O moralismo mata. E quem mata fica impune

assassinatosempena

A Folha publica hoje matéria de Wálter Nunes com detalhes – e  detalhes sórdidos – da palhaçada feita pela Polícia Federal, pelo Ministério Público e pela “Justiça” Federal de Santa Catarina que resultou na morte do reitor da Universidade Federal daquele estado, Luiz Carlos Cancellier de Olivo.

A delegada Érika Marena, muito hábil em conseguir censura judicial a blogs e seus sucessores na PF catarinense, ao longo de mais de 800 páginas, não apresentam prova alguma, mas seguem sustentando que Olivo “respaldava e sustentava”  uma quadrilha para desviar verbas.

Há no relatório verdadeira pérolas do “xerloquismo” dos federais, como o caso de um professor que teria cobrado 48 litros de gasolina a mais para uma viagem e depósitos somando R$ 7 mil de outro, feito na conta do filho do reitor sobre o qual, dizem os sabidões da Federal “comenta-se” que teriam vindo de um pagamento recebido da Universidade. Comenta-se!

A sindicância aberta para apura possíveis abusos policiais, claro, resultou em nada. E a delegada não só foi promovida a Superintendente da PF em Sergipe quanto, nas eleições internas com que se pretendia indicar um diretor geral para a instituição, foi uma das mais apoiadas pelos colegas delegados.

Pelo ato de desespero que a humilhação levou o reitor a praticar, ninguém pagará.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

56 respostas

  1. A Delegada usou seu cargo para acobertar seu erro, sua co-responsabilidade na morte do Reitor. Isso é crime, com provável coparticipação de colegas, pois já deveria ter sofrido sanções há tempos. Mas ela caiu “pra cima”. Foi chefiar a unidade de Pernambuco.

  2. Enquanto pessoas buscarem louros para si, a justiça sempre estará em segundo plano.
    Começo a achar que as máquinas dominarão o mundo, pois são os únicos entes capazes de total imparcialidade.

  3. Alguém acredita que haja solução para o judiciário brasileiro, todo ele, fora de uma medida de força para promover uma radicalização profunda, demitindo sem vencimentos, reestruturando (inclusive salários com extinção sumária de privilégios) e realização de novos concursos? Câncer quando chega a um ponto só se elimina com a retirada total do tumor.

    1. Concurso nesses moldes é trocar seis por meia dúzia. Concurso em que a fase decisiva é uma “sabatina” verbal é da margem à virada de mesa. Nessa fase se elimina 90% dos primeiros colocados da prova escrita que não tenham amigos e sobrenome da oligarquia. Depois se encaixa os amiguinhos da casa grande para fazer isso aí.

        1. Somente prova escrita!! E objetiva! Some-se a isso eleições e prazo no cargo! Empoderar demais tem se mostrado muito perigoso…

        2. Eu acho que, pelo menos, para cargos com algum tipo de poder, juiz, procurado, delegado, teria que ser exigido uma idade mínima, uns 45 anos, e uns oito anos no cargo, depois tchau.
          Imagine só a capivara desses pilantras se pleiteassem um cargo público com 45 anos? Onde estaria aquele procuradorzinho que esqueceu o processo do Careca numa gaveta.

  4. O dia em que o Brasil voltar a ser um país normal, onde regras e leis são respeitadas, situações como essa de Santa Catarina deverão ter o mais duro exemplo de condenação em caso de “abuso de autoridade” e o pior dos piores dramas: “condenar alguém sem provas e pela mídia canalha e cínica desse país”. JUSTIÇA, como o termo nos leva a pensar, jamais será feita nesse caso onde todos os envolvidos se protegem. Eles sabem que cometeram um crime mas, por enquanto, sabem que não serão punidos. A não ser pela História, que os deixará no lugar de onde nunca deveriam ter saído: o LIXO.

    1. Não, não é de psiquiatra, estão precisando de ação propagada por Bolsonaro.

  5. Até que os culpados sejam processados e condenados, contribuirei com a divulgação do assassínio do reitor Cancellier pela polícia política do Brasil.

    1. Eu também. Quando essa esbornia que governa o país cair, uma da primeiras coisas a fazer é apurar as responsabilidades desses surtados na morte da Cancellier até as últimas consequências.

  6. ———-Pelo ato de desespero que a humilhação levou o reitor a praticar, ninguém pagará.———–
    Se fosse com meu pai ou irmão.alguém já teria pago,sim senhor !!!!!

    1. Olho por olho e dente por dente! Remédio pra assassino é tiro, queda e caixão! Povo Pacífico não chega a paz alguma, pois não impõe respeito!

  7. Essa palhaçada/trapalhada com tristes consequências dessa troupe de incompetentes da PF e do Judiciário ficará marcada como um dos episódios mais ignóbeis dessas instituições. Cancellier já tem um lugar digno na História, pois ao contrário de muitos, acho que seu ato desesperado foi de extrema coragem para denunciar a todos essa infâmia.

    1. São incompetentes por não assumirem seus afazeres, sua competência estabelecida pelo cargo. São competentes para enxergar somente o que querem. Também são ideologicamente viciados na “meritocracia” do mais forte. Se sou mais forte, então esmago o mais fraco! Parece que esses caras da PF não têm o que fazer: crime organizado, lavagem internacional de dinheiro, investigação de juízes, de banqueiros e membros do MP eles passam longe e nunca ouviram falar!!

  8. O golpe atual teve como protagonista o judiciário, assim como o de 64 foram os militares que tinham poder absoluto, os togados agora podem tudo.

    1. Começaram em Honduras, 2009, os golpes jurídico-parlamentares, passando pelo Equador e pelo Paraguai, antes de aqui chegar. Mas já estava sendo gestado lá atrás…

  9. Este caso é muito representativo dos tempos DESGRAÇADOS nos quais vivemos.
    NOJO destes funcionarios publicos desclassificados.
    #SalveCANCELLIER!

  10. Onde iremos parar ?Quem vai parar com essa farra de irregularidades das instituições que deveriam no dar segurança jurídica ?

  11. nossas instituições completamente falidas!
    os coxinhas destruiram o país.
    de agora em diante é só isso que podemos esperar. falsidades e mentiras

  12. Ninguém pagará? Que são responsáveis direta ou indiretamente pelo estado emocional que levou o reitor ao suicídio, já sabemos. Deveriam estar denunciados, com investigações sendo realizadas para apurar os níveis de responsabilidades e serem julgados por homicídio, desvio de conduta, formação de quadrilha, perseguição, etc. Ou agora, ou perante um tribunal popular anti-facismo.

  13. É a mesma tática fascista que usam contra Lula. “Comenta-se nos corredores que Fulano é corrupto”, “ouvi dizer que Beltrano sabia de tudo”, “na hora do cafezinho esse assunto vinha à tona”. O TFM (Tribunal da Família Marinho) comanda esse fascismo policial.

  14. E o que vai acontecer com a dita suja “érica MAKARENA”, nada ?
    Ouvi falar em promoção …
    Essa é a terra da justissa brasileira…

  15. São todos os mencionados,UMA CASTA DE CRIMINOSOS,que gozam do INSTITUTO DA IMPUNIBILIDADE.Para isso,somente existe uma CURA.Começa com letra P.

  16. Judiciário canalha, bandido e partidário, “Com o Supremo, e com tudo”, incluindo-se PF, MPU, Temer, Moro e seus asseclas…

  17. Não basta terem influência decisiva no ato de desespero que levou Cancellier ao suicídio. Os meganhas federais, mpf e justiça para se protegerem do crime que cometeram precisam destruir de qualquer jeito a reputação do falecido. No país da exceção e abuso de autoridade o “ouvir dizer” é prova cabal. Alguém duvida que o mpf vai aceitar os argumentos do inquérito e dizer que Cancellier só não será denunciado porque vivo não está?

    1. Depois de terem se recusado a declarar a inocência da Dona Marisa após seu falecimento (obrigatório por lei, mas quem liga?), não duvido nada que vão acatar a denúncia e conduzir processo contra o Reitor.

