Obrigado, mano

Claro que dá tristeza e vergonha de ver isso acontecer em pleno século 21.

Outro garoto negro foi morto numa ação policial injustificável, em meio ao terror de uma pandemia: uma invasão bélica na Cidade de Deus, justo no momento em que se distribuíam cestas básicas àquele povo abandonado por todos..

Mas viralizou na internet a explosão de revolta de um dos jovens que participava da ação humanitária.

E, junto a ele, outro, que o continha.

Não por covardia, por lucidez.

“Nós é preto, mano. Então se acalma! Você acabou de distribuir 200 cestas básicas, eu não vou te perder”.

É desta matéria que se forja uma liderança: sem deixar de sentir, saber que é preciso saber como e onde travar a luta.

Obrigado, garoto, por me deixar sentir que tudo valeu a pena, todas as injustiças, as incompreensões, ver que todo o enfrentamento de uma vida inteira estão aí, vivos e fortes em você e em sua lucidez.

Seria tudo inútil se não houvesse garotos como você mostrou ser: um homem de pé, tão grande que não deixa a revolta virar loucura, mas ser mais vontade de lutar.

Era comum, nas suas falas, Brizola usar a expressão “meu irmão e minha irmã”.

Nos dias de hoje, acho que ele, em lugar disso, diria: “obrigado, mano”.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. É esse poder, que emana de verdade do povo, que o Estado brasileiro está organizado para reprimir. Há 520 anos.

  2. Que merda esses policiais foram fazer na comunidade? Tem que punir capitão, major, coronel, secretário de segurança e governador.

    1. eles tem que ir lá na hora que bem entenderem que devem ir pra fazer cumprir a ordem e o direito, a LEI ..problema é que geralmente eles entram com métodos e meios típicos de MARGINAIS, de bandidos mesmo (até piores), e é aqui que pega, é aqui que a coisa precisa mudar radicalmente, começando por se punir exemplarmente quem deles agir como a imensa maioria tem feito, como criminosos.

      POLICIAL, antes de tudo, precisa ele mesmo dar o exemplo e cumprir, se SUBMETER aos rigores da lei

      1. Amigo, eles só vão lá prá dizimar a população negra e pegar a féria do tráfico. Enquanto isso a cambada de bolsoasnos sai às ruas colocando em risco a vida das pessoas e são escoltados por essa polícia fruto da ditadura. Uns canalhas.

  3. Essa guerra contra as drogas é um total fracasso. Perde-se tempo, recursos, e principalmente vidas, pra uma coisa que todo mundo sabe que não acaba nunca. Festa de playboy é regada a droga mas sempre morre gente na periferia em nome do combate às drogas.

    1. Sim, e não ..verdade, precisamos discutir sem paixões a questão das drogas, mas não só o HOJE, o amanhã tb.
      Evidente que a droga corrompe por onde passa, estraga vidas, intoxica toda sociedade. CLARO que as pessoas tem o direito ao livre arbítrio, assim como o ESTADO o dever de prover educação e informação suficientes pra sociedade se precaver ..SIM tb, o viciado acaba sendo um doente, precisando de amparo e ajuda tb
      Agora, discutir liberação das drogas como se tem feito, só abordando a MACONHA ? Desculpe, isso ou é “parvice”, ou coisa de sem vergonha. Hj já temos maconha turbinada que provoca efeitos nocivos indesejados. Fora que ela já é uma questão bilionária que envolve interesses comerciais principalmente dos americanos e canadenses. Ademais, liberá-la, tão somente, não faria desaparecer de outras ervas clandestinas e mais baratas por ex, nem os traficantes que continuariam a comercializar de outros produtos. Inclusive, uma pergunta que precisaria ser feita, como controlar a qualidade e distribuição do produto tb, afinal, isso exigiria uma estrutura de Estado, não ?
      Agora, imagine essa questão LEGITIMA e HUMANA ser elevada a N potencia qdo adicionamos todos os tipo de drogas ditas ilegais, as que existem e que estão por vir ..e MAIS, o que faremos com os viciados que, sem amparo, ou MÉTODO, não conseguiriam se abster ou sair do vício, pergunta que nem hoje, com toda “repressão” ainda sabemos resolver ?
      Qual seja, na pratica colega, a teoria é outra, e não precisa ser a favor da liberação teórica (como eu sou) pra ver que se, ou ATÉ partirmos pra pratica, essas e outras questões muito mais complexas precisarão contar com um mínimo de respostas tb, pq uma vez liberado, voltar atrás exigiria esforço redobrado.

  4. Isso,é o resultado,do que chamam,”BRASIL”!E o que é pior,em quase todos os lugares do mundo,onde A BURGUESIA REINA,é tudo idêntico.

  5. Acho que, de certo modo, eles (os “alvos do Estado”) tem sua parcela de culpa. Na hora de votar para todos os cargos, eles votam em pessoas que representam a “Casa Grande. Os pastores evangélicos apoiam pessoas totalmente descompromissadas com a população mais pobre. Vejam como vota Sóstenes por exemplo. Ou Arolde Oliveira. Sempre contra os interesses dos trabalhadores e, esses políticos foram reeleitos. Já Wadih Damous que teve uma atuação muito boa na Câmera Federal não conseguiu se reeleger. Quantos representantes sindicais tem no Congresso? A bancada evangélica vota contra o trabalhador. É muito fácil provar isso. O número de pobres no Brasil é muito grande, bem maior do que a classe média e dos ricos, mas, sempre votam nos representantes dos ricos ou dos evangélicos ou dos latifundiários ou das milícias que, no Congresso, são chamados de “BBB”. Boi, bala e bíblia. Enquanto esse povo não começar a pensar por si próprio, será sempre assim. Afinal, pra que pensar se a Veja, a Globo e o Pastor pensa por mim?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *