Prévia do PIB do BC surpreende com queda de 0,68%

Foi pior, bem pior do que se esperava.

Divulgada agora cedo, a “prévia do PIB” – como é considerado o IBC-Br, índice de atividade econômica do Banco Central  – acumulou uma queda de 0,68% no primeiro trimestre  de 2019 se comparado ao do 4° trimestre de 2018, acentuando a convicção de que o resultado do PIB, que sai perto do final do mês, virá, pelo menos, com uma retração de 03%, senão maior.

A diferença se explica pelo fato de que, no PIB, incluem-se os gastos de consumo das famílias, cuja retração provavelmente será menor.

O discurso catastrofista de Paulo Guedes, ontem, não é simples ficção.

O que é ficção é que, cinco meses depois de instalado, o governo não tenha lançado nenhuma medida econômica para combater esta fatalidade de queda da atividade econômica que todos – menos os agitadores de bandeirinha do “mito” sabiam estar acontecendo.

Estamos caminhando para algo bem mais fundo que o fundo do poço, mais vertiginoso do que a “beira do abismo” que Guedes citou ontem.

O país não tem timoneiro. E, pelo visto, nem mesmo imediato.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

12 respostas

  1. Pior, muito pior, do que esperavam os que votaram em Bolsonaro e os que se omitiram por conta do antipetismo.
    Nós, que não fazemos parte desse grupo, sabíamos muito bem que isso ia acontecer.
    Como é possível a economia deslanchar, reduzindo cada dia mais o poder de consumo da imensa maioria da população?

  2. Estejam certos de que esse BC (na verdade controlado pela banca financeira privada nacional e internacional) manipula os dados e estatísticas, visando reduzir o tamanho da catástrofe. A queda da atividade econômica real é, certamente, muito maior do que a divulgada. Tenho dito que, de 2015 para cá, não houve senão retração da atividade econômica no Brasil. Este é o 5º ano de uma recessão que não terá fim no horizonte próximo. O resto é balela, conversa para boi dormir.

    1. 2015, ano em que Aécio e Cunha engessaram o governo da Dilma com pautas bomba. Nenhuma reforma apresentada por ela foi aprovada. Apostaram no quanto pior, melhor. Agora amargam só o pior. Vai ser difícil reverter o quadro sinistro que eles próprios criaram. Criaram o atoleiro, que virou areia movediça, e esta os atolou até o pescoço. Pega fogo, cabaré.

    2. 2015, ano em que Aécio e Cunha engessaram o governo da Dilma com pautas bomba. Nenhuma reforma apresentada por ela foi aprovada. Apostaram no quanto pior, melhor. Agora amargam só o pior. Vai ser difícil reverter o quadro sinistro que eles próprios criaram. Criaram o atoleiro, que virou areia movediça, e esta os atolou até o pescoço. Pega fogo, cabaré.

  3. A culpa é do PT, mesmo que esteja há 3 anos fora do governo. A tal de “herança maldita” que o Lula reverteu já no primeiro ano de governo, em 2003. Esse governo não entende de economia, entende mesmo é de laranjal.

  4. Parcialmente no governo , os militares , não tiveram ainda a liberdade de criar os” jimgle ” da época da ditadura . ” Esse é um país que vai pra frente ” . Atualmente nem isso se cria .

  5. O circo Brasil está em chamas e os bombeiros ???? estão combatendo o ???? no laranjal da família Bozo !

  6. Pior, muito pior, do que esperavam os que votaram em Bolsonaro e os que se omitiram por conta do antipetismo.
    Nós, que não fazemos parte desse grupo, sabíamos muito bem que isso ia acontecer.
    Como é possível a economia deslanchar, reduzindo cada dia mais o poder de consumo da imensa maioria da população?

  7. Emprego e educação já! Não temos timoneiro nem imediato. Não temos nem mesmo o cabo e o soldado do filho do Coiso. Fora bando de desajustados que tomou meu querido país de assalto. #lulalivre #emprego #educação

  8. O plano de retomada do poder de parte do império ,avança.Ainda que nunca o tenha perdido de fato ,teve na década pasada o florecimento de governos nacionalistas como Corrêia,os Kirchner,os pts uma ameaça a seu controle .Decidiram que a tentativa de penetração da China e a Russía na A.Latina devería ser freada de qualquer jeito.
    Na Argentina a base chinesa de “seguimento satelital” teve que ser compensada pelo sabujo macri ,com uma americana de “ajuda humanitária”.
    Assim como os russos respaldam Maduro,tem empresas chinesas explorando petróleo .
    Mas toda essa bagunça o seu respaldo ,avanço e continuidade sempre dependerá dos indivíduos e suas escolhas .Assim ,nós estamos perdidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.