Segundo julgamento de Lula é o da Justiça que não “cai na real”

O julgamento do TRF-4, marcado para depois de amanhã, é uma comédia de erros.

Comédia trágica, diga-se.

Uma provável condenação do ex-presidente, depois da decisão de reverter ao primeiro julgamento os casos em que a ordem da apresentação da defesa tomada pelo STF, mas ainda não “ementada”, porque pendente a decisão de modular seus efeitos, é criar outro constrangimento – desnecessário – para o próprio Supremo.

Se não acatada pelo Tribunal Regional, sob o pretexto de que não está formalizada, será mais uma questão conflagrada a ser colocada à Corte Suprema.

É evidente que a validade do julgamento do TRF-4 será levada ao Supremo.

Para que acelerar, passando a frente de mais de mil processos, o julgamento a toque de caixa de um segundo processo de Lula, poucos dias depois de ser libertado, ainda que provisoriamente?

É por política, rejeitando o fundamento essencial da Justiça, o de ser exercida com prudência.

Não há efeito prático deste andamento atropelado do processo. Não há risco de continuidade delitiva, de obstrução de Justiça, de fuga ou insubmissão a ordens judiciais. É alguém que passou 580 dias preso, disciplinadamente e nem mesmo poderá ser preso, pois está em vigor a decisão sobre a presunção de inocência…

O efeito, claro, é político e é a este que o TRF-4 persegue e só isso torna o seu julgamento político e, portanto, contaminado.

A menos que se disponha a anular o julgamento de primeira instância – o que parece completamente improvável – o que os três desembargadores – todos declaradamente hostis a Lula – estão fazendo é preparar um novo confronto com o Supremo.

Patrocinado pelo próprio STF, naquele discursinho finório de Luiz Edson Fachin, hipócrita até a medula.

A politização do Judiciário é um valor que superou a defesa da instituição judicial.

Há uma evidente agressão do Tribunal Regional ao STF em fazer açodadamente o julgamento.

Mas não surpreende, quando numa declaração covarde, proferida ao final do julgamento, sem dar a seus pares o direito de falar, convida o Congresso a mudar a Constituição para anular aquilo que, em respeito a ela, acabara de ser decidido.

Um dia “cairão na real” de que todos eles, na esteira de Sergio Moro, destruíram a respeitabilidade da Justiça.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

32 respostas

  1. Uma correção,se faz necessária,sempre que trouxermos o JUDICIARIO,para a pauta da discussão.O que oJUDICIÁRIO FAZ,não é POLÍTICA e sim PARTIDARISMO POLÍTICO.Todos,são PARTIDÁRIOS DE TODOS OS PARTIDOS,EXCETO AQUELES QUE SÃO SABIDAMENTE,CONSIDERADOS POR ELES PRÓPRIOS,DE PARTIDOS DO CAMPO DAS ESQUERDAS.Portanto,todos são PARTIDARIOS DE DIREITA,INCLUSIVE COM CONOTAÇÕES FASCISTAS.E de FASCISTAS,somente se pode esperar,FASCISTOIDES AÇÕES.

  2. Não sei se vale a pena perder tempo com esses hipócritas militantes políticos do TRF4. No Brasil, quando se trata da direita, os processos são arquivadoa por decurso de prazo..Vide Maluf, Serra, Aécio, Alxkmin e toda uma.corja de golpistas. Esqueça. Não existe justiça no Brasil e os julgamentos de Lula, em tempo recorde, passando à frente de milhares de processos, comprova minha tese. E a pá de cal, confirmando minhas convicções, será dada amanhã pelo TSE, quando julgará o abuso de poder da chapa bozo-mourão.

    1. Este pessoal tá doido para o circo pegar fogo. Basta o Lula radicalizar e botar uns dois milhões de pessoas na rua (olhe que ainda é pouco). Vide o Chile que era considerado a joia da Coroa destes tais ai “economistas” da Globo, Preparem-se pois parece que vem chumbo grosso por ai!!!

  3. Fachin parece não ter jeito. Gosta de entregar Lula às feras, mesmo sabendo de sua inocência

  4. Fachin é um ser desprezível como juiz e como homem. A justiça está morta, mas seus vampiros ainda querem sangue, de Lula claro. No país de Queiroz, Marielle, milícias, esses canalhas ainda estão cozinhando essa farsa do sítio. Ridículo

  5. Brito, estou farto de ler que um dia perceberão o erro que cometeram. Isso nunca ocorrerá, canalhas não se arrependem, não sofrem por suas canalhices, eles as cometem para desfrutar dos resultados.

    1. Se vc se basear na história alemã, verá que (quase) todos os membros do judiciário que deram suporte ao Hitler morreram confortavelmente em seus leitos. Freisler, o Moro daquela época, morreu em decorrência de um bombardeio que atingiu o prédio em que estava. A meu conhecimento, nenhum deles chegou a ser julgado O mesmo se diga dos torturadores brasileiros, nenhum deles punido, mesmo a questão tendo sido trazido posteriormente à avaliação do STF. De qualquer forma, é preciso entender que o judiciário é uma instituição basicamente em defesa da burguesia e/ou dos governos de plantão. Por exemplo, nos últimos 4/5 anos, o STF tem votado sempre contra o trabalhador e o TST decretou, na semana passada, a ilegalidade da greve dos petroleiros

  6. O “maior caso de corrupção da história do mundo” (R$ 42,800,000,000 segundo laudo da PF, ou mais de R$ 20,000,000,000 segundo o MP) e tudo por um luxuosíssimo triplex, na luxuosíssima praia de Astúrias, no luxuosíssimo Guarujá (uma espécie de Mônaco da Baixada Santista se é que me entendem) leiloado por R$ 2,200,000 porteira fechada, e tudo isso por umas “reformas” também luxuosíssimas no sítio de Atibaia do filho de um velho amigo de Lula e sócio de seu filho no valor de R$ 1,000,000. Ou seja, Lula, organizador e chefe supremo dessa organização criminosa e desse esquema multibilionário de corrupção, cobrou mas não recebeu o equivalente a 0,00748% conforme os números da PF ou 0,016% conforme os do MP. No entanto, os altos dirigentes da Petrobrás e das Construtoras cobravam e recebiam depositados em contas em paraísos fiscais de 1% a 5% em propinas. Estranha organização criminosa essa, estranho e generoso gangster esse Lula.

    1. Por todos os ângulos que vc olhe, além do jurídico, fica patente o absurdo das condenações do Lula. Por exemplo, o apoio que ele recebeu enquanto preso, inclusive do Papa Francisco, com nomes de primeira grandeza no cenário mundial, como se essa gente, o Papa incluído, vivesse correndo o mundo a apoiar corruptos.

  7. Nunca cairão na real. O que eles querem é continuar a ganhar bem acima do teto. De vez em quando inventam uns “atrasados” e recebem uma gorda bolada. Os constituintes brasileiros criaram um monstro. Golpeado até recentemente pela ditadura militar quiseram fortalecer os juízes frente ao arbítrio da ditadura. Inamoviveis, não puníveis, cheios de poder sobre a vida das pessoas, muitas vezes não observando a Lei mas apenas suas “convicções”, os constituintes criaram esse monstro que agora sufoca o país. Ulisses Guimarães está nos devendo essa. Foi criada também a falácia da separação irrestrita dos três poderes. Grande besteira, separados nas funções típicas de cada um e no poder de decisões, mas nunca deveria ter sido autorizada essa independência total orçamentária. Criou-se uma casta que se dedica a construir palácios e destinar a si mesma altíssimos salários. Quem sua para arrecadar – o executivo – deve ter poder moderador sobre os gastos dos outros dois poderes. Senão vira a casa da mãe Joana. Por medo dos militares concedeu-se poderes abusivos ao judiciário. Em pleno século 21 eis-nos alimentando uma casta de marajás insaciáveis e de costas para a justiça que a nação necessita.

    1. É muito cedo para julgar a Constituição. E ela até tem dado inesperadas provas de proteção ao país, diante de uma sanha que despreza qualquer instrumento institucional construído pelos povos do terceiro mundo. É muito cedo, o mundo gira e a Lusitana roda.

  8. Belo texto Brito…mas as porcarias do TRF4 e vide…(hunm hum o fachin é nosso)…é de ferrar a justiça nesse PAÍS BRASIL…

  9. Todo um tribunal que deveria ser um templo imaculado da Justiça, agindo unicamente por jogo político. A que ponto o país chegou! Ataques políticos de lawfare concentrados contra um líder popular que teve a audácia de cometer o terrível crime de elevar o PIB do país do 16° para o 7° lugar no mundo, e acumular 380 bilhões de dólares em reservas, além de fazer a maior descoberta de petróleo do novo milênio e tirar 40 milhões de brasileiros da linha de pobreza. Um líder que trouxe para o país as Olimpíadas e a Copa do Mundo, que o mesmo jogo político fez de tudo para tentar melar da maneira mais constrangedora possível. Apesar deste jogo político infame, o Brasil marchará inapelavelmente para um futuro de enorme progresso com justiça social, isso é mais do que certo. Os jogadores desta infame política não vão prevalecer e terminarão sendo tidos como o que são: Desprezíveis inimigos da Nação. Se neste momento o país está com alguma dificuldade para passar por fortes obstáculos colocados à sua frente por sua própria classe média corrompida ou enganada por fakes news, amanhã será ela mesma que acordará apavorada com as consequências mortais de seu longo sono de enganos. Ela, a classe média, é quem hoje tenta conservar a unidade fascista do jogo político que sustenta os pesadelos, já que sua elite se diluiu dentro do caldeirão comum da elite global, deixou definitivamente e até literalmente de ser brasileira, e o Brasil hoje para ela é apenas um território de caça para sugar o sangue humano de que se sustenta .

  10. Os 3 Patetas do frio e das sombras, lá do farol do fim do mundo.
    A lanterna de Diógenes ,certamente não vai achar nada nessa região inóspita de caráter e verdade.

  11. Depois de tudo o que esta acontecendo eh ainda possivel acreditar na justiça?

    1. Cê viu aquele escandalo em São Paulo onde os marajás da justiça estavam querendo construir um palácio chique com vidros fumês e tal e coisa. O Tribunal mandou sustar a construção, mas vocês acreditam que não será construido? Veremos no ano 2020!!!!!

  12. Quando falta força e a comida estraga no friser ou na geladeira, quando a gente abre a porta e sente o mal cheiro e vê que está tudo mofado, só tem uma solução: jogar tudo fora.

  13. DELINQUENTES DE TOGA ,TRF4 ,FACHIN E TODA A QUADRILHA INCLUÍDA.
    ESPERAR POR DECÊNCIA DOS FASCISTAS DE TOGA DE PORTO ALEGRE E SEUS PARCEIROS DE CRIME É INGENUIDADE.

  14. O sr.LULA,não se cansa de COMETER ERROS CRASSOS.Como todo o “DEMOCRATA”,vindo do povão,como ele,que acredita nessa FRAUDE,inventada pelos DONOS DO PODER,para enganar “INGÊNUOS E OU,COVARDES.Não consegue chegar a conclusão,que JUDICIÁRIO E CANALHADA,são todos do mesmo time.

  15. Continuo AFIRMANDO : O Fachin é um monte de MERDA.
    Pior, o Fachin é DELES.
    PUTA Q!UE O PARIU !

  16. (Brio olha a censura sem razão!!!) Fachin, Fux, e o funcionário da Globo, mais a “Frouxa da vassoura” e aquela que disse “condeno”, mesmo provas, porque a lei me permite. Destes ai com raríssima excessões pode se esperar rodo tipo de lambanças.

  17. Brito ? pode ser que eu esteja errado mas,se condenado e, pedirem mais uma vez a prisão do LULA? só resta ele se exilar em alguma Embaixada,não foi da outra vez ,agora não tem mais desculpa…

  18. Me estranha o PT não ter pedido a suspeição do golpista Fachin, esse senhor que rasga a Constituição e foi vazado dando apoio total a lava jato.
    Fachin não tem condição alguma de julgar os recursos do presidente Lula.

  19. Brito, isso é mais do que uma comédia. É uma farsa, por vezes burlesca é verdade, mas sempre uma farsa.
    O gerenciamento operacional do golpe no judiciário está sob o comando de carlos lenz (que talvez por achar-se um nobre faz-se chamar pelo sobrenome da mão, thompson flores). É ele que dita o “timing”, foi ele que deu cobertura o tempo todo ao moro – lembrar do “não li mas a sentença é irretocável”, ou da invocação de “medidas excepcionais para situação excepcional”, como justificativa para as ações de moro e da lava-jato.
    Moro é apenas o sicário do golpe, o matador de aluguel. Os mandantes são outros. Eles estão em Washington, na Wall Street e na City de Londres, e tem seus capatazes em diversos setores da vida nacional. Para o golpe no judiciário o comando operacional está no trf-4, que respalda e convalidada todas as ações golpistas e afronta abertamente o stf.
    E a linha que costura esta estrutura golpista dentro das instituições é a maçonaria, que por exemplo liga mourão, lenz, sartori e temer, assim como liga moro, gebran e felix fisher.

  20. O sistema de justiça brasileiro hoje é uma vergonha internacional que reduziu um imenso país à dimensão de republiqueta bananeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.