“03” só tem Trump na cabeça

A declaração do “Filho 03” de que o Brasil deve eliminar a exigência de visto de entrada para os cidadãos norte-americanos,  mas que os EUA precisam manter a mesma condição para o ingresso de brasileiros naquele país não é só  um exemplo escandaloso do sabujismo do clã Bolsonaro.

É uma demonstração do conceito que têm sobre os brasileiros, bastante semelhante àquele que o ministro da Educação externou ao chamar-nos de “canibais”. Afirmou que que “os brasileiros que vivem ilegalmente nos Estados Unidos são uma “vergonha” para o Brasil

Eduardo Bolsonaro diz que liberar os cidadãos dos EUA de visto é “ser esperto”: “vamos pegar os dólares dos turistas americanos, japoneses, australianos e canadenses”. Mas os brasileiros, ao irem aos EUA, “vão se passar por turista para vir morar ilegalmente aqui”, afirmou em  Washington.

Eles são turistas ricos, nós somos uns “superchicanos” que estamos esplorando uma brecha para ter a chance de virarmos entregadores de pizza ou faxineiros por lá, na visão do apoiador do muro de Trump.

Aliás, parece nutrr o mesmo ódio do presidente norte-americano pelos milhões de imigrantes que fazem girar a economia dos EUA.

A reciprocidade sempre foi uma tradição da diplomacia – da brasileira e a da maior parte dos países -, porque é uma forma de igualar o tratamento dado aos cidadãos de ambos os países. Portanto, na visão de Bolsonaro, o brasileiro não merece o mesmo tratamento dos norte-americanos e é, como regra geral, suspeito de estar indo arranjar uma “boquinha” por lá.

Incrível, mais ainda, é que a Câmara dos Deputados tenha feito presidente da Comissão de Relações Exteriores um sujeito que pensa e age assim.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

32 respostas

  1. Podia ter ido toda a família morar lá pros lados de Miami no começo do século e quiçá ter nos poupado dessa fase hedionda.

      1. Bom dia Nilson!
        Os “Lords” (senhores do mundo) sempre foram sustentados por saques e pelo sangue e suor dos “escravos” mundo à fora.
        O Rio de Janeiro, e a Baixada por consequência, vivem até hoje os problemas da mudança da Capital Federal.
        E a Ditadura Militar empobreceu ainda mais os pobres nos rincões do país, levando milhões para as grandes cidades e arredores.

        Imagine se Florianópolis deixasse de ser a Capital da nada “Santa” Catarina. Viraria o quê?
        E foi o que ocorreu com Viamão no Rio Grande do Sul e Goiás (Velho) em Goiás.

        1. Santa Catarina (releve-se o nome, por pontual e superficialmente, irrelevante) também tem (deve ter, com certeza) gente honesta e progressista, como aqui, no Nordeste, e em outros lugares do Brasil também tem medíocres que levaram a essa prevista “tragédia” contemporânea da realidade nacional brasileira.

          1. A soberba de parentes, vizinhos e aparentados daqui do Sul que adoram lembrar seus sobrenomes de origem européia só é comparável a ignorância da história de si mesmos. Eles esquecem que nossos bisavôs vieram na pindaíba, fugindo da fome, das guerras e das pestes que inundavam o Velho Continente. Por aqui mataram bugres e, assim como todo o país, se aproveitaram dos negros sem lhes dar reconhecimento.
            Sou a mistura de negros, alemães, espanhóis e portugueses (do Sul e do Nordeste) e creio ser o melhor que tenho.

      2. Infelizmente, você cometeu um engano, meu amigo.
        Dizer que o clã Bozo tem sangue da Baixada Fluminense desmerece a Baixada, da qual, e sobre a qual, no máximo, os Bozo e seus milicianos derramam sangue.

      3. Mais respeito aos cidadãos da Baixada Fluminense é bom e eu gosto. Não nos compare com os bostas que amam Miami… não somos lords,claro,somos trabalhadores honestos que mantemos o Rio com nosso suor!!!!

    1. E que um daqueles furacões os carregassem sem volta (one Way pra agradar mais aos coxinhas), para bem longe, pro inferno talvez.

