Senhores ministros: Bolsonaro está de olho em vocês

Depois de Sérgio Moro dizer que “é prematura” a discussão sobre liberar a fuzilaria no campo, liberando armas de grosso calibre para os fazendeiros, agora é a vez da Ministra da Agricultura, Teresa Cristina, apor suas ressalvas ao anúncio presidencial, dizendo que “não sabe” se é favorável à medida.

A segunda “escorregada” ministerial em apoiar o “faroeste caboclo” de Bolsonaro acaba dando um novo sentido ao que disse, há poucos dias, o ex-capitão:

-Eu não sou armamentista? Então ministro meu ou é armamentista ou fica em silêncio. É a regra do jogo.

Bem, Moro e Cristina, embora falando de forma amedrontada, não ficaram em silêncio, embora não tenham tido a coragem de dizer que são contrários.

Ninguém ache, porém que seja por um entendimento intransponível de que a violência não é a forma de convívio social.

É que ambos estão percebendo, em suas respectivas platéias, que a selvageria de Jair Bolsonaro está respingando sobre eles.

Que se cuidem, porque o ex-capitão não aceita senão os incondicionais e não é só aquela frase que o revela. Desde o expurgo de Gustavo Bebianno isto está claro.

Portanto, para além dos elogios públicos que faz a ambos, Jair Bolsonaro, nas suas entranhas, já pôs ambos em sua alça de mira.

O estímulo a que o Congresso retire de Moro o Coaf e o anúncio da liberação de armas no campo  (prestigiando Nabhan  Garcia, ex-UDR, secretário do Ministério da Agricultura) é sinal disso.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

13 respostas

  1. Frase da semana, não lembro de quem:
    “O Brasil, quando chegar ao fundo do poço, descobrirá um alçapão. E, com certeza, alguém vai abri-lo.”
    É o apocalipse tupiniquim!

  2. A sociedade não está percebendo o absurdo em que se transformou o Brasil?
    Soltaram o monstro do fascismo para tirar a esquerda do poder e deu no que deu: elegeram Bolsonaro.
    Agora, estão relativizando os absurdos que ele está fazendo, como se fosse fácil tirá-lo do poder, assim que essa deforma da previdência criminosa fosse aprovada.
    Mas as coisas podem acabar fugindo do controle novamente.
    Do jeito que vai, o genocídio nazista vai ser superado pelo genocídio da população brasileira, perpetrado pelos psicopatas da extrema direita.
    E quando a bomba explodir, vai atingir todos, ricos, pobres, brancos, pretos, vermelhos, amarelos, pardos. A guerra não poupa ninguém.

  3. A morte continua e pouco difundida de líderes dos pequenos agricultores acontece sem a “liberação” das armas.
    Assim que estas forem legalmente aceitas,assim como a cobertura jurídica à matança ,estaremos sendo testemunhas de um genocídio brutal no campo.
    Até onde chega a INSANIDADE DESTE INFELIZ OU A NOSSA TOLERÂNCIA COM ELE??A primeira parece infinita ,a segunda lamentavelmente ,também.

    1. Pois é. Pior do que a insanidade dele é a tolerância (até aceitação) pelos brasileiros!

  4. Não é possível q as “sumidades” não soubessem onde estavam se metendo. E depois tem gente q pensa q burro é o “povo” q não soube votar.

  5. Moro sem poder, e ainda por cima vendo seu desgaste crescer exponencialmente. O episódio de rejeição de New York a seu patrão deve tê-lo deixado de cabelo em pé. Ele, Moro, que sempre pensou em ser recebido em NY como um herói, agora vai ser recebido como sendo o principal auxiliar de um dos homens mais explicitamente rejeitados daquela cidade. Galinha que se acompanha com pato morre afogada.

  6. Moro sem poder, e ainda por cima vendo seu desgaste crescer exponencialmente. O episódio de rejeição de New York a seu patrão deve tê-lo deixado de cabelo em pé. Ele, Moro, que sempre pensou em ser recebido em NY como um herói, agora vai ser recebido como sendo o principal auxiliar de um dos homens mais explicitamente rejeitados por aquela cidade. Considerado como sendo “perigoso” por seu próprio prefeito. Galinha que se acompanha com pato morre afogada.

  7. O garoto propaganda da Taurus virou a vergonha nacional onde quer que vá, o que quer que fale. Que vergonha! Que horror!

  8. Não tem nenhum ministro do governo do presidente miliciano que tenha caráter! Todos estão interessados no poder e na exposição que os cargos conferem. Não tenhamos a esperança de ver algum deles ter uma atitude de uma pessoa honesta e decente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.