O imperador do caos

Do Japão, Jair Bolsonaro anuncia que Eduardo Bolsonaro “desistiu” de ser embaixador no Estados Unidos para se tornar o seu delfim no Congresso Nacional.

Sim, porque ter o filho como líder na Câmara o torna, objetivamente, embaixador do Planalto no Poder Legislativo, aquele que fala pelo Governo de fato, deixando que a quinquilharia emedebista que formalmente ocupa as lideranças do Governo no Senado, no Congresso e a nulidade do líder na Câmara, o anspeçada Vitor Hugo (que dor ver este nome num sujeito tão medíocre) como donos de gabinetes e minutos no microfone, apenas.

Jair Bolsonaro é um negociante sem escrúpulos, que não hesita em mudar de planos conforme convenha aos seus interesses, pessoais ou de família.

“Dudu” estava inviabilizado para o posto em Washington, seja pela grosseria, seja pela incapacidade intelectual, seja pelo fundamentalismo ideológico.

Mas estes três defeitos, no pântano do parlamento brasileiro viram “virtudes” para o bolsonarismo.

Adequam-se perfeitamente à sua estratégia de crise permanente, porque só no caos e na perda da razão ele pode prosperar.

O atual presidente não tem projeto algum para o país – exceto do do desmonte – e, por isso, não precisa de uma maioria parlamentar para sustentá-lo.

E como o o processo de desmonte é, já há anos, é tudo o que a voracidade dos grupos econômicos quer e deseja para o país, nisso sempre é possível ter o aval do Congresso.

O “probleminha” do caos é que ele não é um estado fácil de se conter nos recipientes em que se deseja fazê-lo.

Ele se espalha e toma conta de toda a vida brasileira e, como bom caos que é, pode trazer efeitos imprevisíveis.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. A males que vem para o bem. É muito ruim, mas talvez seja o que nós estamos precisando para sairmos do marasmo e da apatia. O cabaré tá pegando fogo e a panela de pressão vai explodir.

    1. Explode não, o brasileiro é cordial com as elites, adora um sofrimento, adora ficar na fila por uma vaga de trabalho onde será explorado, humilhado e sem direito trabalhista algum. O povo brasileiro não merece um governo que o trate com respeito.

      1. Tenho que concordar com você. Infelizmente não explode porque esse povo sempre foi massa de manobra da “grande mídia” que vem cumprindo o seu papel de controlar e direcionar opiniões e votos.

  2. O brasileiro está vivendo o Caos Comédia,um universo paralelo bizarro e surreal do mal, que ele próprio criou com sua burrice incomparável.

  3. O plano não é permanecer líder, mas tornar-se presidente da Câmara e segundo na linha de sucessão do próprio Bolsonaro. Aí a sucessão hereditária estará legitimada. E ainda vão tripudiar de cargo em embaixada.

    1. E o estilo Capitanias Hereditárias, tão elogiado pelo outro anspeçada, o Mourão, será novamente instalado na Terra de Santa Cruz.

  4. A situação de Bolsonoro vai ficar insustentável e ele vai tentar um autogolpe a la Jânio Quadros.

  5. Brito, o deputado federal major Victor Hugo não é um anspeçada medíocre não, em hipótese alguma. Tenha o trabalho de pesquisar o seu currículo no Exército e vc não falaria bobagem. Outra coisa, pesquise os projetos dele na Câmara dos Deputados e vc ficará horrorizado com um deles, o PL 1595/19 ref à repressão de atos terroristas. Se vingar, vc e todos nós outros, dependendo do que dissermos ou fizermos poderemos ser enquadrados como terroristas. Tenha o trabalho de pesquisar e estudar esse PL e vc mudará de opinião sobre o Deputado. Em hipótese alguma estou fazendo a defesa dele e sim mostrando que esse Deputado foi colocado lá com uma finalidade e está cumprindo o seu papel: Ferrar todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *