O que é contubérnio? Moro, PF e MPF explicam…

Trabalhar com Leonel Brizola, volta e meia, obrigava-me a procurar o “pai dos burros”, por conta de palavas em desuso que, de vez em quando, ele sacava. Só lá no dicionário, antes do Google, para saber que diabos era o tal d “contubérnio” que ele usava para classificar uniões promíscuas e espúrias. Vem do latim contubernium, menor unidade dos legionários romanos, que dividiam a tenda de campanha.

Pois há, faz tempo, na máquina judicial-policial um contubérnio, o de Curitiba, destacamento feroz cuja missão é massacrar, o quanto puder, o ex-presidente Lula. Sob a tenda de Sérgio Moro, eles agem sempre articulados e têm cúmplices incondicionais em publicações financiadas por gente do mercado financeiro que se apresentam como jornalísticas e agem como agentes provocadores.

Quem quiser pensar que foi da cabeça do delegado Luciano Flores que veio a absurda ideia e que a entrevista de Lula, pela qual Monica Bergamo e Florestan Fernandes Jr lutaram 8 meses no Supremo para obter, numa impensavel “coletiva”, está redondamente enganado.

No dia 28 de setembro de 2018, em seguida à autorização – depois vetada por Luís Fux e Dias Toffoli – para que a entrevista fosse realizada, Deltan Dallagnol e a trupe da Força Tarefa dirigiram a Sérgio Moro, então ainda o juiz da 13ª Vara Criminal, sugerindo a mesma manobra que o delegado Flores tentou fazer ontem: transformá-la num “circo” coletivo, convidando todos os que haviam solicitado entrevistas e mesmo órgão de imprensa que não haviam feito tal pedido a participar.

“(…) tem-se que tal ato deverá se dar em evento único para todos os órgãos de imprensa. Para tal, tem-se que deve a autoridade policial adotar as providências necessárias a fim de que a entrevista pelos órgãos de imprensa interessados se faça em prazo razoável.”

O texto da promoção dos procuradores, que resumo na imagem, está aqui, na íntegra.

A outra parte do acerto é evidente e foi mostrada ontem aqui. Os “jornalistas certos” devem saber antes, inscrever-se para a farsa e, lá, cumprirem seu papel de paladinos da moralidade.

Bem depois de ouvi-lo, entendi que Brizola, que não era bobo, usava contubérnio para evitar o uso de outra palavra, que ajudaria a mentira a arvorar-se em defensora da honra.

E  povão, que igual não é bobo, entendia direitinho o que ele queria dizer.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

15 respostas

  1. Esse proccurador com nome de remédio para dor de estômago deve ter fixação patológica no Lula, deve estudado pelos mais respeitáveis hospitais veterinários do mundo.

  2. Brito,

    Esses integrantes da ORCRIM Fraude a Jato se pensam e se acham “super-inteligentes”, “sutis” ou “sofisticados”; na blogosfera – ou será mesmo “globosfera”, como o jornalista Weellington Calasans a rebatizou – houve canalhas que chegaram a afirmar, por escrito, que a juizeca substituta do torquemada araucariano possuía conhecimentos jurídicos bem mais sólidos que ele. Quando o “copia e cola” de uma sentença excretada por essa “sub-moro” mostrado pelos advogados que defendem o Presidente Lula, esses “blogueiros progressistas” parecem ter se esquecido da tolice/canalhice que haviam publicado aos quatro ventos. Tudo na ORCRIM lavajateira é muito previsível e claramente não é pensado ou articulado em Pindorama, mas claramente no Departamento de Estado estadunidense e nas agências e instituições de investigação e espionagem desse país terrorista. As ORCRIMs midiáticas, policiais e judiciárias são parceiras submissas dos chefes do alto comando, que são o Deep State estadunidense, a finança transnacional e a as oligarquias. O pedido de HC preventivo dos procuradores criminosos da ORCRIM Fraude a Jato são uma confissão de crimes continuados que qualquer um de boa vontade e honesto intelectualmente percebe de imediato.

    1. Na República Tabajara das Bananeiras, conjes e conjas se acham inteligentes. Deveriam “vim” a ser processados por desrespeitar a lei. Talvez essa seja a síndrome de “draun” verdadeira. Socorro, Aurelião!

  3. tava com saudades de seus textos, Brito
    dias sem internet me impediram de ler essas preciosidades

  4. Hum deixe ver se adivinho o que Brizola queria dizer: suruba, bacanal, putaria, quadrilha, por aí vai

  5. cúmplices incondicionais NA GRANDE IMPRENSA que representa e vocaliza os interesses da turma da Bufunfa e dos seus Cardeais políticos. Como A GRANDE IMPRENSA e seus Cardeais não deram conta do recado, isto é, não conseguiram emplacar seus candidatos tucanos, optaram pelo Plano B, B de banir o PT e suas principais lideranças. E ai tiveram que apelar para a “delinquência” e para o Golpe de Estado, e os delinquentes não se fizeram de rogados, ganharam protagonismo, e de certa forma ficaram com parte importante do butim do poder
    diferente do que imaginaram os próprios golpistas puro sangue (a Turma da Bufunfa, a GRANDE IMPRENSA e seus Cardeais Políticos) no início da aventura golpista.

  6. Puxa! Gostei e registrei. Conheço muitos contubérnios e quero desmoralizá-los chamando pelo nome que realmente são.

  7. Tudo bem, beleza. Só que o povo é bobo, sim!

    Temos que enxergar o mais rápido possível essa total idiotia em que os brasileiros estão mergulhados, parar de inocentar esse tal povo, porque uma hora – a essas horas – o oprimido passa (ou) a ser cúmplice.

  8. Deltan: Procurador de dinheiro público para tomar posse como se fosse seu. Já encontrou na petrobrás, hodebrecht, e outras empresas que ainda não temos conhecimento.

  9. Para impedir a ida de Lula ao velório do irmão alegaram problemas de logística, muito embora tenham mandado um avião para a Bolívia buscar o Battisti (que voltou sem o italiano). Agora logística não é mais problema. Queriam montar uma entrevista única com todos os órgãos interessados, onde seria isso? Cada vez essa turma afunda mais no lodaçal que criou.

  10. Esses senhores acreditam que são proprietarios da consciencia de Lula, que por estar injustamente preso, deve ser exposto a contragosto como se fosse uma atração circense…….fico me perguntando se isso é ignorancia ou maldade, mas ignorancia não é crivel pois, supoe-se que essa turma foi aprovada num concurso disputado…….incrivel que o mp permita isso…..

  11. Power Point do Fascismo Neoliberal: Aparato repressivo- Grande imprensa – CIA – Petrolíferas americanas – Banqueiros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.