    1. Os caras não respeitam a constituição atual, porque cargas d’água respeitariam uma outra?
      Só com os golpistas na cadeia e mais um monte de concurseiro exonerado que daremos jeito.

  18. Esta história mostra com muita clareza em que situação de degradação moral encontra-se o BRASIL. Nenhuma autoridade indígna-se com tamanha crueldade, pelo contrário, deixa o “BARCO” correr como não tivesse acontecido nada.

  19. Viva a justissa brasileira, casta mais intocável e “infalível” que qualquer coisa que os hindus seriam capazes de criar

  20. Nestes tempos temerosos, para condenar alguém não mais é necessário a apresentação de provas. Basta a convicção dos inquisidores.

  21. O Brasil não merece Lula. Um povo civilizado estaria nesse momento cercando o prédio da PF com pelo menos umas 50 mil pessoas e tirando Lula da cela na marra enquanto ele seria carregado nos braços. É por conhecer claramente as consequências do golpe que eu intercalo minha militância entre a internet e a rua desde de 2013. Já fui a dezenas de protestos e greves, mesmo não sendo filiado ao PT. Já enfrentei tropa de choque, coloquei fogo em pneus, sai no braço com um coxinha, recebi voz de prisão, resisti e escapei de policiais. Em um protesto contra o impeachment coloquei máscara de pintura e óculos de mergulho para protestar. Quando os policias jogavam a bomba de gás lacrimogênio a multidão recuava eu pegava a latinha e jogava no meio deles fazendo eles recuarem. Tive sorte de não levar tiro bala de borracha. Arrisquei meu emprego, virei a cara para metade da minha família e amigos. Tenho consciência de que fiz o que pude, e hoje vejo Lula preso e o Brasil sendo devastado por golpistas sem voto graças a falta de mobilização dessas pessoas acomodadas que não enxergam o futuro sombrio que lhes aguarda. Fico mais indignado com a inércia bovina desse povo do com os próprios golpistas. O Brasil não merece Lula.

  22. Cometeram um erro terrível em função de uma denúncia por vingança pessoal e ao invés de corrigir o erro se esmeraram em encobrir a vergonhosa atuação de todos os servidores públicos envolvidos, servidores estes que são pagos pelo dinheiro público para nos defender.

  23. VERGONHOSAS AS CORPORAÇÕES POLICIAIS TODAS DESTE PAÍS. NÃO NOS ESQUECENDO QUE SÃO A PORTA DE ENTRADA DE TODO O SISTEMA JUDICIÁRIO.
    NUMA SOCIEDADE DE CLASSES TODAS AS INSTITUIÇÕES SÃO CLASSISTAS.

  24. Estamos vivendo dias inexplicáveis de tremendo abuso! Essa aberração não
    acontece em país nenhum do mundo que se diga civilizado e vivendo numa
    democracia!
    Um bando de meia dúzia de políticos corruptos, entreguistas e degenerados, secundados por um judiciário composto de meia dúzia de elementos degenerados, oportunistas e maus caráter, gozando com a cara de
    mais de 200 milhões de cidadãos brasileiros que pagam suas mui ricas e
    injustificáveis benesses, e impondo aos otários benfeitores absurdas, desonestas e inexistentes práticas legais que ferem os princípios lógicos da justiça, e a própria Constituição do país!
    Numa comparação proporcional, são somente meia dúzia de indivíduos inqualificáveis, roubando, explorando e, como já disse, gozando com a cara de um exército de bundões que se deixa vilipendiar por um punhado de insignificantes escroques pés de chinelo. Não… não… isso não tem nexo… nem aqui, nem na China!
    Ora bolas; é preciso que se diga mais alguma coisa?

    Ora… ora… ora bolas: é preciso dizer mais alguma coisa?

  25. Para que servem as corregedorias? Credibilidade zero nesse sistema. E o pior é que tende a ficar assim. Depois diziam que o PT aparelhava o Estado. Hipócritas. A parte boa da PF deveria se rebelar cobtra esses maus colegas que depoem contra a instituição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.