R$ 58 bilhões de dividendos. E zero de imposto para acionistas de bancos

O Infomoney publica dados da consultoria Economática sobre os dividendos e juros sobre capital próprio pagos pelos grandes bancos a seus acionistas, relativos a 2019.

Dividendos, dinheiro líquido e seguro, nada a ver com o que ganharam com a valorização das ações.

Os acionistas do Itaú vão dividir R$ 26,1 bilhões. Os do Bradesco, R$ 17,75 bi. Quem detém ações do Banco do Brasil e do Santander, R$ 7 bi para cada grupo.

No total, R$ 58 bilhões, 56,75% a mais que um ano antes, com a economia crescendo meros 1%.

Ah, sim, com os menores juros da história, certo?

Sobre toda esta “bolada” vão pagar exatamente zero de imposto.

Sim, zero, bem menos do que você pagará com a renda do seu trabalho.

A “justificativa” é que os bancos já pagaram imposto, pelo que os “donos do banco” ficam isentos.

Vejam como é “difícil” fazer uma reforma tributária no Brasil.

Precisamos colocar impostos sobre a cesta básica e isentar as arcas de tesouros, não é mesmo?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

25 respostas

  1. Pra essa turma, tá tudo ótimo do jeito que está. Estúpido é cidadão de classe média pensar que é rico e defender os milionários contra qualquer proposta de reforma tributária mais justa.

  2. OS PTS FICARAM 13 ANOS NO GOVERNO E NADA FIZERAM.
    E DEPOIS DIZEM QUE OS PTS SÃO ESQUERDA ,QUANTA IGNORÂNCIA POLÍTICA !!!

    1. LULA: “…já mandei duas propostas para o Congresso, a primeira em 2003, e
      algum inimigo oculto não permitiu que ela andasse…” Em 2007, “quando
      ela chegou ao Congresso, imaginei que seria aprovada no primeiro dia,
      por unanimidade, tal era a coesão em torno da política tributária. O que
      aconteceu? Nada. Porque o inimigo oculto se manifestou outra vez e não
      permitiu que acontecesse”. (O GLOBO, 4/12/2010)

      1. E ficou por isso mesmo??? percebe que falta-lhes o espírito do confronto ,da luta.A própia origem do Lula sindicalista era um histórico denegociações,conciliações.
        Existem horas e situações onde retroceder por mínimo que seja é uma terrível derrota ,e isso que vc relata é uma dessas.
        Ele era “o cara” ,tinha todo na mão para te-lo feito e não só isso, a reforma nas ffaa ,protetoras dos interesses do tio sam ,distribuir a riqueza e não a renda gerada pelo bom momento económico.
        Um paralelo simples de entender ,a tal de “participação nos lucros das empresas”,o rico “compartilha com os que produzem a riqueza,as migalhas do seu lucro.Mas nada muda ele ,continúa sendo o rico e eu o dominado.

    2. Pela sua lógica, já que o PT tbm não fez, então o atual está certo em deixar tudo como está. ???????

    3. Isabel, boa tarde! Quando o PT teve maioria no congresso para poder aprovar a reforma tributária?? Lembre-se o congresso do Brasil sempre foi conservador, a esquerda e o campo progressista nunca teve 1/3 das cadeiras em nenhum governo, quem dirá 2/3 para aprovar reformas do gênero.

    4. E pensar que o ativo da CIA e eterno candidato à presidência, Ciroliro – ou terá sido o Armínio Fraga, ou os dois, e, no fim das contas, qual é mesmo a diferença entre um e outro, a não ser o fato de que Armínio é operativo voluntário, consciente, e Ciroliro é conduzido pelo focinho, refém de seu ego descomunal? -, andou pontificando por aí sobre o consórcio do Petê com os bancos, evidente na manutenção da elevada taxa base de juros durante os governos petistas.

  3. VIRAM A DISPARADA DOS DIVIDENDOS DEPOIS DO GOLPE DE 2016?
    SERÁ QUE FOI PARA ISSO QUE OS BANCOS CONTRIBUÍRAM EM MUITO COM O GOLPE DANDO AJUDA FINANCEIRA E ESPALHANDO O TERROR NA IMPRENSA ATRAVÉS DE SEUS PSEUDO ECONOMISTAS?

  4. Se realmente houvesse interesse por uma reforma tributária, esta já teria sido feita.

    Já fizeram a do trabalho, da previdência – todas tirando direitos dos mais pobres – e agora falam da administrativa.

    Se todas as reformas contra o povo acabarem, vão discutir a reforma do jardim do Palácio do Planalto, mas a tributária continuará sendo empurrada com a barriga.

    Miragem feita pelo Skaf (o industrial rentista) para seus patos amarelos, com ajuda do PIG, do palhaço Bozo e do primeiro ministro Rodrigo Maia.

  5. A justificativa é de que a pessoa jurídica já pagou imposto….kkkk. no mundo inteiro se cobra imposto porque muda a titularidade. Desculpa mais que esfarrapada. Mas o pior são os juros sobre o capital próprio, eu costumo brincar que JCP são como um bônus para olhar a bunda da estagiária bonita. Dizem os defensores: ah mas nos JCP a pessoa que recebe paga imposto. Certo, mas porque eu preciso receber um bônus cada vez que olho a moça bonita? A mesma coisa é considerar que o capital que o empresário põe na empresa gera uma despesa dedutível do imposto de renda. Uma ficção legal absurda, verdadeira jabuticaba tributária.

  6. Não é verdade ..os dividendos incidem sobre lucro apor I.R., o que o acionista recebe é líquido.
    Existe outra modalidade que é o juros sobre o capital próprio, incide antes do lucro tributado . Aqui o acionista recolhe 15%.
    Fato, se se tributa muito ou pouco é uma discussão, falar que não se tributa é mentira.

  7. O mais lamentável é que essa situação não foi modificada pelos governos progressistas. O que muda, agora, é que, de outras maneiras, a torneira está muito mais aberta para os mais riscos e extremamente fechada para os mais pobres. E a corrupção, que vem desde Cabral, só aumenta, descaradamente (vide a situação do Secretário de Comunicação). Se o poço tem fundo, estamos atolados nele e afogaremos em breve.

  8. Se Lula não conseguiu dar cabo da farra, com todo o prestígio que tinha na década de 2000, ninguém acabará com ela, sobretudo os atuais governantes que não têm sequer interesse. Bem ao contrário só cuidam de ampliar a riqueza de poucos em detrimento da miséria de muitos (aqui vale o uso de velho clichê), por meio de injustificáveis reformas trabalhista e previdenciária, além das outras que virão em benefício dos privilegiados de sempre.

    1. Lula não tinha e nunca teve maioria no congresso. Tanto é que acabaram com a CPMF. Para desestabilizar o governo Lula. Cada simples projeto ou proposta era um parto para passar na Câmara. Com as mais difíceis alianças.

  9. E quem criou essa bizarrice? Ele mesmo, o ociólogo……..não á toa é tão adorado pelos donos do dinheiro…..

  10. Lucros e dividendos do Bancos e acionistas: canalhice e monstruosidade com os trabalhadores e com o Brasil que trabalha.

  11. Não generalize porque tem muita gente de classes menos favoráveis que tem ações de bancos e de outras empresas de capital aberto na Bolsa. Qual o mal nisso? Eu, por exemplo, tenho da Itaúsa. Não posso ter ações? Tem que democratizar. O engraçado que pobre que ganha R$10 mil quer comprar um Iphone de última geração por R$7 mil ao invés de investir/poupar. Não defendo esse governo em nada porém status é uma porcaria que muitos acham que querem mas não podem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *