Tensão na fronteira fechada entre Venezuela e Brasil

A insensatez nos está levando para uma situação de conflito que só traz prejuízos para o Brasil.

Ontem, o porta-voz do Governo anunciou que se fariam depósitos de ajuda humanitária para abastecer “caminhões venezuelanos dirigidos por motoristas venezuelanos nas cidades de Pacaraima (na verdade, uma pequena vila de 12 mil habitantes) e Boa Vista.

Não ficou esclarecido se esta ajuda estava sendo enviada dos Estados Unidos ou se daqui mesmo, e à conta de quem.

Na Folha de hoje, diz-se que os militares brasileiros resistem à uma pressão dos EUA para usarmos tropas contra o país vizinho e recusaram a operação da Força Aérea dos EUA em nosso território.

O líder da oposição, Juan Guaidó, anunciou que ia pessoalmente à fronteira supervisionar a entrada dos caminhões que diz ter sob controle.

Depois de uma manifestação de apoio expressiva, ontem, em Ciudad Bolívar, a cidade de porte mais próxima à fronteira do Brasil – assim mesmo, a mais de 700 km – o presidente Nicolás Maduro mandou tropas para a região fronteiriça e, agora, teria ordenado o fechamento da fronteira a partir de 21 horas.

Deus nos livre de escaramuças militares, que nos seriam desastrosas.

Ainda mais no dia em que se divulgou o relato do  ex-diretor do FBI, Andrew McCabe em que ele afirma que  Donald Trump planejava uma guerra contra a Venezuela desde 2017, por causa do petróleo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

62 respostas

      1. O USA não sofrerá retaliação de ninguém, pois a Rússia e China, não são intervencionista. Que vai destruir o Estados Unidos
        é o sistema financeiro que implodirá no final de 2019 ou início de 2020 e depois o sol, se encarregará do restante.

        1. Essa coisa de ter mencionado o sol nesse comentário sem uma razão plausível mostra que você está muito bem informado amigo. E se está tão bem informado já deve saber quem serão os vencedores muito antes que o sol perca a paciência. Continue acompanhando sua fonte de informação. Tudo indica que ela pode realmente estar de posse de alguns ‘segredos’. Agora se você não souber o porquê de repente resolveu escrever isso não se assuste. Você deve ser intuitivo ou paranormal.

  1. RECENTEMENTE A FRANÇA E INGLATERRA DESISTIRAM DE MISSÃO DE PAZ NA ÁFRICA,A ONU CONVIDOU O BRASIL E OS MILICOS RECUSARAM POR TER GRUPOS ARMADOS E NÃO TEREM PRÁTICA DE GUERRA POIS BEM,O QUE OS MILICOS ESPERAM ENCONTRAR NA VENEZUELA?A VENEZUELA ESTÁ ARMADA ATÉ OS DENTES PELA RÚSSIA,CHINA E IRÃ,MISSEIS QUE NOSSOS MILICOS JAMAIS VIRAM E EM TODA GUERRA EXISTE A RETALIAÇÃO O CONTRA GOLPE. MADURO RECEBEU AVIÕES QUE LEVAM OITO TONELADAS DE MÍSSEIS INCLUSIVE NUCLEARES,UM SÓ DESTRÓI UM TERÇO DO ESTADO DE SÃO PAULO. ESSE PSICOPATA E OS DEMENTES DE FARDA VÃO TRAZER DESGRAÇAS PARA O BRASIL SUPERIORES AS QUE ESTÃO JÁ TRAZENDO.

    1. andei lendo porraí que os milicos não estão gostando nada disso
      isso é coissa da familia traste

      1. E pensar que John Bolton esteve na Barra da Tijuca, na casa do Boçal Nato.

        Se é para escorrer sangue brasileiro (junto com demais latino-americanos), que tivessem usado a oportunidade da visita para fazerem escorrer o sangue daquele “redneck” FDP.

    2. Nossos militares, principalmente o Mourão, que se considerava muito informado sobre os acontecimentos USA/Venezuela, esperavam que os militares venezuelanos fossem convencidos, fosse lá por que meios fosse, a não defender a Venezuela e a passar para o lado do Guaidó e dos EUA. Tinham certeza disso, como tinham certeza de que alguma resistência iria se formar pelas milícias bolivarianas, que seriam combatidas pelo próprio exército venezuelano. Neste contexto e com esta crença, foi que o General Mourão falou que o Brasil poderia ir à Venezuela com uma força de paz para deter a guerra civil e propiciar uma solução negociada que poria fim ao governo chavista. Mourão errou muito, em sua previsão. Superestimou demais os americanos e seus métodos. Deve estar muito surpreso com a lealdade das Forças Armadas da Venezuela a seu governo. E com certeza sabe que não interessa de modo algum ao Brasil confrontar o próprio exército venezuelano em suas próprias terras, em uma guerra por encomenda de outro país. Isso seria uma loucura além até mesmo da imaginação bolsonariana.

