O papelão do Estadão

O Estadão se sai hoje com uma reportagem sobre as “pressões” que o STF estaria sofrendo para não corrigir a sua decisão e reconhecer a constitucionalidade da presunção de inocência até o trânsito em julgado de sentenças condenatórias.

Diante da falta de repercussão até de manifestações patéticas, como o twitter do General Eduardo Villas Boas, apela para uma “ameaça de bloqueio das estradas pelos caminhoneiros”, sustentada apenas pelas declarações de um militante e extrema-direita, proprietário de uma loja de conveniências em Vila Prudente e uma microempresa de intermediação de negócios no Ipiranga (SP), Ramiro Cruz Jr.

Ramiro tem vários vídeos pró-intervenção militar numa página de Facebook intitulada “Despertar da Consciência Patriótica” e, candidato a deputado federal pelo PSL, sob o nome de Ramiro dos Caminhoneiros, teve portentosos 1.810 votos em todo o Estado de São Paulo.

Pois este cidadão é a única fonte identificada que fala em paralisação das rodovias. O outro é um certo “Marcão”, que teria postado um “fica esperto, Tóffoli” em redes sociais e ainda um outro “caminhoneiro” sem nome ou origem, mas com a ideia de” subir a rampa” do STF com um caminhão.

Um jornal como o Estadão dar destaque, com chamada de primeira página, a isso tem nome: uma desmoralização.

Quaisquer 10 minutos no Twitter e se acha coisa muito pior em matéria e ameaças da trupe bolsonarista: impeachment, sugestão de agressões, invadir do STF…

Publicar uma bobajada dessas, sim, é uma pressão espúria sobre os ministros da Corte, inventando um movimento de bloqueio nas estradas que não existe e que é só delírio de meia-dúzia de lunáticos.

Se o Estadão quer que se perpetue a agressão à Constituição, que faça um editorial dizendo que não vale o escrito.

Mas terrorismo, não, Estadão…

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

27 respostas

  1. E o senhor,esperava algo melhor,do ESTADÃO?Ora,ora,ora, caro senhor!Dessa turma de golpistas,pois o JORNALISMO SE RESUME,na opinião do “PATRÃO”,como nos tempos da “BRILHANTINA”,onde os “PROFISSIONAIS DAS NOTÍCIAS”,se reduzem,mesmo com DIPLOMAS,em publicizar,as VONTADES DOS CHEFES,e alegam ainda,serem tolhidos,na SUPRESSÃO DA LIBERDADE DE IMPRENSA?Ora,ora,caro senhor,o amigo,como JORNALISTA,livre em face da INTERNET,ainda RECLAMA?Ora!Ora!Ora|!Cinismo em tempos de crise?

  2. É a esquerda que está adiando.
    A direita está criando as condições para uma guerra civil.
    Eles querem entregar o país, sem que haja reação.

  3. Então o Estadão ameaça fechar as rodovias do país, caso o Supremo decida que ainda estamos sob regência da Constituição de 1988? O Estadão não tem poder para isso, nem que fossem só as estradas do município de São Paulão.

  4. O Estadinho está noticiando a pressão que ele mesmo está fazendo. É um caso sui generis de uma “notícia que informa de si própria”.

  5. Quando Toffolli marcou o início deste julgamento numa quinta-feira (e não numa quarta, ou mesmo numa terça), muito provavelmente o objetivo da sua turma no STF – Gilmar, Toffolli e Moraes – era este mesmo: abrir uma ou até mesmo duas semanas de prazo para o julgamento, dando tempo para a extrema direita pressionar o STF, com o objetivo de chegar à ‘modulação’ que o vagabundo Toffolli e (sua turma) propôs, a de prisão em terceira instância, no STJ, ficando assim ‘de bem’ com a direita e a extrema-direita, à custa do lombo de Lula.

    Por que Gilmar Mendes, ontem no Datena, deu sua trocentésima trevista para dizer de novo que ‘devemos a Lula um julgamento justo’, quando, ao mesmo tempo, este toga vagabundo continua sentado sobre o seu voto sobre a suspeição de Moro, QUE PODERIA DAR AINDA HOJE, TERÇA-FEIRA 22/10, NA SESSÃO DA SEGUNDA TURMA, liberando para Celso de Mello dar o seu voto ou assumir ser ele o próximo toga vagabundo neste caso? ( PS: Quando convencido de que alguém, sob o seu juízo, ‘merece um julgamento justo’, um juiz decente age de imediato e dá o seu voto para anular o julgamento anterior viciado (ainda mais com a pessoa presa), e não senta a sua bunda – já por quatro meses – sobre o processo, muito menos fica faturando com seu garantismo escroto na imprensa, ganhando tempo sabe-se lá com que objetivos escusos. )

    Imaginem quando se dará este julgamento da suspeição de Moro se o plenário decidir pela prisão na terceira instância (STJ) e o problema voltar a ser exclusivamente um julgamento sobre Lula, o que unificará mais uma vez a direita e a extrema-direita? Certamente não antes de Celso de Mello renunciar, morrer ou ser substituído no ano que vem, o que vier antes, abrindo a vaga para a solução final destes FDPs contra Lula..

    A verdade é que Lula está sendo chantageado, por Gilmar e sua turma, para fazer concessões políticas e só assim ser libertado, no que alguém pode até classificar como uma EXTORSÃO, pois utiliza a violência da prisão de Lula como ferramenta de tortura.

    1. Não adianta fingir que não vemos, estamos em uma espécie de ditadura disfarçada, que chegou como um soco em 2013 e vem evoluindo desde então. Mas há ganhos no campo progressista-nacionalista, há avanços no sentido da democracia e do Estado de Direito, e estes avanços têm dificultado o desempenho dos pistoleiros de aluguel, ainda 2que em nada tenham dificultado a vida dos mandantes. Daí o motor continuar a rodar aparentemente com o mesmo barulho, para dar continuidade no dia a dia a uma “normalidade democrática” que é falsa. Por vezes fica difícil definir quem, lá nos comandos do país, está a tentar jogar a favor da democracia. E quando se define uma tal figura heroica, fica difícil entender, dentro da lógica de seu jogo, o que seja desistência e o que seja recuo estratégico. Muitos só querem que ela avance sempre para a frente, mesmo que seja avanço suicida. Neste grave momento, só um acontecimento é claramente real, poderoso e favorável à democracia: A Vazajato. Ela deveria ser defendida com unhas e dentes por todos os democratas e por todos os progressistas, e dissecada em seus mínimos detalhes, antes de qualquer outra coisa. A Vaza Jato é o ponto fraco dos disfarces, das enrolações, das meias-verdades, das más intenções, que erigiram e sustentaram este regime infernal até agora. É o ponto de sangramento do sistema golpista. É a única estocada que atingiu profundamente a trama golpista e conseguiu alcançar a opinião publica. Atingiu também em cheio a imprensa internacional, gerando coisas impensáveis como o título de Cidadão Parisiense ao líder Lula. Ela, a Vaza Jato, vai ser o freio de segurança que impedirá a expansão do sistema ditatorial neoliberal e permitirá a expansão de seu contrário, ou seja, o respeito às leis e à Constituição. .

    2. Eu já estou cansado até da nossa imprensa!!!! Fica exaltando os princípios democráticos de quem não tem nenhum princípio e nem fim. Basta ver que, por conta do GM, nenhum tucano está preso, apesar de provas robustas. Enquanto Lula está preso. Mas falam o tempo todo que o GM é um garantista. A única garantia que o GM dá , é a de que nenhum tucano será preso. E ser for preso,não ficará muito tempo na prisão.
      Cansa também a ladainha de que o Lula será solto em janeiro, fevereiro, março , ….. E toda esta conversa mole vem justamente dos jornalistas de esquerda. Tá parecendo que a função deles é nos dar esperança para que não tomemos nenhuma ação drástica.

        1. “Tá parecendo” foi um eufemismo!! Mas, quanto a ter dúvidas, muita gente ainda tem. Tanto é que poucos falam sobre o assunto.

  6. Esta informação é que deve ser divulgada e não opinião de energumenos:

    Saiu no DCM
    Em carta ao STF, juízes europeus dizem que justiça brasileira não terá credibilidade com Lula preso

    A informação é da coluna de Mônica Bergamo na Folha.

    “O texto é assinado por Tomás Quadra-Salcedo, ex presidente do Conselho de Estado da Espanha de 1985 a 1991 e ex-ministro da Justiça do país, Franco Gallo, que presidiu a Corte Constitucional da Itália em 2013, e Giuseppe Tesauro, que comandou o mesmo tribunal superior em 2014”, escreve Mônica.

    https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/em-carta-ao-stf-juizes-europeus-dizem-que-justica-brasileira-nao-tera-credibilidade-com-lula-preso/

  7. Quando o brasileliro irá aprender a reagir como estão fazendo os chilenos, e fizeram os equatorianos, dando um basta aos desmandos dos golpistas canalhas daqueles países?

  8. Quem puder avise, URGENTEMENTE, os governos do Chile, do Equador, do Líbano, de Hong Kong e da Catalunha, que as manifestações que estão havendo nos seus respectivos países estão sendo forjadas pelo Facebook, Whatsapp, Instagram, Twitter e demais redes sociais. Aqui, na América Latina, as manifestações são contra governos neoliberais, mais isso é só para nos enganar. ‘Eles’ acham que nós – um minúsculo grupo que sabe a ‘verdade’ sobre eles, e que, por acaso, é de esquerda – não vamos desconfiar de nada, e, portanto, nada faremos para alerta-los, de forma que eles vão conseguir espalhar o caos pelo mundo em cada país usando um subterfúgio diferente. Observem que no Chile o início dos protestos se deu por causa do aumento da tarifa do metrô. O mesmo aconteceu por aqui em junho de 2013. À época, ‘eles’ queriam derrubar Dilma. No Líbano, os protestos são por causa de uma taxa sobre mensagens do Whatsapp. Olha logo quem está no foco do babado!!! Na Catalunha e em Hong Kong as motivações são diferentes, mais o golpe é o mesmo: provocar caos no mundo e auferir ‘certas’ vantagens dentro da ‘nossa luta’. ‘Eles’ começaram um foco na Europa, na Catalunha, um foco no Oriente Médio, no Líbano, um foco na Ásia, em Hong Kong e um foco na América do Sul, no Chile e no Equador.
    Aqui na América Latina, eu aviso a esquerda: não aplaudam o que está ocorrendo no Chile. Não se enganem : depois dos governos neoliberais ‘eles’ irão para cima dos governos de esquerda.
    Portanto, quem puder avise os governos que estão sendo afetados – independentemente do espectro político -, que eles devem barrar, de alguma forma, as convocações que vem do exterior em massa pelas redes sociais, especialmente, por meio de perfis falsos.
    Hah, seu Mark Zuckerberg, saiba que um dia o mundo vai te pegar e todos aqueles que estão com você. Ordinários. Vocês subestimam nossa inteligência. Voces não vão conseguir. Da mesma forma que nós conseguimos desmontar os golpes no estilo Primavera Árabe, vamos desmontar esses de agora também.

    P.S: Na verdade, eu tenho um canal para fazer essa informação chegar até os governos que estão sendo atacados, mas trata-se de um processo mais demorado porque passa por mais de um filtro, e eu não posso esperar. É preciso fazer algo logo para evitar mais mortes de inocentes.
    Vocês que professam comigo a ideologia de esquerda não fiquem grilados se essa informação, eventualmente, vier a beneficiar governos neoliberais. O troço é golpe. Se as manifestações forem realmente autênticas esse aviso meu não fará nenhum efeito. Não podemos defender golpes só porque são contra nossos adversários, até porque, podemos vir a ser as próximas vítimas.

    1. se esse seu diagnóstico corresponder à realidade, o que acho possível, estamos – a humanidade – nas mãos de psicopatas amorais sem decência. É um pesadelo.

      1. O Brasil está no bico do urubu,

        O urubu atende por bolçodória.

        Seu comandante é a globo.

        O chefe do chefe não reside aqui.

        E nós estamos todos mortos e sem aposentadoria.

        Alugamos o Brasil e ninguém vai pagar o nosso mingau.

    2. Uma das hipóteses mais frequentemente citadas sobre as convulsões na América do Sul sustenta que as manifestações estão sendo radicalizadas com furor aparentemente descontrolado, para que os governos também radicalizem e implantem ditaduras a partir de medidas de exceção e de repressão, fechando novamente o continente em uma redoma de ferro. A desmentir tal hipótese há o fato de que na sequência das manifestações os governos cederam, tanto no Equador quanto no Chile, sendo que neste último, onde parecia que haveria uma escalada militarista de grandes proporções, o que houve foi um breque na repressão, com o anúncio de medidas emergenciais de cunho social totalmente anti-neoliberais e, principalmente, com um reconhecimento público explícito por parte do presidente de que os anos seguidos de neoliberalismo haviam deixado a população em uma situação insustentável que necessitava de urgentes medidas de salvação social, o que é verdade. Chegamos a ver em um vídeo do centro de Santiago um cartaz levado por um boneco que dizia: “Nos quitaran todo incluso el miedo”. Como vai evoluir a situação no Chile? Uma jovem levava um cartaz promissor, uma promessa política do mais alto nível: “Constituinte en 2020 para un Chile Justo!”.

  9. Brito: (Veja se não deixa deletar o meus comentário)
    Deixa eu lhe falar uma coisa, o Chile é mesmo ali. Observe o andar da coisa:
    Distúrbios violentos na Espanha , Hong kong, Equador, Peru, os coletes amarelos na França, Líbano etc e etc.
    Qualquer observador um pouco mais atento está vendo que o inconformismo esta chegando ao limite..
    Viu aquela do General que diz ganhar só 25.000 mensal por mês (“líquidos”) e aquele procurador em Minas se queixando de que com o que ganha quase 30 mil (um (miserè) reclamando que está na miséria.

  10. Cartel da Mídia contra a Constituição, contra a democracia, contra o povo brasileiro.
    É uma aberração!
    Depois eles ficam escandalizados quando o povo chileno taca fogo no El Mercurio.
    A hora desse Cartel desgraçado vai chegar. Um dia, a casa cai.

  11. o es-tadinho (os tempos de edição dominical igual lista telefônica passaram faz tempo) é uma grama, um milímetro melhor q a rádio jovem pan, e não passa isso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.