Vamos torrar US$ 11,6 bi na fogueira do dólar, não em política anti-recessiva

O Banco Central anunciou hoje o volume de dólares à vista que está disposto a vender no mercado em setembro.

São R$ 11,6 bilhões, tirados de nossas reservas cambiais.

Que, como toda reserva, é para ser usada, mas o problema é que, na fogueira das cotações do dólar, atiçadas por eventos sobre os quais não temos nenhum controle – e a alta da moeda americana está se dando por razões externas, no calor da guerra comercial EUA x China, provavelmente será inócua.

O que não aconteceria se estivessem sendo usadas como funding de programas de aquecimento econômico que, mesmo a taxas baixíssimas, remunerariam melhor o capital que a taxa zero, quase, do BIS, onde estão depositadas as nossas reservas, já que eventuais perdas em dólar serão as mesmas em operações de venda e recompra de moeda norte-americana.

Mas continuamos insistindo na ideia de que o “mercado” sozinho resolverá a retomada da atividade econômica, o que não fará.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

5 respostas

  1. Guedes quer ajudar os amigos dele a enviarem dólares ao exterior por um precinho mais camarada porque sabe que a canoa vai afundar – e não apenas aqui. Dólar mais barato, mais dólares enviados para fora.

    Esse papo de swap cambial é coisa de mercado futuro, e os amiguinhos dele querem o conforto e a certeza de um mercado à vista – daí a dilapidação das reservas.

    1. Essa queima de dólares é para proteger e dar ainda mais lucros aos milionários rentistas.
      Claro, deixando o Brasil com um prejuízo ainda maior.

    1. É! isso é muita grana! 11 Bilhões de Dólares são 45 bilhões de Reais (e com “B” de bola e não com “M” de mola… )

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.