      1. Alecs, o Brasil seria utilizado para fazer o serviço sujo dos Estados Unidos. O Brasil sempre foi pacífico, mediador, nunca um “briguento”. Quem gosta de guerra sãos os Estados Unidos. E não conheço esse Guaidó, mas como pode um cara se auto proclamar presidente e o Brasil apoiar? Por que ele não se candidatou? Com certeza já estava se preparando para esse golpe.

        1. Juan Guaidó tem 35 anos. Foi muito ativo nas manifestações antichavistas de 2014, e elegeu-se deputado. Com a oposição conquistando a maioria da Assembleia Nacional e estando dividida, escolheram Guaidó, um desconhecido, para ser presidente da mesma. Guaidó é engenheiro, mas nos EUA frequentou o mestrado em “Administração Pública” (Ciência Política) na George Washington University (GWU).
          A GWU é uma escola particular, uma das apenas 5 com um estatuto aprovado pelo Congresso. Foi fundada em 1821 de acordo com os desejos do falecido George Washington. Na Revisão de Princeton, a GWU está “entre as escolas politicamente mais ativas”. Oferece cursos residenciais permanentes (programas de vida) para estudantes enviados pelo College of Democrats e pelo College of Republicans. Ao longo de 2015, o GWU já teve mais de 1100 ex-alunos ativos nos Serviços no Exterior e no Corpo Diplomático dos EUA. Formou governadores, senadores, secretários de estado, ministros da Suprema Corte de Justiça, chefes do Pentágono e das Forças Armadas, diretores e dirigentes da CIA e do FBI, deputados e chefes de estado de outros países, incluindo Coréia do Sul, Afeganistão e Iraque pós-Saddam.
          A GWU sediou a segunda (2015) e quarta (2017) Conferência de Segurança Nacional da CIA.
          https://www.pressenza.com/it/2019/01/juan-guaido-lingegnere-con-master-alluniversita-della-cia/

          1. Guaidó é uma espécie de herdeiro político de Leopoldo Lopez, para a oposição um herói da democracia que se encontra preso (condenado a 14 anos) injustamente, e um agitador perigoso para a justiça venezuelana. Popular, carismático, imprevisível, arrogante e sedento de poder, segundo analistas políticos, Lopez sofreu acusações formais de “fogo posto em edifícios públicos,” “danos em propriedades públicas”, “instigação para cometer crime”, e “associação para crime organizado,” em manifestação violenta que causou a morte de várias pessoas, em 2014. Lopez foi condenado e preso por isso e, depois de apelar, teve sua sentença confirmada em 2017 pela Suprema Corte de Justiça. Lopez e Guaidó pertencem ao partido Vontade Popular, conhecido pelo radicalismo violento. Caprilles, o mais conhecido líder da oposição venezuelana, se recusa a aceitar os métodos de Lopez e procura não ser confundido com eles.

      2. A surpresa de Mourão é justamente encontrar forças armadas que sejam leais ao seu próprio povo, já que ele, o vice-general brasileiro, nem sabe o que é isto.

      3. Bela análise Alecs ! Mourão subestimou os venezuelanos, pensando serem alienados como os brasileiros !!

      4. Essa “ajuda humanitária” veio de onde? De caminhão até Roraima? Quantos caminhões? Isso é só fachada. Até agora nenhuma foto. Só propaganda.
        Não deu tempo do Brasil fazer lícitação. Não existiu ponte aérea dos USA noticiada. Talvez alguns poucos vôos. Que “alimentos” são esses? Alimentos Fake? Os venezuelanos bem que poderiam deixar os coxinhas de lá virem buscar a mercadoria e voltarem de mãos abanando.

        1. Queria saber em que condições o governador de Roraima, do PSL, se elegeu. Terá sido já uma encomenda pré-guerra? Seria ele quem estaria patrocinando a “ajuda humanitária” do lado brasileiro. O homem quer guerra com a Venezuela, apesar de se queixar que o fechamento da fronteira vai causar falta de gasolina no estado? E depois, não há mais motivo para tanta lealdade aos propósitos lunáticos do ex-mito, que já brigou com a cúpula do partido e vai querer fundar outro partido para chamar de seu. De qualquer modo, o governador de Roraima parece estar com febre da maleita. Ele vai querer que seu estado fique sem energia elétrica, que é vendida pela Venezuela? Ainda bem que a ex-governadora Suely Campos teve o bom senso de ir agora mesmo a Caracas, conversar diretamente com o Maduro, para evitar que falte energia elétrica em Roraima.

          1. Ele certamente foi beneficiado a dedo pela fraude no resultado das eleições que elegeu praticamente toda a bancada do PSL. A CIA entrou com os hackers e Israel com o vírus. É isso. O mesmo aconteceu com Trump nos estados em que há votação eletrônica. O esquema é o mesmo a começar pelas fakes news. Não é a toa a sabujice de Bolsonaro com os EUA e Israel. Ele tem uma fatura altíssima para pagar. Obviamente o plano é pagar com o chapéu do Brasil.

  2. Cadê o congresso????cadê a oposição ??
    Os dementes querem nos meter numa guerra ??? a mando do tio sam???em benefício do seus porcos habitantes e suas corporações petroleiras??? tem que manter seu carros alimentados com gasolina barata ,as nossas custas??????

    1. Aí que está label vargas. As reservas deles, pelo que dizem, estão no fim. Então eles tentam esses golpes para ter o produto barato e manter o desperdício de energia que só eles conhecem. A Arábia Saudita, parceira dos Estados Unidos, é uma ditadura muito pior do que nós conhecemos. E os americanos apoiam. Porque: vendem petróleo barato para eles. Mas a Venezuela não é assim. Seu povo é patriota e bairrista. Não são entreguistas.

    2. os dementes foram eleitos… a oposição de esquerda deveria avisar nossa classe merdia q foi pra Cuba, como ela queria.
      Agora q se resolvam com os dementes q elegeram …

  3. Já que são adeptos as soluções violentas ,podem mandar todos esses imbecis fazendo arminha com a mão ,e que votaram nesse asno.

  4. é inacreditável, mas é comum encontrar idiotas falando que Maduro é ditador e tem que libertar a Venezuela, essa gente almoça alfafa e janta capim

    1. Acabei de ver um daqueles essencial do DCM, que o Maduro fechou a fronteira do Brasil com a Venezuela em Roraima

    2. “Com o tempo, uma imprensa cínica, hipócrita e falso-moralista, acaba formando um público tão vil quanto ela mesma”. Joseph Pulitzer.

    1. ESSA MILICADA INCONSEQUENTE PODE DEIXAR RORAIMA NO ESCURO SE MADURO CORTAR A ENERGIA QUE FORNECE E VAI LEVAR MAIS DE ANO PARA O BRASIL LEVAR LINHAS DE TRANSMISSÃO E CENTRAIS DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ O ESTADO DE ARROZ EM TERRAS INDÍGENAS.

    1. “””Com que dinheiro?”””, das milícias do RJ…
      “””Com que armas?”””, tanques cheio de gasolina, não, cheio de suco de LARANJA direto da fabrica do Queiroz…
      “””quantos irão?”””, éssa é facil, o 01, 02 ,03…(pateta, patetinha e patetão)…
      “””informação ….”””, NSA, FBI, CIA e O BOZOMOURO…E POR VAI…

  5. Ao mesmo tempo em que tenta enfiar uma reforma previdenciária injusta na goela do povo brasileiro para agradar o mercado e cobrir rombos, Bolsonaro e seus asseclas estão cavando uma guerra com a Venezuela para agradar os malditos imperialistas americanos. Acontece que uma guerra tem um custo humano e financeiro altíssimo. Ele quer fazer mais dívidas e trazer lágrimas para nós, um país que é – ou era – tão pacífico. Isso é coisa de gente demoníaca!.

  6. Lamento não ver qualquer manifestação em favor do povo venezuelano pela nossa dita esquerda, excetuando o PCO. O imperialismo americano ameaçando um país nosso vizinho e todos calados.Salvo engano meu, a única ação foi a ida da Gleisi a Caracas na posse do Maduro, muito criticada pela direita do seu próprio partido, inclusive pelo homem do twitter, Haddad.

  7. Pega essa droga de proposta de reforma da previdência rasga e joga no lixo. Essa turma usa dinheiro da previdência para governar. Agora estão cavando uma guerra e certamente vao usar o caixa da previdência para financia-lá. É demais para mim.

  8. Enquanto isso Gilmar diz que uma pessoa do STF está sendo chantageada – dando a entender que essa pessoa não é ele.

    “São tempos estranhos” – disse o ministro do STF, Marco Aurélio Mello, há alguns meses.

