Pesquisa mostra Judiciário condenado por larga maioria

cntmda2

O resultado da pesquisa CNT/MDA (íntegra aqui) é avassalador para o Judiciário.

Só 8,8% o consideram ótimo e bom.

88,3% o consideram pouco ou nada confiável.

E um pouco mais, 90,3% dos entrevistados, acham que a Justiça não trata todos de maneira igual.

É isto o que o Dr. Luís Roberto Barroso diz que é capaz de representar melhor a vontade da maioria?

Verdade que as instituições estão todas lambuzadas pela falta de credibilidade, mas não venha o roto pretender elegãncia perto do esfarrapado.

Estão todas na lama, inclusive a mídia, que só goza da confiança de um entre cada 20 brasileiros.

Convenhamos, por merecimento.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

56 respostas

  1. põe na conta do STF a crise que sobrevirá por causa da inabilitação da candidatura de Lula. Toda a culpa nos homens e mulheres de toga. Pouca coragem, grandes desastres.

    1. O grande problema do Judiciário brasileiro é que se tornou politizado, e quando a Justiça se alinha à política se torna venal, omissa, conivente e oportunista. A justiça deixa de ser “Igual para todos” e se transforma em seletiva. Isto está tão óbvio que magistrados nem fazem mais questão de esconder.

    2. A hora do Judiciário vai chegar. Eles ficam ratificando essas atitudes autoritárias, achando que não atingirá o quintal deles. Ha! Há de atingir… Se não diretamente, há de atingir de um próximo, filho, filha, cunhada, etc..

      Quando acontecer, vão ficar com cara de cu, achando que é azar…

    3. Essa justiça mais cara do MUNDO, elitista, seletiva e alienada da realidade brasileira,
      acaba de cavar seu próprio buraco.E não é cova rasa em palmos medida.

  2. Lula massa de pão quanto mais batem, mais cresce na percepção popular. Não adianta prender o corpo, pois Sonhos, Idéias, Legados e Liderança não se deixam encarcerar e surfam fortes nos Corações, Mentes e nos Votos do Povo. Não é o Lula que precisa do Brasil. É o Brasil que precisa do Lula. #LulaPresidente

    1. Os Conservadores, Inevitavelmente irão Amargar a 5a Derrota Consecutiva, perdendo seus mandos e desmandos nos corredores palacianos.

      Não vão ¨largar o osso¨, vão chicanar todos os meios ¨Constitucionais¨ (quá quá), amparado por um Judiciário Ilegalista, Amorfo, Conservador, Sectário, Partidário e sobretudo Maçom, que perpetua pelas Leis (suas Leis), a efetivação centenária do Estado Brasileiro para poucos.

      E, em se não conseguirem ¨segurar o osso¨ pelos meios (i)Legais, a Direita vai Lamber e Implorar Coturnos na Guarida dos Quartéis.

      Foi assim com Deodoro, foi assim com Lacerda e suas raposas Udenistas, foi assim na renuncia de Jânio e a consequente posse de Jango …

      – Esperemos que a História não se Repita, nem como Farsa.

    2. É PRECISO FAZER UMA AVALANCHE DE SOCIALISTAS NO CONGRESSO!
      TEMOS QUE COMEÇAR JÁ UMA LUTA PELA HEGEMONIA DOS PARTIDOS DE ESQUERDA NO CONGRESSO NACIONAL E NOS ESTADOS!
      OUTUBRO TEM QUE TER UMA AVALANCHE PETRALHA NOS ESTADOS E NO CONGRESSO NACIONAL!
      A LUTA DEMOCRÁTICA PRECISA SER VENCIDA NO VOTO TAMBÉM!
      SÓ LULA SALVA!

  3. O Brasil precisa do LULA como nunca.
    Tendo o LULA para disputar uma eleição que seria democrática e negando a ele e ao BRASIL esta possibilidade o stf se condena para sempre.
    Qual o país no mundo tem esta felicidade e oportunidade e a relega, ou melhor, que o seu judiciário a proibe.
    Desastre supremo.

