Os liberais ainda existem. Por Celso de Mello, parece que sim

Os ministros do STF, sempre tão falastrões, andavam mudos nesta polêmica sobre a censura.

A manifestação de seu decano, Celso de Mello, hoje, porém, vai tirá-los da omissão em que se acomodam diante desta onda obscurantista que tomou conta do país.

Disse ele, em nota, com virulência incomum:

A apreensão de exemplares de um livro com temática LGBT na Bienal do Rio de Janeiro mostra-se inaceitável!!!! Na realidade , o que está a acontecer no Rio de Janeiro constitui fato gravíssimo, pois traduz o registro preocupante de que, sob o signo do retrocesso -cuja inspiração resulta das trevas que dominam o poder do Estado-, um novo e sombrio tempo se anuncia: o tempo da intolerância, da repressão ao pensamento, da interdição ostensiva ao pluralismo de ideias e do repúdio ao princípio democrático!!!! Mentes retrógradas e cultoras do obscurantismo e apologistas de uma sociedade distópica erigem-se, por ilegítima autoproclamação, à inaceitável condição de sumos sacerdotes da ética e dos padrões morais e culturais que pretendem impor, com o apoio de seus acólitos, aos cidadãos da República !!! Uma República fundada no princípio da liberdade e estruturada sob o signo da ideia democrática não pode admitir, sob pena de ser infiel à sua própria razão de ser, que os curadores do poder subvertam valores essenciais como aquele que consagra a liberdade de manifestação do pensamento !!!!

Espero que o ministro esteja dizendo que, para além do comportamento sexual, vê que estamos submetidos a “sumos sacerdotes da ética e dos padrões morais e culturais que pretendem impor, com o apoio de seus acólitos, aos cidadãos da República”.

Foi o Supremo, com seu acovardamento frente a eles, que permitiu que a ordem democrática fosse subvertida pelo fanatismo.

A ousadia do prefeito carioca jamais aconteceria se não tivesse sido elevado ao Governo da república aquele que transformou o ódio em bandeira.

Os liberais brasileiros, que se associaram a este projeto autoritário têm, eles próprios, de exorcizar o feitiço que invocaram.

E todos eles sabem onde começaram a acender o caldeirão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

34 respostas

  1. Seria uma luz no fim do túnel se os ministros do STF se unissem para combater esse governo absolutista.
    Nem é mais tão relevante saber se esses ministros estão ou não envolvidos em corrupção.
    Corrupção é crime grave e deve ser combatido com rigor, mas está longe, muito longe, de ser o problema mais grave do Brasil, diante de tudo que vem acontecendo por aqui.

    1. A indignação do ministro Celso parece ser sincera e deve ser louvada. Antes acordar tarde do que nunca acordar.

    2. Se os ministros não enxergam isso, melhor entregar a toga:

      -Combater o golpe começa por LULA LIVRE !!!

  2. CELSO DE MELLO, O DECANO DOS JUÍZES DE MERDA E DA DEGRADAÇÃO DA JUSTIÇA

    Celso de Mello – o Juiz de Merda, segundo Saulo Ramos – fazendo de conta que não tem nada a ver com isso, o Brazil atual. Que não tem nada a ver com o ódio vigente, com a ‘intolerância’, com a ‘repressão ao pensamento’, com a ascensão do fascista Cu Falante e ‘das trevas que dominam o poder do Estado’ e, entre tantas outras barbaridades mais, com a proliferação dos juízes de merda pelo território quase incorporado de Puerto Brazil.

    Cientista político Wanderley Guilherme dos Santos: “O Ministro Celso de Mello, por exemplo, não se limita a dar um voto. Ele exercita ritos de degradação do acusado. Investe contra algo que é uma conquista da civilização do século 18 para cá. É uma visão fascinada pela possibilidade de exercer esse discurso interminável, com bibliotecas inteiras jogadas em cima do acusado, o tipo que se compraz com a degradação.” [1]

    – – – – – – – – – – – – –
    [1] “Xadrez da subversão do Supremo Tribunal Federal”,
    em https://jornalggn.com.br/justica/xadrez-da-subversao-do-supremo-tribunal-federal/

    1. Não devemos esquecer o passado. Mas devemos estar dispostos a relevá-lo, desde que a posição do ministro continue sendo politicamente correta, em favor do país, da democracia e do marco civilizatório.

      1. Agora, hoje, há 2 meses e meio – desde 25/06/2019 – esse senhor MANTÉM PRESO em Curitiba um ex-presidente do Brasil, comprovadamente SEM RAZÃO ALGUMA. Depois disso, tirou largas férias do ‘verão europeu’. Depois, na volta, arranjou uma pneumonia – quão feia não se sabe, mas que lhe permite dar este tipo de voto fora dos autos pela imprensa -, que lhe serve de desculpa para CONTINUAR A MANTER PRESO quem lhe interessa. Aliás, dodói virou moda para esses fins, como é o caso do pachorrento relator do mesmo caso no STJ, que arranjou uma ‘embolia’, demorou 2 meses para ser substituído por um reserva, sempre com o objetivo de manter encarcerado aquele que interessa.

