O ovo e o pão: candidatura Meirelles é mesmo uma piada

ovo

De gargalhar a reportagem de Letícia Fernandes em O Globo sobre as “providências” tomadas por Henrique Meirelles em sua campanha “popular” à presidência da República.

Contratou uma fonoaudióloga da moda – Leny Kyrillos, da CBN – para ser, segundo a matéria, sua personal coach vocal e “ajudar a ‘tirar o ovo da boca’ do ex-ministro”.

Certamente será mais difícil para ela tirar “o ovo da boca” de Meirelles do que foi para o ministro tirar o “pão da boca” de alguns milhões de desempregados e de suas famílias, com sua política de arrocho econômico.

Não é brincadeira, diz ainda o texto que, friorento, Meirelles usa “roupas térmicas” para andar de avião ou visitar a “gelada Porto Alegre”. Será que “roupas térmicas” são a mesma coisa que os nossos mortais casacos, jaquetas, camisetas “por baixo” ou até ceroulas?

Ou, para quem não se apieda dos velhinhos que ganham uma miséria como proventos, mas tem uma aposentadoria de R$236 mil mensais (US$ 750 mil anuais), isso é alguma fibra especial desenvolvida pela Nasa para os astronautas que andam lá pelo “mundo da lua”?

Mas isso não é tudo. Meirelles, destaca o hilário texto (supondo-se que seja uma ironia, não uma abobrinha laudatória), usa especialíssimos óculos que ficam claros ou escuros de acordo com o ambiente. Vão dizer as más-línguas que deveria usar óculos daltônicos, que muda os sinais vermelhos da situação da economia para um tom verde da “retomada da economia” que só ele enxerga.

A bobajada é bem o retrato do mundinho da elite financista, que é capaz de achar que, com cofres cheios, providencia um candidato a presidente da República de proveta.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

    1. não podemos dizer que são pouco esforçados. Há mais de um ano lançam um nome por semana. Cada um pio que o outro.

      1. Fato. Porque, na hora em que eles perceberem que não têm como ganhar jogando limpo, vão anular as eleições.

  1. Kkkkkkk tirar o “ovo da boca”…..o que dizer dessa estratégia? Seria bom ele começar por conhecer alguém pobre que não trabalhe pra ele….

    1. Lá fora se estende o vasto Brasil. Mas o Meirelles vive em uma redoma pequena onde coexiste uma pá de golpistas alienados como ele. Chamam esta redoma de país. O Estadão hoje diz que “A derrota de Lula é a vitória do país”. Ou seja, a vitória da redoma.

  2. Até eu tenho esses especialíssimos óculos que ficam claros ou escuros de acordo com a luz do ambiente, na verdade ao receberam mais ou menos radiação UV.

  3. ESSE HENRIQUE MEIRELLES NÃO PASSA DE UMA VELHOTA BICHONA. TODO MUNDO SABE QUE ELE ATRAVESSA O KIABO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *