Quanto tempo dura a prisão de Lula? Até a eleição, esperam eles

calendario

Tenho poucas esperanças que haja reversão nas decisões do STF, mesmo com a evidente necessidade de se colocar em votação o mérito da execução antecipada da pena que Cármen Lúcia procrastinou e seguirá procrastinando.

A prisão de Lula durará tanto quanto se destina a razão da prisão de Lula: evitar sua participação no processo eleitoral.

Irá à pauta ao final do mandato de Cármen Lúcia, apenas, ou no início do de Dias Toffoli, em setembro.

Decidida a questão, será preciso pedir a sua extensão a Lula e lá se irão mais uns dias.

Passada a eleição, é quase certo que o soltem.

Claro que algo pode dar errado, mas o “cronograma”é este.

A finalidade da prisão de Lula é mais que evidente, como mais que evidente foi a razão de sua condenação.

Tirar do povo brasileiro uma referência política para seu voto em outubro.

Mesmo um cego que não pudesse ver a motivação política de um processo sem pé nem cabeça como o do Guarujá está vendo agora como é a sua prisão e o que pensam ser a sua “desmoralização” pública que motivam a ação veloz e contraditória da comandita formada entre mídia e Judiciário.

É verdade que restam cegos que não o podem ver, os que têm os olhos injetados de ódio.

Aos que pensam que o povo é burro, muito cuidado, porque é menos do que supõem.

Há uma fina e trágica ironia neste dístico fascista que passou a chamar de mito quem nada fez pelo Brasil senão disseminar o ódio e a brutalidade.

Mitos são fantasias, talvez, mas que partem de uma base fática, o que é muito bem expresso no texto do filósofo Sérgio Sérvulo que me chega pelo Facebook de meu companheiro jornalista Luís Costa Pinto:

Não sei dizer o que acontecerá com o Brasil no mês que vem, ou em outubro deste ano, ou daqui a um ano.

Mas a partir do julgamento em que o Supremo Tribunal Federal, por sua medíocre maioria, transformou Lula num mito nacional, posso dizer, com toda certeza, parte do que acontecerá no futuro.

Mito, por exemplo, é o advogado negro Esmeraldo Tarquínio, que eleito prefeito de Santos, foi impedido de tomar posse pela ditadura militar.

Mito, por exemplo, é o advogado negro Nelson Mandela, que obrigado, pelo governo racista da África do Sul, a passar grande parte de sua vida na prisão, dela saiu para liderar a luta contra a discriminação, e para ser eleito presidente daquele país.

Mito, por exemplo, é o pastor negro Martin Luther King, prêmio Nobel da Paz em 1964, que liderando a luta não violenta pelos direitos civis dos negros norte-americanos, foi assassinado em 1968.
Mito é o nosso alferes, iluminista e patriota que, julgado e condenado pela coroa lusitana, em processo regular, foi enforcado e esquartejado.

O que se dirá de Lula no futuro? Que foi um menino pobre, que para sobreviver vendia amendoim e engraxava sapatos; que, tendo feito um curso de torneiro mecânico, virou operário; que perdeu um dedo em acidente de trabalho; que se tornou líder sindical durante a ditadura militar, sendo preso por ela; que, por insuficiência de instrução, tinha a princípio um português claudicante; que era dono de inteligência e personalidade invulgares; que foi fundador e o maior líder do Partido dos Trabalhadores; que se elegeu deputado federal, e foi constituinte.

Que na sua quarta tentativa foi eleito presidente da República; que fez um governo conciliador, segundo o seu temperamento. Que não guardava ressentimentos, mágoas e rancores. Que levou água, energia, saúde e alimento para o nordeste. Que lutou pela independência do Brasil no plano internacional. Que, reeleito para um segundo mandato, ao seu término recusou propostas para se reeleger por uma segunda vez. Que deixou o governo com 87% de aprovação. Que fez sua sucessora, contra a qual se sublevou a oligarquia. Que foi o único presidente do Brasil a olhar pelos pobres. E, coisa difícil na política brasileira, que era honesto. Que a plutocracia nacional, sua inimiga, vasculhou sua vida pública e privada buscando incriminá-lo. E que, nada encontrando, inventou acusações mentirosas.

Que foi julgado por juiz que não era o natural, mediante uma denúncia inepta, e foi condenado sem provas. Que sua apelação, distribuída em segunda instância a julgadores que não eram os naturais, foi rejeitada sem que se tivessem analisado devidamente as suas razões. Que também foi ré nesse processo sua esposa, que veio a morrer de desgosto antes do seu término. Que seus filhos foram vítimas de calúnias e perseguições. Que o Supremo Tribunal Federal negou-lhe o habeas corpus a que tinha direito nos termos da Constituição e da lei. Que manteve sua dignidade, na prisão como fora dela. Que o local do seu confinamento virou ponto de peregrinação. Que depois de seu confinamento, tal como Mandela ele liderou a insurgência contra a injustiça social. E que depois de extravasarem seu ódio, seus linchadores nada mais tiveram a dizer senão algo que já tinha sido dito antes: que seu sofrimento caia sobre nossas cabeças e a de nossos filhos.

O mito de Lula fará parte da saga do povo brasileiro; fará parte dela como capítulo indispensável, que precisava ser escrito antes de soar, para os milhões de oprimidos, a hora da libertação. Porque, como dizia o alferes, libertas quae sera tamen.

Aos muitos que sofrem por Lula, respondendo a criticas que recebi de uma comentarista do blog, explicarei no próximo post porque, a esta altura, Lula não está entre os que mais sofrerão com sua prisão.

Os doutos, os acadêmicos, os intelectuais descolados do seu povo jamais conseguirão compreender como  alguém, a partir de um certo ponto, torna-se mais  personagem da história de seu povo do que um mero ser humano, embora continue a sê-lo, claro.

Por isso, eles não contam que o que supõem ser a humilhação de Lula, reduzido ao silêncio de uma solitária,  pode se transformar naquilo que os versos de Fernando Pessoa descreviam:

mito é o nada que é tudo./O mesmo sol que abre os céus/É um mito brilhante e mudo

O Sol, como se sabe, é a esperança que torna suportável a Noite.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

42 respostas

  1. Próximos passos do golpe:

    1-REESCREVER A HISTÓRIA
    O indicadores sócio-econômicos imbatíveis do governo Lula serão uma pedra no sapato dos golpistas. Para isso os “intelectuais” de plantão tentam criar diversas teorias de que Lula deu sorte ou herdou alguma coisa de FHC, além do endividamento.
    Essa etapa já está em curso: Guia politicamente incorreto, filme da Lava-Jato, filme sobre o Real, série da Lava-Jato… a indústria já tenta a todo custo dominar a narrativa histórica.

    2-ASSASSINATO DA MEMÓRIA
    Livros, filmes e programas difamando diariamente Lula e o PT já são o cotidiano do brasileiro. Agora eles vão se intensificar pois a prisão de Lula vai trazer uma série de questionamentos.

    Não pensem que Lula será preso apenas até essa eleição… eles vão querer impedir o surgimento do culto à Lula.

    1. Vão matá-lo todos os dias… como os faraós faziam com os desafetos, apagando seus nomes dos cartuxos inscritos nas pedras… não há humanidade em nenhum gesto desses canalhas. Não nos esqueçamos disso.

      1. Ah, isso eles não conseguem nem a pau. Povo humilde não é otário. Subestimam a inteligência popular. Podem fazer quantos filmes quiserem. Quem vai assistir e concordar serão os mesmos trouxinhas roupinhas amarelinhas engomadinhos de sempre. A Globosta e a Netfux que rasguem bastante $ com isso.

    2. Disso eu não tenho medo. Agora, quanto mais baterem em Lula, mais o povo se identificará com ele. E ele escolhendo ser preso em vez de escolher o exílio, ninguém que estava em dúvida acredita mais que ele seja corrupto. Nenhum corrupto do mundo escolhe ser preso se puder viver uma vida de luxos no exílio (como os corruptos delatores super premiados da lava jato que preferem ficar em suas mansões do que na cadeia).

      1. O que mais gostei e mais me tranquilizou nesses dias foram duas coisas… primeiro a síntese das possibilidades: Lula preso vira herói, Lula morto vira mártir, e Lula livre vira presidente. A outra foi o plano C, ou D, nem sei mais, que seria torná-lo ministro da Casa Civil de algum futuro presidente progressista. O fato é, Lula é inevitável, porque o Brasil morrerá de Neoliberalismo se ele não for.

  2. Direita e elite ignorantes e golpistas, martirizando Lula o farão crescer ainda mais nos Corações e Mentes do Povo. A História nos aponta Mandela, Martin Luther King e Tiradentes como alguns dos martirizados que compõem o Panteon de Heróis de seus respectivos Povos. Os que os julgaram ou assassinaram, estão abaixo do lixo das civilizações.

  3. “a partir de um certo ponto, torna-se mais personagem da história de seu povo do que um mero ser humano, embora continue a sê-lo, claro.”

    Perfeito, foi o que Lula quis dizer num comício, de forma simples e genial:
    “Eu não sou eu, eu sou vocês”

  4. E Moro entrará para história como um anticristo. Um Judas que tem apenas um sentimento, o ódio. Moro não tem coração, tem moela, como diria minha mãe.

    1. Entrará para o lixo da história como o assassino de Martin Luther King, de Gandhi, de Lincoln, o assassino de John Lenonn que queria fazer fama em cima do nome do outro. Só que ninguém lembra o nome do assassinos e sim das vítimas.

    2. Não entrará para a história. Ou, no máximo, como nota de roda-pé como Pierre Cauchon ou Quartus de Wet. Não mais do que isso.

    3. Moro entrará para a História sim, mas como antiexemplo. Como Hitler, Mussolini, Carlos Lacerda…

  5. Caro FB
    A ordem foi dada, os militares exigiram, o STF corroborou, o TRF4 encaminhou o pedido e Moro expediu.
    Tudo muito bem orquestrado.
    Não acredito em eleições.
    Com Lula, nós contra eles, é conciliação, com os golpistas, nós contra eles, é luta de classes.
    Saudações

  6. Comentários? Sem letras ou pensamento apenas o Povo pobre e trabalhador caminha em silêncio vendo e sofrendo levar seu líder sem uma única prova de culpabilidade nas costas!
    O seu pecado? Ter olhado para o Povo gerador de riqueza e extender-lhes a mão para comer 3 vezes ao dia, esse foi seu pecado nordestino, valente e corajoso e não tem medo de cara feia, como todo bom Brasilis. Tristeza não tem fim felicidade sim diz o poeta!!!

  7. Cabe a Lula decidir o que fazer diante da decisão de decretar sua prisão. A ordem do juiz Moro deu largada a um processo midiático que será direcionado para exibí-lo como a normalidade de um processo judicial legítimo em uma democracia plena, ao mesmo tempo em que mostra o criminoso indo ser castigado. Esse episódio pode e deve ser explorado em favor de Lula. Aparentemente, ele decidiu se submeter à justiça. Se é assim, eu faria da seguinte maneira.
    Anunciaria para amanhã em São Paulo um comunicado público, com convite especial para a mídia estrangeira. Seria transmitida por internet e em painel externo ao local do evento. Não devemos contar com divulgação de nossa mídia bandida, pois o conteúdo da mensagem não lhe será favorável. O discurso seria preparado por alguém que escreva com paixão e com poesia. Seria seguido em parte com leitura e em parte de improviso para dar mais naturalidade, para ser mais próximo de como Lula fala.
    E diria:
    Cumpre-se hoje mais uma etapa de uma caçada, uma perseguição de setores da sociedade que tradicionalmente dominam o poder no Brasil e que usam esse poder em benefício próprio, condenando milhões a uma vida de carências e a futuro nenhum por gerações a perder de vista. Em 2003, iniciamos um governo que olhou para aqueles que antes eram invisíveis, que deu empregos e renda àqueles que antes apenas sobreviviam com o que lhes aparecia a cada dia, que deu educação e esperança para os filhos daqueles que não tiveram e que nada esperavam da vida, que projetou orgulho de ser brasileiro naqueles que só se sentiam parte de um país quando a seleção nacional entrava em campo.
    As estatísticas mostram o resultado disso. O reconhecimento internacional mostra o resultado disso. A felicidade incontida no rosto dos esquecidos deste país mostra o resultado disso. A insatisfação daqueles que extraíam riqueza da exploração desses esquecidos mostra o resultado disso. E a derrota eleitoral em três eleições que sucederam nossa primeira vitória mostra o descontentamento daqueles que exploravam. E tal insatisfação se transformou em ódio. E eles usaram de todo o poder que detêm para tombar a democracia. Depuseram uma presidenta legítima por motivo banal. E imediatamente passaram a saquear o povo e o patrimônio da nação.
    Mas o plano não se esgota em três anos. Como continuar no poder com um programa de governo que castiga a maioria, que entrega patrimônio de todos para benefício de alguns? Era preciso eliminar aqueles que podiam atrapalhar seus planos. Era preciso afastar o PT. Era preciso afastar o Lula. Somente assim, seus candidatos teriam chance de vitória em eleições em que somente eles concorrem.
    Mas como afastar o Lula? Quando assumi o poder em 2003, a PF usava equipamentos emprestados dos EUA, o Exército dispensava os recrutas na quinta porque não tinha dinheiro para pagar o rancho da sexta. O MP tinha procurador geral que só engavetava. Nós mudamos isso. E o que vimos foi que alguns que antes nada tinham, passaram a usar o poder que receberam para assumir poderes que não deveriam ter. Esses personagens resolveram fazer o serviço sujo. Condenar Lula é uma forma de retirá-lo da disputa, legal e fisicamente. Pegaram uma acusação qualquer, manipularam delações, interpretaram leis, combinaram pareceres e concluíram seu trabalho. Enquanto isso, todos pudemos ver juízes aplicando seu próprio código de processo penal, procuradores arrancando confissões de delatores desacompanhadas de provas, mas acompanhadas de métodos medievais de depoimentos. Tudo isso sob o olhar ora negligente ora cúmplice daqueles que deveriam zelar pela aplicação das leis. Alguns negaram aquilo o que antes defendiam, sem que lhes cobrassem a coerência, afinal o objetivo poderia ser atingido com aquilo.
    A cobertura jornalística é prova de todo o processo. Qualquer um pode ver o desequilíbrio das capas de jornais e revistas e os tempos de telejornal. Qualquer um pode ver a diferença de velocidade dos processos contra Lula e contra os adversários de Lula. Cada um pode ver as manifestações convocadas com a ajuda da grande mídia contra Lula e o silêncio que sucedia as denúncias contra os adversários de Lula.
    Hoje, o plano inicia uma nova etapa. Decretam minha prisão para iniciar a cumprir a pena de uma condenação por um crime que nunca se provou, em um processo que em tempos normais jamais teria iniciado. Desejavam que eu tivesse fugido. Adorariam me chamar de fujão e de covarde. Adorariam que tivéssemos convocado distúrbios e violência para nos colocarem a pecha de terroristas e arruaceiros. Não, Senhores. Eu me apresento para cumprir a pena injusta, fruto de uma perseguição política engendrada por quem não tem voto e tem medo de perder o poder. Me entrego porque quero mostrar a todos que confio na democracia e que é pela via democrática que esse país deve trilhar seu futuro. São meus adversários, aqueles que me colocaram aqui, que devem explicar porque não têm votos para disputar comigo e porque desistiram das leis como instrumento de justiça. O povo lhes cobrará. A história não terá piedade de seus nomes. A vergonha acompanhará seus filhos.
    Eu me apresento para entrar na barriga do monstro e enfrentá-lo por dentro. E quero que vocês lutem comigo essa luta. Há gente muito boa fazendo a batalha legal. Mas essa luta é, sobretudo, política. E eu conto com vocês. Confiem na democracia representativa, denunciem a injustiça, defendam seus direitos, defendam as riquezas naturais deste país contra a sanha de pessoas daqui e de fora.
    Nossos adversários acham que a luta será breve. A luta nunca acaba. Eles não têm o fôlego necessário. A vitória será nossa e nós vamos, juntos, recuperar aquilo que nos foi retirado. Meus adversários são responsáveis por minha segurança. Tentarão me humilhar. Fotos, fofocas correrão a mídia. Serão mais uma mostra do desprezo pela justiça e prova de desespero deles. Isso é o que oferecem aqueles com coração pequeno.
    Nossa luta continua. Eu continuo candidato, se o PT assim desejar. Mantenham a tranquilidade, sejam confiantes, mantenham a luta. Juntos, subiremos mais uma vez a rampa do palácio do planalto. A vitória será nossa.

    1. A ideia de uma mensagem enviada para os meios de comunicação no exterior não surtirá efeito pratico nenhum, simplesmente pelo fato de que todos os países desenvolvidos sem exceção esperavam exatamente isso da “justiça” brasilbananeira. Aqui na Alemanha por exemplo já estão noticiando a prisão do Lula como um avanço no combate a corrupção. A Alemanha assim como suas multinacionais (Daimler, VW, etc) apoiaram inequivocamente o golpe e apoiarão também a prisão do Lula. Nesse mundo capitalista selvagem, desigual, amoral e antiético o povo brasileiro não pode esperar nada dessas nações. Deve sim desenvolver sua própria consciência afim de libertar-se do jugo desses povos como por exemplo a China vem fazendo. Infelizmente o poder do capital, a elite rasteira e medíocre quinta coluna do país, o monopólio da informação, as limitações no desenvolvimento cultural e educacional da população, assim como as influências externas perniciosas dificultam imensamente o entendimento desse contexto de espoliação dos recursos da nação mais rica do planeta (em recursos naturais) e o consequente empobrecimento da população. Esse sim é o verdadeiro impedimento do progresso desse país riquíssimo, a drenagem sem fim do capital sobre a população. A bem da verdade é impressionante como o povo ainda se deixa enganar tao facilmente por engôdos como lava jato e pústulas como esse sergio moro e seus pares. Essa é a luta que se faz necessária agora mais do que nunca. O povo precisa criar a consciência do seu papel na sociedade e da sua
      força politica. Precisa entender que só com a voz uníssona de todos poderemos reverter esse processo nefasto de sangria infinita do país, bem como a injustiça sofrida por aquele que ousou fazer mais pelos pobres. Mais significativo do que tentar convencer o mundo das injustiças que se passa na republica brasilbananeira e desse processo golpista e viciado, devemos é tentar mostrar a todos os cidadãos de bem desse imenso país a verdade por trás do golpe e o por que de prenderem Lula. Isso é imperativo, só assim poderemos evitar que se instale de vez o caos que tanto desejam as nações imperialistas e hegemônicas. Só a consciência do seu povo poderá libertar esse país.

  8. Dentro do sistema
    (SERVIDOR PÚBLICO)

    O que não for atendimento à população mais necessitada, é boicote! Esforço pro Estado te foder? É ruim hein!!! Estado GOLPISTA de merda! Pior, cheio de servidor alienado trabalhando contra si mesmo por um Estado Mínimo. É muita estupidez! Muitos entraram em concursos da Era Lula. Acham que a infraestrutura de pessoal caiu do céu.

    Só o essencial até que esse sistema fascista volte a ser uma democracia…

    Obs.: Atenção, você trouxinha, interessado em fazer concurso ou com esposa/filho estudando pra concurso, se fodeu.

    Corre atrás de um emprego intermitente da reforma trabalhista que você apoiou.

  9. verdade, Lula torna-se um mito, mas o mito será eleito e subirá a rampa ou continuará o golpe?

  10. Concordo com sua análise mas manter Lula preso não será tarefa fácil para essa escória. Posso estar muito enganado, mas acho que haverá uma reação de revolta que vai crescer progressivamente a partir de amanhã. Aqui e no exterior.

    1. O Collor pegou o dinheiro de toda a população brasileira, dizendo que devolveria apenas 18 meses depois. Que revolta que houve?

        1. Kkkkk… Nossa esquerda é tão iludida que acha que o Collor caiu porque bloqueou a poupança…

    2. Após o golpe de 1964, o povo só acordou e percebeu havia sofrido um golpe de estado, e feroz em 1968. Nosso povo é lerdo de entendimento, prefere sempre esperar para ver no que vai dar.

  11. Como escutei de uns coxinhas por ai… agora dá para acreditar na justiça… comentando a decisão do único juiz do Brasil sobre Lula. Agora estes mesmos incautos e energúmenos coxinhas, vão receber incrédulos um mito abominável no planalto. Para onde vai o Brasil??? Ou para a Argentina, Venezuela, El Salvador…. Ou quem sabe Porto Rico, como Estado agregado na nação norte americana. Somos o mais velho país do futuro, segundo o Jânio de Freitas.

  12. Tiraram Lula mais vamos colocar o candidato do PT simples pmdb só corrupto pmdb tb resolvido vamos colocar o pts novamente o único presidente que fez algo pelos pobres não teve outro esse governo atual já não suportamos mais

  13. Lula preso desmancha a narrativa golpista: para a maioria silenciosa (inclusive eleitora) ele convence de sua inocência, pois nenhum corrupto escolheria o martírio de enfrentar uma prisão tendo a alternativa na mão de viver tranquilamente no exílio (no caso de corruptos, com uma vida de luxo devido ao dinheiro roubado como nos casos dos delatores super premiados da lava jato).
    Além disso, ao escolher se martirizar, chama atenção internacional para seus processos, o que deixará em togas justas diante de tantos absurdos kafkianos. O judiciário brasileiro será visto como o mais ridículo, arbitrário, reacionário e preconceituoso do mundo.
    Por fim todo mundo sabe o efeito que martírios provocam no povo, inspirando-os politicamente muito mais do que discursos. Lula preso estará presente com mais força nos corações e mentes dos eleitores do que solto. Lula livre a narrativa de seus adversários políticos seria dele ser corrupto e impune. Preso a narrativa predominante será de quem apoiá-lo como um mártir inocente, injustiçado, preso para ser proibido de candidatar-se se colocar de volta um governo do povo no poder. O lulismo sairá maior nestas eleições.

  14. Brito, fazia tempo que não sentia essa coisa de o peito ficar apertado, belíssimo texto. E certeiro. Parabéns.

  15. Quem tem dignidade para andar de cabeça erguida, Lula, preso sem culpa provada depois de anos de perseguição politica encabeçada por um juiz de acusação partidário, ou seus algozes, transgressores da legislação brasileira e estupradores da Constituição Federal, à frente o mesmo juiz fascista?

    https://youtu.be/84PsKnaTlcg

  16. Brito, até a eleição não, o plano é deixar o Lula preso até morrer. Até outubro o STJ já vai ter ou vai estar muito próximo de referendar a decisão de segunda instância, ou seja, vão correr com o processo, depois vem outras condenações, outras ordens de prisão.

    A era das ilusões acabou. A direita deu um passo sem volta.

    A única chance do Lula é se um nome da esquerda ganhar a presidência, equilibrar o jogo. Ganhando um nome da direita, o que vamos ter é um governo ao estilo Pinochet, genocida e ultra-neoliberal.

  17. Fui aqui às lágrimas quando li sobre Esmeraldo Tarquínio da minha amada Santos. Chorei pela tristeza de saber que antes de eu ter nascido, esta minha cidade foi um importante centro de resistência, mas hoje reúne um pensamento atrasado e reacionário. Quantos fogos soltaram aqui hoje! Triste demais.

  18. Diga com quem tu andas que te direi quem és. Eu não esqueci uma foto do senhor moro de sorrisos e conversas ao pé do ouvido com aquele senador que disse que tinha que ser alguém que a gente pudesse matar para não haver delação. Então senhor moro, todos podem ser presos, menos seu amigo, ne mesmo.

  19. Como disse em outro post: “Lula sabe de sua grandiosidade. Escolheu a história, pois sabe que será lembrado como um dos maiores estadistas do país e que fora intensamente perseguido desde a sua origem. Livre, é grandioso; preso político, tornar-se-á um verdadeiro Mito! Por isso não vai buscar asilo. É sua escolha e a respeito! Mesmo consternado com a injustiça sofrida por ele.”

  20. E o pior de tudo, estamos tomando lição de moral do Reinaldo Azevedo e do Gilmar. O Reinaldo declarando o Lula como perseguido político e o Gilmar tecendo críticas às escolhas do PT para o Supremo, perguntando onde foi que erramos. Inacreditável o que está sendo feito desse país e como o PT teve culpa dessa desgraça.

  21. Não foi o pré-sal em si que motivou este infame golpe de estado. Foi a decisão de usar o dinheiro do pré-sal para alavancar com toda a força a educação brasileira. Se o dinheiro todo fosse para as arcas de meia dúzia de bilionários brasileiros, não haveria nenhum golpe, porque bilionários são todos iguais, sejam brasileiros ou americanos. A satrapia financeira internacional ficou simplesmente apavorada com esta ideia de tanto dinheiro para gastar com educação pública, porque ela significaria o nascimento em breve de um país não apenas enorme e populoso, mas com um povo educado e capaz, que saberia muito bem como explorar suas riquezas para seu próprio progresso e para o bem da Humanidade. Isto seria uma grande ameaça a mais para suas intenções de dominação predatória de todo o planeta. A educação é uma arma mais poderosa que todas as armas nucleares do mundo. Os predadores não poderiam permitir isso. Confúcio dizia que se todos tivessem educação, não haveria lutas entre as classes, porque todos estariam no mesmo nível de igualdade intelectual. Foi para barrar a possibilidade do Brasil se educar e deixar de ser tão bobo a ponto de acreditar em mentiras tão ridículas como as que espalharam sobre Lula, que o golpe foi dado.

  22. O povo adora uma vítima, e se essa vítima alguém já querido a coisa fica feia. Apresentadores da Globo News ontem tinham cara de desespero, passado o objetivo principal, prender o Lula, caíram na real, tinham acabado de eleger qualquer um que ele indicar. O jeito é não ter eleição, nessa hora chamem os Sargentos Garcia, na visão americana.

  23. Irônico que Cármen Lúcia, Fux. Barroso, Fachin, e Rosa Weber foram todos indicados por Lula ou Dilma. Como dizer que se trata de perseguição de juízes direitistas ou fascistas ? Aliás, os juízes direitistas de fato como Gilmar e Celso de Mello votaram a favor de Lula.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.