A pressa em publicar o acórdão faz Gebran tropeçar no português

seguimento

Cheio daquele palavreado jurídico tradicional – egrégia, despiciendo, pas de nulité sans grief, etc… – o acórdão da 8a. Turma do TRF-4 trai, num ponto, a pressa com que foi escrito, para acelerar o que, afinal, todos eles querem desde o início.

O Desembargador João Pedro Gebran não é, certamente, um ignorante. Mas a correria deixou escapar na revisão – ou revisões, porque são ou deveriam ser muitas num caso como esse – uma bobagem grosseira.

A pressa fê-lo trocar segmento (parte), por seguimento (continuação, consequência”).

A denúncia é bastante clara e indica todas as circunstâncias em que teriam sido cometidos os crimes de corrupção e de lavagem de dinheiro. Todos os temas que permeiam as condutas imputadas foram exaustivamente avaliados na sentença, que deve ser examinada no todo, e não apenas por um ou outro seguimento (sic) isoladamente, não havendo falar em alteração essencial em relação aos fatos ou em ausência de correlação entre denúncia e sentença.

Coisa feia, Doutor!

Está bom que não chega a ser aquele “Marx e Heguel” dos promotores de São Paulo, mas fica feio para quem tem um monte de assessores, maçanetas e aspones. E são só seis páginas!

Eu não estou jogando pedra no telhado alheio, esquecendo que eu erro pra caramba aqui, digitando feito um louco uma dúzia de posts por dia. Mas eu não mando prender ninguém e, se tivesse de fazê-lo, procuraria até a última vírgula onde pudesse ter errado.

Então, Doutor, vamos caprichar, né? Fica feio cassar e mandar um ex-presidente, o destinatário da maioria das intenções de voto do povo brasileiro com erro de português, né.

A gente paga caro aos senhores, será que além de não serem justos, também não escrevem direito?

Como o senhor é livre para afirmar que Moro foi infalível, exceto em dar uma pena “branda” de apenas 9 anos e meio a alguém sem uma mísera prova material, deixe ao menos para nós, os estúpidos leigos, um minuto para atingir a vaidade dos “perfeitos”.
contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

33 respostas

  1. … De modo análogo ao coleguinha &$ [quase]’cumpadi’ juizeco ‘mor(T)o’, o gebran do puxadinho do Projac núcleo TRF-4 não domina nem o vernáculo:
    durante aquela palhaçada do famigerado dia 24/01/2018 o relator do golpe jurídico vagabundíssimo proununciou ‘trocentas’ vezes a palavra “adÊvogado”!
    Lá isto é Justiça, sô?

    1. NASSIF ENUMERA FALHAS E IRREGULARIDADES PRATICADAS PELA LAVA JATO

      O jornalista Luis Nassif reuniu em um só texto as diversas falhas, irregularidades e até atos criminosos deliberadamente praticados pelo time da operação Lava Jato; fatos incluem desde adulteração de provas, como extratos bancários em contas no exterior, até a “venda” de vantagens por um amigo pessoal do juiz Sérgio Moro

      7 DE FEVEREIRO DE 2018

      Em um longo e detalhado texto, o jornalista Luis Nassif, no Jornal GGN, expõe, ponto a ponto, a sequência de irregularidades cometidas pela Operação lava Jato e seus principais membros.
      (..)

      FONTE [LÍMPIDA!]: https://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-da-grande-manipulacao-da-lava-jato-por-luis-nassif#.WnpOmAQ98fQ.whatsapp

    2. Faltou o Diabo de uma vírgula!

      … durante aquela palhaçada do famigerado dia 24/01/2018, o relator do golpe jurídico vagabundíssimo proununciou ‘trocentas’ vezes a palavra “adÊvogado”!

    3. Entre outras barbaridades, como erros crassos de concordância. Como chegou a juiz?? Como virou desembargador? Vergonha.

    1. Entende-se o ato falho de Gebran. Ele se esforça, como pode, para mostrar que não sofreu, na infância, ao ter o pai punido por ser nacionalista. A criança é semente do homem, diziam os antigos; hoje, elas são crias de i-phones e congeneres, para o pior ou melhor, haver, a ver. Pela Lei Cancellier, pelo Referendo Revogatório, abaixo o golpe.# Frente Ampla de Defesa da Democracia e Soberania Nacional

  2. Brito… Por falar em erros, você errou o nome do desembargador… É João Pedro Gebran e vice grafou “João Paulo Gebran”.
    Abs

    1. KKKK…E tu colocou “vice” ao invés de “você”…É a “tar da ejaculaçã precoce”…A “preça” em mostrar que “semo” mais esperto e “curto” que o outro…Traduzindo…EXIBICIONISMO LATENTE…(Acho que cometi um pleonasmo…me corrijam …)

      1. Sujeito… erros de digitação todos cometemos e eu não estou imune a eles. Vá cuidar dos sites de direita, infeliz!

        1. Não sei o quê eu faria num site de direita, idiota !!! Tu que quis bancar o sábio corretor com o Brito e não olhou o rabo…E eu te mostrei que o “exibicionismo” é um tiro no pé…Mas eu não esperava outra reação tua…É a normal dos soberbos !!!

          1. E olha o MEU ERRO: Tu que “quis”…(errado) …O certo é: Tu que “quiseste” …A diferença é que eu olho pro meu rabo…E antes que salte de revólver em punho, te digo que DETESTO o Português, tal qual o temos hoje. Pois considero a “grafia” e a “fonética”, atrasadas e burocráticas nos tempos de web !!! Convive com um surdo, como eu, com o meu filho, para veres o quão DRAMÁTICO para eles é esta MERDA DE LÍNGUA ATRASADA !!! Se não fôssemos um Povo “Analfa Funcional” e vira-latas, já teríamos o “BRASILÊS”…Exemplo simples: escreveríamos caZa e não casa…Sem “guerra”…ABRAÇO !!!

  3. “Seo” Gebran não é um “inguinorante”, mas tamém fala “adevogados”, que nem que o Lulão. Para a pataiada, isso é um pecado mortal pro Lula. Pro “Seo” Gebran eles fazem de conta que não ouvem…

  4. Certos juizes no afã de agradar seus pares escrevem torto, por linhas tortas, com intenções tortas. A direita soube muito bem aproveitar os homens do direito para realizar suas pretensões políticas. Graças e louvores se deem ao direito e à direita brasileira. O saco já transbordou de tanta farinha podre.

    1. Roberto Amaral detona lavajateiros e golpistas do judiciário

      O poder do Judiciário e os dias piores que virão
      Por cientista Roberto Amaral – jornalista, professor e político brasileiro

      (…)

      FONTE [LÍMPIDA!]: blog O Cafezinho

    1. DA SÉRIE “TUDO A VER”!

      $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

      Nestor Cerveró se impressiona com impunidade da corrupção Tucana
      “A Braskem é um dos maiores escândalos de corrupção na Petrobras criados na época do Fernando Henrique Cardoso, mas essas coisas não são investigadas, e me acham a atanção, e eu fico impressionado.” Por Nestor Cerveró – em depoimento prestado a procuradores da PORCA-tarefa do ‘miniSTÉRIO’ PRIVADA fura-teto &$ lesa-pátria!
      Com o filho playboy do DEMoTucano ‘FHC Brasif’ e tudo dentro!
      https://www.youtube.com/watch?time_continue=90&v=qyC6A6uh504

  5. Alícia Kawarinha Lulinha Lula Qualquer porra

    Palhaça vagabunda !
    Não gostou da pesquisa?
    Aprova o “auxílio sem-vergonha ?
    Você é mesmo um enorme monte de BOSTA !
    O troca-troca continua.
    Deu muito cu esse final de semana?
    Sua mãe participou? Sua mulherzinha também?
    Quem chupou quem ?
    Sua candidata tomou no CU?
    A Bolsonara se fodeu ? Aceite boneca fela da puta !
    Seu herói, o Moro foi desmoralizado?
    Fodam-se você e ele !
    Xibunguinha !
    Cadelinha

  6. Kkkkk kkk.vai ver que era aluno com dificuldade em português desde o ensino fundamental!ainda recebe auxílio moradia…….

  7. Esse ministério público privado é uma privada só! São todos defensores dos bens privados e dos senhores de benz! Não tem jeito de não criticar essa porcaria de judiciário e seu ministério nada público.

  8. que lixo esta tal justissa.com dois ss mesmo. para os coxinhas vagabundosssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss ficarem corrigindo .. lixoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo.

  9. “seguimento ou segmento são palavras idênticas no som, mas que apresentam significados diferentes. Seguimento indica o ato de seguir, e segmento, o ato de segmentar.” Por favor, sugere para ele essas definições a respeito do termo mal colocado pelo ministro judiciário. Que remuneração mal paga essa.
    Estamos perdendo nosso tempo com os atores errados. Estamos deixando de lado os “centuriões”. Eles sim devem ser nossos alvos.Dar-lhes conhecimento do que está acontecendo aquí fora.A quem eles estão prontos a defender.As ordens absurdas que lhes serão dadas para matar inocentes que querem livrar à patria dos seus descendentes das mãos de tiranos e proáveis opressores dos seus irmãos, irmãs, primos, primas e demais parentes e amigos.O nosso objetivo é o de sensibilizar os nossos centuriões que andam sendo doutrinados com mentiras e inverdades com finalidade de instigá-los contra os que trabalham e pagam seus alojamentos, alimentações, profissionalizações etc.Quando as forças estrangeiras se aportarem aquí, suas serventias serão descartadas. Familiares desses centuriões acordem-os enquanto há tempo…

  10. Como não se sabe ao certo se estão querendo “caçar” ou “cassar” o Lula, até que este erro está bem dentro do contexto geral.

  11. Eu acho,sr.Fernando ,totalmente ” INÚTIL “,quaisquer CRÍTICAS que se possa fazer,à qualquer ” MEMBRO DESSA ELITE CRÔNICA,que é o JUDICIÁRIO.São completamente IMPUNES,sob qualquer aspecto que se possa imaginar.São DEUSES,sr.Fernando e não estão nem aí para a maioria dos cidadãos e ou cidadãs.Vivem em CLAUSURAS DIVINAS e somente são suscetíveis ,aos RICOS , hoje os BURGUESES e antes aos RICOS DE TODOS OS TEMPOS.Foram criados para PROTEGER A PROPRIEDADE PRIVADA.O resto que se lixe.

  12. Para quem fala POBLEMA , escrever seguimento ao invés de segmento em um acórdão , não tem nenhum poblema.

  13. Nosso glorioso poder judiciário está repleto de estúpidos, formados em faculdades onde o que realmente importa é o valor do holerite apresentado na matrícula. Estudei com uma dessas antas ricaças- hoje é juíza- que não tinha ser humano na terra que conseguisse fazer a mulher falar Marx ou Adam Smith. Era tanto “Max” e “Adam Shimit” de dar pena.

  14. É isso que dá, a pessoa usar toga (com os babadinhos nos ombros) e se imaginar o supra-sumo da espécie humana. Estas pessoas compõem o “glorioso judiciário brasileiro”, mais próximos de Júpiter (planeta dos mais externos do sistema solar), tal o descompasso e a realidade terrena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.