Penas ao vento

Rubens Valente, na Folha, mostra que a Absolvição de Lula expõe investigação descuidada de Janot” no caso da delação premiada de Delcídio do Amaral. E não é a opinião do jornalista, mas a do juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal do DF,que, a partir daquele procedimento, autorizou atos de violência jurídica contra o ex-presidente, como o recolhimento de seu passaporte e o fechamento do Instituto Lula.

Em diversos trechos da decisão desta quinta-feira (12) que absolveu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da denúncia de obstrução à Justiça, o juiz federal do DF Ricardo Augusto Soares Leite ressaltou a ausência de provas, a fragilidade de argumentos do Ministério Público e as dúvidas que foram levantadas mas não comprovadas ao longo da apuração.

A contradição foi tamanha que o promotor Ivan Cláudio Marx, diante da inconsistências das delações, pediu a absolvição.

Isso tem sido apontado como sinal de uma suposta “imparcialidade” da ação judicial.

É exatamente o contrário.

O Estado brasileiro, que a PGR deveria representar, denunciou alguém sem o lastro de provas que deveria ter para isso. O juiz do processo, igualmente sem provas,  proíbiu um cidadão de deslocar-se livremente – provocando, inclusive, o cancelamento de sua presença num evento internacional previamente agendado – e mandou fechar uma instituição particular.

Sobretudo, um homem de vida pública, que depende como ninguém de sua imagem diante da população foi execrado pela imprensa, a partir disso, como alguém que estava comprando o silêncio de um bandido para se proteger.

É pior que na parábola do travesseiro de penas – a honra – espalhado ao vento do alto na colina, o que torna impossível recolhê-la: o dano foi feito, é irreversível e, neste caso, sequer um pedido de desculpas será feito.

Uma ação de reparação de danos morais? Esqueça. Este escriba aqui, há 27 anos, foi “indiciado” por estelionato em razão de um talão de cheques que jamais foi seu, roubado do carro forte do próprio banco. 22 anos depois da sentença definitiva  que mandou o banco reparar-lhe os danos que causou, continua esperando que a indenização lhe seja paga. Não fora a amizade de advogados que passaram mais de duas décadas ajudando-o, teria gasto o dobro ou o triplo daquilo que, um dia, receberá como indenização…

No caso de Lula, evidente, a gravidade do dano é imensuravelmente maior. O processo, o primeiro em que foi denunciado, serviu para levar lenha à fogueira dos que o queriam condenar em outros, firmando a convicção pública de que um réu, afinal denunciado em seis processos,  em algum deles terá culpa.

Se não foi você, foi seu pai; se não foi seu pai, foi seu avô…

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

18 respostas

  1. Fernando Brito, periga você perder a indenização por seu falso indiciamento, pois hoje, 27 anos depois, estão valendo as regras lavajateiras e, afinal de contas, o talão de cheque foi ‘atribuído’ a você. Espero que não, mas basta o banco recorrer da execução e bau, bau.

  2. Se lembra daquele juiz de Brasília que proibiu o Lula de sair do Brasil para uma palestra da ONU na África sobre o combate à fome e mandou lacrar o Instituto Lula por considerá-lo uma lavanderia de recursos ilegais?

    Pois bem, ontem ele absolveu o Lula por absoluta falta de provas de delito, provas que não encontrou, pois delito não ocorreu:

    Quem será o responsável pela devida reparação pelos mais de dois anos que Lula ficou exposto nas capas de jornais e revistas e nos 20 minutos diários do Jornal Nacional? O povo nas urnas em 7 de outubro de 2018 votando maciçamente em #LulaPresidente, #BrasilFelizDeNovo.
    #JustiçaVergonhaNacional

    1. Esses membros do Partido do Judiciário e MP, que rezam o Código Penal de CUritiba, com tamanha hipocrisia, não devem dormir normalmente, ao colocar a cabeça em seus travesseiros. Ou tem péssimo sono (com certeza não tem o sono dos justos) ou enchem o rabo de Rivotril.
      Obs.: A 3a opção é: quem dorme bem, nesses casos, é sociopata, i.e., não tem capacitade de empatia, logo sentimento de culpa é zero.

  3. O Correio Braziliense coloca hoje, na parte de baixo da primeira página, “Lula absolvido… MAS isso não tem relevância em outras ações” (cito de memória, pode ser ligeiramente diferente; o grifo em MAS é meu). Exemplo claro de manipulação de informação. Pois o que se segue ao MAS é irrelevante à noticia da absolvição, e o objetivo é induzir dissimuladamente o leitor a concluir, sem perceber, que “Lula é culpado” (não se diz de que, basta concluir que é culpado). A primeira página desse jornaleco é um exercício diário de má-fé, distorção e cinismo. A classe dominante (capataz do imperialismo) e seus lacaios nessa midia vergonhosa e vendida, no judiciário, PF e MP, apresentam continuadamente essas mentiras a uma população acrítica, preconceituosa (e a mídia explora esses preconceitos), incapaz de raciocinar, carente de informações de toda natureza (geopolítica, histórica), sem a menor habilidade de pensar com lógica. A classe média é espantosa na sua ignorância. As classes mais abaixo na pirâmide muitas vezes adotam a mesma visão (no caso, cegueira). A receita para a inação e o apoio ao golpe.

  4. Queria muito que a globosta News explicasse melhor a história do ministro do STF ! Esse canal passou dias reprisando sobre possíveis ameaca de morte m esse ministro, foi uma entrevista essa tal de Eraldo das contas e nem sei o nome dele! Aliás nan assisto a globosta! Me contaram ! E foi antes de mandar prende o gigante Lula ! Isso e uma história muito esquisita! A gliglobo e campeã em fazer essas coisas! Principalmente contra o PT ! Uma vergonha para esse ministro! Aliás a glibglob usa muumu esse judiciário para agraciar vários premipr para eles !

  5. A CIA transformou membros de instituições do Brasil, em membros de FACÇÕES CRIMINOSAS!

    Quando será que esses membros de FACÇÕES CRIMINOSAS irão pagar por sue CRIMES?!

  6. Coitado do Lula usaram até a Teratológia para o manter preso, parece que o Lula é o único preso no mundo, não tem direito a nada, não pode falar nada, daqui a pouco estão dando voz de prisão até no ar que ele respira.

  7. É preciso deixar claro para estes fascistas que usam da função de estado para perseguição política de que na restauração democrática serão julgados por tribunais especiais em que o corporativismo não terá peso. Tribunais constituídos especialmente para o fim de punir aqueles que atentaram contra o estado democrático, com punições exemplares.
    É preciso deixar claro que não vai ter arrego. Cometeu crime, será punido. Quem usa o cargo público para violar a lei conta como agravante.
    Não faremos revanche, faremos justiça. Mas sem piedade.

  8. Nenhuma destas aberrações será pior do que onze senhores votarem por e contra sessenta milhões de brasileiros. Será um crime inominável.

  9. E se Lula tiver seu direitos políticos cassados e não puder disputar as eleições esse ano e o STF o absolve-lo por falta de provas no caso do triplex. Como fica?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.