade para tal. Abraços

  3. O samba do avião é uma belíssima homenagem ao Rio de Janeiro, que amo desde que nasci. Belo texto, apesar dos pesares.

  4. :
    : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra**S**il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta de sabujo$$ sujo$$ e sabuja$$ suja$$ a serviço de ianque$$ e de $$ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria, com dois c(h)ifrões, de $$ neonazista) de canalha$$ direitista$$…
    .

    PARA A ENÉSIMA PUTifARIA ( patifaria + putaria ) DA DIREITA:

    Foi com muito cálculo que se preparou mais essa para o PT (e/ou as esquerdas, o progressismo/trabalhismo). E, ao que parece, o partido não contava nem se preveniu para essa eventualidade. Aliás, é estranho o número de vezes que o PT (o progressimo/trabalhismo) é pego de calças curtas, desprevenido e perplexo. E, o que mais espanta, é que seus inimigos nem parecem ser tão espertos assim.
    .

    AS MORDOMIAS DOS MARAJÁS EM PÉ DE GUERRA:
    .
    Os 17 mil juízes receberam em média 46,1 mil por mês em 2015;
    .
    Os 1,2 mil promotores e procuradores de Justiça recebem salário máximo teórico de 33,7 mil mensais;
    .
    Magistrados e promotores têm auxílio-moradia de 4,3 mil mensais. Se morarem juntamente com um cônjuge que também tem direito a auxílio, ambos recebem da mesma forma;
    .
    Todos têm 60 dias de férias por ano e, em caso de trabalho fora do local, uma diária equivalente a 1/30 da remuneração mensal;
    .
    Pena máxima em caso de punição disciplinar: aposentadoria compulsória com salario integral (i$$o é punição mesmo ou é premiação ?…)
    ,

    E MAIS :

    Os tribunais de contas e o Judiciário são a maior fonte de corrupção

    O Judiciário do Brasil é o mais caro do mundo

    O juiz é um servidor público como o faxineiro, só que o Judiciário decide em causa própria

    Os juízes dizem “na minha vara” – a vara não é dele!

    A reforma de Previdência não vai atrás de juiz que recebe aposentadoria de R$ 100 mil: vai atrás dos pobres

    O Judiciário é uma ditadura de classe – e ditadura conservadora

    .

    Poesia contra a distopia (Distopia = Ideia ou descrição de um país ou de uma sociedade imaginários em que tudo está organizado de uma forma opressiva, assustadora ou totalitária, por oposição à utopia. “Distopia”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/distopia [consultado em 01-10-2016].)

    .:.

    Poema acróstico para o maior e melhor brasileiro de todos os tempos :

    L ouvemos quem bem merece o mais pleno louvor
    U m homem simples como as coisas boas da vida
    Í ntimo camarada, nosso irmão e amigo de valor
    Z elando sempre pelo bem da humanidade querida

    I nimigo dos maus, amigo dos bons, trabalhador
    N ascido do povo que muito o ama e admira
    Á rvore de bons frutos, os de melhor sabor
    C onsciência plena de tudo que no mundo gira
    I magem perfeita do homem de si senhor
    O humano defensor de humana lira

    L uz de nossa gente, lutador incansável
    U m verdadeiro herói do povo brasileiro
    L úcido e consciente do mais admirável
    A mor pelo ser humano e verdadeiro

    D igno e sincero, fraterno e muito humano
    A migo do povo, honesto e sempre lhano

    S eja o meu/nosso canto para te louvar
    I sso que a voz do povo já disse várias vezes
    L ula, o BraSil vive mais feliz só por te amar
    V itória da melhor sorte no número treze
    A fazer do brasileiro a humanidade a se ampliar.

    Autor: Cláudio Carvalho Fernandes ( poeta anarcoexistencialista )

    .:.

    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do BraSil inteiro.

    .:.

    L ula livrou 36 milhões da pobreza
    U m feito memorável sem precedentes
    L utando contra a mídia venal, teve a certeza
    A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes

    .:.

    L ivrando da miséria extrema 36 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia

    .:.

    .:.

    NÓS

    A tv me promete
    o leite da moça,
    o prazer em pó,
    líquido,
    instantâneo,
    integral…

    Que faremos de nossos olhos,
    de nossas mãos?

    ………………….……………………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )

    .:.

    B……………………………A
    …I………………………I
    …….S………………C
    ………..T………N
    …………….Â
    tele……………………..visão

    tele……………………..vazão

    tele……………………..vazio

    ………………………………………………………. (Cláudio Carvalho Fernandes)

    .:.

    ReXistência

    Não deixe que aluguem o seu pensamento:
    Simplesmente mude de canal ou desligue a TV
    :
    Diga “NãO” à Rede Goebbels

    ……………………………..………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )

    .:.

    Globo

    PATRÃO
    PADRÃO
    LADRÃO

    ……………………………..………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )

    .:.

    Mídia cínica, mercenária, demagógica e corruta.
    .
    “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma”.
    .
    …………………..………………………………. ( Joseph Pulitzer )

    .:.

    Se você não for cuidadoso / cuidadosa
    .
    “Se você não for cuidadoso / cuidadosa, os jornais [a mídia] farão [fará] você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas e amar as [‘]pesso[nh]as[’] que estão oprimindo”.
    .
    …………………..………………………………. ( Malcolm X )

    .:.

    ( En la lucha de clases )
    .
    En la lucha de clases
    Todas las armas son buenas
    Piedras
    Noches
    Poemas
    .
    …………………………………………….( Paulo Leminski )

    .:.

    ( Não é a beleza )
    .
    Não é a beleza
    Mas sim a humanidade
    O objetivo da literatura
    .
    …………………………………………….( Salamah Mussa )

    .:.

    A existência precede a essência.
    .
    …………………………………………….( Jean-Paul Sartre )

    .:.

    * 1 * 2 * 13 * 4

    .:.

    * * * * * * * * * * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *

    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lul(inh)a Paz e Amor (mas sem vaselina) 2018 neles (que já tomaram DE QUATRO no PSDBosta) !!!!

    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * * * * * * * * * * *

  5. Os políticos. Foram eles que destruíram o Rio de Janeiro. Esses caras lavadas ainda brigam, iguais URUBUS ( não ofensa ao reino animal ) na carniça para assumir qualquer cargo político pq eles FAZEM O RETORNO. Lastimável para a cultura pq é o Rio de Janeiro que todos lá fora conhecem o Brasil. Como diz o poeta Paulinho da Viola :há sempre uma nova esperança que agente alimenta em sobreviver.

    1. Valeu Cara…este gesto de sugerir vídeos e matérias é muito IMPORTANTE e colaborativo, pois encurta o caminho para a disseminação da informação e do conhecimento e com isto só faz crescer as parcerias e a resistência na luta por um mundo mais democrático e social e menos fascista…abraço.

  6. Senti um cheiro de anos 80…quando a elite paulista se deliciava com a decadência do Rio, numa espécie de FlaFlu coxinha-Fiespiano-Febrabaniano.

    Porquê esse jornal paulista não faz uma pesquisa desse tipo sobre a cidade de São Paulo?

    1. Complementando o que escrevi, pode ser uma propaganda subliminar do “way of life” do Tucanistão – num momento em que eles correm sério risco de ficar de fora no segundo turno de 2018. A Veja agora passou a atacar o Bolsonazi.

  7. Assim como o Brasil, o Rio é muito grande para ser destruido pelos canalhas. Muito maior q os canalhas canalhas, canalhas do judiciário, legislativo e executivos. Sobreviverá e sairá mais forte. O Rio e o Brasil feitos fênix renascerão das cinzas. Do caos nascem as estrelas, as mais belas.

  8. É o Rio de Janeiro que a Facção Marinho trata como se fosse seu “Chiqueiro onde engorda seus PIGS” …

  9. Sou Paulista e moro na cidade de São Paulo e a diferença basilar no que tange a violência é que em todo o estado de São Paulo, hoje os bandidos fazem parte de um monopólio do crime, aquela organização que os marinho não dão o nome em seus órgãos de desinformação, o PCC, portanto não há concorrência que leve a disputas e como não são trouxas, tentam reduzir ao máximo a prática de violência direta contra os cidadãos para não aumentarem a pressão da polícia sobre si, práticas essas que sobram para os avulsos e pequenas quadrilhas, cujos membros ainda não foram mortos ou não entraram ainda para o PCC. Complementando, comparando as capitais a topografia das mesmas colaboram para o bem e para o mal, sendo em São Paulo, cidade sem morros , impossível juntar em um determinado bairro ou favela, um aglomerado de bandidos como no Rio e andar de comboio ou de fuzil pra cá e pra lá, nem pensar. O PCC “não tem sede” e nem domina a favela ou morro tal, “domina tudo” e está invisível em todo lugar, inclusive muitas vezes em atividades legalizadas. A diferença entre a organização da classe dominante e a do PCC, é que a da classe dominante rouba do governo “legalizadamente” e o PCC rouba dos privados ilegalizadamente, ou seja, basicamente da classe dominante.

    Quanto a mídia dá empate, o monopólio é o mesmo, quer no Rio, quer em São Paulo, e quando pautam a mesma matéria pode ter certeza que o objetivo maior está fora do foco da dita, o intuito é outro, no caso do Rio é assustar todo o Brasil. Para que? Dá até para imaginar.

  10. Eu não entendo esta visão de perfeição dos pobres,eu sou um,convivo com eles a vida inteira ,e nós não somos tão bonzinhos como os políticos,jornalista e socialistas gostam de propagar.

  11. Outro dia, salvo engano, transformaram a câmara de vereadores do rio em templo para culto de igreja evangélica.
    O estado é laico, seus jumentos…. que me perdoe os jumentos;
    Cade o ministério público????????? São milhões de Cunhas!!!!!!!!!!!!
    A desgraceira toda atinge todo o pais, todas os grandes centros e também os pequenos municípios..

  12. Rio de Janeiro será sempre Rio um farol dos Brasílis jamais se apagará essa chama acessa Copacabana é Aymara mas Rio e dos brasilis e nunca, nunca nunca deixará de ser Carioca!!!

  13. Gostei tanto do que li. Sinto muito pelo bar. Espero e muito que seja apenas uma situação transitória e este lugar jamais perca sua fonte de inspiração e lute por sua vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.