Picaretagem até com guerra?

O candidato de Sergio Moro ao governo de São Paulo, o tal “Mamãe Falei” e o coordenador do MBL um certo Renan Santos, estão protagonizando cenas inacreditáveis.

Depois de terem anunciado uma ida à Ucrânia, postam, na maior cara de pau, fotos de 2016, apelando para a simpatia com crianças, como se fossem destes dias infelizes de agora e abriram um “Pix” para recolher supostas doações para para imaginários suprimentos para refugiados e, pasmem, para depositar na conta do “exército ucraniano”.

E dizem ter arrecadado, em poucas horas, R$ 180 mil.

É claro que ninguém tem acesso à existência dos recursos, a sua origem e a seu destino. Quem sabe o Ministério Público se anime a apurar os indícios de um estelionato.

Ah, mas eles são Moroboys e aí vale o mesmo critério da bufunfa paga ao ex-juiz: é só dizer que é “tudo direitinho”.

E aí, Dr. Moro, funciona para o senhor aquele famoso “diga-me com quem andas”?

Francamente, até desta gente abjeta, usar o sofrimento dos refugiados de guerra para arrecadar dinheiro obscuro é mais do que qualquer um poderia esperar.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.