        Não se trata de passado, meu amigo.

        1. Um ministro deu um passo à frente. Vamos ver se continuará avançando ou se voltará a caminhar para trás.

        2. A propósito, esse porco hamburguês pode aproveitar a embolia, as consequências do seu apetite de suíno e a sua pouca vergonha e sair da vida. Faria bem ao Brasil.

      2. Nós temos relevado o passado desde a República. Por relevamos o passado temos esse judiciário que aí está e temos tantos apoiadores pela volta da ditadura e da tortura.

        1. Quem disse que o judiciário, que está a sofrer infiltração ideológica severa desde que inventaram a guerra híbrida contra o Brasil, não está também a resistir? Tentar dar as costas a qualquer coisa que não apareça como suficientemente hígida pode significar deixar de encontrar a chave perdida da liberdade. Relevemos sempre o passado, não tenhamos medo de relevá-lo, quando isto nos ajudar a avançar no presente. Agir politicamente não é fazer ligação direta na emoção e sair dando murros sem pensar o suficiente.

          1. “Aqueles que não se lembram do passado, estão condenados a repetí-lo” (George Santayana)

          2. Vamos relevar, sem contudo, deixar de mostrar a esses vermes covardes o que eles fizeram. Não fazem além do seu dever ao retomarem o caminho da lei.

          3. No final da ditadura nós relevamos o passado sob a forma de anistia aos torturadores e ditadores. O judiciário sequer foi questionado quanto à suas convivência. Nenhum juiz foi punido. Tudo relevado.
            A isso juntou-se umas série de outros fatores e cá estamos.

  3. Melhor o STF parar com o papo furado e cumprir a constituição.
    Não é do conhecimento deles que para exercer a função e compromisso que têm com o país, basta apenas que apliquem a justa JUSTIÇA e o sábio saber?
    É apenas isso que queremos, pois com a certeza que temos justiça no Brasil toda a sociedade se ajusta e voltaremos à normalidade.
    Só esperamos JUSTIÇA do STF e o ministro pode ficar tranquilo que essas aberrações desaparecerão.
    #lulalivre

    1. Resolveu ser democrata, humanista, legalista, num repente? Que bonito, doutor excelência! Até aqui, como responsável por várias das barbaridades cometidas dentro dessa corte de merda, onde pululam imbecis, escravos indignos de segredinhos de entrepernas e deslizes banais, ou nem tanto, ante o horror que causaram a este país – quem quer saber de bofe de ministro, de velcro de velha, de febre por dinheiro e outras quase banalidades, quando o que lhe roubam é um país? Deixe de ser ridículo, fraco, indigno do cargo que ocupa e já que está aí abancado mesmo, arregace as mangas e ponha-se a trabalhar! E o faça com dignidade, com respeito, com a autoridade de que abriu mão para ser apenas um entre onze bonecos de ventríloquo. Só poderia fazer essa manifestação aquele que nunca se afastou do caminho da lei e da justiça. Então, rapaz, deixe de bobagens e vá cumprir os compromissos assumidos quando lhe deram de presente essa cadeira!

  4. Quando vocês, doutos ministros, fizerem cumprir a constituição federal libertando Lula e enjaulando moro e seus comparsas da lava jato, tudo se normalizará…

    1. Enjaulando também estes militares entreguistas que estão no governo a favor dos EUA., e também cumprindo a constituição no tocante à laicidade, se não fizermos isto, não sairemos do obscurantismo em que nos encontramos.

  5. O STF podia ter visto isso antes como sempre alertamos. Defendemos a democracia, mas dentro dela não cabe tudo. Retrocessos civilizatórios nem pensar, mas é o que está acontecendo.

  6. O que o juiz de merda pretende fazer?
    Obedecer à Constituição ou continuar “votando” na esteira dos outros votantes de forma a retirar toda responsabilidade de suas costas?
    Esse miserável, mesmo com idade onde muitos medos se esvanecem pela proximidade da morte, continua a ser o pusilanime de sempre.
    Lixo sub humano.

  7. Foram os mal denominados “liberais” os principais responsáveis por subverter a ordem. Uma ordem aliás feita a imagem, semelhança e conveniência deles. Mas aceitar a ordem democrática é saber ganhar e principalmente saber perder eleições e eleições não são detalhes numa democracia. Se os grotescos, os impublicáveis, os pangarés oportunistas chegaram onde chegaram foi pela mão dos golpistas puro sangues de sempre, no Mercado, na Grande Imprensa, nos intocáveis e melindroso tucanos, no Supremo com tudo. São eles que decidem quando a democracia lhes convêm e quando não. São eles que determinaram ni último século os longos ciclos de autoritarismo e transição e os ciclos curtos de democracia e concessões. Tolerar esse apagar de luz é que nos faz uma sociedade que ainda não conseguiu superar os desafios do século XX, continuamos preso ao XIX. E assim caminhamos para o XXI com a tarefa incompleta de garantir direitos individuais, políticos, económicos e sociais a TODOS.

