“Tem de manter isso”, mas está difícil…

temerdisp

A ser verdadeira a informação – verdade é coisa escassíssima quando se trata de Michel Temer – de que o atual presidente vai se candidatar  à reeleição o seu significado é coerente com o que estamos vivendo: a direita sem alternativa eleitoral, sendo devorada pelo monstro bolsonarista que ela própria criou.

Temer, com o (P)MDB e a parte da máquina oficial, ainda que não vá além de 5% das intenções de voto, fecha caminhos para Geraldo Alckmin, o chuchu que segue, mais que nunca, desenxabido e às voltas com um PSDB que, como no ditado popular, é casa onde falta o voto e, por isso, todo mundo por lá briga e ninguém tem razão.

Vá vendo o desfile dos micróbios:há Álvaro Dias para “morder” um eleitorado paranaense que seguiria, como sempre, os tucanos, há Rodrigo Maia para gerir a pauta de votações da Câmara a gosto de suas intenções de abrir seus espaços e uma legião de “mercadistas” – Henrique Meirelles, João Amoedo, o combalido Paulo Rabello de Castro e, quem sabe, o sub-bolsonaro Flávio Rocha.

É cada vez mais difícil que surja um nome – e não se descarte surpresas nos próximos 15 dias, tamanha a insignificância do plantel de que se dispõe –  capaz de desbancar a liderança de Bolsonaro, surgida e consolidada surfando hitlerianamente na onda de ódio.

Tudo apontaria, com Lula na disputa, para uma eleição decidida. Sem ele, ainda assim, com espaço para que um indicado por ele, mesmo que a canalha golpista  o prenda, pudesse crescer e passar ao segundo turno. E, aí, com grandes chances, porque o capitão é dose para elefante.

Mas há, no Brasil de hoje, uma “Estrela  da Morte”, com seus raios destruidores de mídia, tripulada por um Judiciário, um Ministério Público e uma Polícia Federal completamente sem limites ou comando, que logo se encarregará de fazer com que o ungido de Lula passe a ser “maldito”.

Está difícil “manter isso”, este clima de mediocridade amorfa que o golpismo político-judicial instalou no país e que destrói tudo, inclusive a eles próprios. A sombra da barbárie está aí, estendendo sua escuridão sobre nós.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

23 respostas

  1. A maior de todas as excrescências, a pústula do judiciário e seus anexos (que ninguém se sinta exceção; estou sim falando das polícias e do ministério público) não têm mais conserto. Ou alguém acha que essa auto proclamada vocação divina dessa tralha de gente vai refluir? Eles vão ajustar seus salários? Vão passar a obedecer as leis e a constituição? Vão parar de fazer leis? Vão parar de perseguir os partidos de esquerda e blindar o psdb? Nunca. Não há a menor chance disto mudar a não ser por via da força bruta. E como se não bastasse, ainda tem a rede globo para ser destruída. É ou não é dose?

  2. Os golpistas abriram a caixa de pandora com o impitima, agora quero ver quem vai fechar.

  3. Em cima do que foi dito:podemos usar o “V” de vingança para justiçarmos uma “meia” dúzia de fascistas golpistas da mídia e dos detentores de canetas contaminadas da justiça – de todas as esferas – para servir de exemplo. O povo brasileiro precisa sair dessa letargia e tomar vergonha na cara e mostrar aos ladrões de dinheiro público de forma “legalizada” -pendurilhos – pichulecos do judiciário -que quer mais respeito…” se não há temor, não há respeito”.

  4. Os golpistas podem estar preparando um lance pirotécnico para mudar este cenário. A investida de Barroso contra Temer pode ser uma “grande jogada” para iludir a massa: a criação de um “herói que derrubou o bandido”.
    Por outro lado a nota da tendência Avante do PT sugere que Lula deve buscar ajuda, inclusive “internacional”, para não ser preso. O que isto significa cada um que tire suas conclusões.
    Seja o que for eu concordo, porque estou começando a acreditar que essa corja pode realmente estar pensando em manter Lula preso até às eleições.

  5. Caos anunciado: a ignorância, a pobreza e o sofrimento de um povo, representam lucros para o mercado internacional que promoveu o golpe no Brasil, e que por aqui mesmo encontrou capitães do mato e serviçais ao seu dispor.

  6. Micróbio é tapuru na linguagem indígena. Coerente a proliferação de tapurus, pois o ambiente está fétido, podre e em decomposição. Só melhora se quisermos lavar e arejar. Para isso é preciso um mutirão de pessoas a querer limpar o ambiente. O que falta?

  7. isso tudo se houver eleições! desde há muito que o cenário aponta para o cancelamento das eleições, embora lideranças ainda gastem seu tempo compondo estratégias eleitorais que seriam exequíveis num cenário menos ditatorial. mas com os números das pesquisas e a quase certeza de vitória de Lula ou o famoso “poste” por ele indicado, a previsão é de cancelamento do pleito pra não correr riscos. e já está tudo ensaiado com a ocupação militar do Rio de Janeiro, a capital política do país.

  8. Semanas atrás ventilou-se a possibilidade de o empresário Roberto Justus assumir a condição de candidato-celebridade. Eu mesmo não me lembro onde li essa informação. Depois, esse assunto desapareceu. Estávamos no auge do “aceito nos bastidores” e do “não-aceito na Folha” estrelado pelo Luciano Huck. Mas não é que poucos dias atrás li que o contrato de Justus, também apresentador, não será renovado pela RecordTV! Portanto, uma dessas “surpresas nos próximos 15 dias” – que segundo Fernando Brito não podem ser descartadas – talvez inclua novamente o nome de Trump brasileiro. Tal qual o original dos Estados Unidos, é empresário “bem-sucedido” (na exploração dos trabalhadores), apresentou o reality show O Aprendiz, casado com uma jovem de feições “angelicais” (vendendo a imagem de casal presidencial perfeito) e tem uma vaidade acumulada semelhante à de uns 100 seres humanos normais. Falta projeto de País, claro. Mas será que a direita está tão preocupada com isso?

  9. Seria Ótimo o golpisto tentar a reeleição porque isso mataria a bancada do mdb reeleita no Congresso. Só elegeria uns 20 deputados federais. Justamente por isso duvido muito que saia candidato. Aliás a simples ameaça pode provocar debandada do mdb aproveitando a janela de infidelidade partidária. A menos que seja uma imposição do Itau-globo para funcionar como cortina de fumaça para outro candidato de direita continuista parecer oposição à Temer.

  10. Barbárie veremos, resta saber de quem partirá.

    Eu cá com minha experiência de garoto, das brigas após o colégio que eram marcadas com antecedência e viravam ponto alto do dia, sei que quem dá o primeiro soco já sai em vantagem.

    Então que a barbárie parta de nós contra os golpistas. Um golpe rápido na globo já mudaria os rumos dessa guerra que estamos vivendo. E perdendo.

    Se a Globo não cair, o golpe não cai.

  11. O VAMPIRÃO VEM PARA O LUGAR DA LATA VELHA ! SERÁ QUE ELE CHEGA AO SEGUNDO TURNO? A TURMA, O GRUPO FORTE QUE DEFENDE O PATRÃO NA MÍDIA FAMOSA ” PSEUDOS JORNALISTAS OU ENTENDIDOS DE POLITICA , FOFOQUEIROS, BOATEIROS ESSES SÃO OS VERDADEIROS VÂNDALOS DO BRASIL

  12. A DOEREI A FRASE ” CADA TIRO DISPARADO TEM O SOM DA SUA PANELA” LUCIA ROCHA PARABÉNS , E QUEM CONVOCAVA ESSES PANELAÇO ERA UMA JORNALISTA DA FAMOSA TELINHA QUE MAIS MANIPULA O POVO BRASILEIRO PARA O QUE NÃO PRESTA

  13. Não vai ganhar…
    Mas terá uma boa votação, ou vocês acham que ele teria se mantido no poder até agora sem o apoio velado da classe média paneleira?

  14. … Ainda tem os nefastos luciano huck da Globo Organizações MafioCriminosas e o rábula ‘psicoPATO’ joaquim barbosa do Mentirão!
    A direita em absoluta polvorosa!

  15. Fernando Brito, a imprensa corporativa qd fala no desejo de Temer, o diminuto, se candidatar fala em reeleição. Mas considero inaceitável q vc fale da mesma forma. Como reeleição se ele n foi eleito? Simples assim

  16. Tudo o que temer quer é escapar da cadeia, que será inevitável assim que perder a imunidade que o cargo lhe garante.
    Tanto temer como os donos do golpe (imperialismo, e seus asseclas brasileiros: banqueiro e rentistas, mídia com globo à frente, judiciário, com STF e tudo, e setores militares e do MP e PF) precisam impedir a eleição, pois do contrário serão apeados do poder.
    O ensaio de candidatura de temer indica que apostarão no caos, e isso inclui provocações para a anarquia generalizada. Nesse cenário buscarão “re-estabelecer a ordem”, suspendendo eleições, transferindo o poder de fato aos militares e mantendo temer como o fantoche-chefe, por isso a sua pré candidatura ajuda a construir a narrativa para sua continuidade.A suspensão de eleições passaria pelo congresso atual pois extenderia o mandato de um grande número de deputados e senadores que tem pouca ou nenhuma chance de re-eleição – só precisam de uma desculpa para isso.
    Diante do imponderável, poderão não conseguir criar uma situação de anarquia social ou criando a anarquia poderá esta canalizar-se como um grande movimento contra o golpe que tome as ruas e se torne incontrolável – não há repressão capaz de conter uma massa determinada politicamente, como mostrou por exemplo no Irã em que o povo derrotou a chineladas o quarto maior exército do mundo, derrubando o governo fantoche do Shá Rheza Pahlevi.
    Bolsonaro não é a saída desejada pelo donos do golpe mas é a saída possível num cenário em que não consigam cancelar as eleições. E a grande maioria dos donos do golpe não tem nenhum problema em abraçar o fascismo abertamente, até porque são fascista, ainda que procurem dissimular (especialmente dentro do judiciário, PF, MP e militares) enquanto no setor empresarial e na mídia nem procuram dissimular. Já os donos do golpe organicamente ligados ao imperialismo e os próprios patrocinadores do golpe a partir do exterior são ideologicamente fascistas ainda que alguns o neguem e clamem ser democratas. Por exemplo, na Ucrânia estes mesmo atores abraçaram-se desde o primeiro momento o movimento Pátria Nova, dos seguidores do Stephan Bandera, colaborador nazista. E no golpe da Ucrânia o principal ator no financiamento do golpe foi George Soros, notoriamente ligado à CIA. Armínio Fraga foi durante muito tempo braço direito de Soros e tem sido seu ponta de lança no Brasil, com participação importante no golpe, já no process eleitoral de 2014 em que antecipadamente atuava como o próximo ministro da fazenda, e que cada candidato que a direita tenta viabilizar busca imediatamente a orientação de armínio fraga e assume compromissos com ele.
    A saída bolsonaro certamente envolveria entregar a economia a armínio fraga ou algum preposto por ele indicado (isso significa fiel ao imperialismo e aos banqueiros e rentistas) e garantir imunidade ou anistia especial para temer ao deixar o cargo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.