  4. … Já tem adesivos da campanha LULA TRIPRESIDENTE 2018?
    E sim, eu quero ver nascer um(a) filho(a) da puta – togado(a) ou não – que me impeça de votar no TRIPRESIDENTE LULA em outubro de 2018!
    Mais uma vez, reitero o repto!
    Mesmo porque… “Se não houver vitória, não haverá sobrevivência” Winston Churchill
    https://www.youtube.com/watch?v=p_rhqMZn7SE

  5. A começar pelo Auxílio-Morodia a quem tem domicílio próprio e não mudou de sede no trabalho de juiz e procurador. Como a população vai dar credibilidade a pessoas hipócritas na moral e na ética?!

  6. Da Série ‘O Inferno continua batendo à nossa porta’: a anunciada estagflação do ultraneoliberalismo do vampirão decorativo mimiSHELL!
    E a culpa é do Lula líder disparado nas pesquisas!
    Ou seja, os nazigolpistas &$ mega corruptos cada vez mais em polvorosa!

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    Dólar opera em alta, perto de R$ 3,63, após pesquisa eleitoral

    14/05/2018 13h20

    (…)

    FONTE [IMUNDA!]: https://economia.uol.com.br/cotacoes/noticias/redacao/2018/05/14/dolar-bolsa-operacao.htm?cmpid=copiaecola

  7. … Esta pesquisa é mais um engodo!
    Explico: o tripresidente Lula somente não aparece com 41% das intenções de voto na pesquisa espontânea porque muita gente o considera “aritmeticamente inelegível”, diria o infame nazigolpista &$ supremo DEMoTucano ‘gilMAU Abdelmassih DANTAS’, vulgo ‘Beiços do Cão’ do STFede da bruxa Cármen (IN)Lúcida, do ‘sFACHINhador’ et caterva do STFede acumpliciado até o talo das togas imundas no golpe vagabundíssimo que está destruindo a nação brasileira!
    Sim, o inocente, honrado e eterno tripresidente Lula será trieleito (sic) em primeiríssimo turno!
    Morra, ‘mor(T)o’, abjeto títere do conluio mafioso CIA/FBI/Globo!

  8. Isso é verdadeiramente uma vergonha para um poder da república das bananas…togados vivem em outra realidade que não é a da nossa sociedade…

  9. conseguiu uma façanha! está mais mal avaliada que o usurpador. uma tragédia pro país, pra democracia, pro futuro

  10. A Justiça brasileira se apequenou desde a condenação de DIRCEU quando ocultaram as provas q o inocentavam e o condenaram por “domínio do fato”e se apequenou mais ainda com abertura de processo contra LULA feito com notas fiscais e recibos fraudados, além de servir como afirmação os testemunhos de réus aos quais lhe ofereceram delações super premiadas, diminuindo suas penas de mais de 80 anos para 3 anos em prisão domiciliar. Tendo agora se tornado praticamente um partido político ao encarcerar LULA em solitária sem comprovar crimes mas tão somente para ele não voltar ao poder e desfazer todos os golpes e pridoações feitas pelo s golpistas q tomaram o poder..

  11. *** A Dra. Eliana Calmon, quando esteve Presidente do CNJ, disse que: “o Judiciário está infestado de Bandidos de Togas”.
    Srs e Sras. magistrados do Judiciário, não há motivo para brigas e discussões, há CARAPUÇAS para todos que se sentirem ofendidos, inclusive para ministros do SUPREMO e dos SUPERIORES. Vistam a carapuça e saiam por aí brigando com a constituição que vocês aprenderam com FHC a não respeitar.

  12. Já pensou se falassem mal do Judiciário e mídia como falam dos políticos do Execultivo e Legislativo?

  13. como naquele velho jogo da oca ou do ganso os golpistas depois de roubar até o que não mais podiam, voltaram às primeiras casas e agora mais desmoralizados do que entraram no jogo. Só perdemos a eleição se quisermos ou se eles a cancelarem.
    A verdade está em marcha, é matemático.
    tic tac tic tac

  14. O Judiciário brasileiro é uma vergonha. Deste mato sai de tudo, menos Justiça !
    Quem colocará o guizo no pescoço do gato ?

  15. os BANDIDOS TOGADOS sendo colocados no seu justo lugar.A corja MAÇÔNICA com seus ares de sapiência divina não passa de um MONTE DE ESTRUME IMORAL E ENTREGUISTA.
    Um dos poucos fatores positivos do GOLPE 2016 foi a de ter caído a máscara de muita gente e instituições,curiosamente o cara que simboliza o motivo do golpe é quem tem mais apoio da população.

  16. É para essa turma do MPF e Justiça acordar, pois quando essa pergunta é feita o balaio vai com todos os “gatos”. Estão desmoralizados. Aliás estão mais impopulares do que o VAMPIRÃO. Que coisa heim !!!

  17. O judiciário brasileiro, desde sempre, foi instrumento de imposição de força da elite.
    Já foi cúmplice de assassinato na extradição de Olga Benario, foi utilizado escandalosamente pela ditadura de 1964, apoiou diretamente o golpe de 2016 e por aí vai.
    Agora o stf, o mpf,os trf’s, cnj’s e afins, escancarados em suas ações recebem, com toda “justiça”, o que população considera dessas instituições.
    Pior que essa avaliação só a do verme que ocupa a presidência e olhe lá.
    Sua soberba, parcialidade, subjetividade e interpretação casuística das leis em desrespeito frontal a constituição lhes reserva um futuro cada vez pior.
    Essa casta do serviço público vai se estrepar sozinha, seja por ambição, seja por repúdio popular.
    Uma turminha que, como classe, é uma das muitas vergonhas dessa época de trevas e certamente uma das mais danosas ao futuro do país.
    O preço da impunidade da quadrilha tucana cobra seu preço.

  18. Dão muito na cara…
    E justificam as decisões dizendo que é o ‘clamor popular’…
    Deixando de lado a constituição…
    Golpe branco, ditabranda…

  19. A Instituição Justiça foi criada pela burguesia para respaldar seus desmandos, julgando e condenando sempre que estiveram abaixo dela. Logo, a essa justiça sempre esteve e estará a serviço das elites e nunca do lado do povo, ou da justiça verdadeiramente. É fato!

  20. Impunidade histórica
    Breno Altman

    O PROBLEMA DA IMPUNIDADE

    Sim, esse é um dos problemas de nossa história.

    Passamos da colônia à independência sem jogar uns trinta mil hierarcas portugueses no mar.

    Do escravismo à abolição sem enforcar uns tantos senhores de escravos.

    Da monarquia à republica sem guilhotinar a nobreza.

    Da ditadura à democracia sem condenar o comando das Forças Armadas à prisão perpétua.

    Não é à toa que a elite se sente à vontade para prender Lula, fraudar as eleições, derrubar uma presidente eleita e, como se não bastasse, soltar o único tucano preso, o Paulo Preto, em menos de um mês

  21. No caso do judiciário a falta de credibilidade é muito mais grave do que em outras instituições porque não há como destitui-los ou boicota-los. São os todo-poderosos que não dependem de eleições e podem fazer o que bem entendem. É o pior tipo de ditadura que existe.

  22. O que se pode esperar,de um PODER,que não tenha OUTORGAS? Nem medo do voto,eles tem,pois entram e ficam,até que a morte,os separe.

  23. A pesquisa mostra, também, e as ações dos golpistas corroboram, que o golpe de 2016, comandado pelo Supremo Tribunal Federal, ao manter Lula preso, ninguém mais duvida que seja por razões políticas, para impedir que Lula participe das eleições de outubro próximo, na realidade o golpe já fez a opção de tentar garantir o butim que tem mãos (a economia brasileira e seu povo trabalhador para explora mais ainda) com uso da força, não faltam referências veladas a esse propósito, no sentido de amedrontar, que está já sendo um segredo de polichinelo, principalmente com a intervenção na segurança pública no Rio de Janeiro e a criação do Ministério da Segurança Pública, ambos na essência intervindo nos Estados, com poucas razões ligadas à segurança pública, procedimentos ligados ao Ministério da Defesa, vale dizer das Forças Armadas, partícipes do golpe, que têm a força das armas, e a História mostra como muito valentes ao enfrentar seu próprio povo desarmado, em benefício do grande capital multinacional. Se não houver uma reversão nas expectativas por alguma razão que não esta sendo vista no momento, será o caminho do golpe, partir para o uso da força, na direção da ditadura pura e simples, sem eleição para Presidente, para colocar um títere de sua confiança no poder, em lugar do traidor e segundo os próprios golpistas ladrão, Michel Temer. Papéis e palavras podem ser insuficientes, só se pode reclamar direitos ao chefe do golpe, o STF, que não está disposto a contrariar seus compromissos de golpista..

  24. Essa pesquisa foi até boazinha com a justiça se é que ela ainda exista de verdade que não seja ego, altos salários, auxílios, penduricalhos e etc. Essa joça não pode mais existir nos moldes que está.

  25. Precisam ter seus poderes e seus poderes e seus salários drasticamente reduzidos. Quebraram a confiança que os brasileiros lhes depositaram, não honraram a toga que vestem, são uns covardões e coniventes com o golpe no povo brasileiro e alienação da soberania nacional!

  26. Enquanto isso a caravana dos mega-salários extrateto e dos pinduricalhos pa$$a, garbosa, intocável.

  27. Esse Barroso é especial, um pavão, muita pompa na plumagem mas de suporte (pés ) horroroso.

  28. Ora… ora… ora Beldroegas, deixe-se de se dizer revoltado!
    Essas pesquisas nada mais provam do que sermos nós uma racinha sem personalidade, que deixa bandidos tomar conta de suas vidas e de seus destinos sem fazer nada que os impeça.
    Para definir essa condição de povinho acéfalo, que muito fala e esbraveja
    para dar a impressão de ser valente e sabido, mas que, na realidade, não é de nada, vou recorrer a uma frase muito mencionada quando eu era
    criança (isso faz um tempão!):
    “Amar sem ser amado, é mesmo que limpar o fiofó sem ter defecado!”

  29. Já faz bastante tempo, que a grande mídia exala o forte fedor da putrefação, que o faz se empestear por todos os segmentos midiáticos controlados pela degradada grande mídia. Em seu rastro, eis que surge a justiça brasileira se apresentando como a principal rival e exalar sua podridão, que é do mais alto grau de imundícies do até então conhecido sistema judiciário. Tribunais supremos, Superiores, de 1ª e 2ª instâncias, MP, MPF, etc, etc, etc … Todos procuram subtrair o que podem da união, ainda que de modo disfarçadamente oficial, com álibis que fazem inveja aos maiores humoristas que conhecemos. Porém, enquanto corrompem descaradamente as leis para, em benefício próprio e dos seus, alegarem suas estapafúrdias e debochadas justificativas, nos transformam em verdadeiros palhaços do circo chamado Brasil. Abusam da seletividade judiciária, abusam do partidarismo explícito, abusam da parcialidade criminosa, abusam do poder que o cargo lhes confere e abusam de forma indireta e indecente da flagrante apologia que fazem ao crime, quando criam saídas “ditas” jurídicas que beneficiam a uns e, do mesmo modo, e com as mesmas situações, provoca não apenas prejuízos imensos a outros, mas chega ao ponto de até condenar esses, por uma situação idêntica aquela que beneficiou a outro. Estão perdidos porque perderam sua credibilidade e porque se tornaram indignos da confiança da população. Recebem o nosso “BASTA” e o nosso “CARTÃO VERMELHO” por incompetência, por suspeição, por partidarismo, por traição ao juramento e pela explícita, vexaminosa, abusiva e aviltante parcialidade.

  30. Já faz bastante tempo, que a grande mídia exala o forte fedor da putrefação, que o faz se empestear por todos os segmentos midiáticos controlados pela degradada grande mídia. Em seu rastro, eis que surge a justiça brasileira se apresentando como a principal rival e exalar sua podridão, que é do mais alto grau de imundícies do até então conhecido sistema judiciário. Tribunais supremos, Superiores, de 1ª e 2ª instâncias, MP, MPF, etc, etc, etc … Todos procuram subtrair o que podem da união, ainda que de modo disfarçadamente oficial, com álibis que fazem inveja aos maiores humoristas que conhecemos. Porém, enquanto corrompem descaradamente as leis para, em benefício próprio e dos seus, alegarem suas estapafúrdias e debochadas justificativas, nos transformam em verdadeiros palhaços do circo chamado Brasil. Abusam da seletividade judiciária, abusam do partidarismo explícito, abusam da parcialidade criminosa, abusam do poder que o cargo lhes confere e abusam de forma indireta e indecente da flagrante apologia que fazem ao crime, quando criam saídas “ditas” jurídicas que beneficiam a uns e, do mesmo modo, e com as mesmas situações, provoca não apenas prejuízos imensos a outros, mas chega ao ponto de até condenar esses, por uma situação idêntica aquela que beneficiou a outro. Estão perdidos porque perderam sua credibilidade e porque se tornaram indignos da confiança da população. Recebem o nosso “BASTA” e o nosso “CARTÃO VERMELHO” por incompetência, por suspeição, por partidarismo, por traição ao juramento e pela explícita, vexaminosa, abusiva e aviltante parcialidade.

  31. A Sagrada função e dever público do Poder Judiciário Brasileiro,
    para com a nação e para o povo do Brasil (Segundo as mídias e imprensa), segue, como nossa contribuição à instrução e conscientização de nossos patrícios.
    Fonte: https://www.brasil.gov.br/governo/2009/11/conheca-os-orgaos-que-formam-o-poder-judiciario
    A função do Poder Judiciário é garantir os direitos individuais, coletivos e sociais e resolver conflitos entre cidadãos, entidades e Estado. Para isso, tem autonomia administrativa e financeira garantidas pela Constituição Federal.
    São órgãos do Poder Judiciário o Supremo Tribunal Federal (STF), Superior Tribunal de Justiça (STJ), além dos Tribunais Regionais Federais (TRF), Tribunais e Juízes do Trabalho, Tribunais e Juízes Eleitorais, Tribunais e Juízes Militares e os Tribunais e Juízes dos estados e do Distrito Federal e Territórios.
    Supremo Tribunal Federal
    O STF é o órgão máximo do Judiciário brasileiro. Sua principal função é zelar pelo cumprimento da Constituição e dar a palavra final nas questões que envolvam normas constitucionais. É composto por 11 ministros indicados pelo Presidente da República e nomeados por ele após aprovação pelo Senado Federal.
    Superior Tribunal de Justiça
    Abaixo do STF está o STJ, cuja responsabilidade é fazer uma interpretação uniforme da legislação federal. É composto por 33 ministros nomeados pelo Presidente da República escolhidos numa lista tríplice elaborada pela própria Corte. Os ministros do STJ também têm de ser aprovados pelo Senado antes da nomeação pelo Presidente do Brasil.
    O STJ julga causas criminais de relevância, e que envolvam governadores de estados, Desembargadores e Juízes de Tribunais Regionais Federais, Eleitorais e Trabalhistas e outras autoridades.
    Além dos tribunais superiores há, o sistema Judiciário federal, que é composto pela Justiça Federal comum e pela Justiça especializada (Justiça do Trabalho, Justiça Eleitoral e Justiça Militar).
    Justiça Federal
    A Justiça Federal comum pode processar e julgar causas em que a União, autarquias ou empresas públicas federais sejam autoras, rés, assistentes ou oponentes – exceto aquelas relativas a falência, acidentes de trabalho e aquelas do âmbito da Justiça Eleitoral e à Justiça do Trabalho.
    É composta por juízes federais que atuam na primeira instância, nos tribunais regionais federais (segunda instância) e nos juizados especiais, que julgam causas de menor potencial ofensivo e de pequeno valor econômico.
    Justiça do Trabalho
    A Justiça do Trabalho julga conflitos individuais e coletivos entre trabalhadores e patrões. É composta por juízes trabalhistas que atuam na primeira instância e nos tribunais regionais do Trabalho (TRT), e por ministros que atuam no Tribunal Superior do Trabalho (TST).
    Justiça Eleitoral
    Com o objetivo de garantir o direito ao voto direto e sigiloso, preconizado pela Constituição, a Justiça Eleitoral regulamenta os procedimentos eleitorais. Na prática, é responsável por organizar, monitorar e apurar as eleições, bem como por diplomar os candidatos eleitos. Também pode decretar a perda de mandato eletivo federal e estadual e julgar irregularidades praticadas nas eleições.
    Os juízes eleitorais atuam na primeira instância e nos tribunais regionais eleitorais (TRE) e os ministros que atuam no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
    Justiça Militar
    A Justiça Militar é composta por juízes militares que atuam em primeira e segunda instância e por ministros que julgam no Superior Tribunal Militar (STM). Sua função é processar e julgar os crimes militares.
    Justiças Estaduais
    A organização da Justiça estadual é competência de cada estado e do Distrito Federal. Nela existem os juizados especiais cíveis e criminais. Nela atuam juízes de Direito (primeira instância) e desembargadores, (nos tribunais de Justiça, segunda instância). Nos estados e no DF também existem juizados especiais cíveis e criminais.
    A função da Justiça estadual é processar e julgar qualquer causa que não esteja sujeita à Justiça Federal comum, do Trabalho, Eleitoral e Militar.
    O STF e o STJ têm poder sobre a Justiça comum federal e estadual. Em primeira instância, as causas são analisadas por juízes federais ou estaduais. Recursos de apelação são enviados aos Tribunais Regionais Federais, aos Tribunais de Justiça e aos Tribunais de Segunda Instância, os dois últimos órgãos da Justiça Estadual.
    Às decisões dos tribunais de última instância das justiças Militar, Eleitoral e do Trabalho cabe recurso, em matéria constitucional, para o STF.
    Fontes: STF, STJ, TST, TSE, STM e Justiça Federal