  8. Agora surgiu a verdade: Os lavateiros editaram cuidadosamente o grampo da Dilma com o Lula, antes de transformá-lo em um petardo contra os dois e o PT. Mas se o Moro em pessoa chamar os coxinhas de um por um e confessar de joelhos este crime assombroso, nem assim os coxinhas deixarão de pensar que os criminosos eram os petistas e ninguém mais. Os crânios dos coxinhas foram abertos e o ódio ao Partido dos Trabalhadores foi impresso a ferro e fogo nas dobras de seus cérebros.

  9. Caro ministro Celso, quando se fecha os olhos ao contrato social e se abre a porta dos fundos para o obscurantismo, ele passa por toda a casa e vai se instalar na sala, enlameando tudo com seus pés sujos. Difícil vai ser agora ter coragem para tocá-lo de volta ao esgoto de onde nunca deveria ter saído.

  10. Ministros covardes, pilantras e canalhas, canalhas, canalhas do STF tem muita culpa na destruição do Brasil e na destruição da civilidade entre os brasileiros. Este é o caso do próprio Celso de Mello que agora posa de liberal, defensor da Constituição e da República.

  11. Só entramos neste escuro buraco, Ministro, por causa de pessoas como o senhor, pagos com o dinheiro público para serem os guardiões da Constituição e que, cúmplices destes trogloditas e do “honrado” Aécio Neves, trabalharam para que o PT e Lula fossem alijados da política, através de um impeachment fajuto. Agora ministrinho, vai fazer o quê? Esperar o jeep com o soldado?

  12. Brito,
    Agora já é tarde para ele falar sobre essa situação em que o pais chegou. Aliás, ele e praticamente todos os ministros do STF, aliados à mídia golpista e à república de Curitiba, foram os principais culpados e fiadores dessa situação sombria a que o país vem passando. Não se engane não, ele só está falando isso, porque agora percebeu que a coisa parece estar chegando a um momento de total descontrole. Vamos supor que tudo voltasse a ser como antes, com certeza esse ministro voltaria a ser o mesmo, aliás, ele ainda é o mesmo; ele, apenas está apavorado com o que vem acontecendo.

  13. Desde que Celso de Melo aprove a venda de subsidiárias das estatais, pode latir e posar de macho à vontade sobre revistas em quadrinhos.

  14. Será essa atitude do tal crivella resultado da sua moral, como pastor evangélico?? Quer dizer que vivemos agora numa teocracia!!??? Sai pra lá, coisa ruim!!! Cariocas, tomem alguma providência!!! Não entendo como o elegeram, já que não foram apenas evangélicos que votaram nesse moço.

  15. Discordo. Não acho o STF culpado. Num primeiro momento temos o Gilmar Mendes, esse sim, que fazia a famigerada propaganda do Brasil-Venezuela. Mais recentemente os carimbadores de tudo, como fux e Barros. Mas estes seguiram o caminho criado pela mídia. A mídia sim, com irresponsabilidade, por divergências ideológicas, que abriu a caixa de Pandora e atraiu as criaturas mais sombrias para incitar o ódio, achando que seriam idiotas úteis para eles. No entanto, os idiotas tiveram vida própria, e seguiram pelo caminho diverso, pois passaram a ter voz e a saber que as besteiras mais ultrajantes que sussurravam às portas fechadas, agora poderia ser gritada em voz alta, pois descobriram que haviam outros que como eles pensavam. É o caso da Globo em geral, do Reinaldo Azevedo, rachel sheherazade, etc.
    Agora, como Celso de Melo e Gilmar Mendes, perceberam que nao conseguirão o pretendido, perderam o controle da multidão que julgavam idiotas úteis, e se viram no mesmo mar de cobras do que aqueles os quais pretendiam jogar.
    A esquerda tem sua culpa, já que pouco tentou se comunicar e desafiar os adversários. Mas a mídia sem dúvida eh a grande culpada.
    E colocar essa galera sob a luz da vergonha ou devolvê-los pra a caixinha de onde saíram eh difícil.
    Veja quem mudou o discurso, como o próprio mbl, Reinaldo, rachel, Gilmar Mendes e etc, viram uma multidão se rebelar contra eles. Isso pq como competir com frases prontas e de simples construção, que ataca o politicamente correto, e faz um discurso que parece ser legal pros revoltados de cérebro pequeno regurgitarem por ai. Aliás, essa massa acéfala que tomavam bomba no colégio e hj se metem a falar de história… ou seja, além de td se sentem incluídos numa discussão da qual eram desprezados…

  16. Uma coisa que iria passar batido virou grande polêmica. Parabéns a eles que conseguiram promover as revistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.