  2. O governo de asno , Pai e filhos e Espírito Santo !! Este Espírito Santo e para o Edir Macedo!

  3. Com lideres assim, estamos condenados, simples assim.Se um povo não se vê como merecedor de estar entre as grandes nações, nunca estará.Se Alexandre O Grande não acreditasse que seu povo poderia conquistar um dos maiores imperios da historia, jamais teria se engajado em nenhuma campanha de conquista.Se o Brasil não acreditar em seu potencial, nunca sairemos do terceiro mundo.Enquanto continuarmos a dar “sinal de fraco”( como se diz no truco) quem vai investir aqui?

  4. Permitimos que os filhos (01, 02, 03) dividam a faixa presidencial com o pai. Nada fazemos. Se fosse um filho de Lula ou filha da Dilma as panelas esquecidas seriam marteladas até ensurdecermos. Gente de esquerda,é hora de acordar. Estamos muito lentos. O PSL quer impedir o STF por meio de golpe militar. Mais, acabar com as instituições democráticas.

  5. Reafirmo que essa famiglia Bozo tem uma capacidade INESGOTÁVEL de produzir asneiras e idiotices. Também já afirmei antes que, com Temer na presidência, éramos motivo de chacota e riso. Hoje, com Bostanaro, somos motivo de pena… Pobre Brasil! Pobre Povo Brasileiro!

  6. Cada vez fica mais evidente que eles agem tomando as suas réguas pessoais como medida. Essa gente ordinária que não tem ética e muito menos moral, deve ser exposta sempre. Vou resumir rapidamente um caso pessoal, nada a ver com a matéria, todavia tudo a ver com a falta de caráter que impera neste tipo de gente. Há dois anos uma irmã minha que reside na Inglaterra, adquiriu para mim um notebook Mac. Por esses dias o teclado do dito cujo parou de responder, depois de tentar resolver com a ajuda do suporte via telefone, levei à loja num shopping na Barra da Tijuca (uma das duas lojas em toda América do Sul, a outra é em São Paulo). Na loja diagnosticaram o problema no teclado e me deram o orçamento para reparo, mas não havia um disponível. Voltei à loja ontem para deixar o computador. Informei que através de leitura e contatos, inclusive com o suporte da própria Apple, eu descobrira um serviço de recall gratuito porque o problema era de fabricação. A atendente me perguntou se eu tinha o link. Ou seja, tentou me constranger como se eu desejasse dar um golpe na loja. Depois me disse que conhecia o programa de recall (no entanto não falaram sobre ele ao me atenderem…). Foi uma longa discussão, inclusive com a participação do gerente da loja, que indagou se eu não confiava na loja. Tive que dizer que não ,mesmo. Todavia deixei o computador para, segundo eles, avaliarem se está dentro do defeito do recall ou se eu terei que pagar mil e quinhentos reais. Minha irmã, que acompanha o dilema, entrou em contato com o suporte lá na Europa. Um supervisor, que por acaso é português, me ligou hoje cedo para ouvir a minha versão e depois falar com a loja daqui. Ele me deu toda razão e concordou que a loja aqui não está agindo dentro das regras da empresa. Na conversa com o supervisor europeu, falei sobre a opção política bolsomaníaca da maioria dos usuários da Apple no Brasil e que provavelmente o gerente da loja carioca era un deles (falai sobre o desvio de caráter…). Por isso insinuaram que eu deseja dar um golpe na loja, quando a realidade era o contrário. Detalhe: testemunhei um caso de tratamento idêntico ao meu lá na loja: suposição de má fé do cliente com o produto ainda na garantia, mas sendo a acusado de querer se dar bem.

  7. Vergonha mesmo é o político de um país dizer que a população de seu país é abjeta e inferior à de outro país. Isso para mim é quebra de ética e decoro parlamentar. O 03 tem que ser enquadrado.
    Ademais, os brasileiros que vão para os EUA para trabalhar como ilegal são uma porcentagem irrisória da grande maioria dos brasileiros que vão para lá, na condição real de turistas.
    E americanos que quiserem vir ao Brasil para fazer turismo vão vir, independentemente de precisar ou não de visto. Já admitir americanos aqui sem visto vai com certeza trazer para cá todo tipo de bandidos americanos, que sabem que correm o risco de serem preso lá e aqui facilmente conseguirão se esconder.

  8. dos muitos estrupícios postos na política pelo eleitorado brasileiro essa é das mais abjetas e subservivientes. Essa escória precisa ser varrida o quanto antes, mas como?

  9. Qualquer barata é mais digna do que essa gente do clã laranja-miliciano!
    E o Bozo pai nada mais é do que isso: uma imundíssima barata com a Faixa Presidencial!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.