  32. Clareou, finalmente, justiça brasileira querendo levar vantagens em tudo, pois como a imprensa tem testemunhado: foi conivente com o golpe; se calou nos deslizes jurídicos da Lava-Jato; mantém o Ex-Presidente Lula como preso político, apesar desse, liderar por vontade do povo, as pesquisas eleitorais para 2018; foi parcial com ocorrências criminosas graves envolvendo outras pessoas de partidos conservadores, representantes da elite e, agora, mais recente, o grave desrespeito ao inciso LVII, do Artigo. 5º da Constituição Federal, que assegura a presunção da inocência aos cidadãos brasileiros.
    O STF, guardião da CF e da Lei e da ordem pública, conseguiu ser contra uma causa pétrea da CF, o ”Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: |__LVII – ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”.
    Também, grave, é o fato desse Estatuto Constitucional acima citado, ser associado em função do assunto, ao Artigo 283 do Código de Processo Penal – Decreto Lei nº 3.689 de 03 de Outubro de 1941, que sobre o mesmo assunto diz: “Art. 283. Ninguém poderá ser preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente, em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado ou, no curso da investigação ou do processo, em virtude de prisão temporária ou prisão preventiva. (Redação dada pela Lei nº 12.403, de 2011)”.
    As coisas estão claras agora, com essas matéria que, como eu, simples leigo no assunto, entendo que, pela muvuca e piseiro jurídico que o STF, permitiu que acontecesse até o momento, no Brasil, o povo também, não é burro e, manda recado sobre sua confiabilidade na justiça brasileira que aí está e, principalmente, pelo comportamento aético de alguns de seus membros, no trato dos direitos das pessoas, no arbitramento imparcial e equânime da justiça para todos, como dispõe a CF. Assim, taí o justo castigo: o descrédito e perda de confiabilidade da população.
    https://www.brasil247.com/pt/colunistas/carlosdincao/337148/Sobre-a-ignor%C3%A2ncia.htm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.