    Hoje li um comentário na internet a respeito da reforma da previdência: “Tempos estranhos, avisamos que a mandioca está entrando e os bolsominions reagem: ‘eu passei vaselina, babaca!'”.

  9. Vamos falar de ajuda humanitária, da imprensa e do general arauto, não nessa ordem.
    Hoje, minha cidade estava um caos, 1 hora e 30 para percorrer pouco mais de 4 km. Chuva torrencial, alagamentos, queda de árvores o usual nas grandes cidades brasileiras. Por falta do que fazer, não tinha um livro mão e a bateria do celular descarregou, liguei o rádio do carro. Se você deseja ouvir notícias só há duas emissoras disponíveis, CBN, a rádio que troca a noticia e a “Bad”News, onde em 20 minutos tudo pode mudar, inclusive a notícia. Sintonizei CBN e lá pelas tantas entra o general antes citado. Falando sobre a Operação Lambança ele dispara algo como: “estamos empenhados em ajudar nossos irmãos venezuelanos, a prestar nossa ajuda humanitária. Para isso temos um Boeing 767, recebendo suministros e decolando de Porto Alegre, com um carregamento de 22 toneladas de leite em pó. Com proa para a Base Aérea Brasília onde tocará o solo para reabastecimento e carregamento de 500 kits de primeiros socorros. Após, decolará rumo ao destino final, a Base Aérea de Boa Vista, Ala Sete onde entregará os materiais que serão recolhidos e transportados em caminhões venezuelanos dirigidos por venezuelanos”.
    Pessoal, tentei reproduzir a fala do general, na medida da minha capacidade de memorização que nunca foi grandes coisas e ultimamente está pior. Mas, guardei a essência e é o que importa.
    Primeiro, para quem tem menos de 60 anos ou aqueles a quem o alzheimer e a esclerose já os alcançaram, é bom jair se acostumando. Essa era a retórica que nós, os com mais de 60, tivemos que nos acostumar a ouvir por mais de 20 anos. Esse é estilo de comunicação resultado da formação escolar rudimentar, piorada por uma visão tacanha do mundo real e sacrificada por um conhecimento do vernáculo retirado de manuais de intendência, o nome ancestral dado à parte da logística pelo garbosos infantes de Dom João El Rey e de largo uso pelos generais brasileiros. Resume-se em um papo-aranha, igual ao dos políticos e chato pra dedéu.
    Quanto à imprensa nacional eu não cesso de ser surpreendido. Quando penso que não dá para piorar vão lá e pá!, outra. Acreditem, nenhum dos jornalistas presentes teve a pachorra de pedir a palavra e perguntar ao general arauto – Meu querido general arauto, poderia o senhor me explicar una coisita? Parece-me que temos algo como 35 milhões de venezuelanos vivendo naquele país bolivariano, comunista, esmagados pelo coturno marxista do Ditador Maduro, certo? Pelo que temos noticiado, eu e meus colegas desde aqui de Brasilia, há no mínimo metade que não come por falta de comida e não caga por falta de papel higiênico? Certo? Como eu sempre preciso voltar para a redação com uma notícia bombástica, que arrase nas manchetes, o que o senhor está dizendo é o furo do século! dos últimos 2000 anos! O senhor está contando que, graças ao novo messias, o Jair Messias, vamos ter uma reedição do milagre da multiplicação dos peixes, agora o da multiplicação do leite em pó? Caceta! meu general! Vamos alimentar milhões com um caminhão de leite em pó! Gracias mi general. Diós en arriba de todo, Messias en arriba de Diós. Fui!
    Pois é…. e vai ficar pior.
    Ah, eu não consigo imaginar o por quê dos 500 kits de primeiros socorros.

  10. Se essa guerra servir para exterminar esses soldados entreguistas brasileiros e essa classe merda brasileira em especial esses direitistas vou ficar muito satisfeito e feliz e pensarei que á males que vem para o bem, ninguém vai sentir saudade desses direitistas essa raça tem que ser exterminada mesmo.

  11. Brasil está gastando milhões pra agradar os Estados unidos, está enviando 20 toneladas de alimentos, de avião, para a Venezuela.
    Os agricultores de Brumadinho deveriam oedir cidadania venezuelana para ver se o governo brasileiro mandasse um pouco dessa ajuda “humanitaria” para os desamparados de Brumadinho

    1. Esse governo cuida da vida dos vizinhos e não cuida da nossa. Devem ter comprado esses alimentos com o dinheiro da Previdência.

  12. A cidade venezuelana mais próxima do Brasil, na fronteira de Pacaraima, é Santa Elena de Uairen.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.